Hecate – Druidas, Oráculos e Allan Kardec

panoramix.jpg

Olá crianças,

“Três deveres de um druida:
– curar a si mesmo;
– curar a comunidade;
– curar a Terra.
Pois se assim não fizer, não poderá ser chamado de druida”.

(Tríades da Ilha da Bretanha)

Durante nossas matérias anteriores, falamos sobre Matrix, o Plano Astral e as diversas maneiras de se interagir com a esfera de Yesod, o estado de consciência representado pelo Mundo Subterrâneo nas antigas mitologias. Falamos sobre os Psychopompos (os famosos “condutores de almas”) das mitologias antigas e o que eles realmente representam e finalmente fizemos cinco anotações em nossos cadernos, que passaremos a decifrar nesta coluna.
Semana passada falamos sobre Thanatos, deus dos mortos, e sua relação com o Astral. Continuando a linha de raciocínio, falaremos hoje sobre Hecate, a deusa tríplice, representação da mediunidade.

art_hekate2.jpg

Hecate
Hecate (ou Hécate) é uma divindade grega, filha dos titãs Perses e Astéria. A origem de seu nome se deve à palavra egípcia Hekat que significaria “Todo o poder”.
Em sua versão original, Hecate está associada a Ártemis (irmã gêmea de Apolo, o Sol, representando a luz da lua cheia) e a Perséfone (filha de Zeus e Demeter, personificação do sagrado feminino e das faculdades associadas à sensualidade feminina). Juntas, as três simbolizavam as 4 fases da Lua. Enquanto Ártemis representava a lua cheia e o fulgor feminino (girl power), Perséfone, em suas duas caracterizações (a doce Coré e a sombria Perséfone) representava respectivamente as fases Crescente e Minguante da lua e, finalmente, Hecate representava a Lua Nova, ou sombria.

persefone_regresso.jpg

Ok… pausa para explicar a lenda de Perséfone:
Na mitologia grega, Perséfone ou Coré (correspondente à deusa romana Proserpina e Cora). Era filha de Zeus e da deusa Deméter, da agricultura, tendo nascido antes do casamento de seu pai com Hera.
Quando os sinais de sua grande beleza e feminilidade começaram a brilhar, em sua adolescência, chamou a atenção do deus Hades (Demeter representa Malkuth, o Plano Material, Hades representa Yesod, o Plano Astral, Perséfone a feminilidade relacionada com a intuição feminina, que transita entre estas duas esferas) que a pediu em casamento.
Zeus, sem sequer consultar Deméter, aquiesceu ao pedido de seu irmão. Hades, impaciente, emergiu da terra e raptou-a levando-a para seus domínios (o Mundo Subterrâneo), desposando-a e fazendo dela sua rainha.
Sua mãe, ficando inconsolável, acabou por se descuidar de suas tarefas: as terras tornaram-se estéreis e houve escassez de alimentos. Deméter, junto com Hermes, foi buscá-la ao mundo dos mortos (ou segundo fontes posteriores, Zeus ordenou que Hades devolvesse a sua filha). Como, entretanto, Perséfone tinha comido algo (uma semente de romã, a mesma fruta que coincidentemente era cultivada nos jardins do Templo de Salomão) concluiu-se que não tinha rejeitado inteiramente Hades. Assim, estabeleceu-se um acordo: ela passaria metade do ano junto a seus pais, quando seria Coré, a eterna adolescente, e o restante com Hades, quando se tornaria a sombria Perséfone. Este mito justifica ao mesmo tempo o ciclo anual das colheitas e as duas representações da lua e seus aspectos na magia cerimonial.

hecate.jpg

Voltando a Hecate:
Hecate é venerada como “a mais próxima de nós”, pois se acreditava que, nas noites de lua nova, ela aparecia com sua horrível matilha de cachorros fantasmas diante dos viajantes que por ali cruzavam. Ela enviava aos humanos os terrores noturnos e aparições de fantasmas espectros. Também era considerada a deusa da magia e da noite, mas em suas vertentes mais terríveis e obscuras. Era associada a Ártemis, mas havia a diferença de que Ártemis representava a luz lunar e o esplendor da noite. Também era associada à deusa Perséfone, a rainha dos infernos, lugar onde Hécate vivia.
Dada a relação entre os feitiços e a obscuridade, os magos e bruxas da Antiga Grécia lhe faziam oferendas com cachorros e cordeiros negros no final de cada lua nova. Era representada com três corpos e três cabeças, ou um corpo e três cabeças. Levava sobre a testa o crescente lunar (tiara chamada de pollos), uma ou duas tochas nas mãos e com serpentes enroladas em seu pescoço. Como já estudamos em matérias anteriores, Tochas simbolizam o FOGO, sinal da sabedoria divina, e cobras representam o despertar da Kundalini, o fogo sagrado dentro de cada um.

lua.jpg

Deusas Tríplices
Com a associação clara entre o feminino e a Lua, existiam muitas deusas tríplices, que carregavam consigo certas atribuições e que agiam como se fossem uma única entidade. Entre elas podemos destacar as Moiras, as Erínias e as Parcas, assim como as Norms (nórdicas), Bridghit (três deusas com o mesmo nome) e Morrigan (que com suas irmãs Badb e Macha faziam as vezes das Fúrias celtas).
Dos cultos egípcios e gregos, a representação do Sagrado Feminino na forma de “deusas tríplices” espalhou-se pela Europa. Os celtas possuíam a representação da mulher associada a três deusas chamadas Bridgith (Ou Brigid, ou Brígida, ou posteriormente Santa Brígida na Igreja Católica).
A Deusa Tríplice representa os mesmos aspectos gregos do feminino: donzela, mãe e anciã. Bridgit era filha de Dagda (e, portanto, meia irmã de Cermait, Aengus, Midir e Bodb Derg – um dia no futuro eu falo sobre eles… é uma história muito interessante) e suas sacerdotisas estavam associadas à chama sagrada, da mesma maneira que as Virgens Vestais gregas e egípcias. Suas 19 sacerdotisas permaneciam no Templo de Kildare, cercadas por um fosso natural que nenhum homem poderia cruzar. O Templo de Kildare foi uma das principais fontes usadas na criação da lenda de Avalon. Morrigan, por sua vez, foi a deusa utilizada como base para a criação de Morgana, meia irmã do mítico Rei Arthur (falaremos sobre isso mais para a frente).

As deusas e as Incorporações
Retornando no tempo até os cultos de Astarte, era extremamente comum (para não dizer mandatório) que a principal sacerdotisa de cada culto, em determinado momento do ritual, incorporasse a Deusa. Quando digo “incorporar”, quero dizer EXATAMENTE da maneira como vemos diariamente em centros espíritas, Kardecistas e templos de Umbanda/Candomblé.
A sacerdotisa possuía todos os atributos e características necessárias (além de um treinamento espiritual, emocional e mental) para deixar seu corpo limpo e preparado; entrava em transe ritualístico profundo e utilizava sua condição de médium para incorporar a deusa, que conversava com seus seguidores dando-lhes informações e conselhos.
Isto faz nossa segunda ligação com os Psycopompos e seus profundos significados esotéricos: Hecate representa esta conexão entre os médiuns e o Plano Astral.

Os druidas
Druidas (e druidesas) eram pessoas encarregadas das tarefas de aconselhamento, ensino, jurídicas e filosóficas dentro da sociedade celta. A palavra Druida significa “Aquele que tem conhecimento do Carvalho”.
O carvalho, nesta acepção, por ser uma das mais antigas e destacadas árvores de uma floresta, representa simbolicamente todas as demais. Ou seja, quem tem o conhecimento do carvalho possui o saber de todas as árvores. Está intimamente ligado ao título de “Aquele que trabalha com a madeira” vindo dos tempos do Rei Salomão e da Arca e, para quem não caiu a ficha ainda, o mesmo título de “Mestre Carpinteiro” dos antigos Essênios. A ritualística druida é muito parecida com o cristianismo primitivo da doutrina Cátara.

É importante dissociar as palavras “Druida” de “Celta” porque muita gente faz confusão. Celta é o nome do povo, enquanto Druida é o nome dado a uma casta de sacerdotes especiais que viviam entre os celtas e agiam como conselheiros destes. É a mesma relação entre “judeus” e “rabinos”.

stonehenge.jpg
Origens da Távola Redonda e o Elemento Terra.

Druidas e Mediunidade
A conexão entre Druidas e Mediunidade vem do Xamanismo (que é uma das origens de toda a magia celta) e das incorporações dos xamãs com os Espíritos dos Antigos (ou Espíritos Ancestrais). Da mesma maneira que os xamãs incorporam os espíritos ancestrais, os grandes sacerdotes druidas não apenas incorporavam os Deuses em seus rituais, mas também estudavam estas interações entre o Plano Material e o Plano Espiritual.

Com o advento da Igreja católica, estas práticas ficaram cada vez mais secretas e mais restritas, sob pena de fogueira; e muitos dos conhecimentos ocultistas da antiguidade tiveram de se refugiar nas Ordens Secretas, especialmente sob a proteção Templária e Rosacruz. O Sagrado feminino, a intuição e a mediunidade foram esmagados e permaneceram em dormência até o Renascimento. Neste período (que falaremos em detalhes na seqüência “Queima Ele, Jesus”), qualquer manifestação de mediunidade era vista como “coisa do demônio” e passível de fogueiras e exorcismos. Existem diversos casos na literatura medieval que retratam casos de mediunidade como sendo tratados como “possessão demoníaca” e afins. O mundo permanecia (passado?) em uma Idade das Trevas.

allankardec.jpg

Dos druidas aos maçons
Nascia em Lyon a 3 de Outubro de 1804 Hippolyte Léon Denizard Rivail, um professor, pedagogo e escritor francês que se notabilizou como o codificador do chamado “Espiritismo”, denominado “Doutrina Espírita”.
Nascido numa antiga família de orientação católica com tradição na magistratura e na advocacia, desde cedo manifestou propensão para o estudo das ciências e da filosofia.
Fez os seus estudos na Escola de Pestalozzi, no Castelo de Zahringenem, em Yverdun, na Suíça (país protestante), tornando-se um dos seus mais distintos discípulos e ativo propagador de seu método, que tão grande influência teve na reforma do ensino na França e na Alemanha. Aos quatorze anos de idade já ensinava aos seus colegas menos adiantados.
Concluídos os seus estudos, o jovem Rivail retornou ao seu país natal. Profundo conhecedor da língua alemã, traduzia para este idioma diferentes obras de educação e de moral, com destaque para as obras de François Fénelon, pelas quais manifestava particular atração.
Era membro de diversas ordens, entre as quais da Academia Real de Arras, que, em concurso promovido em 1831, premiou-lhe uma memória com o tema “Qual o sistema de estudos mais de harmonia com as necessidades da época?”.
Assim como Pestalozzi, Leon Denizard fazia parte da Maçonaria, pertencente à Grande Loja da França. Profundo conhecedor de Astrologia (tanto pelo rito que fazia parte e pelo grau que tinha, bem como pelo contato e estudo com Camille Flammarion, um dos maiores astrônomos franceses de todos os tempos, fundador em 1887 da Sociedade Astronômica da França, podemos aferir que os conhecimentos de Leon em astrologia e astronomia eram enormes). Camille Flamarion era tão seu amigo que fez o discurso durante o enterro de Kardec. Para os espíritas que acompanham a coluna terem uma idéia da importância de Flamarion para o espiritismo, procurem nos textos da Gênese, uma das obras básicas do Kardecismo, o texto “Uranografia Geral – Estudo do Espaço e Tempo”, pelo médium CF. CF são as iniciais de Camille Flamarion.

250px-flammarion2.jpg

Cético e estudioso, Léon teve contato com os estudos a respeito das “mesas girantes” em 1855, paralelamente a cientistas e ocultistas como Sir William Crookes (membro do Royal College of Chemistry, pai da Espectrologia), Alfred Russel Wallace (um dos precursores da teoria da evolução das espécies), John Willian Strutt (prêmio Nobel da física de 1904), Michael Faraday (físico, que apesar de não ser ocultista também estudou estes fenômenos – valeu Kentaro!), Oliver Lodge (membro da Royal Society, inventor do telégrafo sem fio), entre muitos outros. Interessante notar que as pessoas que estudavam seriamente estes fenômenos eram cientistas importantíssimos, ganhadores do Nobel de Física e outros pesquisadores voltados para áreas da física e da química.

Os tipos de mediunidade:
Como o irmão Denizard já teve todo o trabalho de compilar e codificar os tipos de mediunidade de uma forma majestosa, o tio Marcelo fará apenas a referência aos seus textos e quem estiver interessado em aprofundar cada aspecto continua a leitura através dos LINKS fornecidos.
Começamos os estudos através da Manifestação dos Espíritos sobre a Matéria, através da vontade (Thelema) dos seres espirituais, combinados com a energia plasmada do médium, rompem a barreira entre os campos vibracionais e permitem manifestações no Plano Material. A partir disto, surgem as famosas “mesas girantes” que são uma manifestação grosseira desta força, suficiente apenas para erguer as mesas no ar e fazê-las girar. A partir das manifestações grosseiras (que também são a origem de barulhos em casas ditas “mal assombradas” e outros fenômenos), surgem os estudos a respeito de Manifestações Inteligentes (ou seja, pancadas rítmicas, respondendo a perguntas como “sim” ou “não”, barulhos indicando princípios rudimentares de comunicação entre Planos e assim por diante). Neste sentido, ele também estudou a criação de ruídos, movimentos e suspensões e aumento e diminuição do peso dos corpos.
Na segunda etapa, estudaram as manifestações físicas espontâneas, ou seja, a criação de ruídos mais específicos, arremessos de objetos e fenômenos de transporte, bem como as manifestações visuais, aparições e aparições dos espíritos de pessoas vivas. Estudaram também os lugares assombrados, linguagem dos sinais, tiptologia alfabética, escrita direta e pneumatofonia.
Na área da psicografia, estudaram a psicografia indireta, através de cestas e pranchetas, e a psicografia direta, através dos médiuns.
O capítulo XIV do seu “Livro dos Médiuns” trata especificamente sobre as mediunidades, listando as 72 mediunidades diferentes, entre elas os médiuns de efeitos físicos, elétricos, sensitivos, audientes, falantes, videntes, sonambúlicos, curadores, pneumatógrafos, etc. Entre os médiuns escreventes temos os médiuns mecânicos, intuitivos, semimecânicos, inspirados e de pressentimento e assim por diante. Recomendo que vocês leiam os dois livros básicos (Livro dos Espíritos e Livro dos Médiuns).
Léon adotou o pseudônimo de Allan Kardec, uma de suas encarnações passadas como druida, e é considerado o fundador do Espiritismo, uma das filosofias que eu considero mais sérias.

Termino a matéria citando o professor Waldo Vieira e um livro fantástico chamado 700 Experimentos de Conscienciologia (1994) onde, com o auxílio de laboratórios, foram feitas diversas experiências dentro do método científico para comprovar e estudar os fenômenos parapsicológicos. Hoje o IIPC é um dos institutos mais sérios no estudo destes fenômenos de forma científica e laica.

No Brasil, o espiritismo acabou adotando um pouco do viés religioso e cristão ao invés de sua proposição original científica. Infelizmente o sincretismo religioso, os misticóides da dita “Nova Era”, os charlatões e as chamas violetas da vida transformaram a palavra “espiritismo” em uma mixórdia tão grande que os espíritas originais precisam se denominar “Kardecistas” para evitar confusões, tamanha a quantidade de loucuras que inventaram por ai.

ambrosio.jpg

Enquanto isso, neste curral chamado Brasil, os coletores de dízimos fazem a festa com suas charlatanices de desencapetamento, exorcismos da madrugada, óleos de Jerusalém, água do Rio Jordão e afins, deixando a ciência e o ocultismo sério como pequenos oásis neste imenso mar de créu.

Perdidos no meio de assuntos religiosos e esotéricos que não têm nenhuma idéia a respeito, as Igrejas caça-níqueis seguem por ai Vandalizando Templos de Umbanda e de outras religiões “Em nome de Jesus”.

Como este assunto é muito extenso, queria que vocês postassem suas dúvidas na parte de comentários, como fizemos semana passada. Estava olhando com calma as perguntas novamente… acho que nunca fui tão sabatinado em toda a minha vida. E as dúvidas estavam de alto nível !!! Parabéns para o pessoal e queria agradecer aos colegas que ajudaram nas respostas

Semana que vem: Hermes, Papus e os Círculos de Invocação.

MacBeth!

—————————————-
Novidades:
– Como esta série de posts é um tanto quanto longa para serem escritos, os Sedentários que quiserem acompanhar meu Blog poderão ler matérias escritas por outros autores sobre temas que eu estudo, além de poderem enviar perguntas a respeito dos posts antigos.

Twitter oficial do autor da Coluna Teoria da Conspiração.

  • Márcio

    Pela primeira vez vejo alguém publicamente distinguir entre espírita e kardecista, gostei de ver. Só como sugestão, põe o link do colégio druídico do Brasil para o pessoal que quiser saber mais sobre o assunto.
    PP

  • Sarcastic

    Ola de novo, Marcelo.

    Tive uma duvida na coluna passada ao qual nao foi respondida, e, apesar do meu nick te parecer ser de uma pessoa que nao esta falando serio, eu sim estou. Se quiser ponho meu nome nas proximas colunas, mas por favor me responda. E tenho uma outra duvida para agregar ao final desta.
    Repito:

    “Dizem que quando eu era crianca eu via um “homem” feio e mau com uma cambuca com fogo dentro. Ate que fizeram uma sessao kardecista em casa e esse espirito foi embora. Eu ainda lembro algumas coisas e sonhos daquela epoca. Eu deveria ter uns 4 anos mais ou menos e hoje tenho 32. Lembro de uma vez que estava brincando com meu primo, ele fez um ponto de interrogacao com dominos e eu lembro de lhe falar que essa palavra era proibida (interrogacao) porque o “homem”nao gosta. E lembro de sonhos em que eu ficava preso por uma parade flexivel invisivel no meu quarto e que nao conseguia falar ou qualquer coisa.
    Esses sonhos ainda me perseguem de uma maneira ou outra, e criei um mecanismo para isso. Eu simplesmente mexo a cabeca e consigo sair do sonho.

    Quanto a viagens astrais eu creio que ja tive algumas. Como estar dormindo em um sofa e me vejo ao lado do ventilador e mesmo em sonho, reparar no sonho que estou sonhando e ter a sensacao de nao haver mais gravidade, estando tudo escuro e tudo comecando a rodar.

    E uma coisa. Algumas vezes, depois de entornar todas, no dia seguinte ao dormir, quando fecho os olhos, eu tenho imagens nitidas, conscientes (que fique bem claro que nao e em sonho) de outras pessoas fazendo seus afazeres. Variadas e me passam como uma pessoa atras da outra. (Creio que isso e uma viagem tremenda, mas nao custa nada perguntar.).

    Essas coisas realmente acontecem ou sao apenas fruto de uma imaginacao muito ferttil???

    @MDD – muito provavel que aconteceram mesmo. quando chegar em “Morpheus” falarei sobre imaginação e astral.

    Desde ja obrigado e continue nos esclarecendo ainda mais.”

    A outra coisa e que ha alguns dias atras, eu estava entre sonos, ou entre sonecas no meu despertador e comecei a sentir novamente as coisas rodarem e pensei “desejo enxergar”. Comecei a enxergar poucas coisas, mas como estava atrasado pro trabalho, tive que voltar.

    @MDD – continua com este procedimento. Está no caminho certo.

    Por favor esclareca-me se isto e sonho, ilusao ou se e mesmo uma viagem astral.

    Desde ja te agradeco demais.

    Marcio de Mattos Bandeira Correa (A.K.A. Sarcastic)

  • clebermaluko

    first?!

  • kruger

    Olá, tio DD!

    posso fazer uma perguntinha besta? o que precisamos pra trazê-lo(e seus cursos) para Curitiba, local, hospedagem, transporte e horários?

    @MDD – basicamente ter um local e alunos interessados.

    Coluna em alto nível -as do blog paralelo estão maravilhosas!- queria só saber onde encontrar mais sobre os druidas.

    Até a próxima
    kruger

  • Alagacone

    grande marcelo
    Obrigado por ter respondido minha pergunta.

    muita luz para todos.

  • Tio Marcelo mandou um sneak! Esperava o post ontem.

    Pode se inscrever nos dois cursos, hun? Tudo que eu puder aproveitar…

    Tava falando hoje de Kardec com mi madre, já que o marido dela é espírita. Estou lendo o Livro dos Espíritos aos poucos, embora várias coisas que tão lá você já disse aqui. Mas tem sempre coisas interessantes.

    Gosto em especial do Hades na mitologia grega, não porque ele é “o deus do submundo… oooooh”, mas porque as pessoas comuns temiam falar o nome dele e o chamavam de Plutão – o rico, já que é no subsolo que estão os minérios. Seu tridente de duas pontas e suas roupas também eram interessantes e sempre apreciei as punições “especiais” – Sísifo, Tântalo…

    @MDD – a “riqueza” do subterrâneo de Plutão não é física…

    Aliás, os gregos tinham uma série muito especial de rituais ligada a quando uma pessoa da casa morria. E outros rituais ligados à Héstia, mas não é dela que o post trata, de qualquer forma.

    A grande maioria dos meus conhecimentos sobre mitologia grega vem de uma trilogia de Junito de Souza Brandão – Mitologia Grega. Excelentes livros para leigos, como eu.

    Minha dúvida: antes da perseguição, os druidas se associavam em ordens com hierarquia mais… ahn… fixa, como a maçonaria, ou uma coisa mais mestre – discípulo como os, na falta de exemplo melhor, sadhus, na Índia?

    @MDD – nunca foi tão organizada quanto uma maçonaria ou templarismo, mas sim, eles possuíam uma hierarquia.

    Outra: pela curta biografia que você escreveu, Kardec não tinha antepassados maçons ou de ordens místicas? Ele buscou por si próprio essa sorte de conhecimentos?

    @MDD – Kardec era maçom. Foi iniciado no Grande Oriente da França.

    Outra: Druidas eram sacerdotes de algum deus em especial?

    @MDD – vários deuses, embora estes “deuses” nada mais eram do que personificações de forças naturais. Os druidas eram monoteístas.

    • Thati02

      Oi,

      Li sua pag e me esclareceu algumas coisas…sempre tive uma intuição sobre os druidas… Mas nova, qndo tinha uns 15/16 anos tinha sonhos (hj tenho 25), em um deles estava em um salao com mtas janelas e com mtas velas, havia uma roda so de mulheres com cabelos mt compridos e vestidas de vermelho, entretanto havia uma delas no centro do circulo de branco, a unica. Sempre me perguntei o que seria, ate pq, houve uma epoca k ele me perceguia…. Na sua visao o k poderia ser?

  • felipe

    DD, você citou muitos fisicos, quimicos…enfim…cientistas q tb fizeram parte de ordens secretas e foram grandes ocultistas, como vc disse.

    Estou estudando economia…e sempre ouço varios nomes de grandes economistas do passado, muito influentes e q contribuiram com teorias, ideias, projetos, etc…adam smith, david ricardo, malthus, marx, keynes, friedman, kalecki, schumpeter, e muitos outros

    fico imaginando as vezes se este homens fizeram parte de alguma ordem secreta, se foram grandes ocultistas, etc. Vc pode me responder se alguns destes [ou outros] teoricos da economia, da politica e areas afins foram tambem grandes ocultistas?

    @MDD – muitos deles foram maçons. Vou procurar uma lista confiável de economistas que eram ligados a RC ou maçonaria e posto aqui na coluna.

  • Felipe

    Ae inaugurei aki.

  • Élder

    Ufa! Achei que não ia ter coluna esta semana…

    Minha pergunta está um pouco atrasada, outro dia rolou uma discussão no chat do msn e vi que a dúvida não é só minha e então resolvi postar.

    Às vezes tenho “sonhos” muito reais conscientes e em alguns casos acordo com a impressão de que realmente saí consciente do corpo. Pergunto, quando eu estiver num “sonho” desses, o que posso fazer para saber se estou fora ou então tomar consciência de que estou fora? E outra, qual diferença entre sonho consciente e PA e em que plano o sonho consciente atua? É possível, em PA, enxergar o ambiente da casa diferente do que quando se está acordado? E o tempo é o mesmo?

    Só pra ilustrar a diferença: o estado que sinto num sonho consciente é o mesmo de quando faço o exercício de criação do templo astral que você passou (pareço estar em outro lugar, controlo tudo lá, mas sei que estou na cama). O que acho ser PA é quando sinto a coisa de forma mais física, me sinto lá e não na cama.

    Sobre o assunto de hoje. Existe alguma instituição clássica (não espírita, nem de órdens) que faz pesquisas sobre mediunidade ou coisas afins?

    @MDD – O IIPC faz pesquisas sobre espiritualismo de maneira laica.

    Mais uma vez obrigado!
    Continue sempre!!

    Abraço.

  • Fabrízio

    Muiiito bom esse post…
    DD acompanho seu trabalho a um bom tempo…
    E por coincidência (ou destino sei lá ^^) eu peguei o Livro dos Espiritos pra ler hoje…
    Porque a Avó de uma amiga minha, que é medium por sinal, disse q eu tenho uma luz e q eu preciso desenvolver minha mediunidade…
    Tudo q vc puder postar sobre esse assunto será muito bem vindo…

    @MDD – então conversa com ela e começa a desenvolver. Toda ajuda é bem vinda!

  • a

    a

  • Ian F

    grande marcelo!!!!!
    eu gostaria que você desse uma explicaçao sobre algumas “brincadeiras” como a do compasso e a do copo…..
    sua coluna esta cada dia melhor!!!

    @MDD – nos experimentos sérios, o copo (ou mesa, ou cesto) é movimentado pela manifestação da vontade do espírito no Plano Material, através de plasma doado por algum dos participantes que tenha este dom mediúnico.
    mas na maioria das vezes, o que se vê por ai, infelizmente, é apenas gente empurrando o copo com o dedo…

  • Douglas

    E ae Marcelo,

    Na coluna sobre Yesod, você disse que Hécate estava relacionada a energia feminina, tarot, sexo mágico, mas citou em Hermes a palavra “mediunidade”. Ele estaria mais relacionado a um controle mais ativo, com maior presença da vontade, em relação a medinunidade?

    Todos possuem possuem um (ou mais?) dons mediúnicos, mas em graus de diferentes, certo?

    @MDD – perfeito.

    Pode-se considerar que as crianças índigo e cristal possuem mediunidade mais desenvolvida que a maioria da população?

    @MDD – MUITO mais.

    Se os dons mediúnicos são originários do plano astral, os outros planos também garantem “habilidades especiais”?

    @MDD – todos eles precisam passar obrigatoriamente pelo astral para se manifestarem no físico.

    Aquela impressão de que alguém está chegando, mas não surge ninguém ou antecipação da chegada de outros é uma forma bem leve de mediunidade ou audição apurada (talvez além das frequências normais)?

    @MDD – possível.

    (fim da sessão de interrogatório)

    Desde já agradeço

  • Outro post magnífico!
    Horrível esse pau que deu no server ai, né?
    Mas tudo bem, estamos vivos =P
    Perguntas =D
    1) São dessas derivações das divindades tríplices que surgiu a trindade Pai, Filho e Espírito Santo católica? E o que significam – se houver outro sentido além do óbvio – esses 3 elementos?

    @MDD – não. A santíssima trindade é uma cópia adaptada e tosca dos princípios de Keter, Hochma e Binah. Falarei sobre isso com calma em futuros posts.

    2) Pelo fato de a ponte que liga Yesod a Malkuth estar relacionada à feminilidade, as mulheres são mais propícias a contatos mediúnicos? Essa é a origem da “intuição feminina” popular?

    @MDD – de certa forma, sim, mas não é o único fator. Os chakras envolvidos no processo (ajna principalmente) são mas fáceis de serem desenvolvidos nas mulheres.

    Grande post e esperamos os próximos ^^

  • Ah!
    E, quando eu tava procurando livros sobre a Cabala, eu peguei uns livros sobre Judas e Jesus, evangelho segundo Judas e alguns livros relacionados e, em alguns, eu vi uns quadrados parecidos com os que você postou aqui: http://www.sedentario.org/colunas/teoria-da-conspiracao/666-the-number-of-the-beast-5706/#more-5706

    Não deu pra eu analisar os números, a soma deles, a relação entre os números das linhas e colunas, mas tem algo a ver?

    @MDD – provavelmente são os mesmos quadrados.

  • Daniel

    Marcelo, eu tenho uma amiga que estuda bastante o espiritismo, mas eu percebo que o conhecimento dela sobre qualquer coisa fora do espiritismo, como Thelema, Aleister Crowley, Rosacrucianismo, Druidas, é muito limitado, ela sequer sabia ao certo se o Allan Kardec era maçom.

    Ela nunca teve uma projeção astral, nada de mediunidade necas de qualquer coisa prática, só teórica, ela é uma Doutrinadora lá, mas já viu mta coisa lá, segundo ela.

    1) Afinal de contas, mesmo com tanto conhecimento, como ela tem, é impossível para certas pessoas vivenciar algumas experiencias espíritas (como os desdobramentos deles, ter consciencia no astral, etc)?

    @MDD – o problema de ser só teórico é que você nunca vai aprender a nadar apenas lendo livros… mas basta ela querer e praticar; alguma mediunidade sempre é possível desenvolver, ainda mais estando ligada a um centro.

    2) O espiritismo é mesmo limitado?

    @MDD – é uma boa porta de entrada para os estudos. Normalmente vai responder uns 70% das perguntas sobre o assunto.

    3) Estudando sozinho é possível desenvolver uma boa capacidade para viagem astral, ter consciencia lá? (Já foi dito que sim, mas quero saber se é possível coisas avançadas)

    @MDD – as avançadas eu creio que não. Eu comparo estas tecnicas com técnicas marciais… você pode até aprender uns golpes sozinho, mas para efetivamente ser um artista marcial, apenas com supervisão de alguém com mais técnica.

    4) Estudando sozinho é possível desenvolver a Vontade e utilizar ela para o bem com segurança para si e para os outros? (Ajudar a confortar pessoas deprimidas, frequentemente cansadas, esgotadas, dar ânimo para as pessoas, ajuda-las de toda forma espiritual)

    @MDD – sim. eu mesmo pretendo passar para vocês estas coisas mais basicas e simples de serem aplicadas.

    5) Com quase nenhum estudo, apenas sabendo o basico que é passado aqui, é possível fazer alguma das coisas boas ditas na pergunta passada sem nenhum risco?

    @MDD – sim.

  • Gilles

    Olá Marcelo,

    Mais uma vez PARABÉNS pela matéria e pelo trabalho de um modo geral!
    =)

  • Marcos

    Boa Del Debbio,

    Pena que o kadercismo tenha se influenciado tanto por concepções religiosas, a ponto de se tornar para muitos de seus seguidores uma espécie de catolicismo místico.

    Mas varia. Já encontrei mediuns com conhecimentos sobre chakras, tanto como alguns que mais parecem evangélicos fundamentalistas.

  • Gustavo Araujo

    Marcelo,

    Duas dúvidas:

    1- No livro “O livro de Hiram” (Capítulo 2, Testamento Maçonico) aparece a figura dos “anjos” com avental. Seria daí a origem do avental da maçonaria?

    @MDD – Adão e Eva já se cobriram com um avental feito de folhas antes dos anjos. E curiosamente logo depois que seus olhos foram abertos para o conhecimento do bem e do mal…

    2- Allan Kardec era mesmo espírita? Pois o autor do livro “Maçonaria e Espiritísmo” (Ed. Madras, Armand Lefraise & Eduardo Carvalho Monteiro), que é espírita e maçom, após uma longa pesquisa, não conseguiu afirmar se ele realmente foi iniciado (também não tem registro do contrário).

    @MDD – recomendo a leitura do livro “León Denizard e a Maçonaria”.

    Obrigado desde já e parabéns pela n-ésima vez

  • Edson Santos

    Sobre as magias(ditas negras) como alguem pode interomper, anular o que foi feito com o intuito de prejudicar uma pessoa?
    Como saber quando um espirito vem para ajudar ou para atrapalhar o seu dia a dia?

    @MDD – existem diversos métodos. Infelizmente, as pessoas normais estão à mercê das pessoas que possuem algum conhecimento nesta área. Para saber o que a entidade realmente deseja, basta prestar atenção no que ela está dizendo, e não em quem DIZ ser… normamente pelas próprias palavras da entidade você já sabe que tipo de espírito você está lidando.

  • Edson Santos

    Quando uma pessoa mata outra o espirito do assassinado tentara vingança ou algo do genero com o assassino ?

  • Forbidden

    Muito interessante a coluna. Frequento centros e leio muito sobre espiritismo, embora não me declare um ainda. Comecei a ler sobre devido a me interessar pela coluna e também por passar por diversos fenômenos aqui em casa, especialmente comigo, que sou médium de efeito físico, e minha mãe que psicografa. É impressionante a quantidade de pessoas que eu descobri que tinham uma mdiunidade depois de começar a frequentar ao centro – amigos próximos que chegam até a se comunicar diretamente com eles. Inclusive nos livros espíritas como O Evangelho Segundo O Espíritismo, costuma-se dizer frequentemente a respeito “da chegada de uma nova era”, onde a mediunidade seria algo bem difundido. Gostaria de perguntar se existe alguma lógica nisso, alguma relação a isso em outras fontes, sei lá. Por que segundo o que você mesmo já disse na sua coluna, a mediunidade era bem mais comum na antiguidade… Mas realmente eu devo ter uns 4 ou 5 amigos BEM próximos que são médiuns muito poderosos.

    Enfim, parabéns pela coluna, cada vez melhor!

    @MDD – creio que a porcentagem sempre foi mais ou menos a mesma… 1/12 da população mediuns fortes, 1/6 médiuns com algum efeito menor (relacionados a certos signos e planetas). É que antes eles apareciam mais, depois eram queimados na fogueira e agora voltaram a aparecer.

  • Parabéns novamente pela coluna DD, como sempre mostrando novos caminhos e portas para que as escolhas possam ser feitas… Esta coluna em especial me fez lembrar que preciso voltar a ler os 4 básicos de Kardec, assim que encontra-los! =)

    Abraços

  • David Fernandes

    Uma pena que aqui no Brasil o Espiritismo tomou conotações puramente religiosas, as vezes ortodoxas, e as vezes dogmáticas. Por conta disso, há uma estagnação no meio espírita, por medo de nublar a propalada pureza doutrinária.

    Para Kardec, a doutrina espírita era ciência, filosofia religião. Mas para o movimento espírita, ciência espírita é concordar sempre com os Espíritos.

    O fato é que não existe ciência no movimeno espírita. Não se esforçam por honrar o trabalho de Kardec, que foi muito mais do que apenas um codificador. Ele criou métodos para se obter o conhecimento da verdade, para se verificar a exatidao daquilo que é exposto por um Espírito (Universalidade do ensino).

    Cabia ao movimento espírita continuar o trabalho de Kardec. Poderiam, por exemplo, criar periódicos científicos (journals) onde qq um pudesse enviar trabalhos. Deveria haver mais confências tb. A idéia do livro dos Espíritos 2 tb é uma boa idéia. Como não há nada disso, o movimento está estagnado. Uma pena.

    @MDD – sim, é realmente uma pena.

  • gustavo

    quer dizer que os druidas tem um conhecimento do carvalho?

  • Y.

    Tio
    Vc ainda n explicou o que acontece com o esparadrapo de qm eh vampirizado, e porque acontece.
    Grato

  • gustavo

    O que me incomoda no espititismo, assim como na maçonaria, é o principio moralista. Estudei o espiritismo por algum tempo, lí vários livros, mas hoje em dia não me parece plausivel acreditar em mal e bem absolutos. Principalmente considerando as divergencias entre as moral das civilizações terrenas. Todo aquele principio de que “fazer o bem” vai te fazer vibrar melhor, numa frequência mais alta, me parece muito ingênuo e religioso.

    @MDD – Então faça o mal, oras… cada um tem seu livre arbítrio para fazer o que está mais condizente com seu nivel intelectual/moral/espiritual

  • Adorei o post, e tem tanta informação que vou precisar ler de novo pra comentar “direito”…Eu adoro o assunto, e às vezes desanimo porque tem muita coisa mal escrita ou mal pesquisada, e caramba…o seu está primoroso!
    Vou entrar nos links e depois volto!

  • =D . . .

  • Matheus

    Muito obrigado pelos links, esclareci algumas dúvidas.

    Sabes de algum centro espírita ou kardecista sério em Porto Alegre? O Hospital Espírita é bom?

    @MDD – não conheço. Talvez algum leitor de POA possa ajudar.

    • Carlos Eduardo

      Buenas, estava dando uma olhada no material aqui postado. Muito bom o que já consegui ler.
      Sou de Porto Alegre, então posso tentar ajudar na questão.
      O Hospital Espírita não é um centro espírita.
      Alguns locais sérios: Chico Xavier, Nossa Casa, Bezerra de Menezes.
      Parabéns pelo trabalho realizado.
      Muita paz, luz, harmonia e Amor para todos.

  • Oui?

    “Pai Ambrósio […] Tiro unha encravada e fimose.”
    Só quero saber quem é o louco que apela prum cara desses. Corre o risco até de ser capado…

  • Dan

    Olá Marcelo,
    Tenho estudado ocultismo a bastante tempo e algo que eu acho um pouco estranho é o fato de centros de umbanda/kardecistas realizarem sessões de incorporação, passe magnético, cura, entre outros, com médiuns sem estudo e sem preparação. Já cheguei a presenciar sessões em que alguns médiuns estavam comendo esfirras de carne! Sei lá… pra mim isso é inaceitável. Agora a minha dúvida é a seguinte: tenho bastante estudo na área e em uma sessão de incorporação em um centro do tipo citado, o dito “Pai Guiné” (um tanto célebre demais para o médium incorporado e para o centro de pequenas proporções) me disse que eu nao entendo absolutamente nada de kardecismo o.O. Esse tipo de coisa acontece mais do que a gente pensa? O que poderia ser esse “Pai Guiné”?

    @MDD – a palavra “espírito zombeteiro” me vem à mente… não sei que outro tipo de entidade apareceria para médiuns comedores de esfihas de carne durante as sessões… Infelizmente tenho visto muito isso nos centros de umbanda/candomble… gente completamente despreparada, que confia demais nos “guias” e muito picareta no meio.
    Na minha opinião, se voltassem a fazer as “provas dos orixás” (rum com pimenta, colocar a mão em uma panela com azeite fervendo, colocar azeite na boca e tacar fogo, queimar com charutos, virar uma garrafa de rum de uma só vez e outros métodos para demonstrar que a pessoa estava realmente incorporada), a quantidade de centros de umbanda cairia em 60% e ficariam apenas os sérios… como o que mais tem por ai é picareta, ninguém quer isso…

  • jp

    Como faz projeção astral, pode dar uma Catalepsia permanente ?
    é possivel qualquer um “expelir” plasma ?
    vc se projeta ?

    @MDD – 1) nao. Nenhuma catalepsia é permanente. Todas as viagens sao monitoradas por amparadores,
    2) qualquer um não. Requer um dom OU treinamento específico
    3) sim, às vezes.

  • André L Musquito

    Caríssimo Frater Marcelo:

    Estamos a equilibrar nosso ciclo, no balanço geral das atitudes, com o intuito de nos iluminar totalmente, sair do Samsara, da Roda da Lei, correto?

    Então, este norteamento para a abertura ao caminho do esclarecimento Astral proposto por sua pessoa, através de seus textos e conhecimentos, é tarefa sobremaneira excepcional. A atitude hoje observada no planeta torpe em que vivemos, no qual a imposição da noção de materialidade única da vida – ou “apodrecimento da carne”, capitalismo cego, materialismo – nos é forçada goela abaixo o tempo todo, colide estupidamente com sua proposta de “salvar a Terra, ajudar o homem e encontrar a si” (na ordem inversa, propositalmente).

    Se foi isso que VOCÊ, Frater DD, PEDIU, penso comigo e meus botões de Rosa: o que andaras a fazer um pouco antes de estar aqui, novamente, nos ajudando desta forma? O que será que fizestes para tal balança tarar-se com tal “peso”?

    É, caríssimo, se tu sabes o que está a nos esperar sob a Força do próximo alinhamento e notas a urgência da Iluminação do “jardim de Infância”, acho que devemos aumentar nossa divulgação. Não custa tentar, caríssimo amigo.

    Ah, perdoe minha ignorância, mas por acaso (mais uma vez a “Matemágica”)que 31+12+201…= 49?

    Paz e bem profundos,
    respeitosamente,

    A.L.M.

  • Tio, queria saber para que realmente serve o “Ritual Menor Do Pentagrama” e se você recomenda fazê-lo.

    @MDD – serve para isolar astralmente uma área. Recomendar eu recomendo, mas infelizmente 99,9% de vocês nao teria capacidade para executá-lo adequadamente. Os textos que se acham na net são incompletos e fracos. Além do que não possuem os mantras e nem a maneira de impostar a voz e nem a vontade (thelema) para mantê-lo plasmado. Pretendo passar alguns exercicios para preparação nas proximas colunas.

  • Ian F

    grande marcelo!!!!
    gostaria de saber oque acontece
    naquelas “brincadeiras” como a do compasso e a do copo.
    abraços!!!

  • rodrigo de jamiél R.S.S.

    Olá DD
    Tudo bem !!!
    Confesso que esse assunto me deixou com algumas duvidas! vamos lá!
    1-Sobre o processo de imcorporação , citando especificamente a GRANDE UMBANDA a preparação do médium é feita atrávez da purificação do corpo mais tem relação com a mesma purofocação de outros ritu??? por que geralmente o médim de Umbanda não faz exeções como carne vermelha,porco ou bebidas como isso acontece e qual a diferença dessa purificação;pois estou a 1 mês sem comer carne vermelha e estou até então bem!!! a eliminação deve ser total ou moderada???
    2-Todos as religiões ( principalmente protestantes ) que contestaram a posse do cristianismo pelos católicos surjiram de estudos cientificos a principio e depois com o ” novo tempo ” passou aser de cunho religioso e financeiro certo? E estes estudiosos eram todos de ordem iniciaticas como KARDEC??? podemos dizer que as Ordens induziram estes estudos ou foi natural a filosofia criar um religiosidade???
    3- Então todo o “pagé ou Cacique ” ( antigos claro )eram Druidas??? e como esta a relação dos ultimos indios com as ordens? existe um contato com a filosofia que ainda resta por parte dos indios??
    4- Quer dizer que quando um templo de UMBANDA é sério e realiza trabalhos voltados para o crescimento pessoal com recursos naturais e de planos astrais, eles estão mantendo a mesma filosofia que as originou?certo? e sobre os dispachos em cruzeiros? existe naquele local um vinculo com um outro plano atravéz das ervas e materiais naturais que ali estão e como funciona esse contato e por que na rua e no cruzeiro onde eram feitas essas oferendas antes?
    5- Existe algum problema de envocar meus ancestrais para me proteher e me auxiliar no dia-a-adia??? e como se faz isso de uma maneira correta e sem perigo?
    6- Nós podemos passar a fazer sacrificios para a deusa como faziam antigamente? como o pra deusa na lua nova? ou isso é restrito para ordens dentro da agregora?
    Espero não ter sido chato!!! e que as perguntas estejam diretas e simples sem enrrolação!
    Bela Coluna! estou contente em saber que as origen das reliões afro são tão nobres!
    um abraço
    Ps:. Aguardo um retorno dos meus e-mail dentro do possivel valeu!!
    Muita Luz
    R.S.S.

  • Thaluthien

    Olá DD, tudo certo?
    Essa coluna foi ótima mas me despertou uma curiosidade. O que aconteceu com os cultos femininos ao longo do tempo? Os masculinos resistiram na maçonaria e outros, os mistos também, mas e os femininos? Não sobrou nenhum pra contar história? Ou eu é que estou desinformada?

    @MDD – ainda sobraram alguns. Os oráculos (tarot, runas), a strigeria, a dança do ventre, a wicca diânica (não essa porcaria que se ve por ai, pelamordosdeuses), os rituais tantricos. A imensa maioria deles foi “profanado” e não tem muitos traços esotéricos, apenas exotéricos (mas até ai, os masculinos também estão bem sofríveis).

    Inté a próxima tio!

  • Otávio Augusto

    Saudações, Marcelo, minhas perguntas são referentes à Transcomunicação Instrumental e ao Fenômeno das Vozes Eletrônicas.

    DD, fenômenos como esses são considerados mediúnicos?
    Thomas Edison tentou inventar uma máquina para falar com os mortos?
    Ele conseguiu?
    Fazia ele parte de alguma sociedade discreta?

    @MDD – Estes fenomenos sao raros, mas costumam ser estudados no IIPC. Sobre Thomas, não sei. Provavelmente não.

  • José Bonifácio

    Talvez não seja relevante a todos, mas tenho uma curiosidade, sempre leio alguma mensão sua sobre Jung, e nesse post fikei curioso pra saber sua opnião a respeito do estudo q ele fez sobre os “fenomenos ditos ocultos”.

    bom, era isso!

    e parabens pela coluna.

  • Caio

    Divindade tripla? Espírito Santo: Pai, Mãe e Filho (José, Maria e Jesus)?
    Sempre que eu leio me faz ter um paralelo com o Catolicismo Romano.
    Não é atoa que o número 3 tem grande valor místico (21, muito usado na Umbanda e Candomblé -> 2+1=3 ou 3×7, o número mais importante na Kaballah =21 ou simplesmente o mínimo para se ter uma família com fruto: pai, mãe e filho e ops, olha o Cristianismo novamente)

  • Pingback: 10 posts que você deveria ler essa semana: O retorno()

  • Joakim “Taekwonmaster”

    Obrigado!

  • muito bom… como sempre tio dare devil,
    questões como sempre e nem sempre pertinentes…
    1- ver tatuagens de mentira ( ver tatuagens em pessoas que não as tem) é oq?[ as vejo sempre… e sempre pergunto as pessoas… e elas confirmam que irão fazer o desenho que vi!]

    @MDD – nunca tinha escutado nada parecido com isso. Parece um dom interessante.

    2- em relação aos posts mais antigos: fumar e beber com certa compulsividade pode ser sinal de um cascão chato na minha cola??!! [ tipo… fumo desde os 11, nunca consegu9i parar efetivamente, e me sinto incrivelmente be qdo com umas garafas de alcoólicos na jaca]

    @MDD – faça o teste do esparadrapo.

    3- o exercício dos chakras ajudam na incorporação(candomblé)?[ deveriam]

    @MDD – sim, facilitam.

    4- voltando a tatuagem: descobrir q vc desenhou (há dois anos) o símbolo usado pela rosa cruz em 1530 é motivo o bastante prar tatua-lo, uma vez que vc desenhou para ser sua tatuagem… e soh conheceu a rosa cruz qdo tinha grana para faze-lo?! [ah, eh um dos símbolos de identificação, um tipo de cruz celta, tah… cruz naum: representação solar, sou de descendencia celta, sou tetraneto de um rosacrus/maçon e um dos fundadores de recife(holandes), filho do orixá das ferraqmentas, identificado tbm como carpinteiro na região Gùn]

    @MDD – qual simbolo especificamente, e onde?

  • Pedro

    Marcelo
    BEm tentei fazer essa pergunta no post passado mas n sei pq ela n apareceu.
    Minha mae ja foi 2 vezes em centros espiritas (sendo eles em tempos diferentes 19 e 30 e poucos anos e cidades distintas).
    No primeiro ela recebeu uma reclamacao por parte dos mediuns falando q nao ocorreria a sessao por que a presenca dela estava atrapalhando, na segunda foram mais delicados e falaram q nao ia ter por causa dela.
    Como ela sempre teve medo desses lugares e com uma respostas dessa(ela nao tem vicio nenhum e sempre levou uma vida regrada), ela acabou se afastando.
    Eu queria saber o pq disso acontecer.

    @MDD – achei estranho eles não explicarem. Vocês perguntaram os pqs? como não conheço as pessoas envolvidas, fica impossivel dar uma opiniao a respeito.

  • Rodrigo Dias

    Muito boa, como sempre.
    Mas e sobre a produção “caseira”de água lustral, amuletos e proteção astral?

  • Andreas

    Olá Marcelo, sou só mais um fã que acompanha o seu trabalho com RPG já à alguns(6) anos.
    Comecei a ler a sua coluna aqui no meio do ano passado e o que eu li aqui me fez mudar algumas convicções que eu tinha, e olha que eu não sou do tipo que acredita em tudo que lê, muito pelo contrário, mas a forma como as coisas se encaixam me deixa até emocionado!
    Muita coisa que vc levantou eu já sabia faz tempo, muitas eu já sabia pq li nos teus livros de RPG (já tava preparando a galera pra bomba ein!), outras por pesquisas que eu fiz, mas tbm voltadas pro RPG (Ô ferramenta boa esse jogo…)

    Indo direto ao ponto, Moro em São luis MA e quero que vc venha até a minha cidade dar um curso de Kabbalah (se for possível).
    Queria conversar sobre os detalhes no msn.

    Abraço!

  • L.B.

    Olá Marcelo,
    Sobre mediunidade:
    Tirei a foto de minha aura (ponta do dedo), e a pessoa que realizou o processo, entre outros testes, disse que na foto há uma mancha amarela no centro, que está “vazando”, o que significaria que eu teria potencialidade de ser médium (psikapa), mas que no momento eu não estaria apto, e que eu também estaria intoxicado. Também havia três pontos, que seriam “vampiros”. Enfim, gostaria de entender mais sobre o assunto, para me desenvolver e me proteger. Se tiver algum texto ou link de confiança, ficaria grato.

    @MDD – não sei. A maneira como foi feito o processo me pareceu meio esquisita. Mas precisaria de mais detalhes para opinar.

  • Marcelo, no post passado vc falou de água benta, agua salinizada banho de mar para purificar.
    A minha dúvida é em relação a lágrima?? será por isso que o pessoal diz que chorar faz bem, tem alguma relação do choro com a atração ou banimento de espírios??
    Pergunta B: Quando tu vai falar do Michael Jackson??? como ele mudou de cor?? ele é filiado a alguma ordem?? Os rituais com as criancinhas???
    Abraço

  • Muito Bom! Foi de grande ajuda para ajudar na distinção do movimento Kardecista sério e as coisas bizarras que a gente vê no Brasil!

  • Lucas

    Baita coluna, como sempre.

    Acho que, de maneira geral, ficou tudo bem esclarecido. Eu só não captei muito bem a ligação entre Hécate e a mediunidade…
    É pelo fato de ela transitar entre os dois planos (astral e material)?
    E “por acaso” a existência das deusas-trindade nas religiões antigas suscitaram a criação, pela Igreja Católica, de uma Santíssima trindade (masculina)?

    Abraços e boa semana!
    LUZ!!!

  • Helder

    Marcelo, vc falará futuramente sobre Anubis e/ou Hermanubis?
    obrigado

  • DD,

    2012 = Exilados de Capela ???

  • Ismael Andres

    Novamente, bela coluna meu caro. Fiz uma pergunta semana passada e não foi respondida, se souber responder aí vai:

    #DÚVIDA:

    As pessoas tem 7 corpos, certo. E um cachorro, quantos corpos tem?
    Sei que existem cachorros no astral. Então pelas minhas contas devem ter uns 3: físico, perispírito e astral. Estou certo?
    E uma arvore, tem corpo? visto que também é um ser vivo.

    @MDD – eles tem o que chamamos de “consciencia grupal”. quanto menos desenvolvido o animal, mais ele se comporta como um grupo (ex. formigueiros e colméias são uma ÚNICA consciencia-grupo… as abelhas são parte desta consciência… cardumes de peixes, etc… vão se individualizando até que cheguem ao estágio de adquirir consciencia de serem únicos).

    “Bicho não tem alma, sei bem, mas será que vivente tem?” Odilon Ramos

  • Rafael

    Olá Marcelo, sou espirita há 17 anos e adorei muito o seu post no blog , pois esclarece bem a diferença entre os espíritas kardequistas e os charlatões.
    O Espiritismo não tem todas as explicações, pois nos nesta faixa de evolução, não conseguiriamos entender tal complexidade, como por exemplo o que é Deus.
    O que os espíritas pregam é amar a Deus sobre todas as coisas e o proximo como a si mesmo.
    Assim nos tornaremos felizes e chegaremos proximo de Deus, e por puro merecimento, sem julgamentos.
    queria deixar uma sugestão de leitura. O Nosso Lar. que explica como funciona uma colônia espiritual através de comunicações mediúnicas. Muito interessante.
    Abraço.

  • parabéns pela coluna, acompanho desde a primeira publicação. Neste assunto, gostaria de saber se o senhor tem alguma informação sobre a Arte Mahikari e onde ela se encaixa neste contexto. Desde já agradeço a atenção.

  • Sepher Maha-Deva

    Ta certo que chama violeta é uma vertente da vertente da vertente de Blavasky pelo que fiquei sabendo…
    Mas realmente não sei da onde vem esse papo de fraternidade branca, tem alguma informação DD?

    Mas já fui em trabalhos com chama violeta e…a egregora é forte mesmo!

    *************************

    Ajudando no que sei;

    *Douglas
    Todos possuem possuem um (ou mais?) dons mediúnicos, mas em graus de diferentes, certo?
    Se os dons mediúnicos são originários do plano astral, os outros planos também garantem “habilidades especiais”?

    No meio espiritualista não existe mais isso de “dons mediúnicos”, mediunidade é descrito como a habilidade ser um mediador entre o plano físico e o astral. Eu prefiro chamar esses dons de “sidhis” (do yoga). Mediunidade também não é um “dom do plano astral” e sim um fenômeno orgânico da glândula pineal, procure o trabalho do Dr. Sérgio Felipe de Oliveira. Mas quem não nasceu com a pineal com cristais de apatita pode ter o duplo etérico mais “fluido”, facilitando esta mediação também.

    *Daniel
    2) O espiritismo é mesmo limitado?
    *Marcos
    Pena que o kadercismo tenha se influenciado tanto por concepções religiosas, a ponto de se tornar para muitos de seus seguidores uma espécie de catolicismo místico.
    *David Fernandes
    O fato é que não existe ciência no movimeno espírita. Não se esforçam por honrar o trabalho de Kardec, que foi muito mais do que apenas um codificador.

    Procure o trabalho e livros do Robson Pinheiro, ele é um grande precursor e criticador do meio estacionário que se encontra o espiritismo. Em quanto as “trevas” desenvolvem a cada dia mais obsseções complexas (microchips para controle mental, duplicatas astrais para hipnotismo, clones, radiação em césio para matar encarnados, antimatéria) os espiritas só querem saber de “doutrinação do espirito”.

    *Edson Santos
    Sobre as magias(ditas negras) como alguem pode interomper, anular o que foi feito com o intuito de prejudicar uma pessoa?
    Como saber quando um espirito vem para ajudar ou para atrapalhar o seu dia a dia?

    A melhor definição de magia para mim é essa, “Quando nos referimos à magia, não a entendemos como algo sobrenatural ou pretensamente oculto, como se fosse um poder fantástico e maravilhoso. Nós a definimos como a capacidade que certos espíritos possuem de influenciar os fluidos ambientes e as energias dispersas no universo, de maneira tal que obedeçam ao seu comando mental e sirvam a determinado propósito.” (Aruanda, Robson Pinheiro)
    Logo, as possibilidades são inúmeras, tanto para o bem quanto para o mal…
    Geralmente em ataques a pessoa costuma ter pesadelos, após acordar desses pesadelos a sensação ruim costuma ir embora rapidamente pela manhã, logo foi uma descarga normal do cérebro. Se esta sensação ruim lhe acompanhar pelo dia inteiro, o deixando deprimido, cansado e etc…a uma grande possibilidade de ser um assédio espiritual (Wagner Borges, http://www.ippb.org.br).

    *jp
    Como faz projeção astral, pode dar uma Catalepsia permanente ?
    é possivel qualquer um “expelir” plasma ?

    Não é possível ficar em catalepsia permanentemente, esse efeito físico (já provado cientificamente) é um mecanismo do corpo para se ficar imóvel em estados profundos de sono. Acordar na catalepsia você simplesmente esta com a mente ativa(ou parcialmente) enquanto o corpo se encontra nesse estado. Médiuns de materialização de “ectoplasma” são raros hoje em dia… Afinal surgiram na época de muita necessidade de provas “físicas”. Se não me engano pode se treinar para ser doador deectoplasma. (mas não a nível físico)
    (sobre projeção http://www.ippb.org.br)

    *rodrigo de jamiél R.S.S.
    1-Sobre o processo de imcorporação , citando especificamente a GRANDE UMBANDA a preparação do médium é feita atrávez da purificação do corpo mais tem relação com a mesma purofocação de outros ritu??? por que geralmente o médim de Umbanda não faz exeções

    Para se ver que muita coisa é apenas convenção do espiritismo. Claro que estar com sua frequência “mais alta” vai lhe ajudar no contato com espíritos mais elevados. Mas isto é muito relativo… no processos de desobsessão complexa é recomendo se comer carne depois do processo.

    *Otávio Augusto
    Saudações, Marcelo, minhas perguntas são referentes à Transcomunicação Instrumental e ao Fenômeno das Vozes Eletrônicas.
    DD, fenômenos como esses são considerados mediúnicos?

    Talvez. São tentativas dos “cientistas do outro lado” desenvolverem uma técnica de contato com o mundo físico. No TCI você não grava exatamente a voz do desencarnado, ele utiliza o controle mental para gravar magneticamente a mensagem em um mecanismo físico (até disquete é possível). Não tenho muita certeza agora se utilizam alguma energia do encarnado (ectoplasma) para isso. Mas por essa tecnologia ter que ser pesquisada nos limites entre o mundo físico e o astral (marduk), ou seja muito denso, os ataques por magos negros e vândalos são frequentes. Mas o pessoal lá não desanima…

  • Bolívar

    Pessoal e Dan,

    Por favor, não confundir as coisas. Este anúncio do Pai Ambrósio é piada. Piada também são os ditos pais e mães de santos que se auto intitulam uma entidade e fazem amarrações para o amor. O mais engraçado é que eles auto encarnam a entidade ao seu cotidiano, fazendo dela sua fonte de $$$.

    E todos nós sabemos aonde eles vão parar, mais especificamente na Record.

    Pai Guiné no caso, é um entidade da Umbanda conhecida com preto-velho. Junto com os caboclos, tem o mais alto grau dentro da hierarquia umbandista. Ou seja, um espírito que já alcançou este grau não pode ser comparado com vagabundo qualquer. E não pensem, como muitos umbandistas “gados” gostam de pensar que os preto-velhos estão estacionados na época da escravidão e que eles pitam os seus cachimbos
    apenas porque gostam. Se o Marcelo abrir espaço, posso falar mais sobre o assunto.

    No caso, Guiné é o nome da localidade na África escolhida pelos mentores da Umbanda para designar uma sub-divisão de trabalho da egrégora dos preto-velhos, assim como, Pai Benedito de Aruanda, Pai Jacinto de Angola, Pai João, etc… São nomes simbólicos, assim como toda a Umbanda é.

    Quando eu digo umbandista “gado”, é aquele umbandista preguiçoso que não gosta de estudar.
    Jogam toda a responsabilidade pros guias.

    @MDD – cara, eu ouvi esta frase de um babalorixá ontem: “O umbandista é, antes de tudo, um folgado – joga tudo nas costas dos Guias”. Bolivar, escreve um texto que eu publico no outro Blog.

  • David R

    Opa!
    acho que vc não entendeu a crítica do gustavo ali em cima…em que ele fala na inocência de conceitos bons e mals que o espiritismo como religião pratica.
    ele não disse que não quer fazer o bem. só que esse discurso é muito simplista.
    você simplesmente respondeu distorcendo o comentário.
    enfim…acho que a critica dele foi mais como o espiritismo acabou virando religião , coisa que vc mesmo fez no texto.

  • Bolívar

    Para rodrigo de jamiél R.S.S.,

    São duas questões:

    1) Fora do terreiro
    A Umbanda não proíbe o medium de comer carne vermelha ou até beber alguma bebida alcoólica.
    A Umbanda prega o bom senso. Nos dias de trabalho, o medium deve sim evitar comer carne vermelha e é proibido beber. Imagina um medium com o bucho cheio de feijoada e etanol(rs). Como nem todos(nem mediuns nem consulentes) tem este “bom senso”, daí a necessidade de banhos de ervas,
    defumação, e toda a ritualística para se abrir um trabalho de Umbanda. Ou seja, preparar o terreno(medium) para
    os guias trabalharem.

    2) Dentro do terreiro
    Se vc se refere a bebidas, pipocas, charutos, cigarros, dentro de um templo umbandistas, saiba que o uso destes
    elementos são meramente apetrechos para realização magística da Umbanda. Ninguém fuma charuto pelo vício, e muito menos a fumaça é tragada. O que é usado é o elemento ar.

    Assim como velas, pólvora, etc…

    Bom isto é na teoria, pois alguns aqui devem saber que muitos mediuns “gado”, acabam bebendo e fumando,
    como se fosse no bar da esquina. Destes eu tenho dó.

    Despachos em cruzeiros

    Gostaria de ter uma resposta mais “científica” para te dar, prometo que vou dar uma olhada.

    O que posso dizer é que o cemitério, também conhecido no meio como kalunga pequena, é um local sagrado onde são recolhidas as almas através do mistério Obaluaye e Omulu (Orixás).

    É também a “morada” de muitos Exus e Bombogiras(pombagiras). Ex: Exu caveira, 7 catacumbas, etc.
    Quando eu digo morada é na verdade o ponto de força.

    Abraço

  • VALENTIM

    Eu estáva sentindo falta da teoria da conspiração, vc é fantástico.
    Quando é que vc Marcelo vai voltar no Super Pop pra dar mais aulas para o padre, bispo, cético e cia ltda.
    Abraços
    Valentim

  • Rodrigo

    Por que a Hecate envia terror noturno para os homens ? quando criança tive mto isso é um saco…e não sei até hoje pq ela me zuava….uheuhe Abraço !

  • rodrigo de jamiél R.S.S.

    Olá mais uma vez!!
    Caros amigos!! e DD!
    estou estranhando o fato de não haver as respostas nos post ainda!! depois da pane no provedor mais isso ainda? o que esta acontecendo de verdade, existe alguma pendencia por parate do nosso amigo Marcelo? espero que sua coluna aqui não esteja lhe trazendo problemas ‘fraternais já que li aliu encima o comentário do nosso amigo “André L Musquito “disse:

    -Caríssimo Frater Marcelo:
    Estamos a equilibrar nosso ciclo, no balanço geral das atitudes, com o intuito de nos iluminar totalmente, sair do Samsara, da Roda da Lei, correto?
    Então, este norteamento para a abertura ao caminho do esclarecimento Astral proposto por sua pessoa, através de seus textos e conhecimentos, é tarefa sobremaneira excepcional.-
    O que significa isso???
    E quando vc vai falar realmente do 2012??? e por que irmãos de suas fraternidades postam aqui gerando duvidas ( pelo menos a mim!!) em nós ótima coluna como sempre.Por favor me indique algum material para minha pesquiza do 2.0.1.2
    Se alguem tiver algum material de pesquiza ( pesquizas sérias ) por favor post aqui e na próxima coluna para adicionar em minhas pesquizas muito obrigado!!

    Agradeço ao amigo BOLIVAR pelas respostas e a ajuda nas questões!!!
    Muita Luz a todos

  • Ana

    Marcelo, ainda não li essa coluna em específico. Resolvi ler tudo desde o começo e fiz bem. Mas tenho algumas perguntas antes de continuar (tô lendo o texto sobre Hieros Gamos e magia sexual):

    Eu entendi o negócio da Sincronicidade, até porque explica muita coisa na minha vida – o fato de eu me interessar por ocultismo, direta ou indiretamente, desde que tinha 7 anos e, mesmo que eu desencanasse desses temas, eles voltassem a surgir na minha frente.

    Mas não acreditar mais em coincidências me traz dúvidas absolutamente ridículas, talvez até irrrespondíveis..:

    – Há anos tem um número que me persegue. É o 45. Eu sempre desenho o 45 inconscientemente se estiver com uma caneta na mão, em qualquer lugar, e desde que me lembro. E nos últimos meses (5/6 pra cá), tem sido o 23. Eu não vi o filme, antes que perguntem. Eu SEMPRE olho no relógio na hora xxh23. Todos os dias, várias vezes ao dia. É muito comum. Dá pra saber se isso, por acaso, significa qualquer coisa?

    @MDD – vixi, também não vi esse filme.

    – Eu tenho algo com aparelhos eletrônicos. Todas as coisas eletrônicas que eu compro quembram logo na primeira semana de uso. Em alguns casos, cheguei a resolver problemas recorrentes de aparelhos de amigos só ligando e coisa assim. Li em algum comentário seu que ataques astrais que não atingem o alvo podem atingir aparelhos eletrônicos, mas não sei se é o caso aqui. Tem alguma idéia?

    @MDD – sim, isso é razoavelmente comum em algumas pessoas. Descarga de energia estática. Não fique preocupada, isso acontece direto comigo também. Tem dias que o treinamento de kung fu é muito intenso e já queimei várias lâmpadas simplesmente apertando o interruptor para acende-las quando chego em casa.

    – Esses dias, um copo amanheceu quebrado lá no meu quarto. Rachado no meio verticalmente. Choque térmico poderia quebrar o copo? Ele não tinha nada dentro e não era uma noite muito fria.

    @MDD – mesmo princípio acima. Tenta fazer o teste do esparadrapo e me escreve contando os resultados.

    – Porque na lista de maçons do MADRA não existe nenhuma mulher?

    @MDD – porque a maçonaria é um templo Solar. Leia sobre isso nos posts sobre magia sexual.

    Tá, eu sei que, tirando a última, são perguntas ridículas, e específicas, e eu não to dizendo que essas coisas de fato significam alguma coisa. Mas eu queria saber.

    E engraçado eu realmente me interessar por tudo isso só agora. Minha vó freqüentou a AMORC por muito tempo e me convidou pra participar, mas na última hora acabei desencanando; minha mãe freqüentava a Eubiose, sempre me convidava para ir, e eu até tinha vontade mas nunca dava certo. Meu padrasto é engenheiro e já fez parte de uns 80% das ordens ‘discretas’, como vc chama, ou coisa assim. Com tantas possibilidades familiares eu fui querer me aprofundar só quando li uma coluna num blog… vai entender.

    @MDD – nunca é tarde para começar.

  • Petd

    Bolivar, também gostaria de ter um conhecimento mais aprofundado sobre as “entidades” da umbanda, porém, todos os “pais de santo” que conheci são mais gado do que e se encaixam perfeitamente no que vc e DD falaram, além de que preferem se preocupar em ganhar grana do que estudar, se possível gostaria que vc me indicasse alguns livros que pudesse ler ou locais para pesquisar.

    Sobre o curso do DD em Curitiba, estou morando em Joinville e também gostaria de participar, pode contar comigo!

    @MDD – o melhor livro que existe a respeito chama-se “Os Nagô e a morte”; é um trabalho de doutorado, mas nao sei se é fácil de achar, creio que estava esgotado.

  • Caio

    Somente para constar, como afirmo em seu post, Bolivar tem toda razão no que diz.
    O fato de uma entidade ser de angola. aruanda, congo, etc… representa tão somente a maneira que as entidades costumam trabalhar (se é para cura, para limpeza, desmanchar trabalhos e etc…). Esses nomes foram usados em alusão aos locais e regioes que os escravos foram retirados pelo comerciante negreiro português.
    E para complementar, como também foi dito pelo Bolivar, todos os apretechos não são usados so porque o médium achou bonito ou faz referência ao que essas entidades gostavam de usar quando vivas.
    Como em qualquer ritual magístico, esses apetrechos são usados como forma de representar os quatro elementos básicos. Os celtas costumam utilizar a adaga ritualística para representar o ar ou simplesmente fazer a ligação do plano espiritual com o material (simbolizava a terra se encontrando, tocando o plano espiritual).
    Fica ai o meu toque e se quizerem saber mais eu recomendo que vasculhem bibliotecas e livrarias a procura de livros. Existem muitos bons por aí no mercado.

  • Gustavo Araujo

    Pelo que vi tá difícil de responder, mas não custa nada tentar mais uma vez:

    “Marcelo,

    Duas dúvidas:

    1- No livro “O livro de Hiram” (Capítulo 2, Testamento Maçonico) aparece a figura dos “anjos” com avental. Seria daí a origem do avental da maçonaria?

    2- Allan Kardec era mesmo espírita? Pois o autor do livro “Maçonaria e Espiritísmo” (Ed. Madras, Armand Lefraise & Eduardo Carvalho Monteiro), que é espírita e maçom, após uma longa pesquisa, não conseguiu afirmar se ele realmente foi iniciado (também não tem registro do contrário).

    Obrigado desde já e parabéns pela n-ésima vez

    Obrigado pela (n-ésima + 1) vez

  • RafaelWood

    Porque tem um banner da ICAR neste blog?

    @MDD – “se não pode queimá-los, tente comprá-los” hehehehe

  • Jn

    Prezado Marcelo;
    Muito boa a materia, so queria dizer que qndo vc diz “Umbanda/Canbomble” entende-se que sao a mesma coisa e na verdade nao sao. Por isso eu axo q vc deveria usar Umbanda OU Candomble, devido as diferencas evidentes entre ambas praticas espiritas.
    Certo

    @MDD – vero. Farei esta separação nos próximos posts.

  • InSaNo®

    Cadê o comentário do Kentaro sobre o físico Michael Faraday, dizendo que ele fez experimentos refutando as “mesas girantes” e colocando links para os textos que abordam isso no site que ele (o Kentaro, não o Faraday) faz parte?

  • Padre Judas

    InSaNo:

    O site teve problemas e tanto a coluna quanto os comentários (todos) foram deletados. A coluna pode ser recuperada, mas não sei se o mesmo pode ser feito com os comentários – talvez seja questão do Kentaro postar de novo.

    Falou.

  • Selene

    Marcelo, sou Pagã (nada ao estilo pink wiccan ou bruxa de boutique), estudiosa de religiões e dos diversos panteões e desde a infância tenho contatos com o “espiritual”. Gostaria de, por email, esclarecer algumas dúvidas e compartilhar experiências, principalmente sobre um acontecimento relacionado à Hecate e suas energias.

    Aguardo contato.

  • chicken nipples

    dd e o jorge ben jor?

    os alquimistas estão chegando
    errare humanum est
    hermes trismegisto escreveu
    a historia de jorge
    e por fim: hermes trismegisto e sua celeste tábua de esmeralda
    ufa!

    parece q a teoria da conspiração jah estava no ar desde 1973 hein!?

    imagino que naquela epoca nao devia ser a coisa mais facil do mundo acessar esse tipo de conhecimento atehmesmo visual (haja visto q a capa do disco “hermes…” eh brutalmente ocultista – acho q eh uma alusão à lapide do flamel). O cara eh bamba e saiu falando pra quem queria ouvir… de forma mais popular ateh q a propria dupla seixas e coelho…

    o q vc tem a acrescentar?

    @MDD – vou tentar achar as músicas dele e depois comento. Alguma outra sugestao de musicas?

  • @Ana

    Quanto a sua última pergunta, não existem mulheres na lista de maçons da Madras pois não existem mulheres maçons em lugar algum. A maçonaria é uma ordem exclusiva para homens.

  • Sem palavras, a coluna está ótima.
    Vou passar duas leituras, acredito que voce (Marcelo) ja leu, mas vale colocar para todos…

    Mecanismos da Mediunidade (Nao va pensando que voce vai receber algo .. pois nao vai …)

    Evolução em dois mundos (Livro Cientifico)

    Ambos ditados pelo espírito Andre Luis …

    Grande abraço.
    Rafael Pim

  • Manji

    Achei interessante uma orelha da revista “leituras da história” sobre os egípcios, veja só:
    “Você é médico,ponha de lado aquele seu livrinho com o juramento de Hipocrates e aprenda a traduzir hieróglifos.Egiptológos da universidade de Manchester,na Inglaterra,querem destronar o grego conhecido como o pai da medicina e esperam coroar os sábios do Nilo,que o precederam em 1000 anos.Para tanto eles se baseiam no conteúdo dos papiros que ditam substancias e formulas usadas até hoje na medicina.Na lista datada do século 19 a.C.encontram-se produtos farmacêuticos como é mel,resinas e alguns metais conhecidos como antibióticos para o tratamento de feridas.Laxantes poderosos a base de óleo de mamona também constavam da lista,assim como fármacos naturais e eficazes contra cólicas,artrite e vermes.O importante é que isso indica que os egípsios tinham conhecimento da relação de causa e efeito de cada produto que aplicavam a chamada ciência da farmacêutica,que visa a cura pela mudança interna do corpo ativada por meio de substancias terapêuticas.Em outras palavras,quase mil e quinhentos anos antes do esforço de racionalização e sistematização ocorrido na Grécia,a civilização egípsia já se aproximava de uma relação quase cientifica com o corpo humano,mesmo sob uma pratica bastante ritualizada.”

    E ai, o que acha tio?

  • Melquisedeque

    Olá DD,
    òtimo texto e como sempre dúvidas…

    1-Quando diz-se incorporar, no caso da sacerdotisa , a pessoa tem acesso ao mundo espiritual e entra em contato com outros “seres”. O sacerdote entra em um estado de vibração diferente, ele não perde o estado racional podendo ser facilmente “guiada” até por “maus caminhos”?

    @MDD – Sim, ela incorpora, da mesma maneira que os médiuns do kardecismo/umbanda/candomblá. Não, a egrégora do grupo não deixaria…

    2-O wicca é derivado do druída, ou segue oura linha. Existe druídas ainda hoje?

    @MDD – wicca é uma coisa complicada. Tem tanto alucinado e alucinada pink wicca fazendo barbaridades no brasil que isto merece um post especial só sobre estas vertentes.

    3-No caso dos espíritos como oráculos eles também erram?

    @MDD – sim, porque ningume consegue “prever o futuro”. Pode-se ler as correntes astrais e dizer o que acontecerá se estas correntes seguirem inalteradas, mas o livre-arbitrio pode atuar sobre isso, afetando o resultado (na verdade, este é um dos maiores poderes adquiridos com o conhecimento do tarot e oráculos… saber quando vai dar besteira e quando vai dar certo e coordenar os esforços de acordo).

    4-Nas invocações é comum vir espíritos diferentes dos invocados? até para os sacerdotes sérios?

    @MDD – depende da egrégora. Nos locais que eu frequento não… mas como disseram acima, nos médiuns comedores de esfiha de carne, pode vir qualquer coisa, ne?

    abraços

  • Arthur Almeida

    Marcelo, meus parabéns! Recentemente eu havia perguntado sobre a relação entre mediunidade (principalmente a de efeitos físicos – meu caso) e a magia (tal como é considerada pelos ocultistas). E a resposta veio de forma natural, nesse último post. Muito obrigado por iluminar mais um pedacinho desse caminho longo e muitas vezes obscuro que é a busca pela Luz.

  • mozart

    STAR LOST

    Existe um seriado extremamente interessante produzido pela TV inglesa na década de 70 chamada starlost, que esta disponível no Emule. A temática é a seguinte em 2250 a terra é devastada e todos os seus recursos naturais se extinguem, é construída uma enorme nave espacial constituída de uma seção principal e abóbodas, nas abóbodas vários povos são alocados em função de suas diferenças culturais e étnicas, a viagem durara, mas de 100 anos até o novo planeta, daí que com o passar dos anos cada povo morador de cada abóboda gera descendentes, e com o passar dos anos seus descendentes esquecem seu objetivo original e criam varias teorias fantasiosas sobre sua existência ali naquele local, começam a existir os fanáticos religiosos que interpretam de forma transloucada os fenômenos, e os equipamentos tecnológicos deixados pelos pioneiros. Um fazendeiro chamado Devon um contestador questiona as baboseiras é perseguido e foge da abóboda e se descobre na nave espacial, que foi atingida por um asteróide e esta em rota de colisão com um sol, sua luta durante os vários episódios é mostrar aos moradores de outras abóbodas os perigos e conseguir ajuda, mas sempre esbarra na ignorância. Para quem sabe pensar é bem interessante. A analogia com os tempos atuais e com a criação e o desenvolvimento das religiões é bem obvia.

  • Bolívar

    Vcs repararam os banners deste site: http://www.asc.org.br/ aqui no sedentário?

    Olha o ICAR aí gente, mostrando serviço.

    Te cuida Marcelo, os homi tão de olho em vc.

  • Ana

    Oi, Pedro.
    Valeu por esclarecer. Como eu não tinha certeza sobre isso quando fiz a pergunta (achei que poderia ser boato o lance de mulher não poder ser maçon), resolvi ser mais impessoal e perguntar sobre a lista primeiro.

    De qualquer forma, um texto seguinte do DD esclareceu o porquê disso (tem a ver com as energias da mulher e do homem).

    Valeu!

  • Meu primeiro comentário na sua coluna ;]
    Comecei a ler na semana passada, desde o primeiro post até o último.
    O legal é que a maioria das coisas que você coloca na coluna, são todas coisas que eu já imaginava por conta própria, já me questionava sobre isso xD

    Tenho algumas perguntas pra fazer, mas não são sobre esse post, então vou deixar lá no seu blog.

    No meu blog fiz um divuulgação tanto da coluna como do Zeitgeist e to passando pra muitos amigos que já pensavam como eu!

    Parabéns pela “empreitada”!

    Paz

  • Eduardo

    Caro tio tenho duas duvidas
    A primeira é possivel conseguir despertar a kundalini somente com alguns mantras sem um mestre? ong na
    estou lendo este livro voce o recomenda?
    O Livro Amarelo − V. M. Samael Aun Weor
    um fraternal abraço

    @MDD – o Samael é meio bizarro… figurinha polemica. Eu li os livros de kabbalah dele e cheguei á conclusão que ele não sabe nada de Kabbalah. Ele divide as coisas de maneira esquisita, sem nexo, E ele é muito encanado com o sexo… sei lá… recomendo que você gaste seu tempo com autores mais pé-no-chão primeiro.

  • Eduardo

    Acabo de fazer a pergunta se consigo despertar a kundalini com o Kandil Bandil R. e sem esquecer da letra S.
    Sinto que estou muito bem encaminhado no aprendizado com as meditaçoes.
    obrigado

  • Luis Cláudio

    pergunta bem desconexa com o tema, mas o que é a ordem dos illuminati de Khemet, qual a sua relação/hirearquia com o movimento rosacruz?

    @MDD – cara, não sei responder. Nao os conhecia e o site deles é muuuuito esquisito. Não consegui maiores referências… Dois pés atrás…

    abraços fraternais

  • Guilherme Campos

    Galera por favor, tem muitas perguntas q vcs fazem e ja foram respondidas pelo marcelo em materias anteriores, recomendo ler as anteriores pra poupar trabalho um pouco de boa vontade neh … imagina responder a mesma coisa toda materia q sai =(

  • Pingback: Hermes - Metais, Ervas e Pentagramas | Sedentário e Hiperativo - Blog()

  • Flavio Faria

    Grande DD, boa noite!

    Primeiro desculpa por comentar um post passado, mas só consegui tempo hoje.
    Sobre o Michael Faraday, diz que ele não era ocultista. Pelo que consta no livreto de divulgação da AMORC e no site The Secret (http://thesecret.org/members/index.html) que é da AMORC, ele era sim ocultista da R+C.
    Essa informação confere?

    Do demais a coluna está “totalmente excelente”, rs.

    Abraços Fraternais.

  • Petch

    Quanto ao inferno, purgador dos pecados ser representado pelo enxofre, eu me referia à uma metáfora que eu imaginei ser possível, do mesmo jeito que a passagem que diz “vós sois o sal da terra e luz do mundo”.

    obs: faça um post falando das referencias ocultistas dos filmes do Disney^^.
    obs²: seu blog é otimo, os textos que são realmente muito bem escolhido.

  • Pingback: Morpheus - Dream a little dream of me | Sedentário e Hiperativo - Blog()

  • gisele terremoto

    caracaaaa marcelo sua cabeça deve ser gigante pra poder armazenar tanto conhecimeto… to admirada pela sua pessoa…Ps* esse é meu real sobrenome. xx

  • Bruno

    Oi a todos…..procurando sobre Druidas e Carvalhos dei aqui. Vi que todos que tem esses sonhos e visoes , etc. nada mais que a mediunidade. Eu depois de bater cabeca , fui pelo Cardecismo entendendo melhor e pelos ditos ” sonhos” fui tendo cntato c/ os planos dimencionais e seus habitante…..mentores….Entao pelo sentir ou sentimento senti o amor que fuia da natureza e no Shamanismo aprendi , e experiencio esses irmaos …..depois no Bagvadthan (indiano) soube de Brahma e os Kumaras…..e tive quase um sei la o que quando lia…..Sanat , Sananda , Sanatana e Sanaka Kumaras…..e apos alguns anos de meditacao em floestas e templos , numa meditacao Junto c/ amiga medium , tivemos a presenca de Sanat Kumara , percebida por nos dois…..eu nem sabia que ela o conhecia pelomenos de nome…..os Kumaras conhessem todos nos…..Outra informacao (nos meios exotericos) que , Sananda Kumara e’ o nome em outros planos de Jesus. Portanto , os Kumaras (criancas – “o reino dos ceus sera das Criancas”….lembram ?) sao os Filhos Paradisiacos do deus universal Brahma . Administram o universo e seus sistemas galaticos e planetarios. Posteriormente tive contato com a amada Kuan Yin e mais proximo fui literalmente arrebatado pelo Sagrado Principio em meu Espirito…..fiquei no espaco numa unicidade c/ ELE….(ELE e’ o Pai de Brahma, O PRINCIPIO DE TUDO , ou DEUS) e me disse : ” Se as coisas continuam assim , nao criarei planetas indefinidamente p/ os retardatarios) . ELE da o aval de criacao de Tudo !!!! Outras encontros c/ ELE mas c/ carater de espelho de mim mesmo…. O livre arbitreo , nao tao livre como pencam, As Leis Divinas de mundos atua definitivamente Imutaveis …livre escolha do caminho mas nao se livra das consequencias do caminho do erro ……Resumido , a doutrina Divina para evolucao dos seres : Amor , Sabedoria, Inteligencia – Moral – Verdade. Ai das religioes….criadores de fogueiras humanas e algoses de Jesus ………Luz a todos.

  • Pingback: Goécia, Kiumbas e os demônios de verdade | Sedentário & Hiperativo()

  • Paulo Craici

    Olá DD
    Belo post, mas achei que iria responder a muitas perguntas,
    nas quais vc disse que nesse post seriam respondidas..

    Passarei para a seguinte coluna para verificar..
    Abraços

  • Marcelo, tenho 2 perguntas:

    1. É possível que pessoas vejam deus, jesus, santos e anjos como falam os católicos, evangélicos e alguns textos bíblicos?

    2. Mudando de assunto… Em relação a hábitos alimentares, Móises e a Bíblia….. Isso me deixa confuso… Leia Deuteronômio Cap. 14. Aquilo é pra ser interpretado ao pé da letra, possui algum simbolismo ou foi retirado de alguma outra cultura e “infiado” na bíblia?

  • Ludmila

    Oi Marcelo
    Minha orientação religiosa sempre foi mais oriental, estou entrando no mundo da mitologia ocidental agora, e caí meio de paraquedas nos deuses gregos…

    Eu li em outros sites que a deusa tríplice é a representação de Ártemis, Selene e Hécate, nessa ordem, sendo que Ártemis seria a Lua Crescente, Selene a Lua Cheia e Hécate a Nova. No entanto, Selene não é a própria lua? E as representações de Artemis que encontrei quase sempre a retratavam com a Lua Crescente, representada pela curvatura de seu arco. E pra mim isso faz mais sentido, sendo a Lua Cheia então a deusa-mãe, plena em sua maternidade.

    Existe alguma divergência de correntes nesse ponto?

  • Raul de Deus

    Mais uma vez, parabens! e mais uma coisa….
    ->http://www.asc.org.br/<- é sério!? 😛

  • Pigeon Gold

    Parabéns irmão ,muito sensata esta vossa atitude de reconhecer Allan Kardec ,sou um ocultista e pendo para o lado lógico das coisas.
    O espiritismo é muito sério pois é raciocinado e tem extrema relevância no estudo ocultista.

    Porém…

    O que você acha da idéia de singelos mestres do ocultismo como Éliphas Lévi ,Papus e, principalmente,Stanislas de Guaita ,sobre a questão da prática mediúnica ser perigosa e deletéria.Papus e Éliphas são uns doces,mas De Guaita é ácido au referir-se a este aspecto ,afirmando em seu livro”O Templo de Satã”volume dois,que médiuns são seres”doentios”.Sobre minha matiz de observar as coisas ,estamos em contato com o divino segundo a pureza de nosso coração ,assim o Cósmos vai nos atender de qualquer maneira ,sendo esta politeísta ,panteísta ou monoteísta.Posto as coisas desta forma um mago tem tanta importância quanto um médium ,e pelas afinidades astrais ,ambos são fontes de bençãos para a humanidade.

    Mas de sua opinião sobre os ocultistas que citei e este aspecto de raciocínio.

  • Angela

    Olá, eu gostaria de saber de onde você tirou a quarta figura (representação de hécate) e qual o signicado de cada uma das figuras femininas que aparecem nela, se você puder… ah, e eu gostaria de saber se você sabe qual é a relação entre a roda da fortuna e a roda de hecate, além de me esclarecer o que seria a cruz de morrigan… obrigada.