Animal

Whaaat????

5 DICAS PARA SE APRENDER JAPONÊS

Fala galera do S&H!!! Na coluna de hoje eu lhe trago algumas dicas de como alavancar o aprendizado da língua japonesa. Algumas delas eu mesmo uso no meu dia-a-dia. Lógico que essas dicas você pode utilizar para aprender outros idiomas também. Eu utilizo para aprender inglês e japonês, por exemplo. Papel e caneta na mão, anote tudo e bote em prática! Isso vai ajudar muito no seu aprendizado. 🙂

Se você gosta desta coluna, dá uma força lá no canal do YouTube: se inscreva!


Foram tantos bugs no v’íadeo q ̶q̶u̶nn não consigo con ̶c̶o̶n̶t̶a̶r̶ ̶ hauhsuahuahsuPreciso urgente de um computador novo!

Na metade do meu sonho

Quando eu tinha 22 anos a realização dos meus sonhos era tão palpável quanto o boleto do meu apartamento alugado. Não havia dúvida ou medo. Eu tinha as ferramentas, a vida toda pela frente e a pressa típica da juventude. Lembro de olhar o mapa e traçar uma meta de 80 países. Um número que considerava um “mínimo honroso”, algo que eu certamente superaria em pouco tempo. Mal sabia eu como sonhar é difícil.

Hoje tenho 36 anos e conheço 40 países. Estou na metade do meu sonho. O tempo passou rápido, mas os carimbos no passaporte vieram bem devagar. O boleto do meu apartamento alugado continua sobre a mesa e outros novos surgiram. Ainda há muito para fazer e às vezes sinto medo de não cumprir a promessa. Eu sonho há tanto tempo e só cheguei na metade do que a arrogância da minha juventude chamou de “mínimo honroso”.

Esse é meu aviso para você: sonhar dá um trabalho enorme, por isso comece logo. Não negue a si mesmo essa chance. O preço de sonhar é alto, mas mesmo um sonho pela metade é melhor que abrir mão de tentar.

O que alcancei ainda não é tudo que almejei, mas já me enche de dignidade. Se eu partisse agora é certo que não estaria satisfeito, mas me sentiria orgulhoso. Talvez eu nunca chegue lá, mas talvez eu vá a 120. Eu ainda tenho as ferramentas. Você também.

Feliz ano novo!

Pedro Schmaus

A música preferida das vacas

Uma canção de tão bonita, que até os animais querem escutar de perto. O nome é Kulning. Um chamado antigo, utilizado no pasto em regiões distantes. Se fosse no Brasil, as pobres vaquinhas teriam que escutar sertanejo universitário ou funk (elas fugiriam com toda certeza). Isso mostra que os animais tem um gosto melhor do que muitas pessoas por aí.

Os bastidores malucos de um filme doido

Antes da lendária performance do lendário Coringa de Heath Ledger, houve Jim Carrey. “Que comparação absurda”, alguns vão dizer. Mas assista a este trailer dos bastidores do filme O Mundo de Andy. Isso que é se entregar pela arte.

O trailer mostra o limite que Jim Carrey chegou (e o limite que ele não teve). Ao final das filmagens o ator/comediante não sabia nem mais quem ele era. Não acho que seja exagero não. Jim (para os íntimos rsrs) interpretou o seu ídolo e para ser fiel, praticamente viveu como ele durante o período da filmagem. É uma imersão perigosa, que pode acabar com o psicológico dos mais fracos. Esperando para assistir!

 

O sonho de ser abusado em Hollywood

Resumo da história:

O poderoso produtor Harvey Weinstein é o vilão do momento em Hollywood. Foram inúmeras atrizes denunciando os abusos cometidos por ele. Mas o problema é MUITO pior do que se imagina. O que se entende é que MUITA gente sabia dos abusos cometidos por ele. Estou falando de atores, diretores, roteiristas… e por aí vai. No vídeo abaixo, Seth MacFarlane faz uma piada (detalhe que a piada foi feita em 2013!!!), “Parabéns. Agora vocês não terão mais de fingir que são atraídas por Harvey Weinstein”. Logicamente, já insinuando que para as mulheres terem sucesso, tinham que se submeter a constrangimentos com o produtor.

Agora, assim como os escândalos de pedofilia em Hollywood, parece que todo mundo sabe (pelo menos a maioria), mas ninguém faz nada! É preciso sempre alguém com peito o suficiente para se colocar à frente. É fácil depois que tudo acontece, os atores se manifestarem em seus Twitters. Uma mensagem na rede social não vai apagar da memória o que as crianças ou mulheres sofreram para entrar na tão sonhada indústria de Hollywood. Imagina quanto lixo ainda não se esconde por debaixo do tapete vermelho. Sinceramente, acho que era dever das grandes estrelas do cinema assumirem a causa.

O mais incrível é que tudo virou PIADA em Hollywood! Piada! Crianças e mulheres sendo abusadas! Ao invés de fazer alguma coisa, vou contar uma piada! Todo mundo vai rir (por que entendem a referência da piada, não é mesmo?). Que tal começar a rir, levantar e fazer alguma coisa, ao invés de mensagens de incentivo no Twitter? Isso para não falar que muitos não mandaram mensagens para as vítimas, mas sim para o “pobre” produtor Harvey Weinstein que está sofrendo com a sua “doença”. PQP né…