Casal dançando Reggaeton

reggaeton

Agora sim, com adultos. Aquele com a gurizadinha era brincadeira.
Esse tal Reggaeton é a verdadeira dança do acasalamento. Mais um pouco e a mulher já sairia grávida.

Via: Videos Onestop

  • Pingback: Tweets that mention Casal dançando Reggaeton | Sedentário & Hiperativo -- Topsy.com()

  • Rabbony Santos

    Esse está fraquinho com relação ao da criançada…

  • Lucas Cavalcante

    Sinceramente?

    A dança das crianças estava mais erótica que essa… ou seja, aquele vídeo é mais absurdo ainda… tinha que mandar prender aquelas tiazonas urgente!

  • Fabiana

    Ás vezes eu me pergunto: há limites pra estupidez humana?

  • jesus negão

    cara,isso aí é besteirinha de criança..alem do mais o cara nem sabe dançar..
    tem videos/coreografias beeeeeeeeeeeeeeeem piores =) (pra nossa alegria)

  • Pablo Frinhani

    Essa danca deve ter sido criada para acabar com o problema de natalidade so pode! pq se nao tivesse roupa sempre teria uma gravida apos cada musica

  • daniel

    funk carioca ainda é pior!

  • q lixo degradante

  • Mococa

    ooo loco… haha

    Reggaeton tambem conhecida como dança do acasalamento…

    Como diria o cumpadre washington “depois de nove meses você vê o resultado…”

    hahaha

  • MMoosseerr

    Como diria o cumpadre washington “depois de nove meses você vê o resultado…” [2]

    AHuahUAHAUHAUHA

  • Guilherne

    Pelo menos nesse video eles dançam, no das criança eles só não estavem meten** pq eles nao sabem ainda(ou sabem) e estavam de roupa.

  • Leonardo

    Mas notem que está sendo apresentado pra crianças. No meio do vídeo da pra ver uns meninos de uniforme encostados na parede.

    E enfim: eu cumia.

  • Zizo

    Muito tosco…
    só bem mais dança um swing ^^

  • InSaNo®

    Sem dúvida que a dança é o sexo ritualizado, assim como o esporte é a guerra ritualizada. Acontece é que determinados tipos de dança se afastam muito mais do simbólico e do sutil para se aproximar do ato em si, levando a uma vulgarização que atrai ao mesmo tempo que gera repulsa.

    É um equilíbrio muito delicado. No caso de uma aproximação maior do simbólico corremos o risco de ver algo pedante, enfadonho e desinteressante. Perde-se o contato com o real e com o significado primeiro da dança que seria o de expressar as ‘paixões’ (talvez pulsão seja o termo mais adequado, mas não tenho certeza) humanas por meio de uma forma estética para ser apreciado.

    Pelo lado oposto, como o exemplo do vídeo e de outros tipos de dança mais ‘sexuais’ (pois já estrapolaram o sensual), temos uma vulgarização e perda do conteúdo simbólico e, portanto, do valor estético. Apesar desse tipo de dança despertar muito interesse (visto que puxa pelos instintos básicos do ser humano), é algo muito passageiro. Sem o sutil, o insinuado, a dança fica crua e deixa de remeter aos nossos conteúdos emotivos (uso o termo ainda que muitos venham o enteder de modo errado).

    A dança vulgarizada se fecha em si mesma e perde seu ‘valor’, não por remeter diretamente ao sexo (que não é nenhuma coisa condenável, muito pelo contrário), mas por deixar de atingir o imaginário. Por se tornar mais próxima do ‘concreto’ perde sua ‘aura’ e seu valor estético (no sentido amplo de apreciação por todos os sentido).

    A estupidez nesse caso está na incapacidade que as pessoas tem de elaborar os tabus em torno do sexo. Se por um lado queremos liberdade para expressar o humano, por outro ainda temos muita arraigado uma cultura judaico-cristã que encara o sexo como algo ‘sujo’, ‘ruim’. Esse conflito (que é interno) e a falta de instituições as quais possamos colocar como ‘vilãs’, aliado com as inúmeras conquistas relativas à liberdade sexual, levam a esse tipo de atitude radical, exagerada.

    Nos dividimos então em dois grupos. Os que encaram isso de uma forma totalmente normal e portanto perdem a noção crítica do que estão fazendo (como as mães incentivando esse tipo de comportamento nos filhos); e os que encaram isso como algo, por si só, condenável, em um discurso hipócrita e puritano em relação ao sexo.

  • o das crianças foi mais tenso… deviam prender aquela tia gordinha lá

  • p/ contrastar com a análise do cara acima, deixo meu comentário simples:
    mto gostosa essa mina!

  • Não sou professor de dança e nada desse meio, mas os movimentos estavam repetitivos × Não descarto a idéia da fecundação dançante, rs \ó

  • Anuru

    Como ela facil…

  • realmente o das crianças estava muito pior ou melhor, sei lá, entende ? a mina desse video tem a bundinha pequena mas sabe usar

  • Anne

    Ingraçado critica a cultura dos outros
    tudo bem que a dança das crianças foi um absurdo mais
    por acaso vc´s ja viram os xous de funk que tem aqui no Brasil
    la eles estavam de roupa…e nao tinha nem uma mulher cum a calcinha infiada nu meio da bunda i o cara puxando ela( como aquela professora )
    pode ser um pouco exagerado…mais aqui tambem temos exemplo de danças super exageradas…vai numa forrozada ou nessas coisa de funk e ve a baixaria.

  • Leonardo

    Mas notem que está sendo apresentado pra crianças. No meio do vídeo dá pra ver uns meninos de uniforme encostados na parede.

    E enfim: eu cumia.

  • Luthi

    O comentário acima foi definitivo, o que posso contribuir é o seguinte….Eu vô nela fácil!!! 😀

  • reggaeton a dança do momento…concerteza…
    hehehe

  • James

    A mina é uma gostosa!

  • Mongo

    Toda a dança e um ritual de acasalamento, agora esse é explicito

  • sepultado

    em breve no canal televisivo mais perto d vc

  • Wamber

    Reggaeton..el mejor estilo de la musica
    tudo questao de cultura…
    a estes velhos caretas q falam um monte de bestera…me diz q sexo n eh bom agora -.-
    ou vai dize “ha sexo n eh tudo na vida” e eu te digo como tu veio ao mundo -.-
    reggaeton eh legal…swing bom e danças calientes…eh otimo
    e pra eles isso eh normal…soh uma dança…e pra quem quizer conhece mais eh o famoso “perreo”
    ateh

  • Fulano

    PUTA GOSTOSA !!

  • Leonardo Justino

    É um vídeo muito polêmico e que gera pontos de vista divergentes, sendo assim, deixo aqui bem claro a minha opinião a respeito:

    Eu cumia também. 😀

    • Luluzinha

      Leonardo Justino e que é que vc não come?

  • dudek

    isto se llama perreo !

  • puerto rico

    essa es o perreo chacalonero!

  • Gabriel

    Essa deve trepar muito gostoso. Fiquei surpreso quando li que ela faz engenharia de petróleo! Só tem dragão na área de engenhria da minha faculdade.

  • Jonas_Vive_El_Reggaeton

    pra kem q gosto da musika e ker ensina akela sua vizinha gostosa o novo ritmo q aprendeu…
    o nome da msuika eh Rompe do Daddy Yankee

  • Phanta

    Ei, eu achei legal a dança

    Não sejam crentes chatos =p

  • Nostravamos

    Eu amo reggaeton. Mas acho que tem um limite pra dançar também (no meu caso). rsrsrs

  • Diego

    Sobre o Reggaeton não existem palavras mais sábias q essas:
    “Esse tal Reggaeton é a verdadeira dança do acasalamento. Mais um pouco e a mulher já sairia grávida.”

    hauahuahauaahuaahuaha

  • Vila-Lobos

    Essa mina é um tesão… que chuchuzinho!

  • Valéria

    É por essas e outras que eu amo reggaeton!

  • ricardinho

    Pois é… “Fróide” (pq não sei se é “Freud”) e o amigo INSANOr explicam, né?!
    eu sei é que a moça que dança é o bicho…

  • Pessoal o Reggaeton é um ritmo musical e por sinal muito bom,está dança chama-se perreo é uma das formas de se dançar o reggaeton,não quer dizer que todos dançam assim.
    No meu site explica tudo sobre o gênero se quiserem conhecer um pouco mais sobre esta cultura.
    Odeio esses Videos Pois aqui no Brasil ajudo a divulgar o genero e esses videos fazem as pessoas pensarem mal sobre o Reggaeton e estragam sua imagem.
    Alguns cantores de reggaeton declararam que aquele video das crianças é uma vergonha e que ficam muito chateados por denegrirem a imagem do ritmo.

  • Músicas para Download no site
    e videoclipes oficias de cantores.
    flw
    galera

  • O negócio de por as crianças lá pra remexer como adultos é absurdo.

    Mas ainda acho o reggaeton bem comportado diante do funk carioca.