Thanatos – I see dead people

Olá crianças,

Durante nossa última matéria, falamos sobre Matrix, o Plano Astral e as diversas maneiras de se interagir com a esfera de Yesod, o estado de consciência representado pelo Mundo Subterrâneo nas antigas mitologias. Falamos sobre os Psychopompos (os famosos “condutores de almas”) das mitologias antigas e o que eles realmente representam e finalmente fizemos cinco anotações em nossos cadernos, que passaremos a utilizar nesta coluna.
Hoje falaremos sobre fantasmas, espíritos, vampiros e outros habitantes do Plano Astral. Assim que completarmos estas explicações, voltamos para a desmistificação dos Demônios, Encostos e afins. Logo em seguida, começamos a série “Queima ele Jesus!” sobre as cruzadas e os Cavaleiros Templários.

UPDATE: Este final de semana 14/15 terei dois cursos e demorarei para responder os comments, então se o seu comentário não foi respondido, provavelmente só será respondido no domingo a noite ou segunda feira. Não se desespere!

Os Ancestrais e os Planos vibratórios
Em todas as mitologias de todos os povos do planeta, sem exceção, existem contos e textos descrevendo o encontro de seres do Plano Material com seres do Plano Astral. Chamados pelos profanos de Fantasmas, Assombrações, Espíritos, Encostos, Poltergeists, Kamis, Veneráveis, Ancestrais e outros infindáveis nomes, estes seres são basicamente pessoas EXATAMENTE como nós; apenas estão em outra faixa de vibração, indetectável para a maioria das pessoas. Entendendo este princípio simples, fica muito fácil de explicar todos os fenômenos ditos “paranormais” ou “sobrenaturais”…

shaman1.jpg

Para entender como todo este processo de Diferentes Vibrações funciona, vamos fazer uma analogia simples, Analisando nossos cinco sentidos: Em nossa visão, detectamos uma faixa de vibrações do espectro que vai do vermelho ao violeta. Abaixo desta faixa, temos o chamado Infravermelho e acima o Ultravioleta, cores que existem, mas somos incapazes de detectar. O primeiro aparelho capaz de detectar infravermelho foi construído a menos de dois séculos, mas graças às telecomunicações, esta é uma das áreas da ciência ortodoxa que mais avançamos nos últimas décadas.

spectre-electromagnetique.jpg

Nos sons, temos uma faixa audível para o ser humano entre 20Hz e 20kHz. Abaixo deste valor temos os chamados Infrasons e acima disto os chamados Ultrassons, que os seres humanos não são capazes de detectar.
Nos gostos, além dos 4 sabores tradicionais (salgado, doce, azedo e amargo), os cientistas descobriram um quinto sabor, já conhecido há muito tempo pelos orientais com o nome de Umami e recentemente cientistas descobriram que alguns ratos são capazes de sentir um sexto tipo de sabor. Ainda há muito debate sobre isso e os cientistas não chegaram a nenhum acordo a respeito disso, mas sabe-se que existem sabores que não são detectados pelo paladar humano, apenas por alguns animais.
Nos cheiros, existem odores que o ser humano consegue captar e outros que não consegue detectar (chamados ferormônios). O estudo nesta área ainda está engatinhando e mal se projetam aparelhos capazes de detectar odores para uso prático, como detectar explosivos, drogas e outros aparelhos. Nos dias de HOJE, o melhor aparelho para se detectar explosivos continua sendo um cachorro. Ou seja, a ciência ortodoxa não é capaz de detectar com precisão nem ao menos odores ou gostos, quanto mais matéria sutil como a Luz Astral e o Pensamento.
Finalmente chegamos ao tato. Sabemos através de Eisntein que a matéria é energia, coisa que os antigos ocultistas conheciam há milênios (apenas usavam palavras diferentes para expressar a mesma idéia). Todos os objetos considerados “sólidos” são, na verdade, grandes vazios eletromagnéticos compostos de cargas positivas e negativas, que por estarem no mesmo plano de vibração, seus campos eletromagnéticos as repelem, causando a sensação de “físico” que possuímos ao tocar em um objeto “sólido”. Mesmo assim, existem partículas que são tão pequenas que nossos instrumentos não são capazes de pesar, como os Neutrinos (e somos bombardeados o tempo todo por milhões deles por segundo, vindos do Sol).

matrioska1.jpg

Os Sete Corpos
Para os ocultistas, os seres humanos possuem sete corpos. A saber: O Corpo Físico (este de carne e osso), o Duplo Etérico (que possui uma infinidade de nomes, de acordo com a tradição estudada: perispírito, campo etérico, corpo vital, biossoma, corpo ódico, corpo bioplasmático, prânamâyakosha, Veículo de Prana, etc). O Duplo etérico faz a ligação entre nossos corpos mais sutis e o nosso corpo físico, adotando a mesma forma que nosso corpo físico. Estudar o duplo-etérico é extremamente importante para compreendermos a maioria das lendas a respeito de fantasmas e assombrações.
Depois dele vem o Corpo Astral propriamente dito. Aquele que se desdobra nas projeções astrais e que permanece ligado ao físico pelo chamado cordão de prata. Os espíritas chamam este corpo de “alma”, os gregos chamavam de Psique.
O Quarto corpo é chamado Corpo Mental. Aqueles que supõe que a mente é o cérebro estão totalmente equivocados. A mente é energética, pode permanecer independente da matéria densa, pois é um corpo à parte, constituído de matéria mental. A mente elabora os pensamentos que se expressam por meio de cérebro. Pensamentos, mente e cérebro são três coisas totalmente distintas. Como o Kentaro demonstrou em uma coluna antiga, entre o ato de se desejar um movimento e o corpo físico efetivamente se movimentar, há um pequeno intervalo de tempo, necessário para se passar a informação da mente para o corpo astral, para o duplo etérico e finalmente para o corpo físico. O cientista Benjamin Libet chamou isso de “potencial pré-motor”.

Desta maneira, a razão converte a mente em um campo de batalha. O processo de racionalização extremada acaba rompendo as delicadas membranas do corpo mental, aprisionando-os no corpo físico (ver texto sobre Hod). Segundo a filosofia oriental e gnóstica, o pensamento deve fluir silencioso sereno e integralmente, sem o batalhar das antíteses (ver Netzach).
O corpo mental pode viajar através do tempo e do espaço, independentemente do cérebro físico. Em um determinado processo do estudo esotérico, o discípulo aprende a se desdobrar em corpo astral. Já em corpo astral, aprende a abandonar este corpo e a ficar no corpo mental. De acordo com a Teosofia, o corpo mental da raça humana encontra-se no início de sua evolução, estando quase que completamente desorganizado (chamado corpo mental lunar).
O Corpo Causal (ou da Vontade) é o chamado quinto corpo e vem a ser o veículo da alma humana. No ser humano comum, este corpo ainda não está formado, tendo encarnado dentro de si mesmo apenas uma fração da alma humana. Tal fração é denominada “essência” e no zen budismo japonês “Budhata”. É a Lua dos Alquimistas, a princesa dos contos de fadas, que precisa ser libertada dos castelos do Mundo Material.
Podemos e devemos estabelecer diferença entre o seu corpo da vontade de seres humanos comuns e correntes, do tipo lunar e o corpo da vontade consciente de um Mestre. O legítimo corpo da vontade permite ao adepto realizar ações nascidas da vontade consciente e determinar circunstâncias. O Corpo Causal é a tal “força de vontade” que os leigos tanto apregoaram em filmes como “o Segredo”. É através deste corpo que materializamos nossas “telas mentais” para a realização de desejos.
O sexto corpo é chamado de ” Budhi ” ou Alma Divina. É um corpo totalmente radiante que todo ser humano possui, porém, ao qual ainda não está intimamente ligado. É Tiferet na Kabbalah, o “Espírito Crístico” de Jesus, o deus-solar dos Antigos e o Sol do Casamento alquímico dos hermetistas. É o cavaleiro de Armadura Brilhante dos contos de fadas. Quando desenvolvido plenamente, faz com que nos tornemos verdadeiramente iluminados.
O sétimo corpo é chamado Átmico, Atman ou Atmã. Chamado também de o Deus interno, o real ser, o íntimo de cada um, o EU SOU.
Atman, em si mesmo é o ser inefável, o que está além do tempo e da eternidade. Não morre e nem se reencarna, é absolutamente perfeito. Atman se desdobra na alma espiritual, esta se desdobrando na alma humana, a alma humana se desdobra na essência e essa essência se encarna em seus quatro veículos (corpo físico, etérico, astral e mental), se veste com eles.

uk_oldtimeaura.jpg

Isto colocado, podemos entender o primeiro deus Psycopompo: Thanatos, o Deus dos Mortos. O Plano Astral é a morada daqueles que ainda não encarnaram ou que estão em fase intermediária entre duas encarnações.
Quando uma pessoa morre (ou “desencarna”, ou “passa para o oriente eterno”, como preferirem), ela abandona seu corpo material e permanece no Astral com seus seis corpos sutis, na forma que seu duplo-etérico (perispírito) possuía quando faleceu. Neste ponto de nossa trama, existem MUITAS histórias e possibilidades. Estas pessoas são chamadas de “Espíritos” pelos kardecistas e são eles que se comunicam na maioria das vezes em sessões mediúnicas. Eles também formam os “encostos”, “assombrações”, “fantasmas” e outros.
Após algum tempo no Astral, os mortos abandonam seu duplo etérico, que se dissolve, e permanecem apenas com seu Corpo Astral, que vai para Planos de Consciência mais sutis, onde recebe outro duplo-etérico na ocasião de um novo nascimento. Quanto mais evoluído é o espírito, menos tempo ele passa na forma de seu Perispírito.

Cascões Astrais
quando o duplo-etérico é abandonado, ele pode resultar nos chamados cascões astrais, que são formas vazias possuidoras da imagem de alguém que faleceu recentemente. Muitas vezes estes cascões astrais podem ser habitados temporariamente por elementais (muitas vezes as imagens projetadas em centros espíritas não são na realidade a pessoa falecida, mas apenas o cascão astral dela, animado por um elemental). Os ocultistas chamam estes seres de Doppelgangers.

sextosentido.jpg

“Eles se movem por ai, como pessoas normais. Vêem o que querem ver, e não enxergam uns aos outros”
No Plano Astral, o duplo etérico funciona EXATAMENTE como nosso corpo físico, limitado apenas pelo nosso subconsciente. Se uma pessoa acredita que a parede é sólida, então ela se torna sólida para ele. Se é um iniciado e sabe que pode atravessar uma parede, então ele assim o fará (mas como veremos a seguir, a imensa maioria dos habitantes do astral é tão ignorante quanto suas contrapartes do Plano Físico). A Vontade (Thelema) é o que realmente comanda dentro dos Planos sutis. As pessoas que sabem como Yesod funciona rapidamente se tornam “chefes” das massas ignorantes de espíritos.

I see dead people
No Astral, as pessoas enxergarão aquilo que estiver na mesma freqüência de vibração que elas; muitas vezes não saberão sequer que estão mortos. Já tive experiências de resgate em que as pessoas simplesmente não acreditavam que haviam morrido. A senhora havia falecido durante o sono e achava que seus netos e filhos apenas não prestavam mais atenção a ela…
Alguns animais (gatos especialmente) são capazes de sentir estas vibrações. Crianças e sensitivos também enxergam dentro de algumas faixas do Astral. O nome que se dá para as pessoas que possuem estas faculdades é Clarividente (antigamente chamados de médiuns-videntes) embora existam também Clariaudientes (que escutam), olfativos (que sentem cheiros) e táteis (que sentem impressões). Hoje em dia termos como “videntes” não são muito utilizados, pois acabaram se tornando associados a charlatões e vigaristas.
Importante ressaltar que estas faculdades não estão necessariamente conectadas entre si: Um médium pode incorporar (usando a psicografia, psicofonia e etc) e não ter clarevidência nenhuma, por exemplo.
Problemas de esquizofrenia são frequente em médiuns ostensivos, que possuem a capacidade física da mediunidade. A glândula pineal manda toda essa carga de informações para o hipotálamo e afins, assim surgindo vários problemas. O médium treinado recebe essas informações pelo lobo-pré frontal, o a parte cerebral que lida com a ética humana (Dr. Sérgio Felipe de Oliveira).

Enxergar o Astral, exige um misto de habilidade nata e treino. Há pessoas que nascem com este dom (assim como pessoas nascem daltônicas, ou seja, enxergam menos cores no espectro, outras nascem clarividentes e enxergam uma gama maior de frequencias vibratórias) enquanto outras precisam treinar por anos a fio para desenvolver estas faculdades.
Existem alguns facilitadores para despertar estes processos. Um deles é o vegetarianismo. Limpar o corpo das impurezas energéticas contidas na carne facilita o despertar destes sentidos; não beber, não fumar e manter o corpo sem relações sexuais por alguns dias também vai facilitar o processo (não apenas disso, mas de projeções astrais também).

vampire.jpg

Fantasmas, Vampiros e Aparições
Antigamente, as pessoas se alimentavam com comidas mais limpas, sem toxinas, agrotóxicos, venenos, sabores artificiais e conservantes químicos, e possuíam mais propensão ao contato mediúnico. A explicação ridícula que se ouve por ai é que as pessoas de antigamente eram mais burras ou supersticiosas, ou esquizofrênicas, por isto acreditavam em fantasmas. Como já foi demonstrado e provado inúmeras vezes, a maioria dos casos de “loucura” nada mais é do que mediunidade exacerbada somada a ignorância cética. Os astrólogos de antigamente chamavam a casa 12 no Mapa Astral de “Casa dos Loucos” porque constatavam que a grande maioria dos internos dos institutos de psiquiatria possuíam muitos planetas no signo de Peixes nesta casa.
No campo, onde a alimentação e o ar eram mais saudáveis, estes efeitos de contato entre o Material e o Astral eram mais freqüêntes e algumas pessoas conseguiam enxergar os espíritos obsessores agindo. Destes contatos surgiram as lendas dos vampiros, lobisomens e bruxas voadoras.
Vamos explicar algumas das características dos vampiros de maneira científica:
1) Obsessores são entidades astrais que se conectam à pessoas vivas com o objetivo de sugarem fluidos sutis. Um corpo astral não é capaz de fumar, nem de obter prazer a partir da ingestão de nicotina, mas pode se “encostar” em uma pessoa e, através do chakra Umeral (um chakra que fica na parte de trás da nuca), absorver as sensações de prazer que o fumante possui quando traga um cigarro. Este processo de fluidificação é o mesmo usado pelos kimbas (espíritos trevosos) para absorver o sangue de um sacrifício ou a comida de um despacho de macumba (explicarei sobre isso mais para a frente). Obsessores também se “alimentam” de sensações: alegria, tristeza, dor, saudade, raiva… boa parte dos casos de DEPRESSÃO nada mais são do que obsessores que incitam estas sensações na pessoa para depois se alimentarem delas.
Por precisarem estar literalmente acoplados energeticamente em suas vítimas, os kardecistas os chamaram de “espíritos obsessores”, os espiritualistas chamam de “espíritos encostados” e os toscos dos evangélicos adaptaram a expressão para “encostos”. Da posição de “sugar o pescoço” surgiu a lenda que vampiros mordem o pescoço de suas vítimas.
2) Estas entidades existem apenas no Plano Astral. Quando um vidente as enxergava diante do espelho, via apenas a criatura, mas não seu reflexo (pois o espelho reflete apenas o Plano Material). Disto vem a lenda de que os Vampiros não possuem reflexo em espelhos.
3) as entidades mais baixas são constuídas de miasmas astrais (restos energéticos que compõem os cascões usados por estes seres para se manifestar no Astral, de maneira semelhante ao duplo-etérico) e a luz solar dissolve estes miasmas. Disto surgiu a lenda que vampiros queimam no sol, pois seus cascões astrais são literalmente DISSOLVIDOS pela luz solar (você nunca reparou que pessoas depressivas evitam ao máximo a luz solar?).
4) Água Lustral também é outro material que afeta o Plano Astral. Água Lustral é feita a partir de sal marinho e água (água do mar também serve). É o motivo pelo qual os Orixás recomendam tanto banhos de mar para ajudar em problemas espirituais, além de ser um dos locais mais fortes para despachos. Surfistas, nadadores, mergulhadores e pessoas que trabalham com o mar também concordam com a sensação de limpeza que o mar traz quando se lida com ele. A Igreja Católica, que tudo copia, também apoderou-se da água lustral, só que a chama de “Água Benta”. Ao utilizarmos água lustral em nossos rituais, dissolvemos as miasmas astrais. Disto resultou na lenda de que vampiros são afetados por água benta. Ela literalmente corrói a “pele” dos obsessores e cascões astrais. Também explica a lenda de que os vampiros não podem cruzar água corrente.
5) símbolos religiosos, assim como a baqueta ou “varinha mágica”, são canalizadores da Vontade (Thelema) do ocultista. Através dele, podemos forçar nossa vontade a dissolver o miasma dos cascões astrais e forçar a entidade para fora do cascão que está acoplado na pessoa (esta é uma das bases do Exorcismo, que explicarei em posts mais adiante). Já sabendo disso, estas entidades se afastam da presença do mago. Por isto que se diz nas lendas que “a cruz só funciona com quem acredita nela”. A Baqueta, quando atravessada no cascão astral, também dissolve completamente o miasma. Por isso dizem que vampiros tem medo do crucifixo. A baqueta de madeira atravessando o corpo do obsessor também é a origem da “estaca” matando vampiros.
6) Igrejas e Templos (rosacruzes, maçônicos, thelemitas…) normalmente possuem egrégoras e rituais especiais que impedem a presença deste tipo de criatura. Dizemos que o templo “está coberto” contra a presença destas entidades. Por esta razão, as lendas dizem que demônios, assombrações e vampiros não podem pisar “solo sagrado”.
7) Obsessores e obsediados mantém uma relação de harmonia vibratória entre eles. Um espírito obsessor só consegue permanecer em um local onde haja uma afinidade emocional ou vibracional, caso contrário eles não serão capazes de acoplar ou serão mantidos afastados. Disto surgiu a lenda de que vampiros só podem entrar em um local se forem convidados (valeu pela lembrança, Thahy).

Uma das coisas mais interessantes sobre as lendas dos vampiros é que Bram Stoker, o escritor que imortalizou o Drácula, era membro da Golden Dawn, uma ordem iniciática muito conhecida no começo do século XIX. Quando ele colocou estas características em seu romance, ele sabia muito bem sobre o que estava escrevendo.

Ainda existem MUITAS coisas para serem ditas a respeito do Plano Astral. Na próxima coluna, falarei sobre comunicação entre médiuns e espíritos, mas gostaria de um favor: como o assunto é por demais extenso, gostaria que desta vez vocês fizessem perguntas apenas sobre Espíritos e o Plano Espiritual/Astral. Ignorarei todas as perguntas que não forem pertinentes ao tema e responderei as pertinentes no próprio corpo do comentário, para formar uma espécie de FAQ sobre o assunto.

——
Cursos
28/06 – Astrologia Hermética
29/06 – Tarot – Arcanos Maiores

– O pessoal de Fortaleza e Rio de Janeiro interessado nos cursos de Julho escreva para [email protected] que eu passarei detalhes.
– Coloquei para download no site da Daemon um pequeno preview de dez páginas da Enciclopédia de Mitologia, para que vocês possam ter uma idéia de como ficou.
– Nossa comunidade do Orkut continua a todo vapor.
– Visite meu Blog com matérias anteriores e comentários novos.

Twitter oficial do autor da Coluna Teoria da Conspiração.

  • ah meu querido!!!

    você tinha absoluta razão!
    AMEI esta coluna!

    [e bem q poderia incluir a sinestesia na listinha de fenomenos q a ciencia ainda nao consegue explicar, né? 😉 ]

  • Marcelo, minha pergunta é antiga:

    Você disse que “cada um está exatamente onde deveria dentro da árvore da vida”, e citou como exemplo os ateus fanáticos e religiosos fanáticos. Então, não há nada de “errado” ou anti-natural em tentar crescer na árvore, percorrendo os caminhos da iluminação? Espero ter sido claro…

    @MDD – Na verdade, esse é JUSTAMENTE o objetivo de se autoconhecer. Não “seguir” aos Budas, mas tornar-se um.

  • rodrigo de jamiél

    olá DD
    Ótima coluna!!!
    Tenho duas duvidas??
    Somos capazes mais por estarmos com nossa mente e espirito atrelados no mundo material somos cegados por nós mesmos,sendo que existem possoas que já nascem com um “dom” ou uma percepção evoluida em relaão a maioria os chamados para-normais ou médium? certo;nesses casos aquelas pessoas ditas como neurticas ou locas também tem essa mesma percepção???

    @MDD – As vezes sim, as vezes não. É preciso saber separar o que é um fenômeno mediúnico genuíno do que é paranóia ou alucinações causadas pela própria mente da pessoa. E esta éa parte mais complicada.

    Asegunda duvida é sobre o desenvolvimento dessas percepções nós mesmos podemos evoluir sozinhos com tecnicas ou estudos ou é pressciso ser de alguma ordem???existe exercicios que desenvolva nossas percepções???

    @MDD – Pode-se evoluir e praticar sozinho, mas a palavra “ordem” é muito pesada, a menos que você considere centros espíritas, kardecistas, umbandistas, candomblé, budistas e outros como sendo “ordens”.

    Ops!!! mais uma!!! tem relação com a ultima as técnicas para abrir os chakras ou desenvolve-los tu pode passar???

    @MDD – Já passei as básicas em posts anteriores.

  • Bicineri

    Ouvi dizer certa vez que quando um medium,vê enxerga um espirito é porque este é “do bem”,os espiritos “do mal”,o medium não consegue ver só sentir.é verdade?

    @MDD – Um médium vidente vai enxergar apenas quem está na mesma frequencia vibratória que ele. Tanto os mais elevados quanto os mais atrasados que ele serão apenas sentidos (SE o médium possuir tal faculdade também). Entendendo desta forma, sim, o que você escutou está certo, em termos.

    E sobre o Karma?a divida que não foi quitada,será paga em outra reencarnação?

    @MDD – uma coisa que precisa ficar bem clara é que Karma não é “castigo” por más ações e nem “prêmio” por boas ações… é apenas a reação natural de equilíbrio. Ele não é “pago”, mas ações dentro do universo ocorrem para equilibrar a sua conta de ações… “bem” e “mal” são conceitos humanos.

  • Albert Pike

    Meu caro MDD,

    Obviamente não iria perder uma chancezinha de falar mal da Igreja, mesmo que seja acusá-la de plágio. Tsc, tsc. Eu creio que em pouco tempo seus leitores começarão a perceber que, mais que ensinar, o Sr. quer criar picuinhas contra as religiões.
    Em tempo, a água benta não contém sal. Assim, não é “lustral”, é bendita, consagrada, o que é beeeem diferente. A água benta, simbolo de pureza interior, é consagrada pelo sacerdote para fins apostólicos e em uso nos rituais da liturgia.

    @MDD – A Água Lustral também é consagrada; não é “apenas” água com sal marinho. Já era realizada muitos séculos antes da Igreja Católica, nas cerimônias budistas, através da cerimônia conhecida como “Paritrana”, na qual se acendia e consumia totalmente uma vela sobre a água a ser abençoada. Os Gregos conheciam este ritual como “Chernips”, quando extinguiam a chama de uma tocha dentro de uma água a ser consagrada pelo sacerdote. Quando os romanos adotaram esta prática, mudaram o nome para “Aqua Lustrare” nas cerimônias mitraicas, isso muitos séculos antes de Constantino. Os Sikhs também consagram sua água, chamada “amrit”. Como vê, a Igreja Católica não apenas copia tudo, mas copia toscamente, pois a água com sal marinho ou cinzas dos ocultistas é mais efetiva no Plano Astral do que água de torneira.

  • Padre Quevedo

    Isso non Ecziste!

  • Albert Pike

    Caro MDD,
    Em tempo, e para ser ainda mais justo com os seus leitores. A água benta, na liturgia da ICAR tem o nome oficial de Água Lustral, que deriva do latin “Lustrare”, ou seja, purificar. Exatamente como eu disse: “simbolo da pureza interior”.
    Lustrare vem do Latim. Latim, língua oficial de Roma, Roma=Católicos. Hummm, quem copiou quem?

    @MDD – Eu disse isso ali em cima… parece que você REALMENTE tem algum problema em relação ao espaço-tempo em que as coisas acontecem, ne? vou escrever bem devagar para ver se você entende… gregos… chernips… romanos… lustrare… OITOCENTOS ANOS DEPOIS… Constantino… religião católica… água benta…

  • Thiago Habib, demasiado Habib

    Não demore tanto de postaaaarr!!!!
    Me sinto sufocado! heheheheh

    Nenhum comentário mais sobre o Sefira ha Omer? Pensei que fosse postar alguma coisa mais sobre o Shavuot para fechar.

    Mas, tudo bem! É bom ler algo novo da sua parte.
    Então, vamos à leitura!

  • Élder

    Oi Marcelo.

    Entendi errado ou no astral ficam somente seres menos evoluídos? Qual a diferença entre espíritos humanos e elementais sob o ponto de vista físico? Entidades como kiumbas por exemplo, podem ser humanos ou é outra coisa?

    @MDD – Assim como em Malkuth (Mundo Material), o Astral tem gente de todo tipo… de Hitlers a Madre Teresas. A diferença entre humanos e elementais é que humanos encarnam periodicamente e elementais nunca encarnaram. São linhas de evolução paralelas. Os kiumbas geralmente são espíritos humanos. Os elementais/devas usados nos ritos afros são chamados de Orixás ou Exús.

  • rafael

    Marcelo,
    gostaria de uma explicação de uma coisa que ouvimos o tempo todo..
    O que acontecem com os suicidas no plano astral?

    @MDD – Eles são levados para um lugar que os kardecistas chamam de “Vale dos Suicidas” (uma região do Baixo-Umbral onde aqueles que cometem tais atos são levados por espíritos mais evoluídos como castigo). Foi descrito como “bosque dos suicidas” pelo Iniciado Dante Alighieri em seu poema “A Divina Comédia” e é basicamente a única maneira de se perder o livre Arbítrio. Ali ficam até terminarem o período-base que teriam encarnado, antes de serem relocados nos hospitais astrais e reencarnarem.

  • Junior

    Eu estou tendo algumas experiencias diferentes, ( nao sei bem como dizer ) mas depois que passei a acompanhar sua coluna, fazer os exercicios ( nao fiz todos so os dos chakras e de concentraçao ) passei a sentir algumas coisas que não sentia.
    Passei a ouvir coisas que, ainda, não consigo explicar, a ouvir ruidos diversos e ainda a sentir cheiros e presenças… apesar do pouco de medo, que eu acho que foi coisa “implantada” pelas otoridades, quero conseguir entender melhor isso, eu estou pensando em frequentar algum centro Kardecista e praticar kung fu, mas gostaria de saber sua opinião sobre isso …

    @MDD – Vai fundo.

  • Meus parabéns…eu nunca entendi mto bem o funcionamento das coisas “do outro lado”, mas gostei de saber q tem gente q pensa assim q nem vc cara!
    té mais e acompanharei sempre essa coluna (e tb lerei as anteriores)

  • Rodrigo Dias

    Depois de colunas e mais colunas sem fazer nenhuma pergunta, eis que me manifesto novamente:

    “Alguns animais (gatos especialmente) são capazes de sentir estas vibrações”.

    No filme “A Múmia” tem uma cena em que ao ver um gato a múmia cobre o rosto com o braço (como quem se protege ou coisa do tipo) e foge. Os gatos sentem/percebem os encostos e lhes causam algo mais além disso ou foi só invenção do filme?
    Espero que seja interessante a ponto de ser respondida!

    @MDD – Gatos já eram reconhecidos como capazes de sentir estas vibrações desde o antigo Egito, quando eram considerados animais sagrados. Os coitados acabaram sendo considerados “animais de bruxas” posteriormente.

  • Marcell”

    Saudações, Tio DD.
    Belo post… mas como hoje eu estou ligado no modo “chato” eu vou começar os questionamentos:

    01. Eu fui educado como espírita, a doutrina não me supria mais então abandonei, mas acho que você se equivocou… o termo correto para vampiros é mesmo “espíritos obsessores”, não tenho certeza quanto ao termo “espíritos encostados”, mas acho que você está misturando com os espíritos estacionados… que se recusam a evoluir (ou qualquer que seja a denominação que se dê).

    @MDD – Não me equivoquei. Ambos os termos são usados como sinônimos de vampiros.

    02. Nunca havia ouvido falar em mediunidade olfativa, mas pelo contrário, já ouvi falar em mediunidade de outros tipos não citados, como de transporte.

    @MDD – Que bom. você aprendeu mais uma coisa, então! Existem muitos outros tipos de mediunidade, mas só vou abordá-las nos próximos posts.

    03. Ao que eu saiba a lenda dos lobisomens é derivada de uma desculpa idiota das pessoas para matar aqueles que sofriam de raiva (hidrofobia). Basta associar as causas e efeitos… talvez em algum ponto as duas coisas tenham se misturado, mas não sei dizer ao certo.

    @MDD – também foi usada como desculpapara matar os não-católicos. Mas a causa grega, o Likantropos, vem da interação com o astral e das visões dos homens-fera. Claro que há uma mistura disto com a hidrofobia e diversos outros aspectos que acabam se misturando e dando origem às lendas.

    04. Sempre aprendi, enquanto estudava, que mediunidade não podia ser “aprendida”, sempre há casos de pessoas que se tornam médiuns já depois de adultas, mas nunca ouvi dizer que haviam treinado para tal.

    @MDD – Mas elas podem. Waldo Vieira se separou de Chico Xavier justamente por isso, pela postura extremamente passiva dos kardecistas que seguiam o Chico. Waldo criou o IIPC justamente para estudar cientificamente e de maneira laica (sem evangelhos segundo o espiritismo)os fenômenos astrais.

    Bem… o começo do post me lembrou algo que eu discutia hoje com alguns irmãos… somos tão cegos nas medíocres três dimensões que percebemos… imagine em 11, como a física cogita…

  • J

    Tio Duck Dodgers =), você comentou sobre os vampiros lendários, mas e os “vampiros” de carne e osso, pessoas “normais” que drenam energia de outras? (Vc pode abordar isso agora?)
    Há alguma maneira prática e eficaz de reconhecer e se proteger desse tipo?

    @MDD – vampiros psíquicos e dreno energético entrarão nas próximas colunas.

  • Thiago Habib, demasiado Habib

    Texto lido, tenho uma dúvida, cara:
    Onde se encaixa a proéxis entre esses 7 corpos?
    Valeu, e até mais!

    @MDD – Argh… eu odeio esses neologismos da conscienciologia. Fale em língua de gente! hehehe
    Proéxis é a programação dharmica; não tem a ver com nenhum dos 7 corpos. É algo que você se propõe a fazer antes de encarnar. Ela entraria a partir do terceiro corpo, sendo programada para entrar em efeito ao nascimento do novo corpo na Terra.

  • tz07

    Pra mim esse foi o MELHOR ARTIGO da coluna, até agora. Acho que esse é o tipo de informação que nos vai ser útil na PRÁTICA (mas entendo o fato de ter sido preciso “preparar o terrero” para chegar até aqui).

    Sobre as perguntas “permitidas”, eu gostaria de saber se você vai passar alguns exercícios para identificarmos quando tiver algum “vampiro” na gente, práticas para ficarmos livres dessas coisas prejudiciais e, insistindo mais uma vez, algumas ténicas para projeção astral! 😀

    Abraços e parabéns!

  • Kleber

    Interessante.. Sei muito pouco disso tudo mas quando uma pessoa vai para o plano astral o nivel que ela acaba indo depende da sua vibração certo?

    Eu involuntariamente ja tive uma experiencia astral (creio eu ao menos) no dia comecei a me sentir relaxado (o que é absolutamente incomum comigo) e derrepente me vi como se estivesse voando em um amontoado de fumaça roxa escura e verde que parecia girar como se minha mente estivesse num liquidificador. Nao encontrei nada la mas sinti como se minha mente tivesse sido revirada de cabeça pra baixo.

    Teoricamente fui a um plano negativo (vale lembrar que na epoca eu estava muito bem comigo mesmo) e entre outras ja me disseram que minha aura é bem escura, embora eu defnitivamente nao seja mal ou coisa do tipo, disseram que é porque sou muito cetico ou negativo (realista haha)… Minha duvida, é: seria essa a razao pra eu estar tao ligado ao plano negativo? isso e tao prejudicial assim ou eu so falei merda e nao tem nada a ver?

    @MDD – Não tem nada a ver. A descrição não bate com as regiões umbralinas, mas não faço idéia de que tipo de vibração você se conectou. Precisaria de mais detalhes para responder.

    Enfim, muito boa suas materias, parabens mesmo.

  • Júlio César

    Belo texto Del Debbio!!!!

    Só uma dúvida que tenho faz tempo: nossos corpos mais sutis também sofrem da hereditariedade? Ou seja, recebem características de outros corpos?

    @MDD – Não. Isso só vale para os corpos nascidos de relações sexuais, ou seja, corpos materiais encarnados. A partir do terceiro corpo (astral), não temos sexo nem raça, que dirá traços hereditários…

  • Vinicius

    Olá Marcelo. Primeiramente gostaria de agradecer por escrever sobre tais assuntos. São bastante esclarecedores.

    Inicialmente, gostaria de saber a relação dos sonhos com o plano astral. Assim.. existe uma facilidade de atingir o plano astral quando se esta dormindo? Existem perigos quando se explora o plano astral?

    @MDD – chegaremos lá em “morpheus”. Sim, existem perigos.

    Você comentou sobre a chegada de espíritos para se aproveitar da Nicotina quando alguém está fumando. Isso também acontece com a bebida certo? Quando as pessoas bebem bastante e acabam esquecendo do que fizeram ou normalmente fazem coisas que não costumam fazer, isso também está relacionado com os espíritos?

    @MDD – Quando alguém bebe até passar da conta, podem acontecer várias coisas… desde um prosaico “curto-circuito” temporário no cérebro de carne causada pela bebida até disposição para influencias mentais e psíquicas de obsessores. Não adianta beber e fazer besteiras e depois querer jogar a culpa nos espíritos ou no capeta.

    Outra coisa que me despertou a curiosidade foi o sonambulismo. Seria algo relacionado a presença de espíritos e o plano atral?

    @MDD – Sonambulismo sim, está relacionado ao astral. É o controle subconsciente do corpo material pelo corpo mental.

    Muito obrigado pelos textos.. são deveras legais 😀

  • André” Bevic

    Bom Tio Marcelo?
    To tendo problemas de sair involuntariamente para o plano astral quando acordo,tem alguma explicação isso?E tambem estou tendo paralisia do sono de uma maneira acima do desejado tambem quando acordo,tem alguma relação entre eu sair do corpo e a paralisia?Eu tambem tenho dificuldade pra me reconhecer no plano astral,geralmente penso que estou acordado,alguma dica pra eu poder me reconhecer no astral?

    @MDD – tente fazer alguma coisa que obviamente nao conseguiria fazer no físico como levitar ou atravessar paredes. Por via das dúvidas, não tente se atirar pela janela, ok? Normalmente, olhar para sua cama já vai te dar a indicação que você está em projeção, se você avistar seu corpo deitado.
    Abraços Fraternos

  • Vimerson

    Tio DD
    Afinal

    1- quando desencarnamos o que fica de nós? a nossa consciência fica completa? isso é, eu pensarei do mesmo jeito que penso no plano físico com minhas emoções (raiva, medo, inveja, bondade etc)? ou minha consciência se ampliará? se isso for verdade o corpo físico na verdade é uma barreira para o desenvolvimento do espírito?

    @MDD – ficam as lembranças e as experiências e todo o aprendizado. Você pensará a princípio da mesma maneira que pensa no físico. Com o tempo, enquanto se livra do duplo-etérico, vai se recordando das outras vidas e anexando estas experiências aos corpos mais sutis, então, como no mito da Fênix, cada reencarnação representa um conhecimento maior e uma evolução.

    2 – Tem-se vários planos astrais? pois cada religião tem o seu plano/céu/inferno. Isto é, para o católico seu plano astral será ou céu ou inferno? para um muçulmano existiraá realmente as virgens ou o mármore do inferno? enfim, existe um plano astral “puro”, isso é, o verdadeiro livre dos dogmas pensados nos planos físicos?

    @MDD – Sim, tem-se vários níveis astrais. A Teosofia fala em 49 (7 níveis vezes 7 subníveis). Vou falar sobre as origens do Céu e do Inferno mais para a frente.
    agradecido

  • Hunter Dog

    Aooow Marcelo
    me diga uma coisa, do ponto de vista ocultista… é verdade que a masturbação atrai esse encostos? E o sexo? Tem o mesmo poder? Em caso afirmativo, existe uma técnica de auto-limpeza ou algo do tipo?

    @MDD – Não “atrai”, mas sim CRIA entidades astrais, chamadas succubus ou incubbus. Como já havia dito em posts anteriores,as bases da criação astral são vontade+imaginação+emoçao. Na masturbação em excesso você tem todas estas características: vontade de possuir uma garota, imaginação para visualizar e emoção, somado a fluidos corpóreos. Junte isso com características ritualisticas (mesmo horario, mesma maneira, repetições) e você terá uma construção astral que ficará ao seu lado, se alimentando destas emoções e querendo cada vez mais…
    Auto-limpeza começa ficando um ciclo lunar sem se masturbar. Isto deverá ser suficiente para livrá-lo de sua succubus. Para saber o seu grau de envolvimento, faça a si mesmo a pergunta: “eu me masturbo porque gosto ou eu “preciso” me masturbar excessivamente?” Se for como um vício, com boa dose de certeza você criou uma destas entidades…

  • Matheus

    Gostaria de saber se realmente existem “almas-gêmeas” e se você ama muito uma pessoa, esse amor existirá também no plano astral quando os dois tiverem falecido.

    @MDD – existem, mas não no sentido tosco que as revistinhas ridiculas de esquisoterismo apregoam. As verdadeiras almas gêmeas só podem se reconhecer se ambas estiverem em um grau de evolução muito grande, que muito pouca gente encarnada está. Estes exemplos de folhetim que temos por aí são meros desejos carnais de seres humanos; muito longe do que seriam “almas gêmeas” reais.

  • Catapa

    Vlad Tepes, o drácula de Bram Stoker, foi só um bônus para o escritor? Algo do tipo, um herói nacional/monstro sanguinário que criou um mito em redor de seu nome. Dá muita “credibilidade” pro escritor. Mas há algum motivo por trás disso, ou foi apenas coincidência?

    @MDD – Bram apenas juntou ficção com conhecimentos ocultistas reais que ele possuía e os reuniu em uma bela obra de ficção. Uma espécie de Código Davinci do seu tempo.

  • Grousscoff

    Em primeiro lugar… Ótimo texto, pra variar né 🙂

    Uma questão que sempre me chamou a atenção. Não estou conseguindo formular bem a pergunta mas acho que você vai entender. Considerando que “boa parte” das “entidades” do Astral são desencarnados exatamente como nós, o que dizer das pessoas que supostamente entendem do assunto e usam estas entidades como meio de se obter informações? Não estou falando necessariamente da cambada de esquisotéricos (como vc costuma dizer), mas também de pessoas até “com boas intenções” que fazem seções, consultas, previsões, etc. Qual o grau de confiança nisso, uma vez que boa parte do povo do astral são pessoas exatamente como nós (isso sem contar outros detalhes)?

    @MDD – Nenhum grau de confiança. Eles carregam muitas vezes os mesmos preconceitos, defeitos e maldades que nós carregamos no Plano Físico. Só possuem a facilidade de “olhar” as pessoas do “outro lado”. Muitos espíritos tem facilidade em identificar doenças, porque eles observam as anomalias na sua aura e entendem o que isso representam (falarei sobre isso no próximo post, quando falarei sobre “orixás e banhos de ervas”). Eu vejo muito isso quando dou cursos de tarot e alguem sempre fala “eu fuina cigana tal e ela falou isso isso e aquilo” e eu sei que o tarot _NÃO_ tem como te dizer aquelas coisas; que obviamente a mulher tem algum grau de mediunidade e o espírito que estava ali soprou estas informações para ela… infelizmente isso é muito comum (desconsiderando a charlatanice e supondo alguém de boa-fé).

    Outro detalhe. E as comunicações com entidades que se afirmam anjos (ou demônios), o que dizer da “veracidade”\”honestidade” (ta, eu sei que o termo honestidade não cabe bem ao caso mas acho que vc entendeu o que eu quis dizer hehe) dessas entidades com base nos mesmos argumentos do primeiro parágrafo?

    @MDD – mesmos argumentos acima. Anjos (no sentido de “72 emanações da palavra de Deus”) não aparecem para qualquer zé mané. Existe muita preparação para se estar apto a contactar uma entidade destas. O que mais se vê são os chamados “espíritos zombeteiros” tentando se fazer passar por outras entidades por N motivos diferentes, mas geralmente para se divertir às custas do esquisotérico ou crente.

    Parabéns pela coluna!!! Vc está me esclarecendo mais que muito texto que já li 🙂

  • Richard

    Vc já havia mencionado sobre o tema em posts anteriores, mas este vc focou o tema e foi bem objetivo. Parabéns.
    Organizar os posts de forma a apresentar mais sobre as sefirás é ótimo.
    Por favor, por onde posso começar o treinamento para desenvolver minha visão? Qualquer dica é bem vinda (site, livro, etc.)

    Abraço fraternal, paz profunda

  • Loser

    Bom, como sempre!

    Vamos ver o nível de mente aberta do resto do pessoal.

  • msd

    ola del debbio gostei muito do texto. sempre acompanho seus textos. Gostaria de fazer duas perguntas:
    1- as entidades, vampiros, existem em grande quantidade no plano astral?

    @MDD – GRANDE quantidade.

    2-quais pessoas sao mais propensas a serem ‘atacadas’ por essas entidades?

    @MDD – quanto menos Vontade (thelema), maior a propensão. Falarei sobre ataques astrais daqui 2 colunas.

  • Dea

    Então essa que é a lógica por trás do banho de sal grosso…

    @MDD – e dos banhos de ervas… o orixá enxerga sua aura, vê o que está desequilibrado, sabe qual planta possui a energia que vai ressoar com este desequilíbrio e recomenda o banho de planta específico. Por isso cada orixá tem suas 21 ervas. A seiva é o “sangue” da planta ea água é o condutor destas energias no astral.

    Tio DD, pode ocorrer de pessoas com muita mediunidade mas pouco conhecimento de como, pelo menos, “lidar” com essa mediunidade, acabarem se tornando alcoólatras e fumantes compulsivos como forma de “fuga”?
    Qual o efeito (falta de efeito, ou efeito colateral) das drogas anti-depressivas e afins no Plano Astral? Deficit de Atenção em crianças está relacionado a “isso tudo”?

    @MDD – sim, totalmente. A chance de médiuns mal direcionados serem afetados por entidades baixas é muito grande. Pense neles como um “rádio”. A frequencia que eles captarem irá repercurtir no Plano Material como um reflexo do estado emociona/mental/espiritual da pessoa e suas influências, boas ou más.

    E uma pergunta que vem me acompanhando a um tempo, mas só agora teve vontade de se externar: Qual a posição dos ocultistas em relação à (ter) bichos de estimação?

    @MDD – nenhuma em particular.

    Por último quero dizer que por culpa sua, ler manga do Naruto e InuYasha (entre outros), ler Sandman (Neil Gaiman) e assistir Avatar se tornaram experiências completamente novas.

    Aliás, falando de Sandman, no volume de capa dura que eu ganhei no meu niver, em um dos dias da semana, Morpheus se reúne com os líderes de uma tribo africana para decidir se enviaria ou não um sonho para uma menina (de seis anos, se não me engano). Se ela tivesse esse sonho, ela se tornaria uma pessoa que traria grandes mudanças para a humanidade; se não, ela se tornaria uma enfermeira. Li isso e senti como se eu tivesse dado uma cabeçada em uma parede e eu fiquei me perguntando: será que é o que eu estou pensando? Afinal, this is the age of Aquarius…

  • Sérgio Barroso

    Marcelo, só pra esclarecer um pouco: há algum tempo pesquisei na (mãe-dos-burros) Wikipedia sobre Umbanda, Candomblé, entre outras… Os artigos faziam questão de fazer diferença entre a ‘Quimbanda’ e a ‘Quiumbanda’. Parece que a Quimbanda é a parte Espírita dessas religiões. Já a Quiumbanda (Kiumbanda) mexe com os ‘quiumbas’ (ou ‘kiumbas’), espíritos baixos – é como se fosse magia negra.

    @MDD – Não vi diferença entre Quimbanda e Quiumbanda. O que existe é UMBANDA (magia branca) e Quimbanda (magia negra). O nome vem dos Kiumba ou Kimba, que são os seres trevosos do baixo-astral que se alimentam do fluido liberado pelo sangue dos sacrifícios e que não se importam em causar o mal.

    É só pra constar mesmo =)
    Talvez seja importante diferenciar.

    Valeu!

  • Conrado

    Alguma recomenação para Projeção Astral para iniciantes?

    @MDD – http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=10290901
    Aqui existem diversos textos para iniciantes sobre este assunto.

  • Cláudia Fernandes

    Olá. Você pode falar um pouco sobre suicídio? O impulso ao suicídio tem alguma ligação ao plano astral? O que acontece com um suicida?

  • Rennato Filho

    Marcelo, você disse que ou a pessoa nasce com o Dom de ver “espíritos” ou o adiquiri através de estudos,certo? Entao como pode ser explicado o que acontece com pessoas normais que (dizem que) veem “fantasmas” apenas uma vez na vida?

    @MDD – estados emocionais alterados, alucinações, etc… podem haver milhares de motivos. Este é um campo que não permite muitas generalizações; deve-se estudar caso a caso.

  • David R

    putz…..chegar é conclusão que “roma=católicos” é o cumulo da falta de informação.

  • Pedro

    Marcelo,
    Minha mae tentou seguir a doutrina espirita mas ela sempre teve muito medo.
    Aconteceram duas vezes em centros espiritas diferentes uma situação na qual os mediuns nao conseguiram manter contato devido a presenca da minha mae, falaram q os espiritos nao quiseram incorporar pq ela estava la.
    isso tem explicacao?

    @MDD – Não… isso não faz muito sentido. Precisaria ter mais informações para ver o que houve, mas não creio que uma pessoa sozinha conseguisse derrubar a egrégora de um centro todo.

  • Rennato Filho

    Ah esqueci de fazer outra pergunta: Existe realmente um paraíso – ou um lugar específico – para onde vamos quando morremos, ou isso depende de cada pessoa.

    @MDD – Isso depende de cada pessoa. Há pessoas que passam 50, 60 anos presos em seu próprio corpo, decompondo, pois é nisso que acreditam: que se tornarão pó depois que morrerem. A mente de cada pessoa afeta o local para qual ela tem afinidade.

  • Arthur

    Marcelo, parabéns pela coluna! Em comparação com as outras, eu achei essa meio simples (na falta de um adjetivo melhor), mas eu entendo a extensão do assunto e a disponibilidade real de espaço e tempo. Qual a relação entre mediunidade (principalmente a de efeitos físicos – meu caso) com esse conceito de magia que pregam os ocultistas? AH, vc recomenda os livros da Madame Blavatsky?
    Um grande abraço e mais uma vez obrigado por compartilhar conosco parte dos seus conhecimentos e suas opiniões!

    @MDD – apenas uma questão de nomes. Embora eu considere casos de mediunidade mais caóticos e magistas mais ordenados, tudo tem a ver com o método utilizado para produzir tais fenômenos.

  • Rafael

    Grande MDD.

    Quando criança era normal quase todas as noites eu “sonhar” que saia do meu corpo a passeava pela regiao da minha casa, encontrando outros jovens, isso sempre acabava com a sensação de estar caindo e de repente acordava.

    Eram sonhos ou projeção?

    @MDD – provavelmente projeções, mas como veremos a seguir, sonhos e projeções não estão tão distantes assim.

    Anos depois eu namorei uma pessoa q descreveu essa mesma situação q passava e achei estranho, na época que namorei ela, era comum eu ver “pessoas” e posso dizer que meu quarto era bem movimentado. Passei situações complicadas com ela e depois que largamos tudo voltou ao normal. (para os 2).

    O que vc acha disso, tenho algum lado paranormal?

    @MDD – não existe nada “para”-normal ou “sobre” natural… TUDO o que fazemos é normal, apenas certos fenômenos não foram mesurados pela ciência ortodoxa ainda.

    Parabêns pela coluna, está tudo sendo bem aproveitado.

  • Faltou falar do Alho !!!
    E a Bala de Prata ???

    @MDD – Alho e várias outras ervas (manjericão, arruda, rosas) possuem aspectos astrais que eu vou explicar como funcionam daqui 2 colunas (creio). A bala de prata é uma invenção recente (a primeira citação a respeito do uso de balas de prata vem da Besta de Gevaudan, que data de 1764). Materiais que afetam o astral são: o ferro (que originou a lenda das fadas serem feridas por “ferro frio”), a pólvora (fogos de artifício eram usados na China desde sempre para “afastar demônios”) e o sal grosso (usado para absorver miasmas).

  • Lucas W. Juste

    Marcelo,

    Parabéns pelo ótimo trabalho que você desenvolve, tendo a humildade de compartilhar seus conhecimentos.O pouco que eu sei hoje foi a custo de muita pesquisa e dedicação, e sei que com você não foi diferente, por isso acho tão “bacana” da sua parte disponibilizar esses conhecimentos.Agora vamos a minha sugestão: Gostaria muito de ler mais sobre os 7 selos citados no apocalipse segundo a visão do ocultismo.Tenho lido poucas coisas a respeito há alguns anos e as interpretações são de aspectos muito duvidosos….

    @MDD – Os sete selos são os sete chakras. “rompe-los” significa desenvolvê-los. Eu falei sobre chakras em uma coluna mais antiga.

  • João

    Grande Brother!
    Ótima coluna, parabéns!

    Uma dúvida, é por isso que se tem como regra não levar discórdias para “solo sagrado”, a fim de evitar a conturbação da energia e “quebrar” a egrégora, possibilitando as goteiras que vc citou?

    @MDD – exatamente.

    Reconheci a parte dos sentidos humanos, gostei! Outra coisa, recebeu o e-mail que te enviei?

    @MDD – recebi sim, já irei adaptar os textos para ficarem dentro dos parâmetros que o ir.’. recomendou.

  • Maíra

    Tio DD,
    tenho uma dúvida com relação aos poltergeists: eles são ditos derivados das “energias extras” que os adolescentes não conseguem controlar. Visto que os médiuns que já nasceram com a mediunidade não controlam o seu “poder”, os poltergeist não seriam manifestações como essa? Algum tipo de materialização que os adolescentes realizam sem controle?
    ou isso é só a explicação oferecida pelas otoridades? ou uma explicação que quase chegou lá?

    @MDD – Poltergeists são manifestações causadas em conjunto pelo espírito e pelo médium. Manifestações no Plano Físico não são possíveis sem a presença de um ser vivo para emprestar energia para criar o chamado “ectoplasma” e permitir estas manifestações, e este ectoplasma é drenado do médium ou das pessoas ao redor (quando estão sob efeito de emoções mais fortes como o medo, por exemplo). Assim sendo, é impossível termos efeitos mediúnicos de qualquer espécie distantes mais do que 10, 20m do médium. Picaretas profissionais como o padre Quevedo sabem disso e utilizam-se deste conhecimento para “provar” que não existem estes fenômenos, propondo que se deixem cameras de video em casas mal assombradas, por exemplo, para filmar efeitos que obviamente não irão ocorrer devido à falta da presença de elementos vivos no local.

    obrigada pelos ótimos textos.

  • André Gomes

    Caro Marcelo,

    Sou leitor frequente de suas colunas, que considero ricas em informações (e partidário da filosofia “usar o que for útil, descartar o resto”).
    Como médico, considerei um pouco leviano (sem ofensas) o trecho
    “boa parte dos casos de DEPRESSÃO nada mais são do que obsessores que incitam estas sensações na pessoa para depois se alimentarem delas.”
    Se já temos indícios de bases químicas/biológicas de uma condição de saúde estabelecida e reconhecida como tal, e o estudo do papel dos neurotransmissores como chave para o tratamento, sinto que o autor da coluna escorregou um pouco, navegando por temas que não domina ou não está habilitado. Não quero parecer ainda simplista (ou extremamente materialista), ou negar a necessidade de visão holística sobre o binômio paciente/indivíduo, mas mirabolar sobre evidências é complicado. Ratifico minha intenção de não soar agressivo.

    @MDD – Do ponto de vista ocultista, qualquer efeito no Plano Material será consequencia de algo que começou no Astral. Ter uma dor de cabeça, por exemplo, é resultado de algo que se manifesta primeiro astralmente e em seguida fisicamente. As bases quimicas/biológicas são consequencias da depressão… mas concordo com você: Analisando puramente do ponto de vista material, sem se conhecer a causa astral, as consequências materiais parecem as causas da doença e não o contrário.

    Um abraço,
    André

  • Raphael (-,-)zZ

    Olá DD.

    Eu iria repostar as minhas perguntas q não foram respondidas na coluna anterior, + como vc pediu pra restringir as perguntas ao tema astral/espíritos eu vou dxar pra repostar na próxima ^^.

    Eu sei q eu ja perguntei sobre elementais e vc já me respondeu, + eu gostaria de ser + especifico sobre as minhas dúvidas:

    1 – Seria possivel um elemental “incorporar” em um Medium e se passar por um espírito desencarnado facilmente?

    @MDD – Não “facilmente”, mas é o que acontece com os exús nas tradições afro, em anjos enochianos, demônios da goécia, djinns e entidades elementais no xamanismo. São entidades que nunca estiveram encarnados, mas que podem, por um período de tempo, incorporar um médium dentro de determinadas circunstâncias.

    2- Até onde vai a capacidade de raciocínio e consciência de sí de um elemental?

    @MDD – muito longe. Depende, claro, da evolução deles. Assim como existem todo tipo de pessoas, das mais diversas formações e evoluções, existem elementais dos mais diversos tipos, dos mais evoluídos aos mais primitivos.

    3- Como ou o q leva um elemental a “tomar” para sí um duplo-etérico abandonado?

    @MDD – Sobrevivência. Ele vai se alimentando da energia daquele cascão, consumindo-o. Alguns elementais são criações astrais de algum mago ou bruxo e, uma vez abandonado (energeticamente falando) acabam tomando medidas necessárias para SOBREVIVER.

    4- Estando no astral (seja por morte ou viagem astral) e me deparando com um duplo-etérico, como eu poderia saber se aquele “corpo” é habitado por um espírito humano ou um elemental?

    @MDD – Pelo cordão de prata você consegue enxergar se aquela projeção pertence a alguém encarnado, pela aura você consegue discernir se é um elemental ou um humano.

    5- Depois de criado um elemental poderia desacatar ordens ou criar situações por instinto de auto preservação ou para ser mais ”alimentado”?

    @MDD – Sim. Ele pode, inclusive, voltar-se contra o seu criador (vide a metáfora do livro Frankstein). SOBREVIVA.

    Por mais q eu já tenha lido em Papus, Leví entre outros sobre as criações astrais, esse é um tema que ainda me é bastante obscuro, vc teria ai algum livro/site/artigo para me indicar que foque nesses seres do astral?

    @MDD – putz… não que eu me lembre de cabeça. A maioria dos textos faz questão de ser enigmático para afastar os curiosos. Sem o auxílio de um iniciado as pessoas acabam se perdendo nestes textos.

  • André Gomes

    Dando sequencia a pergunta…
    E a relação com a hereditariedade? Falando no caso de genética.

    @MDD – No Plano Físico? seguem as leis da biologia…

  • Perfeito!!! Até um cético total não tem como não admitir que tudo fez um sentido absurdo!!!

    Parabéns! DD

  • Gush

    outros seres que não elementais podem entrar em cascões astrais?
    é possível consumir uma casca astral? (para o bem ou para o mal)

    @MDD – Não, porque estes cascões são involucros vazios energéticos. Os cascões basicamente servem como “alimento” para um elemental durante um certo período de tempo, dissolvendo-se eventualmente. Sim, cascões astrais são consumidos de diversas maneiras.

    pessoas podem nascer ou desenvolver “habilidades vampiricas”, e que concequencias isso tem?

    @MDD – Podem. Consequencias péssimas, karmicamente falando.

    a destruição de um meio (seja lá qual for) vai levar a formação de miasmas?

    @MDD – leia o texto sobre miasmas que postei no meu outro blog
    http://deldebbio.wordpress.com/

    o que leva um elemental a perturbar o mundo material?

    @MDD – normalmente o comando de outra entidade (encarnada na maior parte das vezes)

    como evitar que seres astrais nos perturbem?

    @MDD – Falarei sobre isso semana que vem.

    comentarios finais:

    o tempo de reação nada tem haver com mente astral, e sim com tempo que um impulso leva para ser processado, enviado e recebido. uma comunicação astral seria no minimo tão rapida quanto que a velocidade da luz no meio. e, já vi mestre de artes marciais dizer que reflxos rápidos podem ser explicados com sua mente parando de perder tempo com seu cérebro e passando a informação diretamente ao seu membro.

    @MDD – o que é a mesma coisa, com palavras diferentes. É a mente inconsciente passando o comando direto para o físico, sem se perder na chamada “mente objetiva”, que é o cérebro racional.

    outra: eu tenho uma sensibilidade a luz bem alta, nesses dias, cinco segundos sob o sol forte são tão insuportaveis quando uma queimadura de cigarro. o de costume é que só o sol da manhã não me é incomodo, o anoitecer ainda incomoda.
    a situação é tanta que, pra deixar mais interessante, eu odeio lampada fosforescente. eu tenho crises parciais complexas, então isso é físicamente explicavel,mas é possível que algo fora desse plano esteja tornando tudo menos suportavel?
    sou vegetariano, ando bebendo bem raramente, mas voltei a fumar (acredite, ajuda com as crises, ao contrario do alcool), não por causa de qualquer outra cosia senão uma vontade repentina de fumar, por isso desconfiei depois que vc falou da intolerancia ao sol.

    @MDD – Existe uma maneira prática e simples de detectar se você está sendo vampirizado. Compra esparadrapo do tipo antialérgico, recorte um disco e cole-o sobre seu umbigo durante um dia inteiro. Se quando retirar o esparadrapo a noite as bordas dele estiverem inflamadas ou vermelhas ou irritadas, é sinal de vampirização astral. Vou explicar as razões disto na próxima coluna.

    agradeço sua coluna e uma possível resposta!

  • Robson

    Parabéns pela coluna, é algo que espero todas as semanas. Agora que chegou a um tema hiper polêmico na qual sempre tive dúvidas, gostaria de perguntar-lhe:
    1- O que acha da obra de J. J. Benítez “Operação Cavalo de Tróia”? Principalmente a explicação sobre o Corpo Glorioso de Jesus?

    @MDD – não sei responder. Cavalo de Tróia me derrotou quando o Benitez gasta duas páginas inteiras para descrever uma sala… que o rpotagonista entra por engano! nunca consegui terminar de ler este livro, então não faço idéia do que se trata.

    2- Talvez esteja viajando nesse comentário, mas se o corpo é composto de padrões energéticos e vibracionais, onde entram as técnicas de terapia orientais como a acupuntura? Onde elas fazem efeito? O que seriam ao seu modo de ver os Meridianos que são a base da Medicina Oriental?

    @MDD – Os meridianos fazem parte do duplo-etérico. São as “veias” (por falta de uma palavra melhor) por onde correm as cargas eletromagnéticas que circulam entre o Plano Físico e o Plano Astral, por entre os chakras e os nadis.
    Obrigado e futuramente se Deus permitir e me der a humildade de reconhecer terei mais dúvidas.

  • André Gomes

    No fim das contas, tudo que não é exatamente concreto fica muito dificil de acreditar. Plano Astral não soa tão absurdo quanto o Anjo Gabriel ditando o Alcorão a Maomé, Jesus em uma manjedoura, as placas de ouro de Joseph Smith…

    @MDD – concordo totalmente com você. Foi o que eu disse pro Kentaro outro dia quando falávamos sobre Plano Astral. Ele disse: “muito bonito, mas você não pode provar cientificamente” e eu respondi “não posso mesmo”. É algo que você precisa vivenciar para entender. Não adianta eu descrever com mil firulas o que é o Plano Astral. Apenas no dia que você fizer uma projeção é que você vai CONHECER a iniciação. Até lá, você vai ACREDITAR (ou não) no que outros disserem.

  • Marcelo…

    Novamente, parabéns por mais uma coluna, cada dia elucidando as mentes famintas por novos caminhos… já conhecia bastante sobre essa coluna mas sempre aprendemos alguma coisa nova. Por exemplo, você explicou que a mente está separada do cérebro (no caso o corpo mental) e que funciona independente dele, é +- isso??
    Sendo assim, o que podemos dizer sobre bebês acéfalos, ditos por muitos como seres sem vida, porém, que as vezes chegam a permanecer “vivos” por meses a fio? Fisicamente seria impossível viver sem cérebro, porém, espiritualmente falando, esses seres estão “vivos”?

    @MDD – Pessoas em coma também continuam próximas de seus corpos, mas espiritualmente. Entenda o nosso corpo como sendo um “veículo” que pode ou não estar com partes defeituosas. O espírito da criança (corpo astral) permanece intocado e perfeito, apenas o duplo-etérico e o corpo físico dela estarão danificados. E lembre-se que tanto ELA quanto os pais PEDIRAM para passar por aquela situação. As “injustiças” só existem se você olhar para o acontecimento de maneira puramente materialista e imediatista. O corpo físico está sujeito às regras do Plano Material. E sem um cérebro você não consegue transmitir os pensamentos para a matéria, o que resulta em morte prematura. The end.

    Sobre não manter relações sexuais por “alguns dias” como você citou, para termos maior facilidade em algumas visões, isso me confunde. Para algumas crenças, o sexo (como o tântrico, por exemplo) não é um meio de ampliação da percepção? ou ele nos “polui” como a ingestão de carne?

    @MDD – eu recomendei para pessoas leigas. O sexo envolve sempre uma troca de energias entre os participantes. Normalmente as pessoas normais já são zoadas energeticamente e o sexo mais atrapalha do que ajuda.
    No caso do tantra, o Maythuna e outros rituais sexuais exigem uma preparação imensa, que envolve vegetarianismo, não fumar, não beber em excesso e outras características de purificação do corpo, além de exercícios de respiração e de limpeza dos chakras e nadis (eu já passei alguns destes exercícios nas colunas antigas).

    Abraços e continue mostrando novos caminhos para as mentes inquietas…

  • jotape

    Só uma curiosidade! Temos 7 corpos, falamos muito em lendas, e em GATOS!

    Foi desses 7 corpos e das “sensibilidades” dos gatos, que surgiu a lenda de que Gato tem 7 vidas?

    @MDD – Isso é uma adaptação. Em outras línguas os gatos possuem 9 vidas.

  • Peralta

    Marcelo,

    Post estupendo!!! Acho que esse foi um dos mais aguardados e na minha opinião um dos mais esclarecedores. Obrigado pela simplicidade e objetividade dos textos.

    Queria saber sobre um assunto que não sei se esse texto contempla ou se eu estou sendo precipitado ou também, se você vai falar sobre isso mais a frente, de qualquer forma lá vai…

    Como acontecem as “cirurgias espirituais”? só os kardecistas usam esse método? para que fins em exato elas acontecem (materiais ou espirituais ou os dois)?, e… elas são feitas no astral? em qual dos sete corpos ela é feita?

    @MDD – Eu falarei sobre isso no próximo post, porque se adiantar como funcionam as cirurgias espirituais, estarei colocando o carro na frente dos bois. Primeiro preciso falar sobre como acontecem as interferências do Plano Físico no astral e vice-versa.

    Muito obrigado pela atenção e parabéns!!! Aguardamos os próximos.

  • Eduardo

    Frater Marcelo,

    Sempre tento comentar mas não sou aceito não sei porque, será que eu estou falando tanta besteira assim? rsrsrs

    Post estupendo!!! Acho que esse foi um dos mais aguardados e na minha opinião um dos mais esclarecedores. Obrigado pela simplicidade e objetividade dos textos.

    Queria saber sobre um assunto que não sei se esse texto contempla ou se eu estou sendo precipitado ou também, se você vai falar sobre isso mais a frente, de qualquer forma lá vai…

    Como acontecem as “cirurgias espirituais”? só os kardecistas usam esse método? para que fins em exato elas acontecem (materiais ou espirituais ou os dois)?, e… elas são feitas no astral? em qual dos sete corpos ela é feita?

    Muito obrigado pela atenção e parabéns!!! Aguardamos os próximos.

    @MDD – Não é que vc não esteja “sendo aceito”. É que neste post especificamente eu estou segurando todos os comentários para responder um por um, então pode demorar para eles aparecerem, ainda mais se a pergunta for complexa.

    Paz profunda!

  • Giu

    Fazendo um adendo creio que útil à segunda pergunta do comentário do Robson ali acima, eu sempre fiz a seguinte analogia pra explicar a dificuldade que às vezes a medicina ocidental tem em compreender/aceitar a acupuntura. A meu ver fica mais fácil ver a acupuntura como afim à engenharia elétrica. Ao colocar “postes”, “estações repetidoras” e “amplificadores de sinal” (agulhas nos meridianos) você estabiliza o circuito e a rede “elétrica”, que tem influência direta sobre o “meio físico”, como por exemplo se você liga um aparelho 110 na rede 220v, ele estoura, se faz ao contrário (aparelho 220 na rede 110), ele não funciona ou funciona mal. Da mesma forma, os desequilíbrios energéticos afetam nosso corpo físico.

    @MDD – perfeita analogia. Parabéns.

    bom, é isso. MDD, muito bom o trabalho. Saravá.

  • Markones

    Ola titio

    Os doces atrapalham a mediunidade ? So em excesso ou vamos ter de abolir o nosso sorvetinho sagrado de fim de semana ?
    Podemos considerar entao que a gula/obesidade pode ser influencia de obsessores (alem dos fatores geneticos/culturais) ?
    Um fraterno abraco

    @MDD – Existem correntes que dizem que o açúcar é um estimulante, mas eu não tenho certeza se atrapalham ou não, eu preciso verificar esta informação antes de responder. A Gula é um dos defeitos capitais tratados por São Thomas de Aquino. Falarei sobre os “sete pecados capitais” quando falar da Estrela Setenária, mais para a frente.

  • Olá Marcelo

    Parabéns cara ótima coluna
    Bem tenho duas perguntas, você sabe alguma coisa sobre os “Dejavu” e se é possível relembrar memórias de vidas passadas?
    E segunda pergunta, eu lee você falar que algum dos creadores de alguns HQs eram iniciados, poderia me falar se sabe algo relacionado aos criadores de Superman (Jerry Siegel & Joe Shuster) sou fã desse HQ.
    Flw e mais uma vez uma ótima coluna como sempre

    @MDD – Até onde se saiba, nenhum deles tem qualquer envolvimento direto, mas muitos de seus autores favoritos estavam ligados a movimentos ocultistas, como L Ron Hubbard. Sei que toda a história do Superman tem uma alegoria Atlântida, desde o mundo destruído até os computadores de cristal, mas creio que seja apenas influencia indireta. o superman especificamente era uma resposta ao conceito de Ubermensch nazista.

  • Ivan

    Ola Del Debbio. PArabéns pelo post. Minha duvida é se esses corpos meta-fisicos são exclusivos do ser humano ouse animais e plantas tbem ou possuem. Se o possuem, são menos desenvolvidos? Se sim, pq gatos sentem “espiritos” q a maioria d nos nao. Valeu.

    @MDD – Também os possuem, mas muito menos desenvolvidos. Animais não possuem a consciência da individualidade (mas este assunto é deveras extenso para tratar nos comments). Basicamente, um cardume de peixes, um formigueiro, uma colméia representam UMA consciência… e com a evolução os espíritos tornam-se cada vez mais complexos até se tornarem individualizados.

  • Steve

    Ea Marcelo
    Bem eu estava revendo aquele video do “Illuminati no Superpop” e o bispo falou de uma tal Lança de Longinus ( não sei escrevi o nome correto ) que feriu Jesus Cristo, e lembro de ter ouvido essa lança ser mensionada em um anime que eu vi recentemente e gostaria de saber se você sabe alguma coisa sobre essa tal lança
    E uma outra perguntinha, ja que você colocou esse foto ai lembrei, no “Dúvida Razoável” 15 de Janeiro ( Todo mundo em pânico 3 ) fala sobre um garoto que foi morto após passar uma noite fazendo aquela bricadeira do copo com seus amigos e também mostra um foto de como se aparecesse um “fantasma” ou a sua alma saindo do corpo, poderia me falar algo sobre este assunto?
    E como sempre um matéria melhor que a outro, tomara que 2012 demore para chegar

  • Igor

    Tchelão…

    Primeira vez q posto aqui na sua coluna…apesar de ler mto ela.(As vezes me pergunto como vc teve acesso a tudo isso?rs)
    Antes de tudo preciso dizer q sou mto desconfiado…nao consigo confiar 100% em qualquer teoria e em qualquer religiao,questiono tudo!Nao sei se isso eh bom ou ruim.Nao tenho religiao ou ideia fixa sobre isso.Sempre tento achar uma hipotese para infundar a teoria.

    Tenho 4 perguntas simples.São duvidas q talvez se desdobrem com o passar do tempo e voltem aqui na sua coluna.

    1ª – A Grande Fraternidade Branca tem algo relacionado com os textos que usa aqui?Conhece eles?Algo a ver com o EU SOU que vc citou?(antes de qualquer coisa n conheço o trabalho deles.)

    @MDD – Sim, embora eu não seja fã da FB… Não da FB, mas porque muitas pessoas que seguem esta linha acabaram transformando isso em uma “religião”, então o que aparece de maluco acendendo vela pra San German ou pra Lanto ou pra Seraphis Bay como se eles fossem SANTOS CATÓLICOS não está no gibi. A FB é séria, mas boa parte dos “seguidores da chama violeta” não são… infelizmente.

    2ª – Maconha pode abrir portas para espiritos se apresentarem?Discutimos mto isso entre 3 amigos..sendo 1 que ja foi kardecista e frequentou ananda marga(acho que é esse o nome).
    Eu ja presenciei isso (possesão espiritual ou sei la) com um amigo,sendo que no dia anterior falavamos sobre espiritos nunca aparecerem pra duas pessoas.0.o
    No dia seguinte fumamos,ficamos loucos demais…e resolvemos escrever o barato da maconha…e oq aconteceu foi o seguitne ele ficou serio do nada…e escreveu uma carta de alguem! Fico em duvida se isso foi uma loucura ou aconteceu algo de verdade.Ele acredita nessas coisas,nao falavamos sobre isso na hr…mas nao frequenta nada…nao tem conhecimento algum sobre espiritismo.Chorou mto depois do q rolou.Inclusive ele é bem envolvido com drogas.Mas é uma pessoa de coração fantástico.

    @MDD – como assim “nunca aparecem para duas pessoas?”. Eles aparecem em centros lotados de gente! É muito provavel que ele tenha feito alguma psicografia sim. O recomendado seria ele procurar um centro kardecista para desenvolver este dom sob supervisão de gente experiente.

    3ª – Se relacionar com pessoas com certa mediunidade, significa q vc tbm pode ser predisposto a isso?Assim como se aproximar de textos como o seu, ou sempre se deparar em assuntos espirituais com mais frequencia?Significa alguma predisposição espiritual? (Ontem sai de uma matéria do Freddie Mercury e fui parar em Zoroastrimo).

    @MDD – Isso se chama Sincronicidade.

    4ª – As vezes me nego a terminar um texto seu.Começo a ler e paro.
    Rejeito ele…mesmo estando intimamente curioso sobre oq fala…tem algo haver com preparação espiritual ou algo do tipo?

    @MDD – Pode ser. isto acontece muito com pessoas que estejam muito enraizadas psicologicamente. Geralmente acontece com pessoal cético demais ou religioso demais, que não conseguem abandonar suas crenças.

    Sei que o post eh longo mas peço por favor que responda.Se nao for por aqui…por email..por favor.

    Abraços Marcelo!

  • Flavio Faria

    Grande DD, Saudações Fraternais.
    Talvez eu possa ajudar no referente a Benitez / Cavalo de Tróia. Já lí os 8 livros e aguardo o nono, além de conhecer o Livro de Urântia, que é a fonte que o J.J. bebeu (aliás recomendo a leitura do livro, se já não o fez. Pena que ler 2200 páginas em formato A4 não é para qualquer um, eu mesmo não passei da página número 300, rs).
    O corpo glorioso apresentado pelo Benitez seria o corpo moroncial de Cristo, que após desencarnar evolui em estágios (segundo o piloto, Mach-1, Mach-2 e assim vai) até atingir a perfeição junto a Deus no seu SuperUniverso central, onde estaríamos reintegrados a Ele.
    Pelo (pouco) que estudei de Teosofia, que acompanho na sua Coluna e que estudo por fora (Alquimia, Hermetismo, R+C, etc.), fazendo o paralelo com Cavalo de Tróia / Livro de Urântia, o tal corpo Moroncial seria o Corpo Astral, que sobe para planos mais sutis e reencarna em outro Corpo Material + Duplo Etéreo (no conceito do Cavalo de Tróia, as reencarnações seriam em planetas e universos/planos mais evoluídos, não sei se tem algo a ver com Exilados da Capela).
    É interessante que Jesus na obra do Benitez e no Livro de Urântia diz que possuímos a Centelha Divina (também dito na Bíblia) e, por isso, fomos feitos a “sua imagem e semelhança”. Até pelo que entendo, Centelha Divina = Atmã.
    O próprio Livro de Urântia diz que a Centelha Divina é o Ajustador de Pensamento, uma ínfima parte da Consciência Cósmica que nos habita e que nos ajuda a tomar nossas decisões. Até aqui ótimo, porém o mesmo livro diz que nós recebemos essa Centelha somente quando tomamos nossa primeira decisão moral, quando avaliamos o Bem e decidimos por ele (por Bem entenda-se algo evolutivo para o Homem como um todo) e que esta decisão ocorre em algum momento entre os cinco e os seis anos de idade. Aqui surge a dúvida, este conceito de recebermos a parte da Consciência Cósmica em um determinado momento da vida proscede em alguma outra linha de conhecimento?
    O próprio livro de Urântia diz que isto acontece porque o Ser Humano pode ser tão involuído que a Centelha não caminharia no sentido da perfeição e, portanto, não encarnaria. O livro também diz que podemos perder a Centelha caso nossas ações sejam involutivas e que, assim, nossa personalidade seria passível de Deleção, restando somente os registros e memórias na Centelha Divina que, por sua vez, habitaria outro Ser onde continuaria a sua evolução.
    DD, de resto, continue com a coluna, está cada dia melhor!

    @MDD – Agradecido pela ajuda!
    Abraços!

  • Diogo

    Marcelo…simplesmente maravilhoso esse artigo. Voce tinha que trazer seus cursos aqui pra Goiania. Quanto mais leio mais quero ler sobre tudo que voce fala. Voce indicaria alguns livros sobre ocultismo e afins? Meus parabens de verdade..visito seu site todo dia para ver as “novidades”.

  • Fellipe Martins

    Fala Marcelo,

    ficou uma dúvida cruel……você fez uma divisão hieráquica entre Pensamento e Mente? Por exemplo, se a Mente pertence à instância Corpo Mental, então o Pensamento pertenceria a instância Corpo Astral?

    @MDD – Não é exatamente assim, mas OK, pode considerar desta maneira que não está errado.

    Mais uma vez muito obrigado pelo espaço cedido e aguardo ansiosamente posts sobre Umbanda, pois sou umbandista…..

    “VAI BUSCAR QUEM MORA LONGE”

  • tz07

    Cascões possuem a mesma forma da “pessoa-alvo”, já que “vestiu” um de seus 7 corpos, não é isso?

    Então, como saber se se trata da pessoa, mesmo, ou algum cascão “em pele de cordeiro”, quando virmos alguém no plano astral?

    @MDD – Este é um dos maiores problemas que centros despreparados enfrentam. É razoavelmente comum os chamados “espíritos zombeteiros” se passarem por parentes, familiares, pessoas famosas, artistas e outros. E antes que alguém pergunte porque uma pessoa faria isso, vale lembrar que aqui no físico mesmo tem gente que bate em mendigo e coloca fogo em índio “por diversão”… que dirá em um lugar com menos limites?

  • Tatta

    marcelo,
    há um tempo venho lendo suas colunas e, apesar de ser um tanto cética, gosto muito!
    quanto a esse trecho “Disto surgiu a lenda de que vampiros só podem entrar em um local se forem convidados ” gostaria que vc, se possível, me ajudasse numa dúvida:
    muitas vezes estou calma e tranquila, mas de repente (DE REPENTE mesmo) uma palavra ou qualquer outra coisa que há um tempo atras apenas me faria dizer “q droga, né?” me tira do sério, eu me descontrolo muito ao ponto de eu me machucar psicologica e fisicamente. Chego a agredir verbalmente pessoas e fisicamente algumas coisas. E depois de tudo eu me acalmo e em mim fica tudo bem, mas os outros reclamam, acham que eu fiz de propósito, mas eu nao consigo explicá-los que foi “um impulso muito forte”.
    E ai???

    @MDD – vou propor uma brincadeira a você. Compre esparadrapo antialérgico (micropore), recorte um circulo grande e cole-o sobre seu umbigo pela manhã. Deixe o dia inteiro e retire ele a noite. Depois me manda um email ([email protected]) descrevendo o que aconteceu (eu sei qual deve ser o resultado, mas como vc se diz cética, prefiro que veja com seus próprios olhos). Dependendo do que aconteceu eu te passo instruções de como proceder.

  • The V3n0m

    Salve DD,

    Bem não tenho muitas perguntas porque fui lendo os comentários e suas respostas, acho que assim ficou bem melhor mesmo, sendo um tipo de FAQ.

    Mas vamos lá:

    Existem diferença entre tempo do plano astral e plano material ? Pergunto isso porque algumas religiões consultam os “espíritos” para saber o futuro, isso pode mesmo funcionar ?

    @MDD – pode, em termos. Na minha opinião e pelo que eu estudei até hoje, não existe um futuro pré-determinado, embora hajam as indicações de para onde o “fluxo de ações” está caminhando. É como o tarot e outros oráculos sérios funcionam. Ele avalia astralmente (alias ele não, o Atman do consulente) todos os fatores em jogo naquele momento e traduz isto para simbolos que serão interpretados na leitura. O mesmo vale para médiuns… eles enxergam isso como fluxos caminhando em uma direção e falam o que estão vendo. Oráculos _NÃO_ prevem o futuro, eles indicam o “andar da carruagem”!
    Qualquer mané que apareça na TV falando em previsões ou revistinhas de previsões podem ser considerados lixo total. Não é para isso que os Oráculos servem.
    Se macumba ganhasse jogo, campeonato baiano terminava sempre empatado.

    Se a pessoa tinha um karma, uma missão nesta vida, que não tem nem noção que tem que fazer, que não concluiu e ao morrer (desencanar), e ter todas as lembranças de outra vida e souber que não concluiu novamente a missão, não vai entrar em desespero ? Ou souber que o seu pior inimigo morava ao lado e vc ajudou ele e ele te “ferrou” de novo. Você como “espírito” pode tomar alguma atitude para minimizar este karma ? Ou só vale como encarnado ?

    @MDD – Pode, mas pouco. Onde você equilibra mesmo as coisas é aqui no Plano Material. Boa parte dos seus irmãos, irmãs, pais, mães e pessoas ao seu redor já te sacanearam em outras vidas, assim como você provavelmente ferrou boa parte deles em algum momento. Se não houvesse o “Véu de Leto”, aconteceriam carnificinas sem tamanho no Planeta pois as pessoas não tem a menor consciência de nada. Se aqui se mata por troco da cerveja, imagina alguém descobrindo coisas que fizeram contra ele em outras vidas? Não esquece que a Terra é um curral… a massa que está aqui está tão adormecida que não tem noção de nada com nada. Não adianta ter pressa e achar que vai resolver todas as besteiras que fez em 100 encarnações em uma só.

    Value pela coluna,

    Um abraço fraternal,

    The V3n0m .’.

  • Daniel

    Marcelo,

    1) Como foram criados os Elementais? E o que são eles? Qual a aparência? Eles podem ser bons e ruins? Eles podem ser obsessores – vampiros?

    @MDD – eles são criados como agentes da vontade. Alguns existem desde a criação do Planeta, outros são criados no momento que você deseja o bem (ou mal) para outra pessoa. Seu poder e capacidade de ação variam absurdamente… desde um elemental responsável por manter uma vela acesa até um Daeva responsável pelo Rio Amazonas… falarei sobre elementais em breve.

    2) É possível desenvolver a mediunidade longe de centros espíritas? É possivel encontrar com algum obsessor e repelí-lo mesmo apenas com treinamento caseiro/próprio?

    @MDD – é possível treinar kung fu longe de uma academia? sozinho? através de manuais? sim… mas não tem nem de longe o mesmo efeito. A mesma coisa vale para treinamentos psíquicos/espirituais/mágikos.

    3) Mesmo eu não sendo um iniciado, mesmo sem rituais, posso me utilizar do trinômio vontade + imaginação + emoçao para efetivamente conseguir coisas e sensações (como dito no The Secret)? Se positivo, eu posso também, com muito esforço, utilizar essa vontade para o bem-estar de outra pessoa? (acalmar alguém, melhorar o humor, etc).

    @MDD – sim. O próprio “the secret” ensina a fazer isso. Nem demanda muito esforço não…

    Esse post foi dos melhores. Ah, por favor, sempre que puder expor os vacilos da igreja catolica/evangelica, faça, você sempre presta um serviço à comunidade com isso.

    Abraços.

  • Murilo lessa Braga

    Poxa cara, sou espírita (kardecista) desde a minha vida inteira, e nunca escutei o termo “espíritos encostados”!!! Você pecou nisso aí… Temos espíritos obsessores…mas ENCOSTADOS!!!

    @MDD – já ouvi este termo em vários centros, e também em templos de Umbanda e Candomblé. É um termo comum; talvez não seja no centro que você frequenta, mas é utilizado sim.

    Ps. Adora suas colunas!!!

  • Chitao

    Opa Marcelo, blz?
    Considerando o rumo que anda o mundo, o potencial que existe nas pessoas boas que trabalham sério no astral, existe a possibilidade de isso se tornar uma “rebelião” um dia, pra por as coisas nos eixos aqui no material?
    pq eu sinceramente acredito que do jeito que tá, daquia pouco vai tudo pro saco.. a terra vai pedir penico..
    de que maneira a exploração da terra no material (destruição da natureza basicamente) influencia no astral?
    a naturteza tem sua representante no astral tb?
    pq imagino que os alquimistas “do lado de lah” precisem dela tb..
    show a coluna abraços

    @MDD – Sim… a coisa está feia. Comparado com a “massa”, somos bem poucos. Esta é uma das razões desta coluna existir.

  • Igor

    Não sei se já foi perguntando por aqui, mas é uma duvida q tenho já faz um tempo. Os espiritos estão sempre desencarnando-reencarnando até chegarem a um certo nível de “evolução”. Seguindo esse raciocínio há uma “reciclagem” de espiritos. A pergunta é a seguinte: Como começou isso ? Como foram criados os espiritos inicialmente ? São criados “novos espiritos” para “substituirem” os q nao reencarnam mais ?

    @MDD – Esta é uma resposta advanced Teoria da Conspiração… o “de onde viemos”. O maior problema é que a Terra é um planeta jardim da infância, então muitas destas explicações nem temos capacidade para compreender e, para ser sincero, estão tão distorcidas e foram tão ridicularizadas que precisaria de um post inteiro para começar a explicar decentemente como estas coisas funcionam. O Planeta Terra possui (embora esta fonte não seja 100% confiável) cerca de 20 bilhões de espíritos, dos quais 3 bilhões deveriam estar encarnados em equilíbrio planetário no final da 5a raça (a que estamos). desta maneira, o Planeta estaria equilibrado em todos os sentidos… mas como todos podem perceber, ele NÃO ESTÁ… existem diversas razões perversas para isso, mas uma das principais razões é a criação de bovinos e suínos como “linha de montagem” para abate.
    Entrarei nestes detalhes em um post futuro sobre vegetarianismo.

  • Sepher Maha-Deva

    Só umas considerações;
    “Médium Vidente embora existam também médiuns auditivos”
    A uma imprecisão antiga de chamar vidente (na verdade um clarividente) de médium.
    Mediunidade o nome já diz claramente, a habilidade de ser um mediador entre o plano físico e o astral.
    Vidente também não é mais utilizado, pois além de significar aquele que “vê”(todos vemos, se alguém falar que foi a um vidente, o máximo que posso pensar é um oftalmologista) o nome esta muito associado a charlatões. Clarividente é o termo mais correto, e também é um processo anímico. Um médium pode incorporar(usando a psicografia, psicofonia e etc) e não ter clarevidência nenhuma.
    Problemas de esquizofrenia são frequente em médiuns ostensivos, que possuem a capacidade física da mediunidade. A glândula pineal manda toda essa carga de informações para o hipotálamo e afins, assim surgindo vários problemas. O médium treinado recebe essas informações pelo lobo-pré frontal, o a parte cerebral que lida com a ética humana.(Dr. Sérgio Felipe de Oliveira)

    Miasmas como fluidos deletérios, também são produzidas pelos vivos.
    Apesar de explicar bem sobre os espíritos desencarnados…nem tudo é cascão.
    Bem, o cascão astral é um furo da Teosofia, era a explicação do seculo 19 para tentar explicar(ou negar) a comunicação com os mortos.
    Hoje é utilizado o termo “forma mental/pensamento”, de uma forma negativa quando feita inconsciente pelos encarnados e desencarnados, onde mesmo eles podem se “auto-obsediar”(sucubus nos comentários), ou as formas mentais tomarem formas arquétipas que então são utilizadas por obsessores reais (aranhas em pessoas com auto-piedade exagerada, etc), limitações como cadeiras de rodas, vermes corroendo o próprio corpo, e etc. Sobre um elemental habitar um duplo etéreo vazio…no meus estudos espiritualistas (umbanda/espiritismo/xamanismo) não vi nada a respeito, já que são dissolvidos, ou drenados por entidades que necessitam de ectoplasma para suas criações mentais(embora os cemitérios sejam guardados e protegidos contra esses vampiros/magos)…

    @MDD – Considerações perfeitas! Já as adicionei ao corpo do texto original. Muito obrigado pela força!

  • Chitao

    “Uma mente que se abre pra uma nova ideia jamais retorna ao seu tamanho original..”

    Mas poucas pessoas sabendo muito, não se sobrepõem a muitas que sabem pouco?

    @MDD – Talvez. A idéia é que se muitas souberem muito, a coisa começa a andar para alguma direção melhor…

  • Moicano

    Surgiu uma dúvida, talvez um tanto quanto ridícula.., mas a música de um modo geral, tem alguma ligação em algum ponto disso tudo?!

    @MDD – totalmente. Pesquise a origem da música estudada como matemática com Pitágoras e você descobrirá. Tem um ótimo vídeo feito pelo walt Disney chamado matemagica que fala um pouco a respeito disso.

  • Iury Gabriel

    Finalmente alguem que tem idéia do que são os ” espiritos” e etc.
    A maioria das pessoas não tem noção do qual são atingidas por espíritos obsessores no seu dia-dia… quando as pessoa tem noção de que a “vibração” delas é a grande causa disso, elas tem lidar muito melhor com certos problemas depressivos.

    Ja add seu blog nos favoritos e vou recomendar as pessoas, vlw.

  • “O Quarto corpo é chamado Corpo Mental. Aqueles que supõe que a mente é o cérebro estão totalmente equivocados. A mente é energética, pode permanecer independente da matéria densa, pois é um corpo à parte, constituído de matéria mental. A mente elabora os pensamentos que se expressam por meio de cérebro. Pensamentos, mente e cérebro são três coisas totalmente distintas.”

    Para quem tem interesse, na versão científica… A palavra do Steven Pinker, Psicólogo Cognitivo, professor do MIT, envolvido com os estudos e pesquisas em Inteligência Artificial: Como A Mente Funciona

    E pros que gostam de psicologia associado ao ‘algo mais’, sugiro a leitura do Livro: Arquetipos e o Inconsciente Coletivo de Carl Gustav Jung ^^

  • terugo

    Há tempos tenha esta dúvida:

    Quanto aos encostos de drogas, bebidas, cigarro etc., compreendo bem, mas há outro tipo de “encosto”? Espécie de “encosto positivo”? Por exemplo, o pianista. Ele atrai espíritos que enquanto encarnados gostavam de tocar piano? Os espíritos, para se satisfazer da vontade de tocar piano, vêm “enconstar” no pianista? E neste caso, eles ajudam, atrapalham ou é indiferente?

    @MDD – Sim, atraem, mas neste caso não é preciso se “encostar” para apreciar a música ou a pintura. Um local agradável, dedicado começa a atrair artistas do outro lado também, e a harmonia começa a compor uma egrégora positiva. O mesmo ocorre, por exemplo, em templos de artes marciais, onde antigos praticantes continuam treinando, ou em templos ocultistas onde os antigos frequentadores continuam visitando ocasionalmente. Isso é legal de perceber em locais muito antigos e com egrégoras poderosas. Sempre que eu vou a um templo maçônico muito antigo eu tenho esta sensação de presença de antigos obreiros e auxiliadores. O mesmo vale para centros espíritas, onde os antigos ajudam a casa e por ai vai. Semelhante atrai semelhante.

    A mesma dúvida para outros artistas: pintores, escritores, escultores, poetas etc.

    Até mais, ótima coluna o/

  • “Atman, em si mesmo é o ser inefável, o que está além do tempo e da eternidade. Não morre e nem se reencarna, é absolutamente perfeito. Atman se desdobra na alma espiritual, esta se desdobrando na alma humana, a alma humana se desdobra na essência e essa essência se encarna em seus quatro veículos (corpo físico, etérico, astral e mental), se veste com eles.”

    Um olhar mais atento ao mito grego de Eros e Psique traduz de forma belíssima o Atman… prestem atenção na maneira que psique é ajudada em suas tarefas… ^^

  • Alagacone

    Oi Marcelo.

    @MDD -Auto-limpeza começa ficando um ciclo lunar sem se masturbar. Isto deverá ser suficiente para livrá-lo de sua succubus. Para saber o seu grau de envolvimento, faça a si mesmo a pergunta: “eu me masturbo porque gosto ou eu “preciso” me masturbar excessivamente?” Se for como um vício, com boa dose de certeza você criou uma destas entidades…

    Já estava fazendo isso, mas tive uma polução noturna exatamente hoje(sem sonhos)…E agora, terei que recomeçar tudo de novo? Existe alguma forma de se evitar que isso ocorra?

    @MDD – Infelizmente sim. Mas desta segunda vez deve ser mais fácil do que da primeira. Você verá que terá menos dificuldades desta vez.

  • Daniel

    Del Debbio,

    Existe alguma possibilidade, de em algum sonho você participar de algum ritual (estilo umbanda ou candomblé)? Não sei se estou divagando muito, mas tive um sonho no qual me passou uma sensação muito real de tudo o que aconteceu, e de fato foi um ritual, eu fazia as coisas conscientementes, e quando “acordei” lembrei-me de tudo com alguns detalhes inclusive.

    @MDD – Sim, isso é bem possível.

  • Marcelo,

    Há um tempo atrás participei da Gnose (Movimento Gnóstico cristão universal do Brasil) e me foram passados exercícios para a prática de desdobramento Astral, mas vou te ser sincero: Não consegui obter êxito. Abrindo o coração e sendo sincero, tive e TENHO muito medo.
    Pensando sobre isto te pergunto existe alguma forma de auxilio, seja com projeções auxiliadas por outras pessoas ou através de substâncias que auxiliem neste processo projetivo ?

    @MDD – sempre é bom lembrar que projeção astral não é algo “simples”, que qualquer um faz a hora que quiser… existe todo um treinamento para isso, que envolve disciplina e controle mental, além de higienização do corpo, preparativos, etc. É raro gente que se desdobra naturalente sem nenhuma técnica. No seu caso, o medo certamente age como uma barreira. Já vi muitos casos assim. primeiro você precisa dominar este medo antes de prosseguir.

    Ob.: Sua coluna (que acompanho desde o primeiro artigo) me motivou a voltar a estudar o ocultismo. Estou procurando um centro Rosa-Cruz que tem na minha cidade.

    O que seria melhor um centro Rosa-Cruz ou o IIPC, na tua sincera opinião ?

    @MDD – vai do seu gosto pessoal. o IIPC é mais adequado para céticos e pessoas extremamente científicas, pois aborda o assunto de maneira laboratorial mesmo. Já a R+C tem toda a tradição ocultista e iniciática. Mas ambos levam ao mesmo lugar.

  • Paulo Vinicius H.

    Tio,

    já faz muito tempo que estou para peguntar isso, mas parece que tenho um laço muito forte com pessoas que eu amo, minha mãe, pai, irmãs, minha filha, e alguns amigos. Com minha mãe sempre foi mais forte, as vezes eu “ouço” o que ela esta pensando e com minha filha já senti dores no lugar onde ela se machucou, estando muito longe dela (sou separado), ultimamente após começar a ler sua coluna, tenho acreditado mais no meu eu interior e entendido o, porque de sempre duvidar das otoridade, com isso tenho sentido mais pressagios, sinto coisas antes delas acontecerem com essas pessoas e seguido mais minha intuição o que esta dando certo por um lado, pois o caminho parece sempre estar mais claro e com menos duvidas. E em alguns casos sinto também energia negativa, fico ruim, meu corpo dói e tenho sono.
    Isso é coisa da minha cabeça ? to ficando louco ? ou estou dispertando meu “sexto sentido” ? isso faz sentido ? me de uma luz.

    @MDD – Faz todo o sentido. A Intuição está intimamente ligada com a esfera de Yesod (Lua). ao praticá-la, você entra ao mesmo tempo em sintonia com voce mesmo e com o astral, e este tipo de acontecimento (simpatia, ligações magnetismo, intuição, etc) fica mais comum. quando chegarmos em Hecate abordarei melhor este assunto.

    abraços

  • F3osa

    Estive recentemente em uma reunião do Santo Daime…La eles falam muito do ASTRAL nos comentarias pós e durante seus Hinos a esperiencia que se tem quando se toma o cha é o que pode ser chamado de viagem ASTRAL?
    Li tbm nos livros de Carlos Castaneda ele fala bastante de ESTADO ALTERADO DE REALIDADE quato as suas esperiencias de aprendiz de “BRUJO” isso tbm pode ser definido como viagem astral?

    @MDD – Sim. São nomes diferentes para o mesmo estado de consciência.

  • Alfredo Ackermann

    Olá frater Marcelo!

    Primeiramente muito obrigado pela coluna, acompanho desde o início e foi uma grande inspiração para que eu desse o primeiro passo na senda do auto-conhecimento.
    Gostaria de saber sobre a relação dos 7 corpos com os chakras, e também se existe e qual é a relação com os centros e as oitavas de Gurdjieff, e com os 8 circuitos neurais de Timothy Leary. Sendo assim, procede a teoria de Leary de determinadas drogas terem a a propriedade de “abrir as portas da percepção” ou “despertar” os circuitos superiores?

    @MDD – eu conheço muito pouco de Gurdjieff. Gosto do aforismo dele “fé consciente é liberdade, A fé emocional é escravidão, A fé mecânica é estupidez”. Talvez alguém aqui nos posts possa ajudar mais sobre isso. O mesmo vale para o Leary. Sei que ele é o papa da LSD e que a LSD provoca um desligamento do duplo-etérico do físico, causando as famosas “alucinações”. A metáfora das “portas da percepção” é muito pertinente.

    Mais uma vez obrigado,e votos de paz profunda,
    Alfredo Ackermann

    ps. Poderia me enviar detalhes dos cursos no Rio de Janeiro?

    @MDD – Várias pessoas já me escreveram perguntando. Estou guardando os emails e assim que fechar o local (o que deve estar resolvido até a semana que vem) mandarei mensagem para todos os interessados e avisarei na coluna também.

  • Pedro Moreira

    Outro post magnífico Tio Marcelo.
    Gostaria de obter mais informações sobre como me projectar astralmente (livros, ou páginas da web preferencialmente). E falando desses perigos, poderei ser atacado no astral certo? Exite(m) alguma(s) forma(s) de me proteger?

    Grande abraço Del Debbio, mal posso esperar por seus próximos posts.

  • Trance

    Parabens pela coluna , não tenho mt fé nas religiões pq acredito que todas existem para manipular pessoas sem senso crítico ou thelema segundo venho aprendendo mas sempre tive a impressão de que existem muitos fenômenos que ainda não foram explicados , meu irmão diz sentir a atmosfera de um local e como estão as pessoas só de chegar perto delas ( ele é cego e não come carne vermelha ) , meu coroa qdo tomava umas a mais sempre sentia cheiros estranhos e eu uma vez vi uma pessoa branca não sei se era exatamente uma pessoa mas parecia devia estar a uns 20 metros de mim dentro da minha casa enquanto eu estava no portão , tinha ctz que era minha mãe mas dps de chamar varias vezes não obtive resposta e no tempo de virar para o lado e falar com meu irmão que estava comigo o vulto branco sumiu . ( essa é a parte boa da historia )

    dps que sai de casa e fui morar em outra cidade passei por um episodio mt assustador , como acordo muito cedo todo dia com o tempo passei a despertar sozinho cerca de 20 min antes do despertador tocar e numa dessas ocasiões qdo abri o olho estava olhando o para mim de dentro do quarto provavelmente da altura equivalente a eu estar de pé , até ai tudo bem tudo mundo sonha ,qdo eu senti alguma coisa me pressionar contra o colchão ao ponto de eu não conseguir respirar e nem gritar , me recordo que eu queria mt gritar mas não conseguia foram momentos horriveis que jamais vou me esquecer , pânico de verdade qdo finalmente consegui me libertar eu acordei realmente mt assustado , vc pode me ajudar a entender oq aconteceu ?

    @MDD – Foi um ataque psiquico (ou astral) desta entidade em você. Não tenho como saber os por ques, mas pretendo ensinar o pessoal da coluna defesas básicas a partir dos próximos posts. e pode ficar tranquilo… isso tb já aconteceu comigo pelo menos umas duas ou três vezes quando eu era novato.

  • Muito interessante a coluna. Não estou muito inteirado sobre o assunto, mas as ditas auras das pessoas tem a ver/são afetadas pelos sete corpos?
    Espíritos obcessores deixam algum traço ou falha na aura do obsediado em questã?
    Obrigado.

  • Aline

    Eu tenho predisposição a ter projeções, mas me recuso por causa do medo. Um dia eu decidi “sair” do meu corpo, e por uma fração de segundos, acho que saí. No entanto, como estava tudo escuro, eu, por medo, decidi “voltar”. O q era essa escuridão? Na sua opinião, eu devo enfrentar o medo e tentar explorar? Em resposta a um dos comentários você disse que há riscos no plano astral. Existe o risco de não conseguir retomar o corpo? Obrigada.

    @MDD – Não existe este risco, pois se você consegue se projetar, é porque um amparador está ali para te auxiliar. Além disso, o cordão de prata vai garantir sempre que você retorne sã e salva ao seu corpo, não importa o que aconteça. O escuro é causado pelo medo, isso acontecia muito comigo também. Basta você manter a calma e pensar “desejo enxergar” antes de se projetar, e com o tempo você conseguirá desenvolver a visão astral também.
    Qualquer dúvida mais profunda sobre projeção, recomendo esta comunidade:
    http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=10290901

  • Leandro

    Marcelo…
    Tudo certo? Parabéns pela coluna, em primeiro lugar.
    Vamos ver se consigo me expressar nas minhas perguntas.
    Os “espíritos” podem ser criados/destruídos, ou já existiria uma “quantidade pré-determinada” de seres espirituais? O que acontece quando chegam em um nível máximo, e como passam a existir (quem está no primeiro nivel)?
    Digamos que se tenha um número variado, mesmo que somente crescente, em minha ignorância entendo que eles teriam que aguardar uma “vaga” em um ser humano pra encarnar ou algo assim (mesmo acreditando que não exista pressa pra isso), já que existe uma variação de quantidade de seres humanos. E como associar isso com o crescimento populacional?
    Acredito que seja uma pergunta meio comum, mas raramente vejo uma explicação convincente.
    Abraço!

  • Jefferson

    Muito boa a coluna. Me esclareceu muita coisa e me gerou mais um monte de dúvidas. Se você puder responder eu agradeço muito.

    Você falou de vampiros astrais, mas existe vampiro “físico”? Tipo, um ser humano que desejar se alimentar de energia astral de outras pessoas, é possível? Você saberia dizer o que aconteceria com o corpo ou corpos do humano que se torna um vampiro de energia astral? Longevidade, aguçamento de sentidos ou força??

    O conhecido popular “Mau-olhado” ou “Olho-gordo” é um tipo de vampirismo involuntário ou uma Thelema mau-direcionada???

    Seria possível identificar essas pessoas (vampiros ou olho-gordo) para evitar ou se proteger?

    Muito obrigado desde já.

  • Lucas Fernandes

    Eai Marcelão eu aqui denovo
    Bem, ja faz mais de um ano que venho estudando sobre o plano etéreo e sobre desdobramento astral, e para falar a verdade eu sempre tive um pouco de medo de realizar uma V.A. e após ler a suas colunas e saber sobre esses elementais etc, eu fiquei com dúvida, as pessoas e os elementais podem me fazer algum dano além de drenar minhas energias, algo que me possa causar dano no meu corpo de carne e osso?
    Valew mais uma vez e tenha uma ótima semana

    @MDD – Poder, elas podem… mas no caso específico que você falou sobre projeções astrais, a resposta é não. Qualquer viagem que você consiga realizar terá ao seu lado um amparador, obrigatoriamente.

  • Gille

    Caro Marcelo,

    Primeiramente como sempre adorei a coluna, leio-as todas, muito esclarecedora prá mim em particular esta pois tenho muita dificuldade em relacionar os vocabulários de uma corrente a outra acerca da MESMA coisa. Mais uma vez parabéns!
    Agora a pergunta:o que nos capacita a – desdobrados ou desencarnados – pular dum plano astral desse a outro? Só o avanço moral? Avanço moral + cultural + afinidades + conhecimento técnico? Enfim, o que nos permite pular (ou simplesmente estar) dum canto noutro?
    Obrigado =)

  • Ahmed Ali

    Marcelo só não entendi duas coisas:

    Por que os “vampiros” se alimentam? Tipo eles são do mau e fazem isso e ponto final, ou sei la? Hehehehe

    @MDD – Sobrevivencia… você fuma? é viciado em nicotina? quando morrer, vai continuar um, e não será mais capaz de sentir estas sensações sozinho. Se deseja-las, terá de se unir a alguém que esteja próximo fumando para “saborear” esta sensação. O mesmo vale para outros sentimentos. Viciados em bebidas, drogas, sexo (se você fosse um fantasma e pudesse ir aos moteis olhar pessoas transando você iria? que tipo de pessoa você acha que iria? pois é… pode contar que elas estão lá olhando, sim, e se alimentando daquelas sensações).
    Alguns “vampiros” não são maléficos per se, eles só querem ter suas paixões satisfeitas.

    E sobre os “lobisomens” como que é que surgem a imagem deles? Pelo que eu entedi os cascões astrais são imagens vazias de pessoas que já morreram, isso explica os vampiros já que eles tem aparência como a de humanos, mas e os lobisomens?

    @MDD – São projeçoes bestializadas. Quem enxergava os lobisomens os via astralmente, na forma bestial. Foram poucas pessoas que realmente “viram” os lobisomens, a maioria das lendas se passa por relatos de terceiros. Eu mesmo nunca tive a oportunidade de ver nenhum.

  • Evandro

    DD, O filme “Amor além da vida” com Robin Willians bate bastante com o q vc falou. E aprofunda mais coisas tipo: O robin quando entra no local onde a esposa suicida está lá, o guia dele fala q há o risco da realidade daquele suicida tornar a dele o q seria fatal. Pode ocorrer isso realmente? Se sim, ocorre somente com as pessoas q já morreram ou um médium pode enloquecer ou acreditar numa realidade projetada por um desses espiritos. Poderia falar um pouco sobre os conceitos deste filme? Tenho várias perguntas sobre este filme mas fica pra proxima.

    @MDD – Este filme é muito legal mesmo. Recomendo a todos que assistam.
    No caso específico do baixo-umbral onde ficam os suicidas, sim, é muito perigoso se aprofundar nestas regiões sem o auxílio de um guia. Recomendo a leitura do livro “Abismo”, de A Ranieri. sobre este tema.

  • Rodrigo

    Tá ficando bom o negocio, nao consigo parar de ler essa coluna !

    Marcelo, ouvi dizer que em algumas ordens quando a pessoa é iniciada ela se torna “serva” ou “ligada” a um guardião do umbral, que vai auxiliar os iniciados durante a vida fisica, porém quando ela morrer ela ficará “escrava” desse guardião. eu li um livro espirita chamado “o abismo” e nele foi citado uma coisa semelhante em que existiam criaturas nesse abismo servindo o guardião do umbral….pois bem, esse “serviço” pós-morte seria por livre arbítrio…ou por escravidão ? o seu lire arbitrio pode ser afetado no astral depois da sua morte ?

    @MDD – São as chamadas “fraternidades negras”, mas elas não tem muito poder. A pessoa fica escrava, na verdade, porque ela mesma quer e deixa. Ela “pensa” que é escrava e, por conta disso, se torna mesmo escrava.

    Estou engatinhando ainda em projeções astrais e gostaria de uma ajuda sua, para se obter conhecimento no plano astral não sei qual é a melhor forma…pq se eu for ter contato com espirito, como eu não sou nenhum santo é bem provável que eu não esteja na mesma vibração de algum espirito evoluído, entao se eu falar com alguem eles podem estar me zuando…, já pensei em elementais mas me disseram para ter cuidado pq eles não sao “bonzinhos” aí como nao sei como me defender deles, nao invoquei nenhum elemental ainda….por último ouvi dizer de “registros akashicos”…mas como eu faço pra encotrar isso ? so espiritos evoluidos acessam esses registros ou é como um “biblioteca” berta para todos ?

    @MDD – apenas espiritos muito evoluidos tem acesso a ela. Fazer invocações e evocações sem saber o que faz é o melhor caminho pra arrumar grandes problemas.

    se eu tiver acesso…como eu faço ? é só eu mentalizar no plano astral “quero acessar os registros akashicos?

    Pow responde dessa vez vai!!! uehuehe abraço

  • dEAN

    Cara, por favor , crie um tópico de perguntas atrasadas, ou deixe algum meio para tirarmos nossas duvidas com vc….
    Qdo vc o fizer, farei as mesmas perguntas que ja fiz em outros dois tópicos….
    Mas enquanto isso gostaria de perguntar se a sensação de não estar sozinho, ou de ter algo perto de você também é mediunidade.

    @MDD – Já criei, é o meu blog http://deldebbio.wordpress.com/
    Sim, é um tipo de mediunidade fraca, intuitiva.

    Também gostaria de saber como funciona de uma maneira pratica a tal ” força de vontade ” .
    Não entendi muito bem a hora que vc falou sobre o signo de peixes…
    Existem signos que deixam as pessoas mais propensas a terem mediunidade??

    @MDD – Sim, certos signos (peixes, escorpião, câncer) são facilitadores do fluxo de determinadas energias ligadas à mediunidade. Força de Vontade é saber colocar a razão sobre o instinto de fazer o que tem de ser feito ao invés de se perder em devaneios.

    Abraço

  • Tenho sonhos recorrentes, onde eu vôo ou dou pulos enormes…também levito, poderia eu estar “fora do meu corpo”? no plano astral?

  • Ic0w

    MDD

    Há tempos acompanho a sua coluna e simplesmente ela sacia minha curiosidade e responde diversas perguntas e confirma algumas suspeitas que sempre tive.

    Você citou nesta coluna e em várias outras que em alguns “casos” é necessário ter uma alimentação vegetariana para a purificação, neste caso seria o caso de realmente deixar de se alimentar com todos os tipos de carne ou apenas as carnes mais “pesadas”? Por exemplo, uma alimentação baseada em peixe seria menos nociva e mais pura?

    @MDD – O problema não está na carne per se, mas na maneira como são feitos os abates hoje em dia. Não precisa cortar definitivamente a carne, pois se cortar e ficar “babando de vontade” de comer a vontade retraída vai te fazer mais mal do que o “alimentar-se de carne”. Dê uma diminuída gradativa e vai cortando conforme for perdendo a vontade. Carnes brancas causam menos influencia negativa, carne de peixe é mais recomendada.

    Outra dúvida. Em outra coluna comentou que tudo que é marcado no corpo material é marcado também no astral. No caso até exemplificou sobre a cruz com óleo no momento da crisma.
    Sei que você disse no final da coluna que passaria batido sobre as coisas que não tivessem relação a coluna de hoje, mas você poderia me dizer se nossos nomes e sobrenomes têm algum tipo de influência sobre quem somos, bem como a posição dos astros no momento em que nascemos.

    @MDD – a posição dos astros sim, e MUITA. os nomes originais não são tão importantes porque mais tarde você irá escolher outro nome se for iniciado em alguma tradição.

    Não sei se expliquei direito a minha dúvida, qualquer coisa reformulo melhor depois.

    No mais parabéns pela ótima coluna!!!

  • Padre Judas

    Mais acima você comentou sobre o Vale dos Suicidas e disse que os suicidas são levados para lá à força. Certo, já tinha lido sobre isso e também apareceu na novela “A Viagem”, que assisti quando era mais novo. Mas, pergunto, o que dá ao tais “espíritos evoluídos” o direito de interferir no direito de uma pessoa de escolher o seu próprio caminho, mesmo que o escolhido seja a morte física?

    Eu poderia imaginar que um espírito suicida iria se reunir à pessoas na sua mesma frequência emocional (uma vez que a maioria dos suicidas o faz por depressão, tristeza ou desejos auto-destrutivos, eles se reuniriam com outros alinhados no mesmo “nível”), mas seria algo natural, e não seria de modo algum uma “prisão”. Mas, do modo como falou, me pareceu um ato criminoso de cerceamento da liberdade contra um indivíduo que, no final das contas, não fez mal a ninguém (alegar que ele causou sofrimento em parentes próximos não me parece motivo suficiente).

    @MDD – Na prática, é uma prisão sim, porque as energia pesadas do baixo-umbral associadas ao suicidio são extremamente complicadas de se lidar, e eles não conseguem sair do confinamento sem ajuda e sem muito tempo de espera (algumas fontes dizem que você passará o resto da sua idade programada no Plano Material ali). Mas de qualquer modo, há pouca literatura sobre o assunto, infelizmente.

  • Eduardo

    1)Li que o corpo etérico geralmente fica próximo ao corpo físico em decomposição (por isso as aparições tão frequentes em cemitérios), e os cascões na verdade seriam os “corpos” de cada subplano astral (sete) que são abandonados após a “passagem” através dos subplanos (gtempo variável) e então poderiam ser utilizados pelos elementais e seriam confundidos com o ser original (por exemplo em sessões espíritas)

    @MDD – correto.

    2) Na última coluna numa resposta num comentário vc disse que não haveria nenhum perigo numa projeção astral e nesta coluna respondeu que há…como se defender?

    @MDD – se permitiram que você saisse em projeção, com certeza há algum amparador do seu lado para te proteger, então como nenhum de voces vai se aventurar pelos campos onde gente maluca como o tio DD vai, voces nao precisam de nada mais para se protegerem.

    3) e quanto a arruda, espada de são jorge e outras plantas popularmente conhecidas por afastar “mau-olhado”, etc…procede?

    @MDD – procede.

    4) como fabricar agua lustral?

    @MDD – Dá uma pesquisada pela internet porque eu nao tenho certeza se esta informação é “pública”… vou dar uma perguntada por aqui e, se eu puder contar, eu coloco na próxima coluna.

    Obrigado e parabens pela coluna

  • Daru

    Desculpe, mas vou perguntar aqui mesmo, pois não sei onde perguntar isso.

    Se eu enviar algum comentário com uma pergunta em textos anteriores você ainda responde? ou não?

    @MDD – dificil, porque eu costumo ler todos os posts e compactar as perguntas em novas matérias. uma vez que já tenha passado por uma coluna, eu não volto para ver se há novos comentários.
    Para isso criei um blog mirror deste: http://deldebbio.wordpress.com/
    atrasado em 3 meses, para que voces possam postar perguntas de posts antigos.

  • Adriano

    Salve,

    Ainda sobre as doenças e suas causas no Astral, poderia falar algo sobre as alergias (dermatites, coceiras, pruridos, etc)?
    É uma coisa que incomoda tanto e que prejudica tanto o corpo físico, que eu acredito ter alguma ligação com o Astral…tem?
    O que poderia desencadear as alergias?

    @MDD – A partir do momento em que a doença se manifestou no físico, ela se torna domínio da medicina tradicional. Trabalha-se com o equilíbrio de energias ANTES que isso se manifeste no físico, mas uma vez que foi projetado, trata-se com medicinas físicas. O que você poderá fazer é procurar trabalhar com yoga, chi-kung, acupuntura, terapias holisticas EM CONJUNTO com as tradicionais para acelerar o tratamento e DEPOIS que se curar continuar utilizando-as para bloquear novas manifestações.

    Obrigado pela iluminação…

  • Marcos

    Del Debbio
    Parabéns pela coluna.
    Vou dar uma resumida na minha “história” e fazer a pergunta. Após uma adolescência de uso de drogas, tive algumas projeções conscientes e uma grande abertura da percepção: passei a perceber ambientes e pessoas, adivinhar gente chegando na porta antes da chegada – causa um impacto abrir antes da pessoa bater… rs – e enxergar o duplo-etéreo das pessoas, além de ter, uma noite, percebido dois vultos que ficaram à minha volta a moute inteira. Parei com as drogas e comecei a freqüentar casas espíritas, projeciologia, ler muito sobre o assunto, e acabei por me fixar numa casa de umbanda, com um instrutor bastante carismático e “poderoso”. Nunca tive uma incorporação, mas me foi dito que eu possuia habilidades paranormais muito mais marcadas que mediúnicas, e, mesmo sem incorporar, participava de alguns trabalhos. Mais do que nunca, pesoas passaram a me procurar, em todos os lugares, para falar dos seus problemas, e eu realmente conseguia ajudar.
    Pois bem. Devido a uma catástrofe afetiva, passei a ter um descontrole das percepções, bem como passei a EMITIR meus sentimentos de forma muito forte, causando sensações ruins em pessoas à minha volta. Abandonei o centro, para desgosto de alguns (algumas…), abandonei outras atividades, foram dois anos bem ruins. Obtive ajuda, enfim, de um amigo, maçon, de uma forma que não devo ficar comentando em público. Retomei as atividades, hoje a vida material vai bem, as pessoas novamente me procuram para pedir ajuda e falar dos seus problemas, mas não pratico mais mediunidade, apenas estudo ocultismo. MAS… ainda sinto certo descontrole de sensações perto das pessoas, principalmente em lugares fechado e, sinto que emito vibrações quando estou desconfortável, incomodado, confuso, etc…
    Desculpe a longa história. Poderias comentar alguma coisa sobre isso, me dar umas dicas de algo a fazer? Tento não dar bola, não prestar atenção nisso, de modo a não “realimentar” a coisa com pensamentos. Costuma funcionar bem quando estou bem. Se não estou, sei que será desagradável me relacionar de perto, principalemente em ambientes fechados, com pessoas. Para não parecer que estou projetando, noto quando as pessoas assumem posições de defesa energética inconsciente à minha volta, quando isto acontece.

    @MDD – recomendo voltar a procurar algum centro onde possa ajudar outras pessoas, para não canalizar este potencial apenas de maneira egoísta. Lembre-se que “muito lhe foi dado, muito lhe será cobrado”. Se você pediu para vir com este potencial (e SIM, foi você quem pediu isso!), use-o.
    Desde já, muito obrigado.

  • Douglas

    E ae Marcelo,

    Muito boa a coluna. Interessante que esses dias eu estava pensando sobre a expansão dos cinco sentidos humanos, exatamente a parte que você abordou na coluna, seria isso a sincronicidade?

    Lendo uma resposta sobre sonambulismo, me lembrei que já tive algumas experiências a respeito disso, tendo até uma vez que eu saí de casa (destranquei a porta) e comecei a caminhar pela rua até que acordei porque tinha pisado em uma poça de água. Seria isso uma projeção mal sucedida? O que o corpo mental podia querer fazendo isso? Depois de algum tempo não tive mais nenhuma experiência semelhante, acho que pode ter sido porque passei por uma época bastante materialista, desligada de conceitos espiritualistas ou qualquer coisa que não fosse explicada pela ciência ortodoxa. Aquela velha história de que só funciona com quem acredita é verdade? Essa forma de pensar pode bloquear certas habilidades?

    Sonhar com alguma pessoa quer dizer que aquela pessoa também está tendo o mesmo sonho? Isso exige certa sintonia? E quando a pessoa que você se encontra é totalmente desconhecida?

    Quando tentei fazer projeção usando a técnica do cordão eu senti forte cansaço nos braços, como se estivesse tentando subir realmente o cordão. E em outra tentativa tive uma forte pressão no coração. Será que estou fazendo certo? O treino pode diminuir estes efeitos?

    Última pergunta: Pessoas podem visitar meu sanctum?

    Desde já agradeço

  • Ricardo Vidar

    Tio Marcelo,

    Muito costumeiramente eu sonho com coisas que acabam acontecendo tempos depois (na verdade esse é o unico tipo de sonho de que consigo eu me lembro depois, os outros eu nunca me lembro deles…)

    Seria isso um traço de mediunidade? Se não, o que?

    Um abraço e até julho nos cursos de Fortaleza

  • Danilo Belchior

    Acho que vale a dica, estou atualmente lendo um livro que me elucidou e muito sobre todos “nossos corpos” (corpo astral, mental, etérico…)

    “O eu e seus instrumentos de expressão”

    da Angela Maria la sala Bata

    pra quem interessar é baratinho e ajuda e muito…

  • Oi Tio Marcelo,

    Comentando seus comentários.

    “@MDD – Não adianta ter pressa e achar que vai resolver todas as besteiras que fez em 100 encarnações em uma só.”

    Mas não adianta não fazer nada, achando que uma vida é pouco para fazer qualquer coisa, né? 😉

    “@MDD – Sim… a coisa está feia. Comparado com a “massa”, somos bem poucos. Esta é uma das razões desta coluna existir.”

    Quantos anos até as informações divulgadas começarem a criar uma nova frente de “despertos” capazes de lutar contra a ignorância? Algo tão curto quanto, digamos, quatro anos e meio? Ou mais longo, como quatro séculos e meio?

    Combinando os dois comentários: não é meio o que você está fazendo? Dando um “tiro no escuro” meio guiado, meio esperançoso, para tentar gerar alguma mudança?

    @MDD – 4 anos e meio da tempo de fazer muita coisa…

  • Olá Marcelo, há tempos estava esperando posts nessa área. Você já comentou sobre pessoas consultando espíritos para saber de algo no futuro. No meu caso, desde criança, esporádicamente acontecem situações que eu acredito já saber o que vai acontecer, identifico um lugar e situação ou até o que uma pessoa vai dizer. Já lí um pouco sobre deja-vu e não sei se pode ser relacionado a alguma atividade extra-corpórea.
    O deja-vu tem alguma coisa a ver com o plano astral ou pode ser mera coincidência?
    Agradeço se puderes responder e aproveito para parabenizar pelos posts!
    Abraço!

  • vivekananda

    “Existem alguns facilitadores para despertar estes processos. Um deles é o vegetarianismo. Limpar o corpo das impurezas energéticas contidas na carne facilita o despertar destes sentidos; não beber, não fumar e manter o corpo sem relações sexuais por alguns dias também vai facilitar o processo (não apenas disso, mas de projeções astrais também).”
    ———————
    quero apenas deixar uma complementação a isso, não sou nenhum expert, e gostaria de ser corrigido na medida do possível.
    o desapego e a conservação das nossas energias ajudam muito nesse processo, pelo menos pra mim.
    quanto mais apegado você for a esse lugar, a essas coisas, mais dificil será de descobrir novos lugares e coisas.
    e quanto a conservação das energias, resumindamente, quanto mais você viaja na maionese durante o dia, mais dificil será perceber a realidade. quanto tempo vocês perdem ‘construindo castelos no ar’ durante o dia?
    vocês conseguem viver focados no aqui e no agora sem alucinações de nenhuma espécie?
    acredito que o assunto é bem extenso, mas esse exerciciozinho de ‘estar vigilante como um soldado na guerra’ me deu muitos resultados.
    namastê!

  • Sepher Maha-Deva

    Leandro
    “O que seria melhor um centro Rosa-Cruz ou o IIPC, na tua sincera opinião ?”

    Pra ser sincero, procure tudo que é possível. Geralmente gosto de lugares que dão perguntas e não apenas respostas.
    O IIPC é muito bom, mas (na minha opnião) se focou demais apenas na técnica.
    Segui a linha do Wagner Borges que trabalhava com o Waldo. Wagner (www.ippb.org) tem muitos tópicos sobre projeção consciente e bioenergias, com mantras voltados para lucidez e projeção (cuidado, altos graus de espiritualismo e universalismo ^_^).

    Eu era da AMORC, acabei mais seguindo o estudo independente mesmo. O que me deixa de cabelo em pé com a ordem é que eles dizem QUE NÃO existe magia negra, obsessão, possessão, assédio espiritual etc…fala que TUDO é anímico. Mas de resto, blz.

    Aline
    “Eu tenho predisposição a ter projeções, mas me recuso por causa do medo.”

    Devia aproveitar então :), não ter medo das projeções é um grande caminho para conhecer a imortalidade da alma…
    Realmente a maior barreira é o medo. Ele ativa várias glândulas pelo corpo(adrenalina e etc) o que faz o corpo físico ficar ativo e sair do modo relaxado…condição básica para projeção.

    Apesar de eu ter entrado no ocultismo devido a uma projeção consciente ao 15 anos, fazendo exercícios do livro do Robert Allan Monroe, hoje em dia, seguindo o trabalho do próprio Monroe, que se desvinculou da projeção astral ficando somente na viagem para dentro e no desdobramento.
    Uma consideração: Os espiritas chamam a projeção astral de “emancipação da alma”. Desdobramento é um dos estados ampliados de consciência. A consciência “se estica” a tal ponto sem limite algum. Ocorrendo mesmo casos de bilocação, mesmo você consciente em um lugar, na sua tela mental expande sua consciência para qualquer lugar (tanto no passado quanto no futuro também) e você esta presenta no local todo momento… Método do Monroe ta bem para Apometria. (www.monroeinstitute.com, http://www.hemi-sync.com, http://www.portalmonroebrasil.com)

    Não existe risco mesmo. Até mesmo viagens ao umbral são patrocinadas pelos amparadores para que o projetor doe e ajuda com seus energias nos processos de resgate.

  • David Fernandes

    MDD, eu sempre quis entender pq existem tantos médius recebendo mensagens de carater moral bastante elevado, mas de conteúdo sabidamente equivocado. Pq as mensagens de muitos médiuns não são confiáveis (cito alguns exemplos abaixo)? De onde vem esses seres comunicantes (são egrégoras, Espíritos, ou loucura dos médiuns)? Eles geralmente se dizem Espíritos de grandes homens, ou ETs, Jeová, etc., mas suas mensagens não são confiáveis.

    EXEMPLOS:

    Por exemplo, os livros de Roustaing (Os Quatro Evangelhos) são belíssimos. São profundos, lógicos, inteligentes. Segundo consta em Os Quatro Evangelhos, os guias de Roustaing eram os 4 evangelistas, Moises e João Batista. Em dada parte da obra de Roustaing houve uma manifestação do próprio Cristo. Mas os livros possuem uma série de contradições com a obra de Kardec (e com aquilo que vc vem dizendo no fórum tb).

    Jan Val Ellam, médium espírita, diz receber comunicações dos Quatro Evangelistas tb, além de muitos outros seres elevados. A mensagem de sua obra é bastante profunda. Mas anunciou que Jesus e seus imediatos voltariam para a Terra em uma nave espacial em abril de 2007 (esse anuncio foi feito a pedido dos próprios 4 evangelistas).

    Os casos de contradições são incontáveis. Em http://abundanthope.net/pages/article_641.shtml, vemos Jesus (Esu Sananda) falando que “as catástrofes podem ocorrer com a ignição de Júpiter no final de 2007”. Isto é, segundo Jesus, Júpiter viraria uma estrela, fato que causaria muitas dores para nosso planeta. Além de contradizer outras mensagens, tal “possibilidade” contradiz o próprio bom senso.

    O grupo responsável pelo site http://www.earthchangesmedia.com/ alerta sobre quatro Tsunamis que iriam ocorrer nos quatro Continentes durante 2007 e de 2008.

    Em http://web.pib.com.br/nominato/forum/viewtopic.php?t=3391&start=855 , um ET chamado Vladimir fala sobre a volta de Cristo, mas se contradiz em inúmeras mensagens. Vladimir errou quando anunciou a volta de Cristo para meados de 2007, e, em outra ocasião, errou quando disse que cerca de 20000 naves varreriam os céus de São Paulo, em julho ou agosto do ano passado.

    Além disso, muitos grupos falam de Chama Violeta, Os Sete Raios, Fraternidade Branca, Pole Shift, termos e idéias não usados em outros evangelistas.

    Há ainda inúmeros grupos evangélicos dizendo que estão recebendo mensagens de Deus, avisando-os sobre o eminente arrebatamento. Exemplo é o grupo responsável pelo site http://www.2007rapture.com/ (hoje fora do ar). Muito intrigante tb são as inúmeras mensagens de Deus recebidas por inúmeros integantes do fórum http://www.xsorbit2.com/users/rapturenow/index.cgi . Segundo os foristas do referido fórum, Jesus era para ter voltado, de acordo com as várias comunicações recebidas, em 13 ou 14 de setembro do ano passado (2007). De lá para cá, houveram muitas comunicações adiando a volta do Mestre para o dia 15, outras mensagens para o dia 16, outras para o dia 17, e por aí vai.

  • Flora

    Olá

    Em todo centro que visito uma entidade acaba por me chamar para estudar no centro e desenvolver minha mediunidade. Nunca tive medo algum disso. Mas participar de um centro e desenvolver la me liga automaticamente a servir ao centro usando minha mediunidade, algo que não me agrada. Realmente queria desenvolver essa mediunidade mas não gostaria de me ligar a centro algum. Uma vez uma entidade do tipo maria mulamba disse que minha presença a incomodava pq eu era muito forte mas que isso estava disperso pq eu nao tinha desenvolvido. E me disse para fazer yoga. O que gostaria de saber é como estudar, desenvolver e trabalhar minha mediunidade sem ter que servir a um centro. Onde eu poderia fazer isso? Estudei alguns graus do reiki e quando estou envolvida nessas atividades ou frequentando um centro minha mediunidade aflora para algo frequente…Entretanto noutras épocas some desaparece e eu nao vejo, nao sinto, nao ouço.

    @MDD – dá pra estudar sozinha, mas é muito mais difícil porque vc não tem quem te auxilie na parte prática da coisa. A Yoga só vai ajudar a te equilibrar, mas para desenvolver a mediunidade você vai precisar praticá-la, ai eu recomendaria mais um centro kardecista do que de umbanda a princípio.

  • Olá Marcelo.

    Bem, se eu entendi direito (lendo todas as colunas e tal) o planeta terra (e, pelo que eu entendi, o sisema solar como um todo) é um grande sistema feito para evoluir “almas” com todo esse lance de reencarnação, karma e dharma, não é? Existe algum propósito disso? Isso alimenta alguma coisa? Vai chegar o dia em que todos os espíritos estarão evoluído e todo o trabalho terá terminado? Qual é a resposta pra grande questão da vida, do univeros e tudo mais? (essa eu sei! É 42!)

    @MDD – Na verdade, todo o Universo é um grande sistema evolutivo. Mas esta resposta para o 42 ainda duvido que alguem consiga responder.

  • Vitor

    é uma pergunta leiga, mas,… dá para obter informações sobre outras encarnações por meio de hipnose ou outra técnica?

    @MDD – Não confio muito nisso, mas a explicação do por quê não funciona direito é muito extensa para um comentário de um parágrafo.

  • Alessandro

    Marcelo, desculpe minha ignorância, sou totalmente leigo no assunto, mas sempre tive uma dúvida. Se estamos encarnando, ou seja, o mesmo espírito em corpos diferentes, como a população mundial cresce cada vez mais?
    Não é uma afronta nem ceticismo, só uma dúvida mesmo.

    @MDD – Esta foi uma das primeiras perguntas que eu fazia e que nenhuma religião espiritualista conseguia me responder. Só consegui a resposta na Teosofia, e a resposta não é agradável… a verdade é que a Terra deveria estar estabilizada em apenas 3 bilhões de habitantes, dentro de um universo de Orbe de aproximadamente 20 bilhões de espíritos em todos os graus de evolução. Mas por N motivos extensos demais para comentar agora, houve um desequilíbrio nisso (condenação de uso de anticoncepcionais, ignorância generalizada, criação matadouros industriais para animais em vias de adquirir consciência, etc) gerando esta série caótica que presenciamos dia a dia e que parece estar em uma espiral decrescente.

  • Duende

    Yo DD!

    mto boas tuas colunas

    sobre medium de efeitos fisicos..
    qdo o medium atua não é ele é o “fluido” do espirito atuando juntamente com o fluido dele( ou perispirito .. sempre me confundo com as nomenclaturas)
    e tem os mediuns que não que são animicos que tudo que eles fazem vem da energia deles( se nao me engano Blavatsky se enxaixaria aqui).. certo?

    tem como saber de é algo que vc esta fazendo ou se é com ajuda ( ou “atrapalhamento”) espiritual?

  • Bruno

    DD,

    Gostaria de dizer que sou um leitor assíduo da sua coluna. E pretendo começar a estudar o ocultismo por conta própria, começando pelos livros do Kardec…

    Tenho uma pergunta:

    O Umbral é um plano espiritual? Você pode me explicar o que exatamente é isso?

    Obrigado!

    Keep it up!

    []s

  • Muito interessante essa matéria, gostei pra caralho. Parabéns ^^
    Só uma pergunta. Vampiros e Lobisomens são só entidades astrais ou existem/existiram esses tipos de seres no mundo material também, tipo de carne e osso e talz?

    @MDD – Não… nada de lobisomens ou vampiros “Anne Rice” no Plano Físico.

  • Br0wN.RJ

    Marcelo,

    Parabéns pelos textos!

    Eu sempre fui pela minha cabeça nunca segui nenhuma religião por simplesmente constatar que não existe lógica alguma em nenhuma “delas”, minha esposa segue uma doutrina de vida oriental (Perfect Liberty, não sei se você conhece) que dentre todas “religiões que conheço” realmente é a que mais que te mostra uma verdade sobre a vida, mas ainda assim descordo de alguns aspéctos da religião.
    Eu conhecia muito pouco sobre ocultismo até ler alguns de seus textos como disse o amigo FiliPêra até os mais céticos vêem alguma lógina nisso tudo.

    @MDD – Uma das coisas que eu sempre digo nas colunas é que Astral, Thelema, Acupuntura, espíritos, chakras, kundalinis e afins não tem NADA a ver com religiões. São fatores biológicos, eletromagnéticos, físicos, psicológicos, etc que por enquanto são inexplicáveis e tratados como “sobrenaturais”. Religiões são interpretações mundanas para estes aspectos, tanto que algo que sempre tento mostrar é que todas as mitologias possuem aspectos em COMUM, seja na ritualística, seja na parte ocultista, esotérica ou iniciática. Todos os caminhos seguem para um mesmo lugar.

  • Sandro sena

    Olá parabéns pelo post, tenho um pet shop com minha esposa e esta loja era o sonho da mãe dela que não se realizou antes dela morrer em um acidente de carro, as vezes a situação aqui está crítica(grana, astral, etc…)e derrepente acontece um evento maravilhoso (uma venda ou notícia boa)e tudo parece ter acontecido por conta de uma força maior que não sei explicar. Vc acredita que a mãe dela pode estar exercendo alguma influencia pra nos ajudar espiritualmente ou é só mera coincidência?

    @MDD – “coincidencia” é o nome que se dá para fatores que achamos de sincronicidade. Como eu li uma vez, “não existe coincidência, existe a ilusão de co-incidencia”. Com certeza vocês possuem alguém “do outro lado” dando uma força para este sonho.

  • André

    Oi DD! Blz? Gostaria de fazer umas perguntas. Tem vezes q eu tenho a impressão de parecer que vou começar a alterar o estdo de consciência e sair do corpo, minha mente começa a ficar mais maleável, por assim dizer. Mas daí me bate um medo e eu saio do “transe”.
    Aconteceu comigo algumas vezes de eu acordar e ver o armário do meu quarto de outra cor, minhas unhas e maos, rosadas e muito brancas, respectivamente. O q é isso?

    @MDD – O medo é uma das emoções que mais bloqueiam as projeções astrais. E, como dissemos nas respostas acima, não há o que temer pois todas as viagens são acompanhadas de amparadores.

    Uma outra pergunta, existe a possibilidade de numa projeção astral consciente eu ser sequestrado por entidades como cientistas do umbral ou algo parecido? e o q fzer nessa situação?

    @MDD – Não. Não há este perigo.

    Eu sou kardecista, e nunca tinha ouvido falar de elementais no kardecismo, mas já ouvi numa ordem espiritualista q frequentei. Mas de acordo com o Espiritismo, deveria haver as reencarnações para a evolução dos seres. Naum entendo esses elementais serem evoluídos (aguns pelo q vc disse) e nunca encarnarem. Naum seria injustiça para conosco pobres espíritos q temos q passar por tantas provas para nos melhorarmos?? Vlw DD

    @MDD – O kardecismo não trabalha com esta linha. Elementais são mais comuns nas tradições africanas, celtas, nórdicas, hindus, árabes, herméticas e xamânicas. Acrescentarei falar sobre elementais nesta série de posts sobre o Astral.

  • Anderson

    MDD

    Já fiz uma pergunta antes, mas acho que nao era relevante para ser respondida diretamente. hehehee..

    Vou tentar de novo… bom.. minha irmã foi a um encontro do daime e tomou o chá. Ela disse que sofreu muito. Que a sensação era de opressão de sua própria consciência, que viu muitos espíritos e até a “crássica” figura do capeta. O que é isso? Será que foi só o efeito da substância? Ela ficou com muito medo e não quer voltar mais. O que achas que ela deve fazer? Ir ou não ir? Ela também ficou com medo de não ir e ainda assim ficar tendo contato com o que ela viu.

    @MDD – Provavelmente ela estava em uma “bad trip”. Isso acontece quando não estamos focados, deixando as portas abertas para a influencia de entidades inferiores. Sob esta influencia, nós mesmos nos guiamos para o padrão vibratório que “desejamos” (quer dizer, a qual ela foi provavelmente induzida). Um dos fatores mais importantes quando se vai realizar a experienca do Daime é estar bem consigo mesmo, livre de qualquer influência negativa ANTES de tomar o chá.

    Parábens pelos textos, sempre esclarecedores.

    Abraço

  • Douglas S

    Olá DD,
    Parabéns pela brilhante coluna. Minha dúvida é sobre Terapia Bioenergética. Ela é usada para “afetar” qual frequencia de vibração? Ela funciona como limpeza ou como aprimoramento.
    Algum tempo atrás eu te mandei um e-mail sobre a Carmina Burana. Desculpe insistir, mas você sabe o que significam as figuras que aparecem ao redor da Roda da Fortuna no filme? No final tem algo semelhante ao casamento alquímico também que eu pouco entendi. Sei que essa pergunta não faz parte do tema, mas eu só queria saber se você ainda lembra? O filme está disponível no youtube.

    Que a Luz divina o Ilumine.

  • Ismael Andres

    Bela coluna meu caro.

    #DÚVIDA:

    As pessoas tem 7 corpos, certo. E um cachorro, quantos corpos tem?
    Sei que existem cachorros no astral. Então pelas minhas contas devem ter uns 3: físico, perispírito e astral. Estou certo?
    E uma arvore, tem corpo? visto que também é um ser vivo.

    “Bicho não tem alma, sei bem, mas será que vivente tem?” Odilon Ramos

  • Sag

    Bom, não intendi muito bem a destinção entre ‘espiritos’ e ‘elementais’
    vc disse que elementais nunca estiveram encarnados. isso se refere à encarnações na terra ou em qualquer ‘canto’ e/ou vibração? Se não encarnam, são seres ‘estagnados’?
    Para mim, entidades(anjos, elementais, etc etc) nada mais eram que espiritos, como os nossos. porém mais(ou menos?) evoluidos. e não necessariamente oriundos da terra…

  • Ivan

    Olá, comecei a ler os textos daqui faz pouco tempo, mas sao interessantes demais. Gostaria de fazer algumas perguntas:Desculpe os termos xulos que usarei, eh que ainda sou principiante nesse assunto e nao sei as denominacoes corretas.
    1- Os “espiritos” conseguem modificar um ambiente fisico, tipo um quarto? Trocar objetos de lugar, etc?

    @MDD – Sim, conseguem. Mas isso é muito raro. É muito mais fácil alterar sua percepção para que você não perceba onde determinado objeto está (chaves do carro, por exemplo) e passe horas procurando por algo que está na sua cara o tempo todo.

    2- Aparelhos eletronicos afetam as energias contidas em um determinado ambiente?

    @MDD – Sim. Ataques psíquicos muito fortes que não conseguem atingir uma pessoa podem eventualmente danificar aparelhos eletro-eletrônicos. Normalmente eles queimam/quebram todos um seguido do outro, e sem razão aparente.

    3- A partir do momento que comecei a utilizar cannabis entendendo que ela é uma planta, parte da natureza e sempre procuro utilizar ela qndo estou de bom humor, isso me ajudou mto(eu acho neh, por isso to perguntando) a entrar em contato com (” Budhi ” ou Alma Divina. É um corpo totalmente radiante que todo ser humano possui, porém, ao qual ainda não está intimamente ligado.) pois realmente qndo utilizo a cannabis, sinto uma paz imensa, e parece que mergulho dentro do meu EU, me sentindo mto bem, relaxado, em paz, RADIANTE. Gostaria de saber se isso realmente acontece, se o uso de cannabis favorece a exploracao de outros planos astrais ou se eu estou apenas viajando.
    4- A ultima pergunta vai de encontro ao msm assunto. Me sinto mto melhor qndo fumo em lugares naturais, tipo jardim, floresta, pois me sinto mto proximo da natureza, em ligacao com ela e sinto varias energias positivas, isso pode ser pq as almas que estao lah, sao almas boas que curtem a natureza e tbm queiram dar uns “peguinhas”? hehe

    @MDD – por aconselhamento de um irmão advogado, o tio Marcelo não vai falar diretamente sobre usar ou não usar drogas, visto que elas ainda são ilegais aqui no Brasil e isto poderia dar munição para as otoridades perturbarem o pessoal do Sedentário com tecnicalidades jurídicas. Mas a palavra Inteligencia vem de “intellegere” ou “ler nas entrelinhas”.

    Desculpe se algumas perguntas pareceram gozaçao, mas nao sao nao, é que tive essas duvidas msm ao ler o artigo.
    Abracos e Parabens pelos textos. Bons demais.

  • Bruno Moreira

    Marcelo, ja acompanho sua coluna a uns 2 meses, e quero lhe dizer primeiramente que ela me incentivou muito a entrar para a ordem rosa cruz.

    Tenho uma dúvida quanto a Astrologia.

    Você disse que pessoas com dons mediunicos, tem os planeteas do seu mapa, na maioria, no signo de peixes.

    Eu sou Umbandista, e alias procurei um centro, por causa de certas coisas que aconteciam comigo durante o sono.
    Eu sonhava com uma certa entidade e acordava assutado e quando olhava para frente eu conseguia enxergar essa entidade, que ficava la parada, me olhando.

    Pois bem quanto a dúvida é a seguinte, no meu mapa astral, a única coisa que tenho em peixes e meu vertex, e no centro me disseram que eu era medium, ……sobre esses planetas em peixes, Existem excessões para alguns casos ?? Oque vertex em peixes que dizer no geral ???

  • Gui Losilla

    MDD, só uma duvida!
    De tudo o que vc falou até hoje, o que mais me chamou a atenção foi a Cabala, lendo sobre isso vi que ela condena, e o judaísmo também, a evocação dos mortos!!!
    Mas há muitos médiuns que não evocam, simplesmente se comunicam com o plano astral. Nesse caso há alguma diferença entre evocar e se comunicar????

    @MDD – O que Moisés condenava era a necromancia, que tinha um sentido muito diferente naquele tempo. A “necromancia” como colocada é o ato de revirar e saquear tumbas para usar os ossos e cadáveres em rituais de evocação aos mortos. Ela seria equivalente a Quimbanda dos dias de hoje, ou da conjuração de espíritos trevosos. Até eu condenaria estes atos, oras… O sentido de “necromântico” foi deturpado com o tempo, especialmente no final do século XIX, para se ajustar ao kardecismo. Muitas traduções da bíblia foram alteradas propositadamente para enquandrar a “comunicação com os espíritos” com a “necromancia” bíblica, embora apenas o nome seja o mesmo.

    Outra coisa, a arvore da vida tem uma relação nos outros planos, ou ela é específica para o físico??

    @MDD – Claro que tem. Apenas Malkuth representa o Plano Físico. Todos os outros 9 Planos (número de dias que Odin ficou preso à Yggdrasil) representam outros estados de consciência.
    Abraço

  • Rodrigo A. Grola

    Salve DD

    Me tira uma duvida:

    “O mesmo ocorre, por exemplo, em templos de artes marciais, onde antigos praticantes continuam treinando, ou em templos ocultistas onde os antigos freqüentadores continuam visitando ocasionalmente. ”

    Esses “antigos freqüentadores” podem já ter abandonado o Duplo-Etérico e existirem somente como Corpo Astral, ou existe a necessidade do Duplo-Etérico para que “eles” estejam na egrégoga?

    No estagio final de iluminação, um ser existe apenas em seu corpo Átmico, desprendendo-se da necessidade da existência nos outros 6 corpos?

    Certa vez, ouvi de um kardecista que Jesus precisou “involuir” para que conseguisse encarnar, devido a seu altíssimo estado de iluminação. Seria essa “involução” uma descida dos corpos acima do Astral para que ele pudesse se “prender” a um Duplo-Etérico, chegando assim a um Corpo Físico?

    Espero não ter viajado demais.

    Obrigado… grande coluna!

  • mdr1982

    entao, o caja de moises tem algo a ver com isso??? e tambem o fato de toda bruxa possuir um gato faz sentido???

  • allkaline

    Saudações DD
    Antes de mais nada queria parabenizar a coluna , que ta muito boa e nao vejo a hora de sair as outras
    Tenho uma duvida meio estranha:
    Quando morremos, desencarnamos ou de outra forma vamos para o plano astral ficamos restritos a um plano astral (desse sistema solar) ou o proprio plano astral é habitado por seres de todo o universo.
    Por exemplo eu habitante da terra permanesso em uma plano astral especial para minha condição, de terrestre ou o plano astral é um só e so nao percebo outros seres (ets desencarnados) pois estes estão em um vibração diferente da minha?

    Só outra pergunta fora do tema mais que faz parte da pergunta anterior vc acredita em aliens, ets, ou qualquer outra forma de vida inteligente que viva nao seja da terra?

  • F3osa

    Ola Estou frequentando a pouco tempo o Santo Daime e é muito comum que se use a menssão do plano astral durante as chamadas mirações(viagens)isso que venho a sentir é mesmo o plano astral?
    Outra coisa, nos livros que li sobre o Carlos Castaneda ele cita bastante o estado alterado da conciencia nas varias esperiencias que faz como aprendiz de BRUJO e cada uma delas me parece diferentes mas ao mesmo tempo tem em comum essa saida da realidade seriam planos diferentes?

    Valeu

    F3osa

  • Ivan

    Desculpe estar mandando outra pergunta, é que esta me ocorreu apenas agora.
    Tenho um pouco de medo sobre esses assuntos, principalmente na hora de dormir, fico pensando que estou sendo observado e demoro a dormir por causa disso. Eu sei que um jeito de isolar esses espiritos, nao tem, mas gostaria de saber se existe alguma maneira de eu atrair apenas bons espiritos e se tbm o fato de eu ter medo, influencia alguma coisa na presença deles, ou possivel apariçao para mim.

  • Chitao

    Mas qdo tu diz: “Talvez. A idéia é que se muitas souberem muito, a coisa começa a andar para alguma direção melhor…”
    Adianta pessoas “saberem o que se passa” mas ñ ajudarem ativamente? isso enfraqueceria a “egregora negativista” ou sei lah como eu poderia me referir ao contrário que que eh bom..?
    Outra coisa, acho que eu ñ vi isso ainda nas respostas.. existe a possibilidade de “morrer” no astral, ou o cordão se romper, não deixando tu voltar para o material? estilo amtrix, qdo os caras morrem na matrix não voltam..
    e a ultima.. ayahuasca? salvia divinorum?
    conheço a ultima, mas ñ tinha o conhecimento das colunas.. certamente ver com outros olhos..

  • Thaluthien

    Tio, parabéns por mais essa ótima coluna!

    Eu já vi e senti presença de outros seres mas depois de muito medo eu devo ter me bloqueado. Agora com o auxilio de suas colunas e minha curiosidade natural [caçando livros, atualmente lendo Papus] posso dizer que estou me controlando melhor. Nunca mais vi nada mas sinto presenças e cheiros. Um dia ao voltar do trabalho um perfume feminino chegou a me atrapalhar de tão forte que estava!

    Questionamento 1- Quando estou para dormir, em estado de vigília [nem acordada nem dormindo] , eu escuto muitas vozes ao mesmo tempo e por poucas vezes cheguei a ver algumas cenas cortadas, uma mulher de vestido verde correndo entre outros. Isso foi o que? Será que eu revisitei lembranças antigas com o meu corpo mental?
    Questionamento 2- Pouco depois de me deitar eu algumas vezes me sinto rodando na cama, como se deslizasse. Uma dessas vezes era sempre pro lado direito. Eu estava plenamente acordada mas essa sensação de deslizar e rodar me incomodava, lembro que virei na cama de nervoso porque eu queria ao menos poder rodar [ou deslizar, não sei ao certo] para outro lado! Minha mãe é espirita e acha que eu posso estar “quase” me projetando… Mas ela tbm disse que eu posso ter me projetado e não ter percebido, é possível que se projete mas não tenha consciência disso?

    Brigada tio, até a próxima!

  • Rafael

    Eu conseguia ver espiritos perfeitamente até la pelos meus 2 anos de idade, mas eu acho q a minha mãe fico assustada e falo pra minha avó.Depois disso nunca mais eu consegui ver nenhum espírito.Segundo a minha mãe, minha avó sempre consegue resolver os problemas que a minha mãe fala pra ela, então agora eu pergunto: Será q uma simples reza poderia fazer q uma criança de dois anos parasse de enchergar espiritos?Ou era só uma fase normal e q passa?

    Obrigado

  • Igor Faria

    “quando o duplo-etérico é abandonado, ele pode resultar nos chamados cascões astrais”

    Pq isso acontece?
    E quanto à lenda do Corvo (um espirito que deixou algo assunto para trás, retorna para esclarecer as coisas)? Pura lenda, ou tem algum embasamento?

  • Marcos Leandro

    Diz aí Marcelo!
    Li no livro VIAGEM ASTRAL de Ernesto Bosc algumas coisas interessantes:
    Lá diz que como o objetivo pessoal no plano material é a evolução, há pessoas que se apegam tanto ao material que “esquecem” sua verdadeira missão, então ás vezes é necessário que o corpo perca sua função, no caso da velhice, para que o indivíduo use somente o pensar, para assim esquecerem o materialismo que o cegou durante toda a vida. Achei interessante isso pq meu avô, segundo meus tios, sempre foi muito materialista e sempre procurou o mal alheio, e já há um bom tempo perdeu a capacidade de se locomover bem, e agora ele diz que Deus conhece todo mundo, que Deus é bom e coisas do tipo. Que você acha disso?

    Outra coisa que li foi sobre suicídio, que diz que uma pessoa que se mata com um tiro na cabeça por exemplo, pode reencarnar com algum problema no cérebro ou com algum outro problema relacionado ao suicídio. O tipo de morte pode influenciar na próxima reencarnação?

    Abraço.

  • David Fernandes

    Oi Marcelo, parabéns pela coluna!

    Tenho só uma observação: vc falou que duplo etérico é sinônimo de perispírito, qdo na realidade o corpo astral é que é o perispírito (denominação espírita). O perispírito, ou psicossoma, ou corpo astral, ou corpo emocional, é o veículo de manifestação no plano astral. Podemos conferir isso no livro Projeciologia, de Waldo Vieira; e Além da Matéria, de Robson Pinheiro (livro Espírita).

    Estou acompanhando suas postagens com muito interesse. Abraços!

  • Caxias

    MDD, veja se você consegue me explicar essas situações.
    Isso aconteceu comigo umas 3 vezes e em nenhuma dessas três situações eu tentava me projetar, até por desconhecer o assunto, portanto eu não atribuo os fatos ao medo, que é pelo que eu tenho lido, comum nesses casos.

    Ao “sonhar” tinha diferentes perspectivas de visão, tanto 1 como 3 pessoa, e me via (quando na visão de 3 pessoa) deitado no mesmo lugar, imóvel, com mt frio, porém o que mais me deixou preocupado foi o medo, sentia um medo inexplicável, de que algo estava vindo em minha direção, por todos os lados e que a fuga era impossível, janelas e portas por mais que fechadas eram retratadas sempre abertas, havia uma unica luz, nao sei proveniente de qual lugar, pois durmo de luzes apagadas, suficiente somente para que eu pudesse me ver naquela situação. Diferente de um sonho qualquer, eu sentia como se aquela experiencia fosse real, sabia dentro do proprio “sonho” que aquilo nao era um sonho qualquer, o que tornava o medo ainda mais real, mas sabia que nao estava lucido, sabia que o medo me impedia de tentar entender aquela situação e minha mente estava muito confusa. No final de todas essas 3 experiencias acordei gritando e todo suado. Só para constar, não sou adepto de drogas inclusive o álcool, estava completamente lúcido ao me deitar.

    Outras experiências que eu tive mas que dessas vezes tentava uma projeçao.
    Em uma comecei a escutar vozes, sem conseguir identificar nada doq estava sendo dito, começou baixo e depois se tornou mt alto, sentia meu corpo girar como se fosse uma roleta, o medo das vozes fez com que eu acordasse.
    Em outra eu durmi e “acordei” e percebi que conseguia transportar energias do meu corpo só com a força do pensamento, depois de um tempo não sentia mais o meu corpo por completo como se estivesse todo dormente, e o mais estranho foi uma sensação de ser aspirado por alguma coisa, como se eu fosse um monte de ar sendo sugado por um aspirador, acordei logo após essa sensação.

    Nunca estudei muito sobre o assunto, por isso gostaria que você me desse a sua opinião do que pode ter ocorrido nesses casos.

    Abraço.

  • El Preguntador

    Olá Del Debbio !

    Você manifestou: “Muitas vezes estes cascões astrais podem ser habitados temporariamente por elementais (muitas vezes as imagens projetadas em centros espíritas não são na realidade a pessoa falecida, mas apenas o cascão astral dela, animado por um elemental). Os ocultistas chamam estes seres de Doppelgangers.”

    O que seriam os elementais?

    Foi coincidência ou intencional o número de características dos vampiros ser 7?

    Que outros elementos favorecem a visão do plano astral além do vegetarianismo?

    Vai haver uma coluna sobre os Likantropos?

    Dentro destes conceitos o que seriam os Poltergeist?

    A coluna está ótima, estou revendo algumas matérias lá do início e mal espero recomeçar o ciclo sobre o “Coisa ruim”.

    abraços

  • Albert Pike

    Não vou me estender DD, esto sem tempo e depois comento o que você replicou
    mas antes disso me diga
    como voce sabe que odin existiu?

  • Altair

    Tio DD, acompanho sua coluna dês da época do “computador celeste” hehe. E vejo como você realmente esta preparado e segue toda uma linha de raciocínio muito bem pensada e planejada

    Bom, a vários posts atrás, eu fiz uma pergunta e infelizmente você não respondeu, mas com o post de hoje ela faz melhor sentido. Vou resumir.

    Signo peixes, com 16 anos, sem ajuda de ninguém, comecei a ter as famosas “catalepsias” e posteriormente conseguia me projetar, ficava pouco tempo no astral e mal tinha idéia do que era aquilo,e nunca tinha visto nenhum ser ( Se eu deita-se na beira da piscina no sol das 4 da tarde meu corpo já paralisava, mas não fazia projeção. Tem gente que reclama que nunca consegue se projetar, eu sou o contrario hehe)
    Pois bem, com 18 anos eu fiz uma projeção e quando eu sai do meu quarto e passei para a sala, eu me deparei de frente a 1 metro de distancia com um ser humanóide, cor de pele negra, medindo uns 2 metros de altura, não tinha expressão facial, nem cabelos, nem roupas, bom eu quase “morri” quando vi isso e imediatamente voltei pro meu corpo, e depois dessa experiência já faz 3 anos que não consigo mais fazer projeção

    Pergunta, não é normal eu ter tantas experiências assim certo ? E o que seria esse ser “lindo” que eu encontrei ? Era real ou era minha imaginação ?

    Abraços.

  • Oi Marcelo. Sou eu novamente com algumas perguntas relacionadas:

    Qual a diferença entre centros espíritas e centros kardecistas?
    Se eu pedir à um medium que entre em contato com um ente familiar falecido, ele pode fazer isso?

    Tenho um primo esquizofrênico há tempos. Já possuia problemas de integração social desde pequeno. Passou no vestibular de medicina e não conseguiu terminar nem o primeiro ano, ano em q seus problemas vieram mais à tona e começou a ser tratado com psiquiatras de vários lugares. Hoje ele toma medicações para não ficar muito “agitado”. Hoje ele deve ter em torno de 40 anos.
    Seria bom que ele visitasse algum “centro espiritual”?

    Qual é o ponto máximo da evolução espiritual qdo desencarnado? E depois não se reencarna mais? E qual é o objetivo de não se reencarnar??
    Espíritos de nivel como Cristo, Buda reencarnam? Se sim, qual é o período em anos?

    Estou tendo sonhos (e pesadelos) muitos realistas, palpáveis. O que seria isso? Certo dia, num sonho, sonhei que encontrei com meu falecido avô (e já sonhei com ele várias vezes) e senti um aperto de mão dele tão real! Isso foi mto emocionante pra mim! Será que ele mesmo estava em meu sonho e teria apertado minha mão??

    Tive um pesadelo esta semana que havia uma pessoa apontando uma arma pra mim. Eu estava apavorado e sabia que era um pesadelo. Com MUITO custo eu consegui sair do pesadelo, porém cansado e cambaleano pela casa para não dormir e enfrentar esse pesadelo. Do seu ponto de vista, o que eu vivenciei?

    Como uma pessoa mencionou a religião “Perfect Liberty”, gostaria de saber o que vc acha dela?

    ——
    Agradeço desde já e lhe desejo boa sorte e que continue com seus ótimos textos!!

    P.S.: qdo sairá o dicionario de mitologias?

  • Victor

    Olá Marcelo, há muito venho aconpanhando sua coluna e cada vez mais me surpreendo com as informações aqui trazidas.
    Tenho alguns amigos com quem sempre discutia esses assuntos, porém sem muito embasamento, que agora também estão acompanhando sua coluna.
    Portanto, parabéns.

    Minha dúvida é sobre a mediunidade… uma vez visitei um sensitivo.Primeiramente ele anotou meu nome de batismo completo e data de nascimento, atribuio valores e fez algumas contas. Feito isso ele lavou nossas mãos (minhas e dele) segurou na minha mão e começou a dar algumas informações. Informações especificas iclusive de um problema de saude que ei viria a ter num futuro próximo, mas deixou bem claro que tudo que ele havia me dito poderia ser mudado por mim ainda.O que me deixou inpressionado é que num prazo de aproximadamente um ano 90% as previsões dele se contretizaram, inclusive o problema de saúde. A explicação dele é que ele consegue ver a energia que circundava meu corpo e por isso podia fazer previsões a “curto prazo” apenas.

    Dúvida:
    Essas energia que ele consegue sentir seriam relativas a qual corpo astral?
    Existe esse tipo de mediunidade ou ele tem o auxilia de algum esprito ou entidade?

    Desculpe pelo texto longo, abraços!

  • David R

    http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=10290901&tid=5210661526234255564&start=1

    aí tem um sequencia de links sobre uma palestra bem interessante.
    de como a glandula pineal se liga ao plano astral

  • Ricardo

    Marcelo,
    aproveito pra tirar uma dúvida que é mais um desabafo. Sempre tive facilidade com projeções astrais, prática que consigo realizar desde pequeno. Ressalto que nunca tive sucesso em nenhum outro tipo de prática mística, nem meditação. Desde que comecei a leitura da coluna voltei a me concentrar nessas viagens. Fatos que vi durante as viagens e depois confirmei que realmente ocorreram comprovam que se trata de projeção mesmo. .

    Pois bem, numa viagem astral, após aprender com meu guardião (sim, eu falo com ele às vezes) um exercício para afastar entidades de vibrações mais baixas, decidi conhecer minha(s) succubus. Sou um masturbador compulsivo, com uma freqüência alarmante. Sempre após “finalizar” eu sentia uma espécie de arrepio na nuca, que eu considerava apenas uma reação física. Depois de ler sobre o assunto fiquei convencido de que devia ter criado alguma succubus e decidi ver qual é que era.

    Para minha surpresa, eram 6, e não me deram medo, pois eram pessoas (4 homens e duas mulheres) jovens e simpáticas. Tivemos uma conversa rápida e eles disseram que eu devia essa “energia” pra eles porque quando tive pensamentos suicidas há cerca de um ou dois anos, eles é que uniram forças e agiram no plano astral no sentido de eu não me matar, pois não queriam perder o hospedeiro. Nessa altura fiquei assustado e acabei voltando pro corpo.

    Bom, depois disso ainda estou meio confuso, com medo de voltar para as viagens astrais e com medo de me masturbar e alimentar esses seres. Por mais bizarro que seja, é um relato verdadeiro. Ah sim, o exercício que o guardião me ensinou estava ligado ao chakra cardíaco. Isso tudo faz algum sentido?

    Se não quiserem liberar esse comentário podem passar pro Marcelo direto, o e-mail que eu coloquei é meu mesmo e ele pode responder direto. Abraço!

  • Kiko Benitez

    Lafayette Ronald Hubbard é o criador da cientologia Marcelo, e os autores do superman não estavam “exatamente” respondendo ao além do homen, que não é criacão do nacional socialismo alemão, apenas uma terrivel e desonesta apropriação das obras de Nietzsche.

    @MDD – eu sei quem é Hubbard. Procure pelo vilão da Marvel chamado Xemnu e se você conhecer um pouco da Cientologia, conseguirá fazer a associação de onde o Stan pegou algumas idéias para seus vilões.

    A pergunta que eu tenho, e julgo relevante, é sobre a formação de uma convicção de verdade através destas experiencias astrais, visto que o poder de encobrimento e a falibilidade do desvelamento é sempre, e em medida muito desproporcional, influenciada por forças que vão muito além das capacidades de qualquer criatura que habite a dimensão do umbral.Tu não possui duvidas?Não existe a possibilidade de estarmos evoluindo rumo ao auto-engano cada vez mais aperfeiçoado?

    @MDD – cara, eu possuo milhares de dúvidas. Se a gente não conseguiu descobrir nem 1% do universo material (e fica pior se levarmos em conta os bilhões e bilhões de sóis, planetas, etc fora dos nossos telescópios), que dirá dos outros 10 universos…

  • Legis

    Caro Marcelo,

    Comecei a acompanhar sua coluna ha pouco tempo, é o segundo tópico que leio, me interesso bastante sobre esses assuntos e em

    outros momentos de minha vida já dediquei algumas(poucas) horas da minha curiosidade à leitura superficial sobre temas como

    parapsicologia, projeção astral, energias corporais e espiritos. Apesar de não estar por dentro de suas postagens anteriores

    (ainda ), já me sinto a vontade para fazer algumas perguntas:

    1)Minha primeira pergunta tem como base a capacidade do ser humano, cientificamente comprovada, de se adaptar a situações

    adversas, como por exemplo um cego que aumenta sua percepção auditiva, ou um acidentado que perde os movimentos

    temporariamente e após algum tempo novas ligações neuroniais permitem que volte a se movimentar…
    Além disso, baseio-me na afirmação (que não sei até que ponto é verdadeira) de que o ser humano utiliza fração ínfima do seu

    cérebro, e que a maior parte deste se mantem inativa a maior parte do tempo.

    Poder-se-ia desenvolver conscientemente o cérebro(corpo físico) para que a ligação com outros corpos, como com o corpo mental

    ou o da vontade, possa se dar de forma mais intensa, aumentando nosso estado de percepção sensorial/ capacidade de lidar ou

    mudar a realidade do mundo a nossa volta?
    Em suma, o desenvolvimento do corpo físico poderia aumentar nossa capacidade de exprimir no plano físico manifestações de

    nossos outros corpos não físicos?

    No seu entendimento, até que ponto a indução consciente ao desenvolvimento de certas capacidades do corpo físico, como por

    exemplo, não utilizar a visão por algum período de tempo para estimular outros sentidos, ambidestria treinada, treino de

    habilidades específicas (Por exemplo, treinar ping pong 4 horas por dia para desenvolver reflexos/velocidade de reação)

    poderiam influenciar no duplo elétrico, ou seja , na ligação do corpo físico com os outros corpos?

    2) Até que ponto o trinômio Vontade/imaginação/emoção poderia influenciar nas manifestações físicas? Como por exemplo, fazer com que um professor falte à aula, que uma pessoa ligue pra gente ou que os numeros de nossa escolha sejam sorteados na mega sena…

    Pergunto isto porque, desde sempre, me vejo diante de fenomenos que me fazem crer que posso controlar o “acaso” mais do que o homem médio conseguiria, como por exemplo:

    Provas de múltipla escolha, meus chutes são na resposta correta numa frequencia muito maior do que na incorreta.
    No cara ou coroa, a opção que escolho , percentualmente sai muito mais do que a contrária.
    Há tempos atras, quando caminhava bastante, houve um período que , eventualmente, as luzes dos postes se apagavam quando eu passava, algo como 2 postes a cada meia hora de caminhada(em lugares diferentes, postes diferentes). Cheguei a crer que detinha algum controle sobre tais fenomenos, todavia, após conversar com amigos/ ser criticado e desestimulado, eles pararam de acontecer.

    Desse modo, poderia crer que, em tese, minha vontade de conseguir algo, somada à minha imaginação de ser realmente capaz de fazê-lo, somadas à emoções como amor/raiva/felicidade/compaixão/egoísmo , seriam suficientes para eu provocar modificações no mundo real, na realidade da minha vida, das pessoas a minha volta e de até mesmo na vida de pessoas que não conheço?

  • Jefferson

    Olá Marcelo, muito obrigado por nos dar mais este esclarecimento acerca da realidade que nos envolve.
    Eu escrevi algumas dúvidas mas pelo que eu vi aqui deu erro no navegador e não deve ter enviado. Vou mandar denovo então hehehe:

    Não existe nenhum tipo de vampiro humano? Vou explicar. Um ser humano não pode desenvolver técnicas para se alimentar apenas da energia astral de outros
    humanos? Ou existe uma ordem ou seita que com uma egrégora ajuda a pessoa que desejar a se alimentar de energia astral?
    Caso exista, essas pessoas teriam alguma diferença em relaçao as outras como saúde, longevidade, aguçamento dos sentidos?
    “Olho-gordo” ou “mau-olhado” é um tipo de vampirismo involuntário (ou as vezes até voluntário)? Algumas pessoas são e nem sabem que são assim. Existe alguma forma de elas “treinarem” para perder essa habilidade ruim?
    E finalmente, nesses dois casos, há algum meio de identificar essas pessoas ou seres? E como se proteger ou evitar?

    @MDD – Existem, e muitos! Sobre este assunto, eu recomendo o livro “Ataque e Defesa Astral”, do grande mestre Marcelo Ramos Motta. Falarei sobre mediunidade e ataques psíquicos na próxima coluna.

    muito obrigado desde já

  • Sepher Maha-Deva

    Realmente o blog é uma troca de saber imensa :), legal DD sua posição quanto ao Daime, já fui banido de grupo espiritualista famoso no Yahoo Groups(que frequentava a 4 anos), por comentar sobre minha experiências com Ayashuasca.
    Xamanismo é minha praia,

    Anderson
    “minha irmã foi a um encontro do daime e tomou o chá. Ela disse que sofreu muito.”

    Nos rituais com a ayahuasca(Santo Daime) você trabalha com medos e bloqueios emocionais de uma forma muito intensa. Literalmente eles são colocados a sua frente. Quanto mais da luz você se aproxima, mais suas sombras ficam evidentes. E enquanto você não trata-las… As coisas negativas que ver, são sempre de dentro, e nunca de fora. Fora que o Ego/Cérebro (como o texto do DD resalta, a batalha ocorre de forma violenta no Daime) vai sempre tentar sabotar a experiencia, dando sensações corporais das piores.
    Os xamãs concordam, a ayahuasca é um atalho, mas não é um caminho para aventureiros e curiosos.

    Outro fator importante é um ramo do Santo Daime deu uma desvirtualizada. Alguns centros “consagram” santa maria (canabis) e santa clara (cocaína) em seus cultos. Quem foi, e ficou assombrado com este consumo de drogas, observou que são verdadeiros “portais” para o umbral. Fora casos de suicídio etc…Não vou citar quem são, quem tiver curiosidade para se prevenir tem umas reportagens boas no http://www.ceunossasenhoradaconceicao.com.br/

    Ivan
    “É um corpo totalmente radiante que todo ser humano possui, porém, ao qual ainda não está intimamente ligado.) pois realmente qndo utilizo a cannabis, sinto uma paz imensa, e parece que mergulho dentro do meu EU, me sentindo mto bem, relaxado, em paz, RADIANTE.”

    No xamanismo atual, e sério, não recomendão esse tipo de “planta medicinal”. Não é de poder, nem planta-mestra-professora. Te coloca em vício, baixa sua frequência, fecha seu chakras, fora a destruição de neurônios. Além de ter sua potencia no Yin (feminino), acaba rapidamente com pessoas do sexo masculino e vai levando ao uso de outras drogas, sujeito debilitado com muito uso da canabis quando prova a cocaína(potencia yang, masculina) cai no vicio tremendo e sem controle…

  • Omar

    Caro Del Debbio, no seu texto vc fala que “…imagens projetadas em centros espíritas não são na realidade a pessoa falecida, mas apenas o cascão astral dela, animado por um elemental”, mas no espiritismo não existe o conceito de elemental. Se vc leu algum material que faz esta afirmação que esteja relacionado ao Espiritismo (ou Kardecismo com somos forçados a nos diferenciar pejorativamente) gostaria de obter a indicação.

    @MDD – Salve. Eu não diria “pejorativamente”. Kardec, como verdadeiro maçom que foi, trouxe a ciência para dentro do misticismo, estudando os fenômenos astrais de maneira séria e estruturada. Então adotar o nome dele; kardecismo eu considero uma honra, não algo pejorativo. Quem tenta transformar isso em pejorativo é, pra variar, as seitas evangélicas. Devemos batalhar para que este termo seja sempre colocado como o pioneiro e um dos mais sérios campos do esoterismo.
    Detalhando melhor, às vezes quando dizemos “fulano incorporou”, podem acontecer diversas situações:
    – ele está conectado a um espírito (desencarnado)
    – ele está conectado a um elemental (ser que nunca encarnou)
    – este elemental pode estar acoplado a um cascão se fazendo passar por um desencarnado
    – ele pode ter acessado seu Mestre Interior (não estar “incorporado”, mas em contato com si mesmo
    – ele pode estar em contato psíquico com o chamado “inconsciente coletivo”

    Apesar da primeira opção ser a mais comum no kardecismo, dado o grau de evolução dos médiuns, a segunda opção é comum nas tradições afro (orixás e exús). A terceira opção é mais rara, está descrita nos graus intermediários da Teosofia. As outras opções são raras também, porque exigem treinamento do médium e é muito difícil dele atingir estes estados de consciência sem treino.

    O obssessores no espiritismo não são apenas aqueles que praticam o vampirismo, mas também aqueles que simplesmente se comprazem em provocar ou perceber sofrimento no encarnado por terem uma relação karmica com eles, ou mesmo aqueles desencarnados que não nos desejam mal mas que, sem querer, acabam nos e se prejudicando com esta conexão que não deveria acontecer, causada muitas vezes por uma mera afinidade vibratória.

    @MDD – Perfeita colocação! “vampiros” são uma parcela dos obsessores, mas realmente existem diversos tipos de obsessão, inclusive entre encarnados!
    Muito boa a coluna! Parabéns!

  • Victor de Campos Couto

    Ola,gostaria de perguntar,quais são e aonde estão os 7 principais pontos de chackas do corpo humano(q eu ja ouvi falar como portais),e ouvi falar tb q existem mais pontos q estariam no plano astral certo?Quais seriam?

  • Lucas Fernandes

    Mr. Del Debbio

    Bem andei estudando aqui enquanto a semana não passa.. e lembro de você ter falado que pretendia terminar o projeto antes de 2012, o motivo tem algo relacionado a data 21/12/2012 e Profecias Maias?
    []`s

  • Edujanu

    =p
    na paz?
    Cara, vc ainda nao disse nada a respeito de Ramatis, ele é um cara fera , prega o vegetarianismo , a vc saca do que eu to falando né?
    Vi que alguma pessoa falo do medo, tem uma música do J Quest, diz +- assim
    medo eu nao te escuto mais, vc nao me leva a nada
    se quiser saber pra onde eu vou
    eu vou pra onde tenha SOL

    eles sacam de algo, vc sabe?
    pq tem algo ai pra quem quer ver.

    Pessoa que falou do DAIME, é DAIME mesmo ou é o chá ayuasca?
    pq o DAIME é do ALTO SANTO no Acre, se bebeu no CEFLURIS,ai talves seja em um local +- adequado
    Ai Marcelo se puder indicar pro povo ler, a Galileu desse mes trouxe uma reportagem imparcial sobre o assunto, é bom ler e depois poder falar algo, mas como vc disse é = ter uma projeção astral, tem que experenciar.
    Dizemos que o salão é protegido, cara abre os chacras, dá pra sentir sendo sugado, ser vampirizado é horrivel, sentir isso de uma pessoa encarnada então, é um pokin pior, dá vontade de falar, sai daqui.
    Cara quando vc tiver um tempo disponivel no msn, me fala que quero conversar com vc e nao demora mais que 5 min pra resolver.

    Ainda acho que vc dá tudo mt fácil pra esse povo, e pq no sonho vc nao me disse que eu tava sonhando?
    já que estavamos nos 3, vc tinha cosciencia pow.
    t+

  • Omar

    Salve Del Debbio,

    Quando me refiro “pejorativamente” é porque o próprio Kardec não teve a pretensão de atribuir o próprio nome a conhecimento que não lhe pertencia, fazendo o o papel (de importância gigantesca, claro) de “codificador”, compilando as informações recebidas de forma clara, sempre sobre orientação da espiritualidade.
    Você mesmo faz distinção, quando relaciona em seu texto kardecismo e, separadamente, espiritismo. A expressão Espiritismo foi cunhada durante o trabalho de Kardec e depois foi adotada pelas religiões afro, de forma muito semelhante àquela que gerou o sincretismo religioso existente nestas mesmas religiões, quando se associou orixás a santos da igreja católica, mas claro que por motivos bem distintos.
    Sendo bem purista, Não existe Kardecismo, apenas o Espiritismo, e Espiritismo é fundamentado nas obras codificadas por Kardec, e só. Espiritismo não é nenhuma das religiões de origem africana que tomam o nome “emprestado”. Não quero que me entenda como prepotente mas acho importante defender o correto uso de certas nomenclaturas.
    Grande abraço!

    @MDD – É mais para evitar confusões… já vi cada papagaiada se chamando de “centro espírita” que dá até arrepio…

  • Sarcastic

    Dizem que quando eu era crianca eu via um “homem” feio e mau com uma cambuca com fogo dentro. Ate que fizeram uma sessao kardecista em casa e esse espirito foi embora. Eu ainda lembro algumas coisas e sonhos daquela epoca. Eu deveria ter uns 4 anos mais ou menos e hoje tenho 32. Lembro de uma vez que estava brincando com meu primo, ele fez um ponto de interrogacao com dominos e eu lembro de lhe falar que essa palavra era proibida (interrogacao) porque o “homem”nao gosta. E lembro de sonhos em que eu ficava preso por uma parade flexivel invisivel no meu quarto e que nao conseguia falar ou qualquer coisa.
    Esses sonhos ainda me perseguem de uma maneira ou outra, e criei um mecanismo para isso. Eu simplesmente mexo a cabeca e consigo sair do sonho.

    Quanto a viagens astrais eu creio que ja tive algumas. Como estar dormindo em um sofa e me vejo ao lado do ventilador e mesmo em sonho, reparar no sonho que estou sonhando e ter a sensacao de nao haver mais gravidade, estando tudo escuro e tudo comecando a rodar.

    E uma coisa. Algumas vezes, depois de entornar todas, no dia seguinte ao dormir, quando fecho os olhos, eu tenho imagens nitidas, conscientes (que fique bem claro que nao e em sonho) de outras pessoas fazendo seus afazeres. Variadas e me passam como uma pessoa atras da outra. (Creio que isso e uma viagem tremenda, mas nao custa nada perguntar.).

    Essas coisas realmente acontecem ou sao apenas fruto de uma imaginacao muito ferttil???

    Desde ja obrigado e continue nos esclarecendo ainda mais.

  • Alagacone

    Oi Marcelo.

    eu mandei minha mensagem há alguns dias atrás(pelo firefox) mas acho que ela não chegou…

    @MDD – Auto-limpeza começa ficando um ciclo lunar sem se masturbar. Isto deverá ser suficiente para livrá-lo de sua succubus.

    Pois é, eu tentei fazer isso, mas há alguns dias atrás eu tive uma polução noturna(sem sonhos). Minha dúvida é se precisarei recomeçar tudo de novo e se existe algum modo de se livrar das poluções noturnas.

    Muito obrigado
    Alagacone

  • Bruno Caminada

    Marcelo, bem que vc poderia dar umas palestras aqui em Campinas ein!

    Com certeza bastante gente participaria… eu pelo menos sim!

  • Ivan

    Marcelo,
    Algumas vezes eu tive catalepsia projetiva, até ai tudo bem. Mas algumas vezes nesse estado, eu senti uma presença do meu lado segurando meu corpo. Isso é muito assustador. Eu tinha lido que catalepsia ocorria porque seu corpo astral estava deslocado do corpo material e talz. Me diz se isso é coisa da minha cabeça deturpada ou é possível que “alguém” esteja me segurando e por qual motivo. Obrigado.

  • Silva

    Olá DD, boa coluna! =D

    Como surgiu o primeiro vampiro? Já ouvi falar da relação com Caim, isto tem fundamento? O que Caim simboliza?

    []s

  • Thiago Habib

    Oi de novo, Marcelo!

    Foi mal pela proéxis… hehehe… mas, por também odiar esses neologismos, perguntei.

    1- Qual as almas possui a consciência maior de fazer a programação dhármica? A partir de que nível desce o desígnio?

    2- Qual a relevância da Projeção Astral numa iniciação? Com que frequência ela ocorre nas diversas ordens iniciáticas? Tipo, quais adotam e quais não adotam ou desconhecem?

    3- Você disse que qualquer viagem que você consiga realizar terá ao seu lado um amparador, obrigatoriamente. Esse amparador é um humano desencarnado?

    4- Já que sempre há o amparador, significa que qualquer viagem astral que a pessoa tiver feito, mesmo quando criança e com o motivo aparentemente mais fútil que seja, teve uma função específica necessária?

    5- Quando criança, eu frequentemente tinha sonhos em que eu caía de um prédio (vários sonhos, em lugares diferentes) – sentia adrenalina do medo e quando caía no chão, acordava assustado, com a sensação de ter caído na cama. Em alguns deles eu tinha a sensação de controlar o sonho – eu já tive vários sonhos em que eu os controlava. Uma vez eu ia caindo e me agarrei no suporte do ar-condicionado, mas, num determinado momento do sonho, eu me soltava intencionalmente, buscando adrenalina e, ao chegar ao chão, acordei assustado também. Eu gostava desses sonhos, mas não os tenho mais. A última vez que sonhei caindo de um lugar foi na casa de minha avó, que tem 2 andares, mas quando eu cheguei ao chão – esperando acordar assustado com o impacto, como de costume – acabei conseguindo “aterrissar” correndo. Desse dia pra cá (tinha uns 14 anos), não sonhei mais caindo de lugares.
    Sabe o que pode significar?
    Pode ter sido uma viagem astral?
    Qual seria a função de algo desse tipo? Talvez, curar algum medo de altura?
    Práticas como essas acontecem naturalmente conduzidas por amparadores para esse fim?

    6- Os efeitos das experiências do Daime se restringem ao período de efeito do chá ou ela facilita outras viagens sem o uso do chá?
    Há algum efeito persistente?
    Já ouviu falar de mescalina?
    Teria efeito parecido?

    Por fim, obrigado pela atenção. Se possível, ao ler os posts em busca de perguntas a serem respondidas, quando encontrar alguma resposta que ratifique, dê um toque, ok? Tipo um “Concordo”, ou “É isso mesmo”. Mas, só se possível.

    Adorei essa postagem. Maior P&R que já vi! rsrs
    Abraço!

  • Melquisedeque

    Como sempre nota 10!!
    Tenho algumas perguntas mas vou fazer depois. Agora só quero homenagiar jacque de molay , afinal sexta feira 13, ganhou essa fama por causa dele. Um minuto de silêncio, e vivas p/ esse grande mestre.

    abraços

  • Leandro

    Marcelo,
    Já frequentei diversos centros espiritas (kardecistas e um umbanda) mas não parei em nenhum deles, pq acho que sempre os frequentei com a expectativa de ter experiências comprobatórias, que nunca tive.
    Quando eu era mais novo, principalmente, sonhava (ou pelo menos achava que sonhava) muito em ‘terceira pessoa’, me vendo dormir e tudo mais. Minha mãe diz sempre que muitas vezes eu aparecia no quarto deles a noite, resmungando algumas coisas indecifráveis, e ela me levava de volta para dormir (sonambulismo?). Vi acima que alguem relatou que nao conseguia respirar, gritar durante o sonho. Isso acontece muito comigo, desde criança. Praticamente nunca consigo gritar em sonhos e acontece muito de eu não conseguir me mexer, não respirar nem abrir os olhos (como se tivesse uma luz muitissimo forte a minha frente). Com o tempo, ainda criança, eu descobri que se eu estiver em uma situação ruim no sonho (e estar consciente de estar sonhando) e forçar um solavanco com o peito como se estivesse extirpando algo do meu corpo à força, eu acordo (meio difícil de explicar). E quando acordo sinto a sensação física de ter dado esse ‘solavanco’, ou seja, provavelmente eu me mexo mesmo. Isso é normal? há algum fenomeno associado? Alguma literatura pra sugerir a respeito de como lidar com isso? Obrigado pelo excelente post!

  • Ismael

    Caro Marcelo,

    Mais uma vez o parabenizo pelo excelente trabalho que estás realizando.
    Tenho uma dúvida sobre o assunto e lendo as dúvidas/respostas dos colegas ainda não consegui esclarecer.
    Fui criado dentro dos ensinamentos da igreja católica por influência de minha mãe e esta por minha vó. Sou batizado e crismado e participo de um grupo de música que toca na igreja um domingo por mês.
    Não sou fanático e já faz algum tempo que o “catolicismo” não me supre mais. Após ler tuas colunas(acompanho desde a primeira), tenho certeza que estou bem mais esclarecido.
    A dúvida é a seguinte: Nestes domingos que toco na igreja (continuo frequentando/tocando por “compromisso/amor” para com minha vó) após o término da missa, sempre me sinto mal, discuto por detalhes mais insignificantes com meus familiares e tudo é motivo de discórdia, inclusive por vezes acabo magoando as pessoa que me cercam e me sinto mal por isso também.
    Será que estou sendo alvo de alguma “coisa” na igreja?
    Apesar de não acreditar muito, sempre respeitei, mas me considero forte o bastante para não ser alvo de influências negativas.
    Em caso positivo, alguma dica/ajuda?
    Obrigado pela tua atenção com teus leitores.
    Paz e Seúde

  • Kiko Benitez

    É possivel ler alguma coisa durante uma projeção astral?

  • Juliano

    “Aqueles que supõe que a mente é o cérebro estão totalmente equivocados.
    A mente é energética, pode permanecer independente da matéria densa,
    pois é um corpo à parte, constituído de matéria mental.”

    Mas, quando uma pessoa sofre alguma lesão cerebral ou alguma doença
    degenerativa sofre problemas de cognição. Isso não significa
    degradação da Mente? Onde fica a mente “não-física” nestes casos?

    @MDD – ela continua perfeita, mas não vai ser capaz de fazer a transmissão de dados
    para o cérebro de carne. É a mesma situação de alguém que nasce com alguma limitação
    mental ou doença mental. O corpo mental desta pessoa é perfeito, mas ela não consegue
    fazer a conexão com o cérebro físico.

  • Eliau

    DelDebbio

    Onde fica a mesa de bar onde tu convocou teus alunos hoje, pelas 7h – 7h30 da manhã pra uma reunião? Foi sonho ou é algum lugar astral que tu costuma frequentar?

    []s

  • Lilia

    Ai, ai….coitadinhos de nós que vivemos em Sampa, com todo esse astral poluido.(suspiro)
    A solução será participar de uma egrégora?, um grupo?, que mantenha a nossa consciência????e se assim for,se esse grupo for em Sampa,como garantir que esse grupo não seja contaminado????
    Meditação diária ajuda a ver além da poluição???
    beijos preocupantes
    Lilia

  • Julio

    Caro Marcelo, acho que existe um equivoco quando vc fala que “Por isso cada orixá tem suas 21 ervas”, não sei de onde vem esta informação, mas penso ser impossível existir esta limitação, até por que Ossain é o dono de todas as folhas, é certo que por um acontencimento algumas folhas foram adquiridas pelos outro Orixás, mas muitas delas pertencem a dois Orixás diferenciando-se apenas pelo horário em que foram colidas. Existem folhas que não existem em uma “nação” e são muito importante em outra. Já transitei em várias casas de culto, conheço várias pessoas “do meio” e nunca ouvi esta afirmação.

    @MDD – Salve. Eu peguei esta informação com o Pai Valdir Persona, presidente do FRECAB e estudioso da cultura Nagô. Mas imagino que o numero seja simbólico, já que todos os orixás devem dominar todas as ervas. Mas tentarei pegar a lista das ervas de cada Orixá para ver que correlação existe entre elas.

  • Rodrigo Dias

    Prezado Del Debbio,
    Você respondeu o comentário do Trance que ele provavelmente sofreu um ataque astral.
    Uma vez eu e minha namorada sentimos um forte peso – também como se estivéssemos sendo esmagados contra a cama – ao mesmo tempo, dormindo juntos.
    Ela chega a afirmar que viu uma espécie de “cobra”, de cor vermelha e com a forma parecida com “aqueles colares de pena que se usam em formaturas, casamentos e etc”.
    Isso também foi um ataque astral? Pode ser uma espécie de “succubus ou incubbus” ?
    E, no caso de ataque astral ou coisa do tipo, o fato de acordarmos os dois gritando mega assustados muda alguma coisa ou em nada interfere nos objetivos do ataque (a coisa foi embora assustada também ou nossa sensação de peso contra a cama e gritos não impedem que a “entidade” termine o que veio fazer)?

    @MDD – Sim, foi um ataque astral. O fato de voce acordar gritando não ajuda em nada, é apenas uma consequência de quando você recupera os movimentos do corpo.

  • edujanu

    aaa
    lembrei
    já que assim geral tá querendo se projetar cosciente
    fala um pouco de apometria, pq senao eles vao ficar zanzando sem saber o que fazer
    é isso
    e se topar comigo de novo cara, me dá um peteleco?

  • Interessantíssimo.
    Isso explica muitas coisas.
    Mas aí vão as perguntas:
    1) Você já mencionou de leve a parada do I-doser nas colunas. Eu testei a dose de projeção astral. Não sei se é assim mesmo, mas eu podia sentir a projeção iniciar beeem devagar, mas de repente, eu começava a suar (as palmas das mãos e solas dos pés) e ficava com medo de que acontecesse. Isso impedia que eu conseguisse algum resultado mais eficaz. Isso era minha mente objetiva me impedindo?

    @MDD – medo vai travar sua projeção. Você precisa manter a calma e estar relaxado totalmente.

    2) Como eu posso controlar cada um dos meus 7 corpos? Há algum exercício?

    @MDD – Nao entendi exatamente o que vc quis dizer com esta pergunta.

    3) Os cascões astrais (vulgo fantasmas) correspondem aos vampiros, certo? Então, eles reagem do mesmo modo que os “vampiros” reagem nas “histórias”. Você não mencionou o alho. É a mesma coisa que a água benta/salgada?

    @MDD – nao… alguns tipos de obsessores deram origem às lendas dos vampiros, pelas características de sua maneira de agir. o Alho é usado para proteção e absorção de energias ruins. As pessoas penduram dentes de alho sobre o batente da porta (este costume é muito comum na Espanha).

    4) Ainda dando uma pesquisada, eu achei esse livro sobre a cabala: http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=9001070&sid=8970221821052565333350746&k5=21F0449D&uid=
    E achei bem mais simples do que aquele Papus. É interessante?

    @MDD – não conheço este livro.

    Aguardo a continuação da série =D

  • O que o senhor pode dizer sobre a seita “Vale do Amanhecer”?

    @MDD – não conheço =/
    Eu achei este site: http://fantastico.globo.com/Jornalismo/Fantastico/0,,AA1054614-4005-367750-0-16102005,00.html
    Me parece um centro espiritualista, mas não tenho como afirmar mais nada.

  • Esquece o alho =P
    Você respondeu pra outra pessoa ali!

  • Miguel

    Olá Marcelo!

    Acompanho seu trabalho a algum tempo, mas recentemente descobri esse blog, ainda não tive tempo de ler todos os posts. Minha dúvida é sobre a influência da Vontade no Astral, e crenças. Crenças em deuses por exemplo, tais entidades se se fortalecem com isso?

    Muito obrigado e continue o bom trabalho!

  • Douglas

    E ae Marcelo

    Você disse que os cascões astrais se decompõem ao logo do tempo, então é possível estabelecer uma data de “validade” para eles? E dessa forma diferenciar se aquele que está conversando com o médium é um cascão ou não, considerando-se a sua data de morte?

    @MDD – Um cascão geralmente só engana quem não tem nenhum conhecimento, normalmente médiuns no Plano Físico. No astral é fácil enxergar a real natureza da entidade que você está contactando.

  • Miguel

    Olá Marcelo!

    Já acompanho seu trabalho a algum tempo, descobri esse blog a pouco, não tive tempo de ler todos os posts ainda. mInha dúvida é sobre a influência da Vontade no Astral, e as crenças. Crenças em deuses fortificam tais seres, e como afeta o resto do Plano Astral?

    @MDD – leia as colunas anteriores…
    Muito obrigado e continue o bom trabalho!

  • Caro Marcelo, mais uma vez queria parabenizá-lo não apenas pela coluna e sim pela oportunidade que nós da para que possamos ampliar nossos conhecimentos.

    Sempre fui muito interessado por assuntos relacionados ao “espiritísmo” como sempre achei que fosse, mas que hoje sei que é ocultismo, sendo o espiritismo apenas uma parcela do todo.

    E a grande vantagem que vejo na sua coluna está no fato de que ao invéz de tentar nos impor o conhecimento você nos mostra o caminho e faz com que nós mesmos encontremos nosso próprio “conhecimento”. Deixando sempre a vontade de procura mais e mais.

    Agora as perguntas sobre esses ultimos posts.

    1 – Quando você fala sobre “condenaçao de uso de anticoncepcionais” quer dizer que é errado proibi-los ou usa-los?

    @MDD – proibi-los.

    2 – Na mesma resposta em relação aos “animais em vias de adquirir consciência” fiquei curioso, quais são os animais mais próximos dos humanos, em relação a conciência?

    @MDD – Porcos, cachorros, gatos, gado…

    3 – Uma vez você falou em projeção astral auxiliada, estava se referindo aos aparadores, ou a alguem que facilitaria a projeção lhe “puxando” do corpo?

    @MDD – ambos.

    Sei que ficou muito grande mas é porque tinha muito o que falar.

    Valeu

  • Luís Felipe

    Marcelo, tenho uma dúvida, se puder me responder ficarei muito grato.

    Você disse que toda vez que nos projetamos em uma viajem astral está presente um amparador que está ali para nos auxiliar e proteger. No entanto, todas as viajens astrais que eu já tive foram involuntárias, aliás eu tinha muito medo dessa sensação e rezava todos os dias para NÃO tê-la. A pergunta é: por que um espírito mais evoluído me faria projetar no plano astral contra minha vontade?

    E agora que eu realmente desejo ter uma dessas projeções, parei de rezar pedindo que não me acontecesse mais eu simplesmente não tenho mais. =/

    @MDD – por isso existe o ditado “tome cuidado com o que você deseja”. Mas saiba que nunca foram ELES, mas foi você mesmo que desejava se projetar… agora vai ter de escalar a montanha tudo de novo até conseguir novamente.

    Outra pergunta: Desde os 6 ou 7 anos de idade eu rezo TODOS OS DIAS antes de dormir. É uma oração que possui uma estrutura básica, repetida (sem porém se assemelhar a qualquer oração de qualquer religião que eu conheça), que eu fui modificando com o tempo mas que no fim das contas é uma espécie de conversa com Deus. A pergunta é: Isto tem algum efeito no plano astral? Serve como proteção efetiva contra ataques de seres do plano astral, atrai espíritos ou qualquer efeito similar?

    @MDD – eu tb rezo. Mas a diferença é se você sabe o que voce está rezando e o que aquilo significa… Tambem depende do que voce pede/agradece, enfim… do que você está dizendo quando reza.

    Não sei se fui assim muito claro nas perguntas, espero que tenha sido. =P

    Grande abraço!

  • zleg

    “Todos os objetos considerados “sólidos” são, na verdade, grandes vazios eletromagnéticos compostos de cargas positivas e negativas, que por estarem no mesmo plano de vibração, seus campos eletromagnéticos as repelem, causando a sensação de “físico” que possuímos ao tocar em um objeto “sólido””
    eu como admirador da fisica pciso fazer algumas observacoes:
    obs1: essa explicação eletromagnetica sobre a constituicao da materia é a concepção classicaa ondulatoria da materia, o q n esta de acordo com fenomenos como o efeito foto eletrico e o efeito comptom que corroboram com a natureza corpuscular da materia. O q eh aceito atualmente eh a dualidade onda particula, e nao a concepcao de onda a cerca da materia
    obs2: neutron nao tem carga, alias, cargas n existem fisicamente, sao so modelos interpretativos sobre os fenomenos de repulsao e atracao de corpos
    obs3: a sensacao de “físico” esta ligada aos resultados das equacoes de schroedinger, a improbabilidade de tunelamento quantico a macrodimensoes, e nao a campos eletromagneticos, alias, a teoria eletromagnetica n explica a coesao do nucleo atomico nem o motivo do eletron nao colapsar junto ao nucleo.
    mas um pensamento ocultista q eh valido na fisica eh o principio da correspondencia..plagiaram ate o nome na fisica moderna..
    outra ligacao mto interessante eh o trident usado por schroedinger em suas equacoes, ele tinha forte ligacao c as ciencias ocultas afinal…

  • Alisson

    qual sua opinião sobre chico xavier?

  • Rafael

    Bom dia,

    venho lendo alguns dos seus artigos e percebo que muita coisa tem logica, mas a minha grande duvida é como separar o joio do trigo, afinal existe muita coisa escrita e dita sobre ocultismo e outros tipos de conhecimento… Provar vc ja disse em um post acima que não tem como, mas no que acreditar e dar relevancia..??

    grato

  • Gustavo Araujo

    DD,

    Sabe aquela sensação de alguém chegando (parece algo “eletromagnético”, mto parecido com o “zumbido” da televisão ao ser ligada), teria algo com o Plano Astral ou qualquer coisa do tipo? Eu li numa das resposta acima um “mediunidade fraca”, talvez?
    Digo isso porque dormir tem-se tornado muito difícil para mim, principalmente quando estou só. Quando estou “pegando no sono” vem essa sensação de não estar sozinho… que ativa um medo… que me deixa bem “ligado”… e eu só vou conseguir dormir quando clareia (Salve o Sol!).

    Abraços e obrigado pelos textos.

  • LM

    Uma duvidazinha tio DD.
    As “mágicas” feitos por “mágicos” como por exemplo levitar mesas e etc, quando não tem um truco no fundo, são ajudadas por seres do plano astral? Pois pelo que eu percebi, esses “mágicos” tem bastante conhecimento, que vai desde a física até o conhecimento esoterico. Tem alguma relacção finalmente?

    @MDD – nenhuma. sao apenas truques profanos.

  • Saul

    Suas palavras são interessantes, porém, você expoe por demais o seu ponto de vista e todo ponto de vista é visto de um ponto.

    @MDD – na medida do possível, não é exatamente o “meu” ponto de vista, mas a síntese de vários autores e livros a respeito de um tema. Claro que eu faço uma seleção do que, por experiência, eu já constatei que não funciona ou está errado, mas todos somos suscetíveis a erros. Mas o objetivo da coluna é expor os fatos que geralmente são pouco divulgados.

    Você alega que o “espirito” fica no mundo Astral à espreita de “sensações” ok? então o que me diz destes não encontrarem lugar em lugar algum… vão ficar vagando? até onde eu sei não existem relatos de alguem que já nasceu em uma data passada e renasceu em algum futuro… pois como a ciencia mesmo já explica, o que explicaria tal fenomeno denominado de “dèjá vu” é apenas uma lembrança de algo que você viu e que ficou em seu inconsciente em seu cérebro.

    @MDD – o que é uma explicação bastante incompleta, pois como alguém poderia ter deja-vu de um local onde nunca colocou os olhos antes? O que falta na explicação científica é que voce pode ter visto este lugar ASTRALMENTE antes, por isso se recorda da situação.

    Basicamente minhas perguntas sao duas: O que me diz dos referidos “alma penada” que seriam tais entes que ficariam a vagar sem encontrar corpos materiais para se alojar e sentir sensações? E a reincarnação é o que você prega?

    @MDD – não sei se é exatamente o que eu “prego”. Sou um cientista, não estou preso a nenhum dogma. No dia que for provado que alguma das teorias relacionadas ao astral e espíritos está errada, eu abandono aquela teoria da noite para o dia sem problema algum. Não há religião superior à verdade!

    ok, até! gosto mto de suas matérias… sao mto boas

  • Rafael Rodrigues

    Caro DD
    Sinto muito te “bombear” mais uma vez com perguntas desse estilo jah q o post esta repleto de perguntas semelhantes e q vc nao se cansa de responder semelhantemente(deve ser cansativo xD)
    mas jah q eh pra perguntar sobre plano astral e talz…lah vai:
    Eu axo q esses dias eu tive uma “quase projeção”(pq foi muito curta)
    apesar de nao enxergar nada, consegui andar na sala(eu tava dormindo no sofá) ir ateh a porta e mexer na maçaneta(sentia tudo soh nao via nda)…soh q ai eu fiquei “feliz dmais” por ter conseguido me projetar ai comecei a sentir tipo uma dor intensa mais ou menos na base da coluna, nao deu fui “puxado” de volta e acordei.

    agora queria saber pq exatamente na base da coluna? tem a ver com algum chacrka ou alguma entidade?

    Agradeço desde jah, ótima coluna, melhorando a cada dia!

  • Felipe C.

    Olá Marcelo ,
    Acompanho a coluna a algum tempo e só tenho elogios a fazer!!
    Tenho certa sensibilidade , desde pequeno sentia pressões na região do abdomen ao entrar em estado de sono , sempre senti medo pois elas aconteciam de forma bem agressiva…conversando com o pai de um amigo , ele sugeriu que se eu não quisesse bastava rezar e pedir para que aquilo parasse e foi o que ocorreu.
    Mesmo assim aconteceram algumas vezes depois , de forma inconsciente , sendo a mais forte , eu saindo do corpo e chegando a uma altura onde era possivel ver o planeta…salva a possibilidade de ser um sonho , que parecia ser bem real por sinal , existia a sensação de eu estar sendo guiado…foi bem legal…

    Bom , outro dia conversava com uma menina que possue a clarividencia e ela comentou que eu possuo quatro guias(espiritos,anjos…não sei dar nome) , chegou até a descrever dois deles…mas se recusou de forma determinada a não falar mais sobre isso…
    Gostaria de saber como isso influencia o processo de abertura para o desdobramento , bem como o uso de nossas capacidades mediunicas…?!
    Ter varios guias é necessariamente bom ou pode ser um fardo no desenvolvimento?!
    Eles podem ter influência em nossos dons(talentos/mediunidade/etc) , como se fossem complementos a nossa capacidade ?!

    Obrigado e novamente parabéns!

  • Israel

    Olá Macelo!!!

    Ótimo texto, adoro estes temas…Parabéns.
    Dores de cabeça fortes acompanhadas de pressões na nuca pondem ser ataque astrais de espiritos “enconstados”? Se sim como fazer para ser livrar e/ou prevenir destes ataques?
    Se vc puder me ajudar , agradeço muito?

    @MDD – provavelmente algo mundano. Faz o teste com o esparadrapo que eu falei em alguma resposta deste post.

  • Sepher Maha-Deva

    F3osa
    “Ola Estou frequentando a pouco tempo o Santo Daime e é muito comum que se use a menssão do plano astral durante as chamadas mirações(viagens)isso que venho a sentir é mesmo o plano astral?”

    Procure pesquisar mais sobre estados alterados/ampliados de consciência. É possível chegar a esses estados de vários métodos, dança, tambores, frequências sonoras, alta oxigenação através de respiração, meditação… não somente atravez de plantas de poder.
    Na tela mental você consegue captar o “astral”. Mas as informações vem junto a bagagem interna. Na minha primeira vez na ayahuasca apareceu “alguém” para de lá de forte na sala(deu pra sentir), minha mente interpretou como um rei em desenho animado com uma coroa tridimensional na cabeça…

    Thiago Habib
    “6- Os efeitos das experiências do Daime se restringem ao período de efeito do chá ou ela facilita outras viagens sem o uso do chá?
    Há algum efeito persistente?
    Já ouviu falar de mescalina?
    Teria efeito parecido?”

    Você não viaja necessariamente, é um estado alterado de consciência. Do mesmo modo que um workshop com frequência sonora me dizia, “você recebe muita informação, mas seu cérebro não consegue assimilar tudo de uma vez, vem pingando com o passar dos dias, com insight, intuições, SONHOS.” Se sonha muito! E tudo com alto importância e significado.
    Mescalina é conhecida atravez do Castañeda. Nos estados unidos a “Native American church” tem permissão federal para utilizar o peiote de forma ritualista e religiosa. Concordo, utilizar sozinho não há beneficio algum…
    Mescalina (só conheço pelo Cacto de San Pedro/Wachuma) tem associação com a mãe terra, te joga pra terra, te coloca realidade mesmo. Ótimo para quem não tem proposito na vida…

    Edujanu
    “Pessoa que falou do DAIME, é DAIME mesmo ou é o chá ayuasca?
    pq o DAIME é do ALTO SANTO no Acre, se bebeu no CEFLURIS,ai talves seja em um local +- adequado”

    É o mesmo, também chamado de Yage/vegetal/huasca. Friso aqui uma atenção. Muito cuidado com o local onde vai consagrar essa bebida sagrada. Procure pesquisar sobre a CEFLURIS (passei o site acima), tem uma reportagem do SBT que fala bem o que é ela.
    A Xamã que esta me iniciando esta tratando de 2 pessoas que tomaram daime com um cara por ai. Um deles é senhor teve toda prosperidade “sugada”, perdeu casa, carro, empresa, perdeu tudo mesmo. A outra é uma jovem de uns 28 anos que teve toda sua energia feminina drenada. Não menstrua, perdeu vaidade etc.
    Tem até rave com ayahuasca por ai… Só posso dizer CUIDADO…

    (qualquer informação pertinente, me manda um [email protected])

  • Gustavo

    Para ser breve:

    Ao dormir resolvi por conta própria pousar a mão esquerda sobre o coração e a direita sobre o umbigo… “posições” assim podem acarretar em alguma coisa???
    tive diversas experiências estranhas nessa tentativa, bem resumidamente foi assim: algumas várias sensações estranhas no corpo, em variados lugares. algum tempo depois eu acabei sofrendo uma explosão interna, algo como aquelas explosões atômicas, sei lá… algo complicado de se descrever.
    mas o que senti é o de menos, gostaria de saber o porque de só com as mãos nessa posição ter acontecido isso. tentei cristalização de sanctum, fiz exercício de desligamente do corpo físico, aquele da contagem de 10 a 0, sabe? e coisas do tipo, qualquer detalhe importante que ficou de fora eu explico melhor numa próxima…
    gostaria imensamente que você falasse a respeito disso…

    e parabéns mais uma vez pela postagem, a coluna continua sempre subindo o nível, muito bom.
    e que venha a bienal! =D

    Namastê

  • Leandro

    Salve Marcelo…
    Fiz umas perguntas, mas talvez não tenham sido relevantes no momento.
    Vou tentar novamente…
    Os espiritos podem ser criados ou destruidos? qual seria a relação de número de seres espirituais versus população do planeta terra?

    @MDD – sim, pelo criador, não por outras entidades. Alguns textos dizem cerca de 20 bilhões de almas na Terra.

    Uma terceira pessoa (física) pode identificar um succubus em outra, e ajudar a afasta-lo?

    @MDD – sim.
    Obrigado!

  • Gustavo Araujo

    “2 – Na mesma resposta em relação aos “animais em vias de adquirir consciência” fiquei curioso, quais são os animais mais próximos dos humanos, em relação a conciência?

    @MDD – Porcos, cachorros, gatos, gado…”

    Animais mais próximos dos humanos… gado… sutilidade é para poucos 😉

    Abraços e parabéns mais uma vez

  • Rodrigo

    Se vc usa um desses artifícios que causam efeito no plano astral como pólvora, ou água benta por exemplo para repelir um vampiro ou coisa do tipo vc não chega a destruí-lo completamente certo ?
    e se ele ou eles ficarem com mais raiva e promoverem contra-ataques mais violentos ainda, isso só não agravaria a situação ? ou se vc fizer direitinho eles fogem mesmo ? valeu ! abraço

    @MDD – depende se voce sabe fazer a coisa direito ou não.

  • Melquisedeque

    Olá Marcelo,

    Tenho algumas perguntas:
    1- Pelo que entendi plano astral das projeções é o mesmo das pessoas desencarnadas, então em que lugar fica os nossos objetos criados, como aquele quarto que vc ensinou a fazer, ou seja, qualquer um pode achar?

    @MDD – não “qualquer um”, mas sim, eventualmente se voce fizer direito o exercicio e manter uma estrutura bem cristalizada no Astral, você eventualmente receberá visitas de gente que já faleceu ali. Ou de pessoas que sonharam com aquele lugar. E sempre há maneiras de proteger seu Templo Astral.

    2- As igrejas criam egrégoras através de rezas ou orações, mas não acreditam que os desencarnados visualizem este mundo (ou vão p/ o céu, ou inferno, ou purgatório), então como essas egrégoras agem, sem a ajuda de espíritos, ou existe seres que mesmo assim ajudam elas. E porque nenhum membro que morreu tenta ajudar elas mostrando esses erros.

    @MDD – Acho que os que tentaram sofreram “desencapetamento total” na base de pauladas lá nas Igrejas Evangélicas. O que tenho visto muito é que este povo ex-catolico, ex-evangelico ou fica rondando perdido no astral, agrupados ao redor das próprias igrejas evangelicas e atormentando (ou ajudando como obreiros) os outros crentes, ou acabam sendo levados para centros espíritas para tratamento.

    3- Se eu entrar no astral e visitar um templo de iniciação p/ estudo eu poderei estudar lá e ainda estudar com um grande mestre? Em caso afirmativo eu posso lembrar de tudo que estudei quando voltar p/ esse corpo, tendo em todas as noites estudado em vez de só durmir como o gado?

    @MDD – exato. Mas aviso que demora muito e demanda muita disciplina, esforço e dedicação para chegar neste patamar.

    4- Quem são os condutores que nos guiam pelo astral e qual o poder deles?

    @MDD – são chamados de “amparadores”. É o que a Igreja Católica chama de “anjo da guarda”. São espíritos que estão ligados ao seu clan espiritual e que ficam encarregados de te dar uma força enquanto você estiver por aqui. falarei sobre eles nas próximas colunas.

    5- Assim como foi citado a região de baixo umbral, existe a de alto? Podemos ter acesso ao GADU (no astral)?

    @MDD – Claro que existe. O astral é um reflexo do físico. Templos, centros espíritas, centros umbandistas e outros locais preparados energeticamente sempre estao conectados a estas vibrações mais elevadas. Casas de prostituição, bocas de fumo, prisões, etc estao naturalmente conectadas com as baixas vibrações.

    6- Vc poderia nos contar sua experiência como o resgate que vc citou? E outras mais se possível?

    @MDD – no próximo post. Falarei até sobre o que acontece com um ateu materialista quando ele desencarna.

    7- Vou me aprofundar no assunto e praticar a projeção cada vez mais e aí poderemos nos conhecer no astral?

    @MDD – sem problema.

    Desculpe a quantidade de perguntas é que o saber é importante e o teu conhecimento é digno de elogios.
    Abraços…

  • Leandro

    Marcelo,
    Sobre meu comentário anterior, perguntando se os espiritos podem ser criados/destruídos. Se sim, mesmo que pelo criador, Isso não iria contra a idéia de eternidade?
    Já ouviu falar em alguma condição pela qual um espírito seria “destruído”?

    @MDD – não. Até onde estudei, não é possível destruir um atman.

  • Tales

    Olá, primeiramente parabéns pela coluna, sou um leitor assíduo.
    Espero não estar fugindo do assunto do momento, apesar de crer que tudo está conectado.

    1. O mapa astral, somos nós que escolhemos ao encarnar no plano físico, “alguém” ou é ‘aleátorio’? Seria uma forma do “eu de lá” dizer pro “eu de cá” quais os objetivos que eu tenho de alcançar nesta vida?

    @MDD – uma mistura de suas escolhas com os karmas que você precisa compensar. Quanto mais elevado o espirito, maior as escolhas que pode fazer. Lembra que a Terra é um jardim de infância.

    2. Você fala que esses espíritos que estão no outro plano são assim como nós, humanos. Mas eu me pergunto: seria o pensamento humano a forma mais evoluída possível? CAPAZ de compreender todos os ‘fênomenos’ de todos os universos? O meu espírito seria capaz de encarnar em uma formiga, ou existe um tipo de espírito humano e um tipo de espírito formiga? A mesma pergunta eu faço com relação à plantas.

    @MDD – mais evoluído possivel? nem por piada. Talvez neste planeta, embora como o Douglas Adams coloque, eu ainda boto mais fé nos golfinhos que no ser humano. Apesar do potencial para uma inteligência fantástica, isso é apenas 1/3 das faculdades que deveríamos desenvolver. De nada adianta desenvolver maravilhas tecnologicas se nao usamos isso para auxiliar a humanidade. De nada adianta ter acesso a milhoes de novas tecnologias se as pessoas estao doentes com stress, depressao, inveja, ira, egoismo, se não conversam nem com seus pais e filhos… cara, tecnologia é uma delicia, eu adoro meu ipod, mas ela se tornou uma espécie de Deus para as pessoas, substituindo (e brigando) com o maluco do Jeová bíblico. E os dois lados estão desequilibrados.

    Por enquanto é isso, muito obrigado desde já;

  • Ítalo Scissorhands

    Saudações,

    Tenho duas dúvidas:
    Comecei a estudar Ocultismo mais seriamente a uns 3 anos atrás, depois de sofrer (o que eu acho que foi rs) um ataque astral de um vampiro psíquico com qual tinha um certo contato.
    Provavelmente a ligação que ele utilizou foram duas cartas que recebi, mas ainda a tenho guardadas. Devo destruí-las?(por exemplo, queimá-las?)

    @MDD – e o que você está esperando este tempo todo que não fez ainda? rsrrs

    A outra dúvida é: costumo meditar antes de dormir e tb assim que acordo pq é mais fácil de sentir minhas vibrações e/ou bloqueios, e hoje de manhã assim que acordei qdo comecei a me concentrar percebi com meu “olho mental” um grande olho. Mas sinceramente não consegui perceber se era algo externo ou interno, tampouco se era algo ruim ou não. Tem algum jeito de perceber isso ou só com tempo é que vou conseguir diferenciar?

    @MDD – só com o tempo.

    Grato.

  • TH13

    Estive meio sumido, peço desculpas, estou me atualizando ainda.

    Fiquei com uma dúvida com base no texto:

    @MDD: No Astral, as pessoas enxergarão aquilo que estiver na mesma freqüência de vibração que elas; muitas vezes não saberão sequer que estão mortos.

    Só que quando morrem, estão no Astral, que é outra freqüência d evibração, pelo que eu entendi (@MDD: ela abandona seu corpo material e permanece no Astral com seus seis corpos sutis, na forma que seu duplo-etérico (perispírito) possuía quando faleceu)

    Então como pode a senhora ver seus netos se só enxerga aquilo que está na mesma freqüência que ela? (@MDD: A senhora havia falecido durante o sono e achava que seus netos e filhos apenas não prestavam mais atenção a ela…) OU há o acréscimo de percepções sem a perda da percepção da freqüência anterior?

    @MDD – Pela própria vontade dela. Deixa eu dar um exemplo pra ficar mas simples. Vamos supor que você seja um namorado hiper ciumento e venha a falecer. O seja alguém egoísta que tenha deixado para trás uma fortuna, ou qualquer tipo de emoção baixa que o prenda ao planeta. “Do lado de lá” você permanecerá preso (é a origem de todos os fantasmas de castelos, assombrações, haunted places, etc) pela sua própria vontade de não largar o osso. Uma das coisas que é complicado de explicar é que os fantasmas não estão “condenados” a vagarem pela Terra, ELES é que escolhem fazer isso.
    A base disso é a vontade de cada indivíduo. Assim, no caso da Avó, ela enxerga os netos, no caso de um marido ciumento, ele enxerga a esposa, os amigos que ele acha que darão em cima dela, qualquer um que se aproxime, etc. No caso de espíritos que auxiliam em centros, eles enxergam as pessoas que frequentam o centro e por ai vai. Como o moleque do filme sexto sentido fala, “eles só enxergam aquilo que querem enxergar”.
    Como vc mencionou na pergunta, há linha fraca de percepção entre os planos, que é acentuada pela vontade.

  • Alguém já ouviu falar do chá SANTO DAIME que é realizado em Auiuruoca, sul de MG, na região rural MATUTU?? Alguém saberia se a realização por lá é recomendado??

    obrigado!

  • Acompanho a coluna a um tempo e gostei muito do texto e das ótimas explicações sobre nossos “corpos”.
    Só não gostei de quando se usa indevidamente nomes de alguns cientistas como forma de dar mais veracidade ao texto.
    Por favor, não faça isto. Dá a idéia de “charlatanisse” (como diria nosso velho Pe. Quevedo).
    Este fato de usar fatos e nomes da ciência em meio de textos esotéricos é uma das técnicas mais criticadas pelos ateus para tirar a credibilidade desses textos.
    O texto está ótimo, continue. Mas não o estrague tentando associar nomes da ciência a isto.

    @MDD – oras, se as experiencias cientificas corroboram o que estou explicando, porque não usaria? Praticamente TODOS os grandes cientistas da humanidade do passado eram esotéricos, então não tenho como falar em avanços da ciencia sem citar o nome de grandes ocultistas também. Lembro de ter postado em uma coluna antiga uma lista com uma centena de cientistas e ganhadores de premios nobel e afins que eram rosacruzes/maçons.
    Não vejo como o ateu pode usar isso para criticar o texto… só se ele não teve capacidade de compreender o texto ou se não teve capacidade de avaliar qual a conexão entre o cientista, o experimento e o que está contido no texto. E em qualquer um dos três casos, a opinião desse ateu seria inócua porque estaria embasada apenas na sua crença no ateísmo. Tem a mesma validade de uma crítica feita por um fanático religioso dizendo que eu cito a bíblia indevidamente.

  • Agora uma pergunta que me surgiu:
    Sou um cara MUITO esquecido. Espero que meu “esquecimento” seja apenas do corpo material. Estou certo?

    Gostaria também que em próximos textos você explicasse melhor porque motivo a carne carrega impurezas energéticas.

    Obrigado cara. Estou aguardando.

  • Lendo outro texto seu no seu outro blog surgiu uma nova dúvida:

    Muitos espiritualistas acreditam em outros planetas habitados (eu pessoalmente também acho absurdo não existir).
    É possível manter contato astral com estes seres de outros planetas? Se sim, porque não é possível identificar suas posições através deste contato astral?

    @MDD – ah, você superestima o nivel de desenvolvimento espiritual humano. Até onde eu considero textos sérios, há contatos esparsos com seres dos planetas do sistema solar e olhe lá… quando eu digo que a terra é o jardim da Infância vocês acham que eu estou fazendo piada…

  • Antônio Martins

    Fala MDD!

    Tô vendo q vc deixou a galera preocupada com os sucubbus! Já tô a cinco dias sem me masturbar… um record em muitos anos.. 🙂

    Pergunta 1: O ciclo lunar começa com a Lua Nova. É importante que se comece o tratamento durante a Lua Nova, para então terminar na outra, ou é apenas importante que se fique 29 dias sem se masturbar?

    @MDD – Pode começar no período que desejar.

    Pergunta 2: Posso transar durante esse o jejum de masturbação?

    @MDD – sim, deve. É altamente aconselhável.

    Grande abraço cara!! Obrigado por seus esclarecimentos.

  • Gustavo Dourado

    Ola DD,

    Otima coluna, so comentando agora porque tava lendo outras coisas a mas, vi o site de onde vc buscou outras informações e as colocou no seu blog.
    To com umas duvidas, sobre digamos os “fantasmas”, de fato eles existem e afetam o plano material.
    1. Gostaria de saber como evitar esses “cascões” e uma pessoa tiver com um como fazer para eliminalo.
    2. Sobre as aparições desses espiritos, sobre eles aparecerem em locais, o que devo fazer e como proceder caso presencie uma aparição?
    3. Não a uma forma de fazer uma “limpeza” desses espiritos aqui no plano material? No site diz que a cidade de locais assombrados e Recife, porque tantos assim e porque não se faz logo uma retirada desses espiritos?
    4. Existe algum amuleto que possamos usar como proteção? qual o mais indicado se houver um?

    @MDD – vou falar sobre isso na próxima coluna.

    So ressaltando otima coluna, a questão maior e a de nº 1 que eu coloquei, pois sabemos o que acontece, mas não sabemos(eu) o que fazer.

    grande abraço!

  • Bruno-Sensei

    é porque eu tenho ouvido sussuro faz tres noites seguidas… creio que é um espirito ou so um elemental no corpo….
    queria saber se eles conseguem falar nossa lingua? pois o que eu consigo enter quando ele fala (ela… parece ter uma voz feminina) eu ouço “help me” e eu só ouço… não vejo nada…
    qual seria o melhor método de ajudar ou acabar com isso?

    @MDD – O melhor método caso você perceba que possui alguma mediunidade é passar a frequentar um centro kardecista onde poderá estudar, compreender e desenvolver esta mediunidade.

    vlw abraços!

  • TH13

    Valeu!

    Mais uma, mas acho que essa vai ter que exigir você transcrever um livro sobre karma para deixar claro para quem é leigo, além do que foge um pouco:

    @MDD: De nada adianta ter acesso a milhoes de novas tecnologias se as pessoas estao doentes com stress, depressao, inveja, ira, egoismo, se não conversam nem com seus pais e filhos…

    A isso eu acrescentaria um post no qual você fala que não pode ser feliz enquanto houver crianças passando fome no mundo, por exemplo.

    Os filhos que não têm diálogo com os pais e as pessoas que passam fome no mundo, os doentes, os deprimidos, enfim, não são ELES os responsáveis por isso? Não é o karma deles que eles estão compensando?
    Daí a infelicidade e a tristeza sentida ao ver uma criança passando fome não deveria ser pela fome em si, mas pela ignorância daquela alma que acabou atraindo isso para ela?

  • L Manzi

    Tio DD, falto vc colocar outras lendas sobre vampiros, como por exemplo:

    – que eles podem assumir diversas formas;
    – e que uma pessoa ao ser mordida, vira vampiro;

    A primeira é porque o corpo astral pode assumir as mais variadas formas. Vampiros sempre assumem formas que mexem com as emoções das vitimas e assim, podem criar um laço com elas para poderem drenara a vitima;
    Ja o segundo não sei escrever as causas especificas
    =]

    Eu estava lendo o livro “Ataque e Defesa Astral”. E neste, há um capitulo que fala sobre os seres do astral ( que é o assunto atual da sua coluna ). Bom, para resumir logo, fala que tem elementais enacarnados em forma humana.
    1) Como identificar um?
    2) Eles são uma grande parcela da população?
    3) Eles não são perigosos, certo?

  • L Manzi

    Tio DD, falto vc colocar outras lendas sobre vampiros, como por exemplo:

    que eles podem assumir diversas formas;
    e que uma pessoa ao ser mordida, vira vampiro;

    A primeira é porque o corpo astral pode assumir as mais variadas formas. Vampiros sempre assumem formas que mexem com as emoções das vitimas e assim, podem criar um laço com elas para poderem drenara a vitima;
    Ja o segundo não sei escrever as causas especificas
    =]

    Eu estava lendo o livro “Ataque e Defesa Astral”. E neste, há um capitulo que fala sobre os seres do astral ( que é o assunto atual da sua coluna ). Bom, para resumir logo, fala que tem elementais enacarnados em forma humana.
    1) Como identificar um?
    2) Eles são uma grande parcela da população?
    3) Eles não são perigosos, certo?

  • Fernando

    Esse post me lembrou muito o livro “A Viagem de um Alma” do Peter Richilieu, conhece Marcelo?

    Recomendaria para quem quer se iniciar sobre o assunto? Eu o achei muito bom.

    Você disse ali que os suicidas são ‘levados’ para o Vale dos Suicidas? Eles não são automaticamente atraídos pelo ‘negativismo’ ao redor da sua alma?

  • Padre Judas

    L Manzi:

    Creio que foi no próprio “Ataque e Defesa Astral” (ou então foi em outro lugar) que eu li que vítimas de vampirismo psíquicos tendem a se tornarem vampiros também. Eles buscam repôr a energia que perdem, e o fazem absorvendo de outras pessoas, criando um círculo vicioso. O processo é inconsciente, o próprio vampiro muitas vezes nem percebe o que está fazendo (assim como não percebe que está sendo vampirizado).

    Pelo menos, foi o que eu li.

  • Júlio César

    Marcelo,

    Há alguns meses, pouco tempo depois que virei vegetariano, comecei a ter algumas experiências, no mínimo, interessantes. Cheguei a entrar em catalepsia astral totalmente consciente 2 vezes e depois comecei a acordar quase toda noite com alguém no meu quarto me olhando. No entanto, depois isso parou de acontecer. Alguma idéia de por que essas coisas pararam de acontecer e alguma dica para eu desenvolver essas habilidades?

    Abraços e tudo de bom.

  • Rafael

    Lendo que elementais podem ser criados fiquei com uma dúvida:

    Eu tenho feito a tecnica do dragão interior,do segundo post dese site ( http://telecinese-online.blogspot.com/ ), e eu queria saber o que você acha dessa técnica, seria um elemental criado por mim mesmo e que esta se alimentando de minhas energias? e se for, como fazer para esse elemental se desfazer?

    Obrigado

  • Israel

    Olá Marcelo!!

    Me surgiram algumas dúvidas…

    O “véu” que separa o mundo físico do mundo astral sobre variações na sua “consistência” em determinadas épocas do ano, como o dia de todos os santos e outros? Sendo assim, é mais fácil entrar em contato com espíritos, egrégoras, etc, nestas épocas?
    Você pode revelar quais são estas épocas (mêses ou dias) mais propícios para este contato com o mundo do lado de lá?

    Obrigado

  • Tamba

    Para o Padre Judas que se interessou em saber sobre o Vale dos Suicidas, eu recomendaria o livro Memórias de um Suicida escrito por Yvonne A Pereira. Muito bom!

  • Lucas

    Olá, DD!
    Parabéns pela excelente coluna.
    Me ocorreu uma dúvida: qual a vantagem de se empreender uma viagem astral (além de confirmar com os próprios olhos a existência de outros planos)? Existe algum benefício evolutivo nisso? E este benefício vale os RISCOS a que o indivíduo está exposto em uma empreitada destas?
    Outra coisa, acho que ainda não entendi bem o que é um elemental. Com que se parece? E para quê existe?

    Obrigado pela atenção e pelos conhecimentos compartilhados.
    Abraços e muita Luz!
    Lucas

    Ah, e parabéns pelo excelente texto sobre Teoria da Magia no teu blog.

  • Otavio”

    tio
    sobre rezar…
    podia falar na proxima coluna de como rezar com conteudo…
    abraço

  • Renis R. Silva

    Saudações minhas DD.
    No filme Gosth, o personagem “fantasma” precisa ser ensinado a ter vontade e conscentração para conseguir realizar algumas tarefas. Ficando tangivel e passadno do espiritual para o fisico.

    E me diz uma coisa, os 72 anjos são os 72 colunas ou até mesmo as laminas do tarô, certo?

    @MDD – Não. São 78 lâminas de tarot. 22 arcanos maiores (os caminhos entre as sephiroth), 40 arcanos menores (as dez sephiroth x 4 naipes) e 16 arcanos da corte. As 72 palavras de Deus (ou “anjos cabalísticos”, como preferir, derivam das combinações das sephioth fora de Malkuth 9×8 = 72

  • Johnny Gonzalez

    Então, de vez em quando me deparo com seus textos, os quais acho impressionantes. Hoje resolvi então expor algumas situações e ver se consigo alguma “ajuda”.
    Sou um cara de fácil convívio, tenho MUITOS amigos e faço amigos todos os dias, tenho uma namorada linda e estou muito feliz com ela. Só que às vezes me sinto MUITO SÓ, tenho vontade de chorar sem motivo, às vezes qualquer coisa (até frases lidas na internet) é motivo pra eu chorar.
    Também sinto MUITA FRAQUEZA e cansaço, mesmo dormindo e comendo bem. Tive uma relação de 10 anos com uma pessoa muito NEGATIVA que só pensava e agia como se tudo fosse dar errado. Nos separamos há 2 anos, mas ainda restaram algumas fotos antigas e outros objetos(não as em que eu esteja, pois rasguei todas) dela, parentes dela, etc…
    PERGUNTO: PODEM ESTAS FOTOS E OBJETOS interferirem no meu dia-a-dia? A carga de energia negativa dela ainda pode estar interagindo com estes objetos?
    Eu SEMPRE fui muito RACIONAL, PRÁTICO e SENTIMENTAL ao extremo.
    A mãe dela me odiava e a recíproca era verdadeira. Resido no mesmo local em que fomos morar juntos (não “casamos”), e demos volta na cidade inteira de mudança e acabou que fomos terminar a união na mesma casa de uma forma não agradável.
    É isso, espero que as perguntas sejam dignas de resposta.

  • Teresa

    Você já pesquisou ou escreveu alguma coisa sobre a Lança Longinus?

  • Padre Judas

    Obrigado pela indicação, Tamba. Entretanto, o que questionei foi o fato dos autoproclamados “espíritos superiores” se sentirem no direito de conduzir um suicida para uma espécie de “prisão”, ignorando seu livre arbítrio e direito de escolher seu caminho. Uma vez que um suicida não está causando mal a ninguém, me pareceu uma arbitrariedade esta conduta.

    Eu aceitaria se fosse uma questão de afinidade pessoal: uma pessoa ao morrer iria para onde seus sentimentos “vibrariam” em harmonia com o de outras pessoas. Assim, um suicida (que normalmente comete tal ato movido por covardia, raiva, medo e tristeza) iria se reunir a outros que carregassem tal sentimento. Mas o mesmo não ocorreria com outros tipos de suicida, como por exemplo os antigos samurai e mesmo os atuais japoneses que se suicidam para lavar sua honra.

    Mas o MDD disse que não há uma literatura detalhada a respeito, o que torna o assunto aparentemente bastante nebuloso mesmo para os estudiosos do tema. Portanto, pode ser que não haja nenhuma oligarquia de ditadores espirituais conduzindo almas infelizes para lugares onde serão mais infelizes ainda (assustador). Há várias possibilidades em aberto, aparentemente.

    @MDD – Como eu disse, a Terra é o jardim da infância do sistema solar. E criança quando faz caca, o professor vem e bota de castigo. Suicidas perdem o livre arbítrio; inclusive os tais “samurais” e os “homens bomba” mártires. Vão todos para o mesmo canto.

  • Daniel

    DD acompanho sua coluna e percebi que o número de entidades citadas é enorme, quais você considera como aliados na evolução do homem e de quais nós deveríamos nos afastar?

  • Johnny Gonzalez

    É, pelo jeito as perguntas não foram mesmo dignas de resposta… mesmo assim valeu…

    luz, amor e paz…

  • Tamba

    Padre Judas, você encontrará essa resposta lá. Vai por mim!

  • Pingback: Hecate - Druidas, Oráculos e Allan Kardec | Sedentário e Hiperativo - Blog()

  • Cassio M. Conti

    Um dia desses, fazendo exercícios de Projeção Astral (pela 2ª ou 3ª vez na minha vida), acabei dormindo sonhei que estava morto. Isso pode ser classificado como Projeção ou foi só um sonho?

  • ANDERSON LIMA

    Ola DD parabens pelas colunas, maravilhosas como sempre, adoro se trabalho

    tenho 1 pergunta

    E possivel saber se alguns espiritos Obsessores estao em algum lugar ou proximo a alguma pessoa?
    o que posso fazer para evitar que esse tipo de espirito permaneca na minha casa?

    valew

  • Pingback: Hermes - Metais, Ervas e Pentagramas | Sedentário e Hiperativo - Blog()

  • Pingback: Morpheus - Dream a little dream of me | Sedentário e Hiperativo - Blog()

  • gisele terremoto

    ahhah q pergunta é essa 1+1 ?? hahh to acabando de chegar, li tudo , achei o máximo, e não sei como isso funciona…seus posts são semanais?!? mensais ?1? como é q posso acompanhar ?!?! cheers !!!!!

  • ~~manuú

    uma duvida…
    vocÊ disse no topico passado q uma daz formas se se libertar do mundo material (projeção), seria o ato sexual… a trindade ou trinity no caso do filme.
    e nesse topico disse que ficar longe do ato sexual pode ajudar a projeção. afinal relação sexual ajuda ou não a projeção?!

  • ~~manuú

    muiito bom, já assisti muitas palestras sua a respeito de RPG… mas num sabia que vc ”conhecia” essa aréa. vlew

  • Pingback: Caronte - Auto da Barca do Inferno | Sedentário & Hiperativo()

  • Pão de Sal

    voltando das trevas aqui estou eu, nao pude deixar de manifestar meu apreço sobre esta ilustre coluna 🙂

  • aline

    não quero protestar em nada
    é que eu tenho uns sonhos e talves o Senhor possa me ajudar
    a primeira coisa é:
    é normal sonhar que está no inferno
    e conhecer um tal de Mammon?
    quem é esse cara?

  • Fiquem a vontade, estão todos convidados.
    Bem engraçado, lembro que qaundo mais jovem, uma vez que falei para minha mãe que ouvia coisas estranho e via vultos pela minha casa, logo ela queria acabar com essa habilidade, dizia ela que não fazia bem.

  • Violeta

    Gostaria de fazer uma pergunta.
    Tenho procurado informações sobre possiveis ligações espirituais com a fibromialgia mas quase não há artigos sobre isso.
    Seria possível passar alguma informação sobre o tema ?

  • Pingback: Goécia, Kiumbas e os demônios de verdade | Sedentário & Hiperativo()

  • Tyago

    Nossa, comecei a ler e achava q não tinha tanta baboseira, muita teoria e bla bla bla pra explicar coisas simples…eu achava que estas matérias não eram tão “piradas” assim…..se basear na fantasia e explicar de forma intelectualóide pra explicar mais fantasia é foda….

  • Paulo Craici

    Muito interessante a matéria..
    não vou fazer pergunta pq acho q serão respondidas
    na próxima coluna..

    Abraços

  • Parabéns, a matéria é ótima!

    Um abraço!

  • Marcelo,

    É possível pessoas verem jesus, deus, santos e anjos como falam os católicos e evangélicos e alguns textos bíblicos?

  • Raul de Deus

    Parabens, lí o tópico e os “FAQ” quase todo. Continue com o grande trabalho!
    Paz e luz.

  • Thiago

    olá marcelo, belo trabalho vc tem feito!
    gostaria de saber sua opinião sobre um fato que aconteceu um tempo atrás comigo:

    certa noite enauanto estava dormindo tomei uma adrupta consciencia de “uma criatura” no meu quarto. E a questão mais intrigante é que relamente tomei consciencia, como se meus sonhos dessem um tempo, e minha mente voltasse a funcionar no estado de vigilia. O que me instiga era sensação de estar sendo encarado enquanto estava deitado, sendo observado por algo no escuro do meu quarto. E foi me proposto de uma forma que não sei prescisar ter tudo o que pudesse querer.

    Contudo, o medo que sentir era descomunal.E este temor era extremamente real que ao mesmo tempo me dava mais consciencia da situação e me embriagava e distanciava da realidade. Foi quando me veio as palavras “Pai, afasta de mim este calice”. Foi quando acordei por uns segundos e cai em seguida em um sono incosciente.

    Durante o resto da noite a criatura pareceu se expreitar pelo meus sonhos, como se esperasse por um passo falso, como se deixasse a proposta no ar. Na manhã seguinte não soube entender esta especie de sonho consciente ( se foi um sonho), e ainda porque uma proposta que teoricamente seria agradavel me deu tanto medo.

    Ademais, ainda em certas noite parece que ela expreita pelos meus sonhos, como um personagem mascarado esperando ser descoberto, ou sei lá.

    Poderia isto ter alguma coisa a ver com que foi exposto neste post?
    Desde já agradeço, e parabens pelos trabalho.

  • Mauro

    Teu site é muito bom !! Parabéns !!!

    A conscenciologia é um segmento cara de pau que copiou o espiritismo e mudou o nome de todas as coisas para criar vida própria ?

    O que vc acha de tamanha falta de imaginação ??????

  • Caroline

    estou acompanhando já alguns meses o caso do meu namorado, ele vem sendo ”pertubado” por um espírito feminino, e ”ataca” algumas vezes, quando ele esta deitado ou quase em sono profundo, com pouca frequencia de contato. Cada vez que esse espirito aparece se torna mais dificil acordar. Levando em conta que este, usa a minha imagem e voz para chegar mais perto dele. Como se pedisse permissao para estabelecer contado, usando minhas feiçoes para ganhar confiança ou enganá-lo. A última vez que isso aconteceu, foi na noite de sábado pra domingo dia 21/08/2010. E após ele reconhecer que nao se tratava de um sonho comigo, teve a impressao de ver em flash a imagem de um dragao ou a cabeça de uma águia, com uma densa sombra.
    Seria isso um caso de espírito encostado, ou como disse minha colega, um espírito obssesor?

  • Y.C.Farias

    Olá Marcelo!

    Encontrei esse site há algum tempo atrás procurando no google “como beber tequila”, acredita? Ai lá se vão várias “coincidências” e cá estou eu na sua coluna decidida a aprender o máximo possível.

    Não vou esticar a conversa, apenas gostaria de perguntar se está tudo bem eu usar trechos do seu texto na minha comunidade do orkut com todos seus devidos créditos (já vou postar e ficar no aguardo da sua resposta).

    Essa comunidade é fechada pra amigos, o intento é estudo, baseada no Mulheres que correm com os Lobos da Clarissa Pinkolas Estes, analista junguiana. E eu venho procurando feito louca o assunto dos Sonhos com Paralisia/Catalepsia Projetiva pra entender e explicar ao pessoal tb.

    Desde já grata,

    Y,

    Fortaleza,CE.

  • Y.C.Farias

    PS- Sorry, postei no topico errado eu acho, era pra ser no do Morpheus! Janelas e janelas abertas… hehe

  • kamy

    gostaria que me passasse exercicios para que eu possa realizar sosinha em casa parece que estou mais fraca nao consigo ver oque via antes e tenho muita falta e curiosidade