Fooly Cooly

Jornada para Maioridade

Calvin e Haroldo

Arte Antes do Comércio

Pixar

Porque uma história deve ser contada

Teste Categoria Literatura

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae ab illo inventore veritatis et quasi architecto beatae vitae dicta sunt explicabo. Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt. Neque porro quisquam est, qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit, sed quia non numquam eius modi tempora incidunt ut labore et dolore magnam aliquam quaerat voluptatem. Ut enim ad minima veniam, quis nostrum exercitationem ullam corporis suscipit laboriosam, nisi ut aliquid ex ea commodi consequatur? Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem eum fugiat quo voluptas nulla pariatur?

Nullam ac erat. Donec a ipsum. Nullam tristique leo id lacus. Sed sed pede non arcu ornare interdum. Maecenas justo elit, rutrum in, adipiscing id, laoreet in, libero. Fusce quam. Donec a urna a enim gravida dictum. Nunc elementum, mauris sit amet imperdiet iaculis, dolor metus consectetuer mi, et tempor elit enim at massa. Duis ac nisl. Nullam pulvinar. Curabitur quam sapien, lobortis eu, luctus vitae, volutpat ac, metus. Nam elementum. Fusce fringilla. Praesent pulvinar turpis vitae justo cursus pulvinar. In hac habitasse platea dictumst. Nunc fermentum tellus interdum libero. Phasellus eros. Vestibulum euismod nunc at eros. Pellentesque nec ligula non tellus accumsan molestie. Pellentesque felis massa, tincidunt at, pulvinar id, placerat nec, velit.

Cras rhoncus ipsum ac dolor. In hac habitasse platea dictumst. Nulla dapibus ultricies pede. Quisque augue risus, porttitor nec, suscipit ut, pellentesque quis, lacus. Duis adipiscing purus eu metus pharetra porttitor. Aenean sapien nisi, sodales non, facilisis nec, ultricies et, erat. Cras aliquam. Maecenas mi. Sed lacus arcu, malesuada id, ultricies et, ornare non, dolor. Maecenas turpis lacus, vehicula nec, blandit in, laoreet a, nibh. Donec aliquet. In et leo tincidunt tortor rhoncus convallis. Nulla facilisi. Praesent bibendum semper eros. Morbi risus. Nam tellus leo, ullamcorper egestas, venenatis quis, viverra ac, mauris. In hac habitasse platea dictumst. Curabitur at velit vel sem auctor hendrerit. Integer mauris orci, vehicula eu, feugiat ac, hendrerit ut, dolor. Fusce elit nulla, gravida quis, vulputate eu, rutrum vel, lectus. Integer cursus luctus nisl. Quisque quam. Aliquam lectus urna, porta in, viverra eu, pellentesque a, massa. Etiam eros sapien, porta et, aliquam et, bibendum sit amet, erat. Sed condimentum interdum lacus. In ut ante non felis tincidunt porta. Aenean aliquet ornare sem. Nunc dignissim, erat sit amet vulputate cursus, elit magna facilisis massa, quis hendrerit nunc odio id dui. Proin interdum dictum arcu. Pellentesque erat ante, ultricies ac, porttitor ac, dictum et, purus. Donec enim odio, gravida ut, imperdiet quis, rutrum ut, lacus.

Etiam pharetra scelerisque diam. Maecenas varius augue vel urna. Vestibulum erat nisl, fringilla vel, mollis et, aliquam non, elit. Nulla malesuada turpis nec velit. Donec vitae sem a metus dictum molestie. Ut dignissim, odio non porttitor convallis, sapien leo viverra lorem, a consequat mauris erat sit amet dui. Nullam rutrum feugiat massa. Nullam lacinia purus vitae massa. Pellentesque vel tortor eget nulla ullamcorper vehicula. Cras egestas euismod magna. Praesent laoreet aliquet nulla. Aliquam arcu. Proin vel neque non ligula sodales sagittis. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Sed magna. Pellentesque aliquet mollis arcu. Morbi at felis. Suspendisse ligula. Aliquam nisl arcu, vehicula vitae, hendrerit ut, sodales eu, augue. Sed tristique pretium risus. Ut luctus, dui quis commodo luctus, quam nulla ultricies lorem, eu ornare nulla metus at leo. Praesent rhoncus sapien sit amet mauris. Aenean commodo erat eu eros.

Saiba em que time e país está cada jogador brasileiro que joga fora do Brasil

Como muitos aqui também adoram futebol, achei que poderia ser de interesse dar a dica e compartilhar o site “Jogadores do Brasil”. O site funciona como um grande arquivo listando o destino (país e time) de cada jogador de futebol transferido para o exterior.

No mínimo vai ajudar a matar a curiosidade de muitos torcedores quando vir um jogador desconhecido sendo convocado para a seleção, pois é inevitável aquele questionamento “…mas de onde saiu esse cara, nunca vi jogar por aqui?????”. Lembra-se da convocação do Afonso!?

Bônus:
Gatas que representam os times do Paulistão 2010. Qual a sua preferida? Meu voto vai para a representante do Paulista.

Desconstrução, o dia-a-dia de um publicitário


Essa paródia, inspirada na música Construção de Chico Buarque, foi feita no final do ano passado pelo publicitário Fellipe Figueiroa. A letra reflete sobre os problemas cotidianos de um criador publicitário.

Abaixo tem um player com uma versão feita pelo músico Thiago Correa e Henrique Kunz, da Produtora Batuque, que misturou o ritmo da MPB com música eletrônica para criar uma versão mais contemporânea.

DESCONSTRUÇÃO

Letra

DESCONSTRUÇÃO
.
Criou daquela vez como se fosse a última.
Fez cada job seu como se fosse o único.
Pensou o dia inteiro e ficou o máximo.
Mandou pro atendimento num e-mail tímido.
.
Teve que refazer como se fosse máquina.
A campanha reprovada com argumentos sórdidos.
Criou mais uma vez outros roteiros mágicos.
Esperou aprovação como se fosse lógico.
.
O cliente não gostou e aconteceu o trágico:
pediu pra refazer como se fosse um príncipe.
Tentou reagir mas se sentiu estático.
Pensou mais uma vez no concurso público.
.
E virou a noite inteira parecendo um bêbado.
Comeu pizza de novo e ficou mais flácido.
Bebeu a noite inteira cafezinhos básicos.
Saiu de manhazinha se sentindo estúpido.
E ainda teve que voltar pra terminar no sábado.

Garimpei no google achei essas informações no blog da Agência São Jorge.

Bonecos de Pano, ou por que Neil Gaiman lhe disse para assistir a esse curta…

cavernas-e-dragoes

Recentemente o “Contos Fantásticos” pediu permissão para colocar online o meu conto “Bonecos de Pano”, que eu já tinha disponibilizado há tempos para download.

O texto foi originalmente publicado sob o nome “Reversos” na antologia de contos medievais/fantásticos “Anno Domini” (2008), e demonstra como funciona um pacto com bruxas sombrias no cenário de “Dragões de Éter”.

Afonso Luiz, o responsável pelo site, criou, inclusive, essa sinistra montagem abaixo, que ficou interessante porque passa bem o clima do texto.

E depois de ler o conto, inspirada no clima da narrativa, a Vivi Amaral me mostrou o curta de animação “Sebastian’s Voodoo”, de onde saíram, inclusive, os bonecos que deram origem à montagem utilizada na figura acima.

E o curta é magnífico! Cinco estrelas mesmo. Tanto que parece que o próprio Neil Gaiman elogiou o filme em uma palestra na UCLA.

Para ler o “Bonecos de Pano”, só clicar aqui.

Para assistir ao curta, só dar play abaixo.

Enjoy.