Eppur si muove: Sinta a Terra Girar

A quase três quilômetros de altitude no deserto de Atacama no Chile, um conjunto de quatro grandes espelhos refletem a luz das estrelas mais distantes para gerar algumas das mais nítidas imagens dos mais tênues pontos de luz: é o singelamente chamado “Telescópio Muito Grande” (VLT) do Observatório de Paranal.

Pois é observando o observatório muito grande que algo de tirar o fôlego pode ser redescoberto.

No vídeo em lapso de tempo capturado pelos astrônomos Stephane Guisard e Jose Francisco Salgado vemos o movimento frenético dos telescópios contra o céu limpo em movimento. Mas ao assistir as imagens pelos minutos que passam como segundos, é quase inevitável sentir o que levou milhares de anos para ser compreendido: não é o céu que gira ao redor de nós. Somos nós que estamos girando.

E não estamos apenas girando ao redor do céu, porque o céu não é uma abóbada fixa. Giramos ao redor do eixo terrestre, giramos ao redor do centro de gravidade comum entre a Terra e a Lua, giramos ao redor de nossa estrela, giramos ao redor do núcleo galáctico, giramos ao redor do agrupamento local. E todos os pontos de luz que parecem fixos no céu estão em verdade todos realizando seus próprios movimentos, a velocidades tão grandes ou ainda maiores que aquelas com que cruzamos uma volta em torno do Sol em um ano. É apenas porque suas distâncias são quase incomensuráveis, os nossos olhos tão limitados e nossa capacidade de atenção tão curta, que parecem fixos.

A abóbada que nos cobre é infinita, não há nada fixo e nenhum ponto de referência absoluto em torno do qual tudo gire. Não só a Terra se move, tudo se move.

Descobrimos estes fatos inspiradores de humildade há alguns séculos através da ciência, e como Galileu ao apontar o telescópio às estrelas, ainda podemos nos maravilhar com uma câmera digital em lapso de tempo, uma boa edição e música para sentir algo que podemos comprovar ser verdade.

E podemos ainda apreciar como aquelas linhas de luz que são disparadas daqueles grandes espelhos apontados ao céu são feixes de luz coerente, lasers, disparados para criar nada menos que estrelas artificiais. Astrônomos criam pequenas estrelas artificiais na atmosfera, através das quais as minúsculas mas relevantes imperfeições introduzidas pela turbulência do ar que  respiramos podem ser corrigidas para que possamos ver mais longe.

Das lentes polidas à mão de Galileu a estrelas artificiais criadas por lasers, astrônomos descobriram muito, mas precisamos todos também experimentar algo deste conhecimento. Se você sentiu a Terra girar, pode imaginar o quanto ainda pode experimentar ao compreender e se aprofundar em tudo que se descobriu desde o gênio de Galileu. Já dizia um certo astrônomo que a astronomia é uma experiência que inspira humildade e contrói o caráter. É a poesia do real.

Ora (direis) ouvir estrelas!

  • Victor

    Sensacional o vídeo, ainda vou em Paranal um dia 😀
    Dá uma olhada nesse também, acho que é o melhor timelapse que eu já vi: http://vimeo.com/22439234

  • Patrick

    E dizer que tem gente que ainda acredita que estamos sozinhos!
    Esse vídeo, esse post! Sensacional é apelido!

  • Fernando

    animal!!

  • mike

    A impressão que eu tive é que uma img de alta resolução tinha um motiontween, com fade, numa camada atrás do cenário em primeiro plano.

  • Logos

    Essas imagens me Lembram porque ainda estamos aqui.
    Não é pelo futuro que nos espera, e, muito menos pelo passado que se encontra atrás de nós.
    Mas este é o problema da maioria de nós, não podemos ver o que está diante de nossos olhos.
    O niilismo cegou o Homem, Nietzsche já dizia.
    Não importa quem nos trará a paz de espírito, se o outro mundo ou o gênio humano.
    Se o Homem de fé ou o Cientista.
    No final somos insignificantes diante do Universo e da Vida.
    Estamos aqui pelo nosso desejo de potência, pois é propósito que nos move, une, orienta e define.
    Nestas alegrias que a consciência humana criou, nestas ilusões, que, para talvez a maioria das inteligências do Universo sejam insípidas, ainda assim vivemos as maravilhosas epifanias que são fruto das mensagens ilusórias dos sentidos.
    No final morreremos e estaremos submissos as Vontades da Vida e as Leis do Universo; e isso é INEVITÁVEL.

  • Christian

    caraaaaaaaaaalho animaal 😀
    aquela segunda parte onde tem os 4 telescópios na base achei muito bom
    e tem gente que acha que a Bíblia explica essa imensidão toda hehe
    abraço!

  • João A.

    Vale a pena dizer que com a entrada do Brasil no ESO, os pesquisadores dispõe não só deste observatório mas de outros para pode fazer pesquisa de ponta. A entrada do Brasil mesmo que a um preço de banana, se comparado com o valor total do projeto, deixa os pesquisadores brasileiros de igual para igual com os pesquisadores europeus para pedidos de tempo de observação.

  • Vírus

    We are dust in the wind… acho que isso resume bem…
    sem mais…

  • acredito que aquele feixe luminoso que sai do telescopio deve ser alguma artificio de marcação no céu !

  • Rafael

    Pra mim ainda dá a ilusão de que é o céu que gira. Mostrar que é a Terra que gira não é nada óbvio, o Pêndulo de Foucault foi uma idéia genial e nada óbvia!

  • Pingback: Very Large Telescope HD Timelapse | zero7.org » blog()

  • david reno

    fiquei tonto.

  • Victor

    Há uma promoção do history Channel que a melhor frase original sobre qualquer episódio de “O Universo” irá visitar este Observatório. Seria muito bom se eu fosse adulto. =(

  • joao

    So uma duvida: Aquele laser disparado as vezes, seria para o refletor q o homem deixou na lua em uma de suas viagens? vlw

  • marco

    A quase três mil quilômetros de altitude eu acho que quase tocaria as estrelas.
    Nun dá pra dividir por mil essa altitude?

  • John

    Franklin anderson, eu andei pesquisando e vi q aquele feixe luminoso é um laser q o observatorio dispara em um refletor (deixado pelo homem em alguma de suas viagens) na lua, para medir distancia e tals! Isso ainda seria uma prova concreta para aqueles conspiracionistas q ainda duvidam q o homem pisou na lua! vlw galera

  • John

    Aqui vai um video q explica melhor sobre esse laser: http://www.youtube.com/watch?v=orvMZn8L1f0

  • Savio

    Excelente post!
    Adorei o vídeo e o seu testo.

    Obrigado!

  • jCASCAv

    Tenho vontade de conhecer Paranal e os Andes, deve ser mágico…