Hermes – Metais, Ervas e Pentagramas

esmeralda.jpg

Olá crianças,

“É verdade, certo e muito verdadeiro.
O que está em baixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo, para realizar os milagres de uma única coisa.
E assim como todas as coisas vieram do Um, assim todas as coisas são únicas, por adaptação.
O Sol é o pai, a Lua é a mãe, o vento o embalou em seu ventre, a Terra é sua ama;
O Pai de toda Telesma do mundo está nisto.
Seu poder é pleno, se é convertido em Terra.
Separarás a Terra do Fogo, o sutil do denso, suavemente e com grande perícia.
Sobe da terra para o Céu e desce novamente à Terra e recolhe a força das coisas superiores e inferiores.
Desse modo obterás a glória do mundo.
E se afastarão de ti todas as trevas.
Nisso consiste o poder poderoso de todo poder,
Vencerá todas as coisas sutis e penetrará em tudo o que é sólido.
Assim o mundo foi criado.
Esta é a fonte das admiráveis adaptações aqui indicadas.
Por esta razão fui chamado de Hermes Trismegistos, pois possuo as três partes da filosofia universal.
O que eu disse da Obra Solar é completo.”

Durante nossas matérias anteriores, falamos sobre Matrix, o Plano Astral e as diversas maneiras de se interagir com a esfera de Yesod, o estado de consciência representado pelo Mundo Subterrâneo nas antigas mitologias. Falamos sobre os Psychopompos (os famosos “condutores de almas”) das mitologias antigas e o que eles realmente representam e finalmente fizemos cinco anotações em nossos cadernos, que passaremos a decifrar nesta coluna.
Semana retrasada falamos sobre Thanatos, deus dos mortos, e sua relação com o Astral. Em seguida, comentei sobre Hecate e a intuição. Continuando a linha de raciocínio, falaremos hoje sobre Hermes, a manifestação da vontade (Thelema) no Astral.

Ao contrário de hecate, que representava a parte passiva da espiritualidade, através da mediunidade, Hermes representa a parte ativa da mediúnidade, ou a capacidade dos seres no Plano Físico atuarem sobre o Astral.
Esta atuação acontece na forma de mantras (ou palavras de poder), de objetos mágicos (círculos, espada, taças e outros objetos magnetizados pela luz astral) e da vontade do magista. Deste tipo de atuação surgiram as bases a respeito dos exorcismos, conjurações e banimentos.

Hermes
Já havia falado sobre Hermes AQUI. Recomendo a leitura antes de prosseguir.
Hermes é tido como uma das mais importantes divindades gregas do Panteão Olímpico. Considerado o mais jovem dos deuses, ele é o protetor de todos os viajantes e ladrões, é o mensageiro dos deuses, responsável por levar a palavra dos deuses até os mortais (qualquer semelhança com Prometeu ou Lúcifer NÃO é mera coincidência); Hermes é o deus da eloqüência, ao lado de Apolo, é o Deus dos diplomatas e da diplomacia (que era chamada de Hermeneus pelos gregos) e é o deus dos mistérios e interpretações (da onde vem a palavra Hermenêutica). Além disto, era um dos únicos deuses que tinha permissão para descer ao Hades e partir quando desejasse. Todos os outros (incluindo Zeus) estavam sujeitos às leis de Hades.
Hermes tinha vários símbolos, mas os mais tradicionais eram as sandálias com asas, o caduceu (que curiosamente representa a Kundalini, duas serpentes enroscadas em um cajado) e a tartaruga (de cujo casco ele criou a primeira Lira) e sua flauta de 7 notas.
Como inventor de diversos tipos de corrida e também das lutas, Hermes era considerado o patrono dos atletas. Finalmente, era tido como o inventor do Fogo (em alguns textos anteriores a Prometeu) e considerado um deus pregador de peças, que adorava aprontar com seus irmãos (isto desde seu nascimento, quando a primeira coisa que fez quando aprendeu a andar foi roubar os bois de Apolo e esconde-los). Hermes era patrono dos alquimistas, magos e filósofos.

hermes032.jpg

Hermes representa HOD, ou seja, a RAZÂO. Como pudemos ver, a razão está diretamente ligada à VONTADE dentro da Magia. A escolha simbólica de Hermes como o terceiro Psycopompo traduz bem esta manifestação da magia.

Influências do Físico no Astral
Desde a antiguidade sabemos que determinados elementos físicos são capazes de atuar nos elementos sutis do Astral. Os mais conhecidos e que acabaram se tornando parte de ínumeros folclores são o Sal, o Mercúrio, o Enxofre, a Prata, o Ouro e os outros metais alquímicos. As plantas afetam o astral por causa de suas auras, que interagem eletromagneticamente com as nossas e com elementos dos planos sutis, como explicarei abaixo.

sal.jpg

O Sal
O sal absorve emanações negativas, cristalizando-as e limpando o ambiente. Disto derivam diversos costumes que perduram até os dias de hoje.
O mais comum de todos é o “banho de sal grosso”. Água com sal marinho é uma das melhores substâncias para remover miasmas astrais de um corpo. E o melhor banho energético de todos continua sendo o banho de mar. Os antigos tinham o costume de deixar-se banhar por sete ondas para limpar quaisquer miasmas ou impurezas que tivessem. Ao contrário dos ignorantes, que “pulam” sete ondas, o correto é deixar as sete ondas cobrirem TOTALMENTE o seu corpo. Claro que as dondocas com seus vestidos caríssimos de final de ano não vão sair ensopadas do mar, então esse costume foi “ajustado”. O tio Marcelo adianta que pular sete ondas não serve para absolutamente NADA; a limpeza só funciona se você for inteiramente banhado pela água salgada.
Banhos de sal grosso podem fazer o mesmo efeito, mas há uma ressalva. Como ele age como um solvente, se a pessoa já estiver debilitada, em certos casos, não é recomendado. O melhor é um “banho de ervas”, como explicarei mais abaixo.
O sal grosso pode ser colocado nos cantos de uma sala para absorver miasmas, funcionando como uma “fossa séptica astral” (funciona pelo mesmo princípio da “Firmeza” nas tradições africanas, mas de eficácia obviamente muito menor). A cada 3 ou 7 dias, quando o sal estiver empapado, recolha e jogue em água corrente ou aos pés de uma árvore e troque o sal. Na Europa é comum espalhar sal por sobre o batente das portas, pela mesma razão.

A palavra Salário vem de “salarium argentum” que é a medida em prata ou ouro recebida pelos soldados romanos suficiente para comprar determinada quantia de sal (ao contrário do imaginário popular, eles não recebiam diretamente em sal; se fosse assim, seria muito mais rentável ficar na beira do mar coletando sal o dia inteiro do que ir para batalhas se arrebentar em troca de um punhado de cristais brancos). A palavra “Salarium” vem das estradas até as minas de sal (“Via Salarium“) que estes soldados protegiam. Os “Assalariados” eram os soldados que guardavam estas estradas.
O valor do sal estava muito associado ao seu poder mágico, por isso era costume das pessoas carregar consigo pequenos saquinhos de sal grosso e ervas amarrados em seu corpo para absorver emanações negativas. Nas tradições africanas este saquinho era chamado de Patuá e no Japão esta prática é conhecida como Kusudama. Os celtas usavam trevos como principal erva nestes amuletos, de onde veio a tradição do trevo de quatro folhas como planta da sorte.

Derramar este sal era considerado má-sorte, pois deixava a pessoa desprotegida contra ataques astrais ou psíquicos. Desse costume também vem a expressão “fulano não vale o sal que come” que mais tarde se tornou “não vale o que come”.

Lágrimas também entram na categoria de fluidos capazes de absorver más emanações (especialmente porque vem acompanhado de emanações emocionais mais fortes). Nem preciso falar a respeito da quantidade de lendas e contos medievais a respeito de “lágrimas” e seus processos curativos. A própria palavra “saudade” vem de “saldare” em referência às lágrimas vertidas pelo sentimento de falta de determinada pessoa.

E finalmente temos a Água Lustral, e posteriormente a cópia da Igreja chamada “água Benta”, muito utilizada para limpar instrumentos mágicos, locais e consagrações.

enxofre.jpg

O Enxofre
Um dos mais efetivos materiais de remoção de miasmas, o enxofre era muito utilizado em defumações na antiguidade. Antes dos principais rituais religiosos ou em locais muito carregados, era costume passar com defumadores contendo mirra, louro e enxofre, especialmente em locais onde haviam muitos sacrifícios. Mais tarde, a Igreja iria inventar a associação entre o Diabo e o cheiro de enxofre baseado nisto.
No oriente, o enxofre era utilizado na forma de pólvora e fogos de artifício para dissolver miasmas e outras entidades obsessoras, especialmente elementais e construtos astrais malignos. Disto vem o costume de usar fogos de artifícios em comemorações. Eles são usados para literalmente “limpar o ambiente”.
A pólvora também é utilizada pelos cultos africanos em sessões de “descarrego” justamente por esta propriedade de dissolver larvas astrais que estejam porventura enraizadas no duplo-etérico da pessoa (e muitos picaretas universais também estão tentando adaptar a prática “em nome de Jesus” – até arrumaram a desculpa para o cheiro de enxofre que fica depois). Também é utilizada na bruxaria celta e nórdica dentro de caldeirões (a razão prática pela qual caldeirões precisam ser de ferro).

Os metais alquímicos
Os sete metais alquímicos (ouro [sol], prata [lua], mercúrio [mercúrio], cobre [vênus], ferro [marte], estanho [júpiter] e chumbo [saturno]) afetam em diferentes graus e intensidades os fluidos astrais. Por esta razão, são utilizados em diferentes rituais com diferentes finalidades, que não vêm ao caso agora.
Os mais conhecidos nas lendas são a prata, associada a Yesod/lua/Astral, que dissolve miasmas ao toque (de onde originou a lenda da prata como sendo o metal capaz de ferir lobisomens e vampiros); o ferro (que é utilizado em portões e grades de cemitérios para não deixar espíritos irados trespassarem os limites da necrópole e também deu origem à lenda de que fadas e elementais não podem tocar ferro frio, o que é uma verdade).

kirlian01.jpg

Ervas
As plantas também possuem duplo-etérico e consequentemente, uma aura. Quando falamos de “banho de ervas”, queremos dizer que as ervas em questão precisam ser maceradas (esfareladas com suas próprias mãos e deixar a seiva – que é o SANGUE da planta – misturar com água). Qual a ciência por trás disso? Normalmente o Guia ou médium é capaz de enxergar alguma perturbação no duplo-etérico da pessoa e recomenda uma erva adequada para estabelecer o equilíbrio (de onde surgiu a lenda a respeito de determinados orixás serem senhores de determinadas plantas). Com esta seiva misturada à água, o banho fará com que ambos os campos eletromagnéticos sutis entrem em contato e se equilíbrem. As plantas mais comuns para estes banhos são a arruda e o manjericão, mas existem dezenas de tipos de banhos de ervas diferentes, de acordo com o tipo de problema. Algo importante e que quase ninguém sabe é que após tomar um banho de ervas não devemos nos enxugar, mas apenas secar levemente nosso corpo, deixando-o terminar de secar naturalmente.
Da mesma maneira, existem os chás de ervas, nos quais as ervas são fervidas e bebidas posteriormente, com efeitos curativos dos mais diversos.

cristais.jpg

Cristais
Com o conhecimento de que nossos corpos são máquinas eletromagnéticas, muitas doenças nada mais são do que o desequilíbrio energético nos nadis (dutos) em nosso duplo-etérico. Neste sentido, o que acupuntura faz é direcionar estes fluxos energéticos de maneira adequada e equilibrar o balanço de prana dentro do organismo, eliminando a causa da doença logo em seu estágio inicial.
Os cristais funcionam de forma análoga; eles geram campos magnéticos sutis que ressoam com os campos eletromagnéticos de cada chakra específico, auxiliando o fluxo de prana e reestabelecendo o equilíbrio e saúde.

MAS eu preciso fazer uma mega-hiper-super ressalva aqui. São ALGUNS cristais específicos, aplicados em alguns pontos certos do corpo e da maneira apropriada. Não é éssa loucura alucinada dos misticóides da Nova Era e suas feiras de badulaques exotéricos (com “X”). Comprar cristais “Além da Lenda” e deixá-los em cima do seu corpo não vai adiantar em NADA. Um dia eu faço uma matéria só sobre cristais, desmistificando essas loucuras que a gente vê por ai.

Desnecessário dizer que nada disso é reconhecido pela ciência ortodoxa mas, para ser sincero, eu prefiro assim, pois se do jeito que está já existem uns 90% de charlatões místicos, imagine se alguém emite um certificado das otoridades dizendo que funciona mesmo… imagine que, se com conselhos sérios como o CRM já existem milhares de charlatões se passando por médicos e trocentos problemas de cirurgias e picaretagens que vemos por ai nos jornais (sem falar dos “misticos”), que caos acontecerá com seres irresponsáveis do gado posando de “doutores em cristais”…

Além disso, existe o desinteresse natural da “ciência médica” em relação a métodos gratuitos de cura e saúde… quantos bilhões são gastos anualmente fabricando drogas que não precisamos? quem lucra com isso não tem o menor interesse que as populações sejam “equilibradas energeticamente”… aliás, fazem o possível para isso ser o mais ridicularizado possível. Para quê se equilibrar com Ioga, respirações e alimentação adequada quando você pode simplesmente ficar doente e gastar dinheiro com remédios caros!

Como eu costumo dizer, as superstições são os cadáveres das antigas práticas religiosas e mágicas… Quando se remove a razão e o conhecimento dos motivos, sobra apenas a repetição cega e a crendice.

conjuring.jpg

Conjurações
Sempre existiu uma certa confusão entre os limites da mediúnidade e da magia de conjuração. Desde o xamanismo e suas manifestações tribais mais primitivas aborígenes e africanas, existiam duas classes de magistas. Em essência, ambos trabalhavam com o mesmo princípio, apenas variando as freqüências astrais de suas conjurações.
Ao contrário da mediunidade, onde o médium irá “receber” passivamente um espírito, na Magia cerimonial o magista irá ordenar ativamente que o espírito venha até sua presença e obedeça sua vontade.
E a palavra chave para tudo isso é “vontade”. Através do domínio de seu consciente e subconsciente, o magista é capaz de canalizar sua vontade através da Luz Astral e influenciar os corpos sutis tanto dos espíritos dos mortos (Thanatos) quanto as habilidades mediúnicas de outras pessoas (Hecate).

o Círculo e as Ferramentas
O círculo delimita o espaço de trabalho do magista. Ele é considerado uma manifestação da vontade do mago e uma extensão de seus domínios. Pode-se traçá-lo fisicamente no chão ou mentalmente no espaço (fisicamente será melhor para iniciantes, pois desta maneira se conseguirá manter a concentração mais facilmente, ainda mais quando a mente estiver ocupada com todos os outros detalhes da ritualística).
As ferramentas exigirão uma matéria apenas para elas. As mais comuns são o bastão, a espada, o athame, o pantáculo, a taça, o incensário, as velas, as roupas e o cetro (ou varinha). Com eles, o magista é capaz de direcionar sua vontade e canalizar suas manifestações mentais no astral com maior efetividade.

Fazendo a comparação com Thanatos: através da vontade, um magista consegue interferir no astral o suficiente para afetar quaisquer seres astrais/espíritos que estejam nas proximidades, seja removendo miasmas, seja afastando-os ou até mesmo aprisionando-os (as histórias a respeito dos gênios dentro de garrafas não são meras alegorias).
Fazendo a comparação com Hecate: através da vontade, o magista consegue interferir na mediunidade de uma pessoa, aumentando ou diminuindo a sensibilidade, cortando os canais de ligação entre os médiuns e os espíritos ou facilitando/simulando esta comunicação através de outros objetos (espelhos mágicos oraculares, por exemplo… “espelho espelho meu, você acha que o tio Waldisney colocou esta passagem à toa na Branca de Neve?”)

————

pentagrama-mdd.jpg

Exercício Prático de Imaginação e Vontade
Pode ser feito em seu quarto ou local de descanso.
Em primeiro lugar, encontre o Leste.
Fique de pé, mantendo os pés em esquadro, o pé direito apontado para o leste. Deixe o braço esquerdo caído ao lado do corpo e junte os dedos polegar, indicador e médio da mão direita, formando o Kureba Mudra. A posição dos dedos no Kureba mudra parece como se você estivesse segurando um giz de cera invisível.

Respire calma e relaxadamente alguns instantes, até estar plenamente concentrado, e comece:
Trace um Pentagrama no Ar, localizado à sua frente, começando do 1 e seguindo a ordem numérica, de acordo com a imagem. Imagine que ele seja formado por uma luz azul muito forte e brilhante. INSPIRE enquanto traçar o risco de 1 para 2, EXPIRE quando traçar o risco de 2 para 3, INSPIRE quando traçar o risco de 3 para 4, segure a respiração quando traçar o risco de 4 para 5 e EXPIRE quando traçar o risco de 5 para 1.

pentagram-circle.jpg

Se você souber qual é, imagine agora o símbolo do signo de Aquário dentro do pentagrama, se não souber, vai pesquisar. Faça um ponto dentro do pentagrama e deslize seu corpo e o braço no ar 90 graus para a direita, ficando de frente para o SUL e traçando uma linha de luz azul na altura do seu ombro, ao seu redor, formando um círculo onde você estiver. É importante manter a concentração e inspire enquanto estiver traçando este círculo.
De frente para o SUL, repita o traçado do segundo pentagrama, seguindo as mesmas instruções de respiração do primeiro pentagrama.
Imagine o símbolo do signo de Leão dentro do pentagrama.
Novamente, gire o corpo 90 graus para a direita, ficando de frente para o Oeste; trace o círculo começando do EXATO ponto onde parou no sul e continue até o oeste.
De frente para o OESTE, repita o traçado do terceiro pentagrama, seguindo as mesmas instruções de respiração do primeiro pentagrama.
Imagine o símbolo do signo de Escorpião dentro do pentagrama.
Novamente, gire o corpo 90 graus para a direita, ficando de frente para o Norte; trace o círculo começando do EXATO ponto onde parou no oeste e continue até o norte.
De frente para o NORTE, repita o traçado do quarto pentagrama, seguindo as mesmas instruções de respiração do primeiro pentagrama.
Imagine o símbolo do signo de Touro dentro do pentagrama.
Novamente, gire o corpo 90 graus para a direita, ficando de frente para o Leste, onde você começou o exercício; trace o círculo começando do EXATO ponto onde parou no norte e continue até o exato ponto onde você começou a traçar o círculo.

Agora vem o exercício de imaginação e vontade: esta estrutura precisa ser mantida na sua imaginação com o máximo de detalhes possível: luz, o brilho azulado influenciando no físico, imaginar as paredes do local iluminadas fracamente por esta luz, os quatro pentagramas flutuando no espaço, ao redor dos 4 pontos cardeais no círculo e o próprio círculo luminoso contínuo.
Depois do exercício, você pode fazer o que quiser na sala, mas tente manter esta construção mental pelo maior tempo que conseguir. Se estiver fora do quarto, imagine a estrutura montada dentro dele; quando voltar, enxergue o conjunto. Se estiver em outro lugar e imaginar sua sala de estudos, imagine a estrutura dentro dela.

Mas tio Marcelo, isso é alguma forma de círculo de proteção?
Talvez… por enquanto é apenas um exercício de concentração e imaginação. Nada mais. e não esqueça de fazer os outros exercícios que eu passei nas colunas anteriores, em especial o da Vela e dos Chakras.

—————————————-
Novidades:
– Achei este site muito interessante chamado Plurk. É bem parecido com o Twitter, só que você escreve o que está fazendo em tempo real.
– Como esta série de posts é um tanto quanto longa para serem escritos, os Sedentários que quiserem acompanhar meu Blog poderão ler matérias escritas por outros autores sobre temas que eu estudo, além de poderem enviar perguntas a respeito dos posts antigos.
– Matérias postadas na semana:

James Randi e seu famigerado desafio paranormal.
De onde vêm as 72 virgens?
O Grande Computador Celeste – parte III
Princípios da Alquimia,
Miasma e Katarsis

Cursos:
– Dia 28/06 – Astrologia Hermética
– Dia 29/06 – Tarot (Arcanos Maiores)

Confirmados os cursos no RJ em julho:
– Dia 25/07 (sexta) – Astrologia Hermética
– Dia 26/07 (sábado) – Kabbalah
O local será em uma faculdade na av. Rio Branco, bem na região central.
Informações no email [email protected]

Twitter oficial do autor da Coluna Teoria da Conspiração.

  • Aew Marcelo, vo repetir a pergunta todos os post até tu falar do Michael Jackson.
    Num post passado vc falou de água benta, agua salinizada banho de mar para purificar.
    A minha dúvida é em relação a lágrima?? será por isso que o pessoal diz que chorar faz bem, tem alguma relação do choro com a atração ou banimento de espírios??

    @MDD – chorar pode ativar o chakra cardíaco, e a emoção envolvida serve como um meio de defesa inconsciente sim.

    Pergunta B: Quando tu vai falar do Michael Jackson??? como ele mudou de cor?? ele é filiado a alguma ordem?? Os rituais com as criancinhas???

    @MDD – Michael Jackson é bizarro demais da conta. Duvido que qualquer coisa ali faça qualquer sentido. O dia que eu descobrir que ele faça parte de qualquer ordem que eu também faça, ou que qualquer ordem que eu considerasse minimamente séria o aceitasse, eu largo tudo e vou escrever pro “Dúvida razoável”, porque estamos perdidos.

    • Pedro

      Bem bacana e util parabens gostaria muito de entra em contato com o Sr.

  • Thiago

    E logo acima do poste…
    http://www.asc.org.br
    lol

    @MDD – se não pode vencê-los, compre-os… hauahauahaua
    será que eles fazem de propósito??!?

  • Gabriel S/A

    Pentagramas, Piramides, Circulos de proteção com pentagramas e piramides, Cristais

    Seria a estrutura do universo Geodesicamente N-dimensional ?

  • Tio, qual a razão para que os signos desenhados sejam os quatro signos fixos?

    @MDD – exercitar a imaginação.

  • J’ai Soif

    Olá!!!!!!!!

    Por que na vizualização não podemos usar os signos Cardinais ao invés dos fixos????
    Existe alguma restrição???

    E ervas como Erva Prata, Negramina e Oficial de Salão tb são ótimas para limpeza nos banhos…

  • Raphael (-,-)zZ

    Olá DD!
    Tenho algumas perguntas, espero q ainda haja tempo para responde-las.

    1- Sobre os diagramas da arvore da vida cabalística: Existem entre as sefiroth os caminhos onde cada um se relaciona há uma letra do alfabeto hebraico e por conseqüência a uma idéia (ok isso quase todo mundo já sabe…), + pela net eu encontrei algumas formas variadas de “distribuição” desses caminhos pelo diagrama http://www.webartedigital.com.br/cabala/evolucao_da_cabala.jpg . Isso obviamente muda completamente o sentido de alguns caminhos e a idéia de alguns números/letras. E agora? me perdi!!

    @MDD – simpática a evoluçao, mas todas as imagens representam a mesma coisa. Não há diferença.

    2- Da mesma forma que existem várias disposições diferentes dos caminhos no diagrama também existem diagramas que relacionam de forma diferente os planetas com as sephiroth (como eh o caso da cabala que você apresenta e a de Kircher). Esta diferença se dá apenas pela diferença de opiniões?

    @MDD – sim. Normalmente estudando a kabbalah tradicional voce consegue ver onde estas pessoas erraram e, principalmente, POR QUE erraram.

    3- Os livros de Franz Bardon são recomendados para estudo? http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=103267&sid=9701682361066558066421939&k5=2E767C1D&uid=

    @MDD – altamente recomendados.

    4- Se da mesma forma que encontramos 72 demônios na Goécia também encontramos 72 “anjos cabalísticos” isso significa que o “demônio nº 9 por exemplo é o atributo negativo referente ao “anjo” nº 9?

    @MDD – mais ou menos… a goécia, na verdade, lida com os MESMOS atributos da teurgia, apenas em manifestações diferentes. Já os guias de demonios medievais são meio zoados e misturados com deuses e outras entidades. Tem de tomar cuidado quando estudar estas coisas porque existe muita bagunça na organização. Lembra do que falei em colunas anteriores sobre “empilhar” as lendas.

    5- Em uma evocação de um elemental (como um anjo enochiano por exemplo) ao evocar o magista está criando essa entidade no astral de acordo com a idéia que ele possui sobre esta para por fim evoca-la ou ele apenas “chama” um elemental pré existente que pela força do mago é obrigada a se apresentar?

    @MDD – um pouco dos dois. Mas principalmente ele busca pela egrégora que está em sintonia. ex. Um “satanista de orkut” que faz uma evocação evoca um “satã” forma-pensamento católico distorcido e sem força. o “lúcifer” invocado pelos satanistas de butique é muito diferente da egrégora de Lucifer-vênus portador da luz.

    Previamente grato

  • Daniel

    Tio, o que acha de fazer um post só com a coletânea dos exercícios? Muita gente (como eu) começou a ler a coluna bem depois que ela começou, e nem todo mundo tem tempo pra vasculhar todas atrás dos exercícios… Se não puder no S&H, posta no blog da Teoria da Conspiração mesmo.

    @MDD – boa idéia. vou compilar isso no meu blog!

    Obrigado!

  • João

    Caríssimo DD,

    Pra variar, muito boa a coluna! rsrsrs

    Uma dúvida, um comentário e uma pergunta:

    Dúvida: Pq sempre me recomendaram que quando tomar banho de Sal Grosso não jogar a água sobre a cabeça, lavar somente até a nuca? (se o efetivo é a imersão total?)

    @MDD – Pode lavar o corpo inteiro sem problema algum. Aliás, DEVE.

    Cometário: As vezes a repetição cega é a melhor forma de manter um procedimento efetivo e inalterado por muito tempo, sempre que as pessoas julgam “entender” o que estão fazendo, começam a querer racionalizar e logo após modificar para adaptar… Ou seja, ou se tem muito conhecimento, ou é melhor fazer só repetição cega mesmo… Landmarks são sempre necessários e funestas são as consequencias quando ignorados! rsrsrrssrs

    @MDD – é… já percebi. Nem comecei a passar o exercício e já tinha gente ali em cima perguntando se podia inventar moda sem nem saber o que eu estou passando.

    TFA

    João

  • gostei desse exercicio e com certeza ele vai ser de grande utilidade pra próximos post né?

    nao fiz nenhum dos exerciicios q vc passou, mas editei todos eles num arquivo e quero ver se imprimo pra ficar melhor de fazer ;]

    acho que esse fds começo algo e comento sobre o que eu sentir ;]

    belo post

  • Luiz Henrique

    Tio Marcelo, as colunas estão ficando cada vez mais esclarecedoras e interessantes, é incrível como tudo está conectado. Sobre a coluna passada, nos comentários, vc falou sobre o teste do esparadrapo, e disse que ensinaria ele na próxima coluna. fiz o teste com minha esposa, que é fumante, e aconteceu como vc disse no comentarios, o que devo proceder agora? Ela acredita que quer ajuda pra largar o vício do cigarro. O que me aconselha?

    @MDD – Sim, era esperado que o dela ficasse irritado. Significa o óbvio: que quando alguém é fumante, obsessores se acoplam nela para “fumar” também. Nenhuma novidade. Vícios são atos conscientes que acabaram incorporados no inconsciente. Ela vai precisar usar a Vontade (thelema) para conscientemente não fumar mais quando surgir o ímpeto. Com o tempo, a vontade consciente se torna inconsciente (por exemplo, trocar o cigarro por uma bala). O esparadrapo ajuda a diminuir o vício porque elimina a absorção de energia, mas por outro lado, vai fazer com que os “fumantes” encostados nela fiquem irados se ela tentar parar. Usar durante alguns dias seria interessante porque passado o esforço inicial, a tendência é os fumantes de carona irem se acoplar a outro fumante… Infelizmente a única coisa que posso sugerir é o obvio. Que ela tenha Força de Vontade para sobrepujar a vontade dos “caronas”.

  • preguiça

    pra que serve o estanho?
    algumas vezes quando estou soldando sinto o cheiro de estanho e me sinto bem.

    @MDD – Estanho serve principalmente para fabricar pantáculos de júpiter. Não é recomendável ficar cheirando solda.

  • eduardo

    ola!
    1)Como fazer água lustral?
    2) isto que vc ensinou tem a ver com o ritual menor do pentagrama?
    3) vc acha que alguem pode, baseado em livros, tentar algum ritual de magia sozinho? existe algum seguro para iniciar ou todos tem riscos grandes?
    4) o livro ataque e defesa astral do Marcelo Motta diz que a partir de 1904 (mudança de Eon) todos os passes e rituais foram abrogados. Isso inclui os da maçonaria ou só os das ordens mágicas? Mas se isso é verdade, como egrégoras antigas como da cabala continuam funcionando? ou só o acesso a elas é que mudaram?
    5) aguardamos sobre a explicação do esparadrapo (rs)
    Grato!!

  • Diogo :.

    Como não poderia deixar de ser Marcelo este post é brilhante,parabéns por esta coluna. Só para não deixar em branco, se possivel gostaria que se possivel falasse sobre o solstício de inverno que aconteceu no dia 20 de junho(às 20:59).Acredito que muitas outras ordens também comemoraram esta passagem. TFA

  • Conrado

    Se fizer o pentagrama, mas sem o ponto “1”, fica parecido com o sinal da cruz catolico.

  • Renan Menezes

    Marcelo,
    Muito bom o Post de hoje valei!!!
    Tenho uma pergunta…
    Uso um sabonete a base de enxofre para tratar a minha pele, esse sabonete vale para os efeitos do enxofre descritos acima?

    Valeu Abraço

  • Júlio César

    E aí Marcelo!!!

    Tenho 2 dúvidas:
    1- Posso traçar o círculo usando uma corda e ter o mesmo efeito?
    2- Se eu fizer rituais como o “Ritual Maior do Pentagrama” no meu templo astral o efeito é o mesmo do que se eu fizer no mundo físico?

    Até mais e tudo de bom

  • Vinicius

    “funciona pelo mesmo princípio da ‘Firmeza’ nas tradições africanas, mas de eficácia obviamente muito menor”
    Como seria esse princípio “Firmeza” nas tradições africanas e porque teria uma eficácia menor?

    @MDD – ah, quem tinha de entender entendeu. Quando falar de umbanda eu volto nesse assunto.

    Outras coisas fora do assunto do post (responda o que puder e ser puder xD):

    Na casa do meu avô existem vários quadros com diversos diplomas que ele ja recebeu e dentre eles eu achei um de “Reconhecimento Maçônico”. Qual o significado disso e o quão importante ele é?

    Outra coisa que eu percebi na fachada de uma loja maçônica foi o lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. Não sei se você ja falou disso mas teriam os maçons copiado o lema da revolução francesa ou a própria revolução foi encabeçadas por maçons? Ou teriam ambos trazido esse lema de outra coisa?

    @MDD – a própria revolução foi encabeçada por maçons.

    Os posts continuam ótimos como sempre e obrigado por ter respondido minha dúvida num post anterior o/

  • Marcell PC”

    Muito bom… estava sentindo falta dos exercícios… Vou aproveitar as férias da faculdade pra refazer todos os exercícios que eu já fiz e fazer os que ainda não fiz.
    Mais uma vez, muito abrigado pela ótima coluna, tio DD!

  • Xon

    Até agora vc passou quais exercicios? Porque eu só encontrei alguns, olhando colunas passadas.

    Nessa aqui http://www.sedentario.org/colunas/teoria-da-conspiracao/chakras-kundalini-e-tantra-parte-3-%c2%bd-2915/
    tem o da vela, o dos chakras e um para manifestação de Chi.

    Teve também o Sefirat HaOmer. Além destes mais algum que eu deixei escapar?

  • Élder

    Oi Marcelo.

    Obrigado pela coluna, muito boa.

    A minha curiosidade é sobre a influência desses metais dentro de nossa casa. Por exemplo, cama de metal, colchão de molas, etc. Influenciam positivamente ou negativamente?

    A muito tempo atrás passou um doc. no SBT (acho), que falava sobre a influência eletormagnética dentro de casa. Eles tinham um aparelho simples (dual road), duas varas de cobre sobre um eixo giratório (tubo de uma caneta) que quando colocadas em paralelo mediam essa influência eletromagnética, aproximando-se ou afastando-se. Quando detectada uma grande influência, eles colocavam sal no ambiente e o campo era estabilizado, o aparelho não girava mais no anit-horário.
    Ponto para os ocultistas!

    Em outra ocasião, fui numa palestra sobre chakras, na escola e o palestrante nos explicou o que era e talicoisa… e usou esse aparelho dizendo que servia para ver como estava cada chakra. Apontava para o chakra em questão e conforme o troço girava ele concluía se estava ou não ok.

    Como era criança e curioso, fiz um desses pra mim, e saí catando “cobaiais” para meus experimentos hehe. As reações eram interessantes, algumas pessoas sentiam dores, outras alívios, etc. E algumas pessoas que usavam tal aparelho para medir outras, ficavam com A dor de cabeça, por isso parei de usar.

    Agora pergunto, tal aparelho funciona? Pode ser usado para “medir” o equilíbrio dos chakras?

    Testei com ambientes em casa e sal funcionou também para fazer o aparelho para de girar no anti-horário.
    No caso do documentário era influência magnética e funcionou igualmente.

    Te pergunto:

    A energia proveniente do astral, que se manifesta no físico, está sobre o mesmo princípio eletromagnético? Pode ser medida?

    Estou em procura de um ap pra comprar, por isso estou interessado em como diagnosticar a energia de um ambiente.

    Todo ambiente é passivel de limpeza, ou existem lugares eternamente “amaldiçoados”?

    Sei que são muitas perguntas, mas ficaria muito grato com as respostas,

    Abraço!

  • Acauã

    DD,

    Estava lendo suas colunas antigas “a constante de boltzman chakras e a fisica quantica”, está descrito os 7 níveis de “Consciência-Energia”, mas está diferente da descrição que você deu dos 7 corpos em uma coluna mais recente. Porque esta diferença, como plano monádico ou Anupadaka ou plano divino ou Adi?

    @MDD – São nomes diferentes para a mesma coisa. Naquela coluna usei os nomes da Teosofia, nesta os do kardecismo. Fico feliz que alguém percebeu, sinal que vocês estão lendo os textos com atenção.

    Outra questão, quando desencarnamos abandonamos os corpos, de acordo com o subplano astral que temos consciência, você poderia explicar isso melhor, os subplanos do astral, um deles seria o baixo umbral dos suicidas, certo?

    @MDD – Quando chegar em “Caronte” eu explicarei.

    E mais uma, o que uma pessoa “normal” (sem ser um tarado por moteis, ou uma fanático religioso da igreja) faz quando morre? considerando que ele não tenha nenhuma supresa, ou que ele precise de tratamento… ele vaga por ai até reencarnar?

    @MDD – Não… mais cedo ou mais tarde ele será resgatado por alguém que o levará para algum lugar de afinidade.

    Quais os benefícios que podemos alcancar nos tornando magistas? Para nós e para o mundo.

    @MDD – Nenhum poder X-men, se é isso que você procura. Apenas autoconhecimento.

  • André

    Oi DD blz? Tao bem legais os posts. Você pretende fazer algum sobre o Kardecismo especificamente? Eu sou espírita. Naum tenhu frequentado mas me considero.

    Outra pergunta: Não tem a ver com esse post mas eu gostaria de saber sobre os exercícios dos chakras. Nakele no qual a gente imagina a energia vindo da Terra. Por que só da Terra? E as outras formas de se absorver energia Prana (ar, sol, etc)?

    @MDD – porque o exercício que passei é específico disso. Existem outros exercícios para outros tipos de respiração.

    Gostaria de te pedir tb que falasse sobre os elementais!! Tenho muita curiosidade sobre eles. Na Ordem espiritualista na qual frequentei presenciei tratamentos de exorcismo com utilização de elementais. Ja ouviu falar da IEVE do Rio? Eu sou de Cabo Frio e foi aki q eu vi, a Ordem q eu fui vem dessa. Era a Ordem Mística da Rosa Amarela (OMRA).

    Outra pergunta: A depressão é sempre de causas energéticas ou Karma?? Vlw DD!!

    @MDD – Nem sempre, mas na maior parte das vezes é um desequilíbrio energético/emocional.

  • TH13

    @MDD: “Mas tio Marcelo, isso é alguma forma de círculo de proteção?
    Talvez… por enquanto é apenas um exercício de concentração e imaginação. Nada mais.”

    Me lembrou uma coisa:

    – Beba!
    – Mas o que é isso?
    – Não é yogurte!
    – Mas o que é isso?
    – Faz diferença? É cremoso, saboroso…
    – Eu tenho o direito de saber o que estou bebendo!
    – Não se preocupe! Apenas beba. Não é Yogurte!
    (do mesmo fabricante de “Isso não é Azeitona”)
    (Saturday Night LIve)

    @MDD – não entendi a piada… não assisto SNL… o exercício é apenas a base para criação e manutenção de formas pensamento no astral. Não chega nem a ser um esboço de um Ritual de banimento. Como disse, é apenas um exercício de concentração e imaginação. Nada mais.

  • Petch

    Esse quatro símbolos dos signos são referencias aos quatro animais da esfinge e 4 faces dos querubins de Ezequiel (presentes na lamina do mundo, e da roda da fortuna), símbolos dos quatro elementos e toda sua respectiva simbologia, certo?
    Mas deve ter muita coisa ai que eu não sei…

    De qualquer forma, não adianta muita coisa fazer isso por enquanto, né?
    afinal, o símbolo só tem poder quando vc sabe oque ele significa, por completo…

    @MDD – se voce nao tiver capacidade para manter nem uma construção astral, quando tiver o exercicio completo voce nao terá capacidade nem para começá-lo.

    Deixa eu perguntar, é por isso que dizem que no inferno existe fogo e enxofre?
    Porque seria o poder de Deus que purifica os erros e “pecados”?

    @MDD – apenas você mesmo pode purificar os seus erros e pecados.

    E é por isso que tem aquela historia de dar azar quebrar espelhos?

    @MDD – não… dá azar quebrar espelhos porque espelhos eram muito caros na Idade Média. É como a idéia bizarra de leite com manga causar a morte…

  • Felipe Lima

    Marcelo..
    Por favor comente sobre o ouro, correntes de ouro servem para afastar miasmas(E atrair ladrões huhuehuehueu)..
    Otima coluna
    Obrigado

  • alexandre

    ASUHSUAHAU

    Fera, ta cada vez melhor!!!

  • Thiago Habib, demasiado Habib

    Humm… interessante…
    @MDD: <>
    @Apocalipse 1:18 – “E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno”

    Agora me ocorreu outra correlação interessante: você já assistiu Dragon Ball, claro. Mestre Kame representa Hermes, certo? Ele treina Goku no Kame-hame-ha (ensina o fogo ao homem) e também tem uma tartaruga nas costas… heheheheh….

    Outra coisa:
    @MDD: <>

    Devo comentar que na Bíblia já associava o enxofre ao Diabo em:
    Apocalipse 19:20 <>

    e

    Apocalipse 20:10 <>

    Não terminei de ler ainda.. tenho que ir, mas acho que tem mais! heheheh

    Luz e fé!

  • Thiago Habib, demasiado Habib

    Vê se não vai ficar cheirando vapor metálico, seu louco!!!
    Inalar estanho de solda pode causar irritação nas vias respiratórias, tosse e dificuldade em respirar. Ou, em grandes quantidades, pode causar febre.

    É cada uma…

  • Vitor Vitali

    Olá Tio, obrigado por mais essa coluna, e gostaria de saber se vai falar algo sobre a Eubiose especificamente, dias atrás participei do ritual aberto da fogueira com a presença de Hélio Jefferson de Souza e outras pessoas interessantes e notei também a presença de muitos Maçons. E então, algo a falar sobre o assunto?
    Pax et Lux.
    So long and thanks for all the fish.

    @MDD – Conheço alguns irmãos que fazem parte e todos eles são estudiosos sérios. A Eubiose tem uma linha de estudos muito proxima da Teosofia.

  • Thiago Couto

    leio seus posts sempre que possivel! mas tenho uma duvida! e naum tem nd a ver com os posts!rsrs vc eh o del debbio que escrevia nas antigas(naum sei se existem ainda) dragao brasil? parabens pelo trabalho!

    @MDD – sim

  • Vitor Vitali

    Ah sim, esqueci de perguntar. em uma daquelas imagens onde os signos estão dispostos em uma roda, Aquário leão, toro e escorpião formam um quadrado, o que provavelmente é levado em contão no ritual que você acabou de passar, mas minha dúvida é:
    Depois de aquário não viria escorpião e depois dele leão e por último touro? Por que foi escolhida essa ordem para o ritual? E qual o significado dela?

  • Rafael

    Teria algum mal se eu parasse de ingerir sal?

    Obrigado.

  • Eduardo

    Mestre MDD,

    Agradeço mais uma vez, tanto conteúdo e já todo “mastigado” para nós. Agradeço igualmente a prática e farei o “dever de casa”. Entendi o que você nos falou sobre os magistas cerimoniais e me restou apenas manisfestar uma humilde dúvida à respeito dos médiuns Xamãs e das manifestações tribais: Quando esse recebe uma entidade, espírito… aonde ele (médium) fica, tendo que ceder seu corpo físico para a manifestação? Só o corpo físico é influenciado ou não é esse o influenciado? como é esse processo? Foi o que “ouvi falar” sobre o “cavalo” ou “cavalar uma entidade” (algo no gênero), lendo sobre Umbanda (imagino que deva ser uma resposta grande e me contento apenas com a idéia básica do processo).
    Achei muito boa a idéia de uma possível coluna futura para os cristais, se possível, fale-nos um pouco mais sobre as plantas e ervas, chás e banhos.

    Abraços fraternos e meus sinceros votos de Paz Profunda!

  • Carlos A

    Linda história que satanás inventa para enganar milhares… LEIAM A BÍBLIA, pois é somente nela é que encontramos a verdadeira felicidade!!!!!!!
    Não fomos chamados para sermos chamados de “Hermes Trismegistos” ou qualquer outra coisa que satanás invente; fomos criados para sermos chamados FILHOS DE DEUS, o nosso único senhor e salvador JESUS CRISTO, Criador dos Céus e da Terra!
    “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”João 14 : 6
    Que o Espírito Santo de DEUS possa revelar a verdade a vocês, e livra-los de toda silada do malígno.

    Fiquem com DEUS!!!

    @MDD – Amém !!!

  • Marcos

    Ola tio

    Qual a relacao com correntes e pulseiras de ouro e prata ? O ouro ajuda a aumentar a vitalidade ?

    Um fraterno abraco

  • melquisedeque

    É isso aí Marcelo.

    Ótimo texto e queremos mais exercícios.

    abraços

  • Patricia

    O que dizer sobre o efeito da homeopatia? E os florais de Bach?

  • Lucas Fernandes

    Mr. Del Debbio

    Otima coluna, foi otima
    nota 10
    até semana que vem

  • seria tão legal se todo mundo procurasse pessoas mais velhas… bem mais velhas [aquelas do interior, principalmente] e escutassem atentamente… as lendas e crendices que elas tem para contar 😉

    ah, e as lágrimas…

    ai ai.

  • luis henrique oliveira do nascimento

    1 –
    [Fazendo a comparação com Hecate…] então … sobre um magista poder alterar a mediunidade de uma pessoa… é assim que funciona por exemplo quando se entra em algum grupo de estudos, ou ordem? está estritamente ligado com a iniciação, não é? Essa vontade “habilita ou desabilita” determinados canais na pessoa alvo, é assim?

    2 –
    [Fazendo a comparação com Hecate…] já ouvi falar de casos onde algumas pessoas com alta mediunidade, mas pouco treino passavam maus bocados por isso, ficando loucas ou com muita dor de cabeça por exemplo e alguém, algum médium conseguia diminuir estes efeitos.

    é isso mesmo?

    Abração

  • Sérgio Luís

    Olá!

    Interessante sua opinião sobre as terapias alternativas e a medicina ocidental. Eu mesmo sou um estudante de terapias naturais, mas infelizmente não poderei mais estudar acupuntura enquanto vigorar a determinação legal que restringe sua prática aos médicos… Ou então posso me formar em um curso da área de saúde ¬¬

    Queria saber sua opinião a respeito, Marcelo. Medicina Tradicional Chinesa tem pouco em comum com a medicina ocidental. O estudo é diferente, a formação é diferente – e principalmente, o tratamento é diferente. Me atrevo a dizer que o tratamento é mais humanizado, uma vez que bons acupunturistas não buscam eliminar sintomas isolados, mas sim a raiz das enfermidades. Mas infelizmente, não são todos os médicos que fazem o mesmo… E pra falar a verdade, alguns acupunturistas também não (sendo que esses costumam ser médicos também, mas não necessariamente)…

    Sério, eu não queria falar mal dos médicos ocidentais, mas isso não é uma conclusão: é uma constatação… Pelo menos é o que acontece aonde vivo. Espero que as coisas sejam diferentes por aí.

    Obrigado!

  • rafael

    eu nao entendi uma parte, eu carrego os pontos comigo eu os deixo no comodo que estava enquanto realizei o exercício?
    grato

  • rodrigo de jamiél R.S.S.

    Olá DD e Amigos Queridos…

    Muito bom mesmo!!
    Pergunta a quem poder responder com claresa e base llógica; Sempre toma chá dos mais variados! mais tenho uma duvida que de tão basíca é meio cpmplexa!!! ( tãããã!!!) quando na preparação dos chás eu “fervo as ervas” ( verver mesmo de borbulhar a aguá) ou fervo a aguá e depois coloco as ervas???( eu sempre as fervo junto com a agua ) faz alguma diferença???
    Outra pergunta Uma vez montei um patuá intuitivamente com sal grosso e algumas ervas e enrrolei em um saquinho para pindurar no pescoço mais antes deichei ele exposto numa lua cheia e depois o dia inteiro no sol alguma explicação para isso DD??? não usei mais seguido me lembro disto e sempre tive vontade de refazer e usar algum problema?? quais ervas posso usar ou posso seguir minha intuição?
    Ultima (he he he !!!) seus ultimos 3 POST pra mim esta acontecendo varios ” dejavu” sei até oque vai estar escrito antes de ler e o que vai acontecer onde estou o que é isso!!
    espero que vc possa responder!!!
    Há… vc não esta mais respondendo os e-mail????

    Valeu ..
    Muita Luz a todos!
    R.S.S.

  • 2012 = Exilados de capela… ???

    heheheh…

    tem haver ou to viajando total?

    E viva o Jorge Ben…. dsauhdushaduhsa

  • Rafael

    Lendo esse texto me lembrei dos famosos banhos de lama e argila, entre muitos outros. Existe fundamento espiritual para todos os tipos de banhos ou alguns são puras invenções?

  • Diezel

    Marcelo, só hoje vi que você já falou sobre o documentário Zeitgeist. Minha dúvida é a seguinte:
    Já ouvi falar muito, até fotos existem sobre esse tal planeta X (nibiru) ou décimo segundo planeta. Existe alguma verdade sobre a existência desse planeta e das consequências que sua aproximação pode causar à terra ?

    Valew !

  • Rodrigo

    Tio, vc não pensa em abrir algum curso relacionado a magia ? “o clã do Del Debbio” por ex uehue !! ou indica algum bom ou alguma instituição serio ? acho muito legal esse assunto, magia..xamanismo e queria aprender mais, mas sinceramente o que eu vejo pela internet não inspira muita confiança não… obrigado pelas infos !! os ultimos posts tem muuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiita informação, mtos links…parabens!

  • REGINATO

    Fala Marcelo!

    Algumas dúvidas:
    1- Não consegui relacionar Thanatos com o Astral, poderia em explciar melhor qual a relação?
    2- Uma pessoa poderia se auto-iniciar na magia (apesar que penso que todos somos magos.. uns mais outros (muitos) menos conscientes) ? Como?
    3- O que você acha dessa avalanche de animes/desenhos que tratam destes assuntos discutidos aqui (Avatar (o escolhido, elementos, chacras…) Bleach (reino espiritual, viagem astral…), Naruto (chacras, mudras…))? Coincidência? Nova Era? Doutrinação dos nossos Índigos (seja lá o que querem dizer com índigo…)?

    Abs,
    Reginato

  • Donato

    DD,

    parabéns pelos seus post, essa é a primeira vez que comento.

    Queria fazer uma pergunta: Sei que quando uma pessoa desencarna, seu espírito consegue acesso ao que viveu em encarnações anteriores, mas e quando um espírito reencarna, o que acontece com essas memórias, principalmente a da última encarnação, entra em um tipo de ‘ibernação’?

    Att,
    Donato

  • Raphael (-,-)zZ

    Fala dd!

    eu já fiz umas perguntas nesse tópico (o 6º de cima para baixo) + agora eu só queria que vc comentasse sobre algo q aconteceu comigo há poucas horas atrás de hj (27/06/08).
    Eu estava dormindo… devia ser umas 14h (como eu vou dormir lá pras 5h da manhã ja tenho o costume de dormir até tarde). Eu acordei + ainda estava com muito sono, e de olhos fechados eu pensei em tentar uma projeção astral (tentei nesse momento pq outras vezes isso já tinha funcionado + ou -). Eu percebi que mesmo com olhos fexados eu conseguia ver na direção para a qual minha face estava virada (eu ja consegui isso outras vezes + dessa vez estava bem mais nítido) e comecei a pensar em flutuar até que consegui (vi parte do meu corpo qnd olhei para baixo).
    Aproveitei a projeção para caminhar pela casa, olhei os cômodos e vi coisas familiares e outras nada a ver com a realidade (como na sala onde fica o computador que no lugar do monitor estava uma televisão antiga).
    Eu desci a escada até o térreo (foi engraçado qnd eu fiquei com medo de cair pensando se realmente eu estava “dormindo” ou “acordado”), na sala de estar eu ví minha mãe sentada em uma das poltronas e fui falar com ela, ela sorriu para mim e falou para a minha irmã “alguem desencarnou hoje” (ela é medium) depois eu fiz sinal para ela fazer silencio e apontei para o primeiro andar (De onde eu tinha vindo). Por fim eu voltei pro meu corpo e travei aquela velha guerra pra conseguir acordar.

    agora vem as Obs:
    1- minha mãe não estava na poltrona naquela hora e sim meu pai dormindo.
    2- minha irmã não estava em casa
    3- não entendi a televisão no lugar do computador
    4- qnd eu sai do corpo e olhei para mim eu me ví usando uma camisa q eu tinha usado na noite passada + que tinha tirado antes de dormir
    5 – isso foi uma projeção, um sonho ou um meio termo?

    Grato!

  • chicken nipples

    eu tava ouvindo jorge essa semana!!!
    mandei de coment aqui pergunta sobre as tantas musicas dele q falam disso mas nao sei se o coment foi barrado ou se deu pau!!!

    de qq forma valeu pela sincronia!!!

    SAI BABA??!

  • Thaluthien

    Cada vez eu fico mais espantada com o Disney! Tanta coisa tem nos filmes clássicos que não paramos para pensar… Essa é minha dúvida, porque ele passava esses conhecimentos dessa forma sendo que a maioria esmagadora não iria compreender? Era pra plantar algum tipo de “pulga atrás da orelha” de quem assistisse o filme?
    Somando agora mais essa do gênio da lâmpada acho que devo começar a ler mais contos infantis…

    Brigada Tio!

  • Leonardo

    Tio, qual a razão para que os signos desenhados sejam os quatro signos fixos?

    @MDD – exercitar a imaginação.

    Você sabe que não é somente isso na verdade. Talvez já tenha lido sobre a conexão das “árvores”.

  • jão

    A Tábua de Esmeralda. Poderia falar mais sobre ela?

  • LuizHC

    Salve Marcelo! Parabéns pela coluna!
    E como estamos falando de minerais com propriedades sobre o astral, eis minha pergunta: da mesma forma que temos asoociação dos signos dos zodíaco com órgão do corpos, cores, perfumes, etc, temos com tipos específicos de cristais. Essa informação tem algum fundamento?

  • terugo

    Já construí minha “casa astral”, ambiente tão sólido e constante quanto qualquer outro que freqüente.

    Agora tentarei este do círculo.

    Até mais o/

  • Robson Andrade

    Muito boa a coluna como sempre.
    Eu perguntei no post passado sobre acupuntura e vc falou que ela atuava no duplo etéreo e com este post tenho algumas perguntas:
    1- Pq a agulha de acupuntura brilha numa foto kirlian? Ela brilhar qdo está no corpo da pessoa tudo bem, mas ela brilhar sem estar ligada a nada?
    2- A teoria da medicina tradicional chinesa fala sobre 5 entidades que vivem em nós como se fossem corpos sutis. Vc tem algum conhecimento sobre isso?

  • Manji

    Olá DD.
    Existe alguma explicação para aquela dor pequena que se sente ao aproximar algo pontudo perto da região entre os olhos(ma um pouquinho mais acima)?
    Eu por exemplo sinto com facilidade com qualquer objeto, de olhos fechados ou não, tanto faz, mas tem pessoas que sente com mais dificuldade.

  • Johnny Gonzalez

    O cemitério é para os desencarnados igual a nossa casa é pra gente? Tipo, só pode entrar e sair pelos portões, portas, etc? Pq vc disse que os portões de ferro impedem a saída deles, mas sendo “espíritos” o que os impede de sair livremente por qualquer lugar?

  • Danilo

    Marcelo, blza?
    Tenho uma dúvida, depois de muito tempo só acompanhando..
    O corpo de uma pessoa morta deve “carregar” vários tipos de coisas, falando no plano astral. Guardar urnas de cinzas, ossários e – o mais pertinente à minha dúvida – múmias “traz” algo pros vivos envolvios?
    Vi na net que até diamante estão fazendo (http://tapanacara.com.br/blog/2008/07/agora_depois_da_morte_voce_pod.html).
    Favor elucidar-me..
    Coluna continua ótima.
    Abraços!

  • E

    Dúvida sobre o esparadrapo:

    Num outro post você disse que era pelo chakra da nuca que os vampiros acoplavam. Não seria ali que deveríamos nos proteger? Um amigo me disse que o objetivo do esparadrapo é fazer com que eles não nos encontrem, fechando o plexo solar. Procede?

    E outra, se espíritos podem atravessar paredes, não podem atravessar um esparadrapo?

    Por via das dúvidas fiz o teste hehe. Ta limpa a barra. 🙂

    Obrigado.

  • E

    Ah, esqueci …

    No Matrix, o sonho que o Neo tem, no qual saí um robozinho pelo umbigo, tem alguma relação com vampirismo ou chackra?

    De novo, obrigado.

  • Acauã

    DD,

    opa… gostaria de fazer uma pergunta.
    Em relação ao magnetismo dos diversos materiais existentes na terra, cada um pode influenciar o plano astral, igual a mente humana, né?
    Assim, seguindo essa premissa, em vez de utilizar materiais físicos para influenciar o astral e conseguir efeitos no plano material, eu poderia simplemente utilizar minha mente (thelema + imaginação)? Como por exemplo afastar vampiros com a imaginação ao invés de banhos de mar, ter saúde fazendo os exercícios de chackas ao inves de fazer acunputura, poderia minha mente através da magia atingir tal ponto de não precisar de materiais físicos para tal? E se algum dia chegar nesse ponto posso dizer que realizei o casamento alquímico, atingir toda potencialidade da Tifereth?

  • Luis Henrique O. N

    Marcelo você estuda Radiestesia e Radiônica? O que você acha a respeito ?
    Abraço

  • Vimerson

    Essa é a terceira vez que tento postar minha pergunta depois que o S&H deu pau. Então vamos redigita-la.

    Caríssimo Tio DD

    Jesus says: “Quando dois ou mais de vós se reunirem em meu nome eu estarei dentre vós”.

    Bem, pelo que entendi isso seria uma invocação. E caso seja quem estaré dentre “nós”? Jesus, o filho do Homem em pessoa, quer dizer, em espírito?

    abraços cordiais e se passear por Uberaba-MG me avise.

  • Daniel

    Olá DD, os exercícios de visualização são muito difíceis pra mim cara,quando eu penso em algo ele se transforma em outro em seguida, ai muda de cor alguém lança uma cadeira, outro rasga um papel tudo fica preto e por ai vai, numa sequência incrivelmente rapida uma verdadeira confusão mental.
    O que eu devo fazer?

  • angelo macarius

    brigadão de novo marcelesa.espero que não se incomede de chamalo assim.cara , queria saber se vc vai falar mas a respeito de crowley . a figura é muito controversa e pra mim é mistrio o fato o fato de eu conhecer alguns thelemitas(fora os que não conheço e que são figuras publicas) que tão bensão e tal e o cara que era o cara morre naquelas condiçoes , cheio od opio e com uma porrada de trofeu de tragedia pra contar.acontece que uma porrada de pioneiro.me ajuda a entender isso ai. outra parada , existe tradução das confiçoes?desculpe fugir do contexto . Paz profunda!

  • Estudioso-RJ

    Isto que dá não ler o posto todo.

    o banho de água com sal grosso ajuda sim a remover certas impuresas, mas não se deve banhar acima do pescoço.

  • Rafazildo

    Oi Marcelo!

    Tenho umas dúvidas que estão meio desatualizadas aqui na coluna mas que não deixam de ter ligação com os temas.

    Ano passado fui a uma igreja da renovação carismática para dar apoio à menina que eu namorava na época que estava com depressão.

    Até aí tudo bem, eu estava lá na minha e chegou a parte em que as luzes eram apagadas e muita gente começou a fazer preces em línguas.

    A sobreposição das vozes se pareceu muito com um mantra e eu não me senti nem um pouco confortável naquele ambiente, me senti como se estivesse prestes a ser esmagado.

    Me responde por favor, isso foi efeito da egrégora sobre mim? Porque eu já acompanhava a coluna aqui e estava lá totalmente deslocado, achando a maior baboseira. Será que as minhas vibrações estavam assim tão ‘antagônicas’ com as de lá? Desde esse dia me interessei ainda mais pela idéia de egrégoras.

    Nas ultima colunas também me veio uma dúvida a respeito da superpopulação do planeta. Disse que deveria estar estabilizada por volta de 3bilhoes de pessoas.
    Não existe uma força ou reação do planeta para manter a população nos níveis adequados?

    Você falou também que o planeta está evoluindo e tal, quer dizer que daqui a um certo período de tempo, nosso querido planeta vai ser morada apenas de espíritos mais adiantados?

    E o que pode ocorrer na ocasião em que o Sol vai ‘engolir’ a Terra daqui a uns bilhões de anos? Os espiritos vão habitar esse sol ou vão ter que migrar para outro planeta?

    E para encerrar o questionário, só mais uma e desta vez eh sobre o tema da semana.

    Sou nordestino e aqui tem uma figura recorrente, que é a da rezadeira. O motivo de elas ‘benzerem’ a gente com ramos de folhas é para que a aura da planta ajude a harmonizar a nossa própria?

    Obrigado pela resposta e desculpa pela extensão da dúvida

  • Estudioso-RJ

    Engraçado como meu comentário importante sobre o estudo destas tradições continua no aguardo, enquanto meu comentário de menor importância logo foi aprovado. =)

    @MDD – cara, nao tem nenhum outro comentario seu na fila, só esse! posta de novo.

  • Rafazildo

    Pô DD =(
    passei um tempão p escrever a minha mega-hiper-quilométrica-dúvida e nem uma palavra a respeito?

  • Pingback: Morpheus - Dream a little dream of me | Sedentário e Hiperativo - Blog()

  • Estudioso-RJ

    Bom, li este post e alguns anteriores. Quando encontrar algo novo, original, e não mais uma interpretação “intelectual” dos trabalhos de Mac Gregor Mathers, Aleister Crowley e de outros autores, posto um comentário interessante.

    PS: sei que ninguém pediu minha opinião, mas quem quiser estudar sobre o assunto, não busque “fontes” que misturam tudo. Busque o conhecimento diretamente na fonte. Estude puramente o hermetismo, a Gnose, o Budismo Mikkyo, o Tantra, o Bon, Shugendo, Yoga e etc etc etc, mas não me venha com “Cabalá Hermética” por exemplo.

    “10 – 5 só é = a 5 na sua função básica.”

  • Paulo Craici

    Muito interessante DD apesar de não ter respondido as duvidas da geral feitas na coluna “Thanatos – I see dead people”

    Abraços

  • samanta de souza amaral

    oi gente estou procurando um grupo que quero formar
    meu nome é samanta e estudo magia e seu significado a mais de quatro anos
    sou uma pessoa seria e a magia faz parte da minha vida….

  • samanta de souza amaral
  • Raul de Deus

    Dirigido a Carlos A.: AMÉM! 😀

    Dirigido a MDD: Obrigado pelas informações tio, esclaresceu muuuuuita coisa!

  • shrykaeh

    EU ESTOU AQUI E AGORA POSSO!!!

    algum dos humanos que visitam esta coluna entendem???

  • Pingback: Links do Teoria da Conspiração | Teoria da Conspiração()

  • Tio Del Debbio, por “coincidência” logo de cara li o parágrafo sobre o sal. Lembrei do Sermão da Montanha. Encontrei várias relações entre o sermão e o que você escreveu aqui.
    Seria o Sermão mais uma obra alegórica nesse sentido?

  • Sandro

    Bom dia Marcelo,

    Um aquário de água salgada (água do mar) possui as mesmas propriedades para “limpeza” do ambiente que os copos com água e sal marinho?
    Como a água do aquário não é trocada freqüentemente por ser filtrada, isso pode trazer prejuízos no lugar de benefícios?
    Os peixes e demais criaturas do aquário podem ser prejudicados, pois os filtros eliminam apenas a “sujeira” física?

    Abs.,

    Sandro