Crítica Capitão América: Guerra Civil

Cine Verité por Rafaela Gomes

A vida é dinheiro jogado fora

Lúcio e Sandra não eram exatamente amigos, mas andavam com a mesma galera. Certa tarde o pessoal marcou um bar para colocar a conversa em dia e o papo rolava descontraído quando Lúcio notou que o pára-choque do meu Uno Mille estava amassado...

ladygaga-bowie

Assista á Épica homenagem de Lady Gaga para David Bowie no Grammy

Aconteceu ontem a 58º edição do Grammy e em meio as premiações, como sempre, temos performances incríveis e uma delas foi um tributo épico a obra de David Bowie, feito pela Lady Gaga em colaboração com a Intel. Num medley com vários sucessos de Bowie Lady Gaga foi de Space Oddity a Heroes passando por Suffragette City, Ziggy Stardust, Let’s Dance e vários outras. Assista:

d5

Crítica Deadpool ≈ Cine Verité por Rafaela Gomes

Essa é uma das valiosas vezes em que os fãs conseguem exatamente o que querem. Aquele breve momento onde absolutamente tudo para, menos o som fanático daqueles que sabem muito bem o que estão dizendo. Por diversas ocasiões, os estúdios procuram direcionar a opinião do público, erroneamente pecando justamente naquilo que tantas vezes foram previamente alertados pela opinião popular. São boas ideias com péssimas concepções finais. Produções horríveis, que tinham tudo para dar certo se ao menos tivessem percorrido pelos locais onde sua audiência de fato está: na Internet. E graças a ela e todos aqueles que se manifestam nela, 2016 começou com aquele que, não surpreendentemente, já se tornou uma das melhores adaptações de quadrinhos para o cinema. Com vocês, o vulgar, pretencioso e debochado Deadpool.

d3

Humor ácido, tão azedo a ponto de se tornar doce em nossos lábios, o filme de Deadpool é uma extensão saborosa de todos os teasers, trailers do trailer e aparições divertidíssimas que contemplamos ao longo do ano de 2015 na Internet. Fruto dela e de seus fãs, a nova produção da Fox (detentora dos direitos do personagem), feita em parceria com a Marvel Studios, acerta naquilo que muitos chamariam de erros. Politicamente incorreto, arrogante, ofensivo e nada, nem um pouco, amistoso, Ryan Reynolds traz seu humor sarcástico e irônico – típico das entrevistas que sempre deu – para as telas, dando vida a um novo tipo de herói que reúne o que há de mais sujo em um personagem, tornando o anti em uma espécie de super. Seja lá qual for o tipo de ‘super’.

Satisfacao

O vídeo mais satisfatório do mundo

Você já viu algo que faz a sua pele formigar e por algum motivo desconhecido lhe proporcionou uma sensação de paz e felicidade desenfreada? Engrenagens que trabalham em harmonia, um bolo decorado com uma precisão absoluta, simetria, movimentos perpétuos em perfeita sincronia.

Enfim, temos aqui cinco minutos dessa íncrível sensação. 😌

The Most Satisfying Video In The World

This is kind of… arousing?Mountain biking video at the end taken courtesy of Anthill films: apple.co/1Ls4wgi

Publicado por Digg em Sexta, 12 de fevereiro de 2016