Animal

Whaaat????

O que não te dizem sobre ser um jogador de póker profissional

Há muitas histórias que podemos ler na Internet, sobre estranhos que tinham um emprego ou uma profissão, com uma renda fixa boa e com horários estipulados ou uma rutina, que de um dia para o outro decidiram deixar tudo e saltar para o mundo do póker profissional. Centenas deles vivem hoje do jogo, sem horários e com muita sorte, boa sorte, ganhando mais dinheiro do que imaginavam em algum momento.

O que começa como um entretenimento simples, para dezenas de pessoas em todo o mundo, torna-se um hobby, e até mesmo em sua única profissão. Mas é importante lembrar que, como em qualquer área de trabalho, há certos detalhes que ninguém diz e que você só conhece depois de colocar as mãos na massa.

Há uma frase que diz “o pôquer não é um jogo de cartas, é um jogo de pessoas contra pessoas em que as cartas são usadas“, ou seja, para ter um bom desempenho, mesmo durante um jogo de pôquer, é importante desde comer bem e fazer exercícios até treinar novas estratégias de jogo todos os dias.
Póker Profissional

Cada uma dessas ações definirá a capacidade do jogador de tomar boas decisões (o que automaticamente afeta seus ganhos ou perdas), porque todos concordamos com a teoria, mas levá-la a cabo com eficiência, apenas só alguns conseguem. De acordo com José Daniel Litvak, “o pôquer não é um jogo de azar, mas de estratégia e habilidade, nunca devemos esperar que a sorte nos ajude, sempre apostar em probabilidades matemáticas“.

Os estímulos externos, e especialmente das agências de marketing, para que as pessoas sejam encorajadas a jogar póker estão se tornando cada vez mais fortes. Figuras de primeira linha como Rafa Nadal, Neymar ou Gerard Piqué podem fingir que seja muito fácil, mas a realidade é que todas eles tentam transmitir a ideia de esforço diário e treinamento.

Embora Lou Krieger tenha dito uma vez que “uma grande parte do dinheiro que você ganhará com o póker não virá do brilhantismo de seu jogo, mas da inépcia de seus oponentes“, há certas sugestões que você sempre pode ter em mãos, de modo que a situação depende sempre mais de você, do que de outros.

Quanto mais precisamos que as coisas corram bem, parece que o universo evoca para que tudo seja pior do que já era. Portanto, a melhor coisa que você pode fazer é nunca jogar com dinheiro que seja vital para a renda de sua família. Uma má gestão pode levar qualquer jogador a uma situação indesejada, vimos muitos vencedores já, mas ainda mais pessoas que foram arruinadas completamente. O dinheiro alocado ao jogo deve ser corretamente quantificado e administrado. Ah! E esquecemos outra coisa, embora alguns considerem que não é necessário esclarecer, nunca pedir dinheiro emprestado para jogar. Encontre uma maneira de a situação estar sempre sob seu controle e não sobre a de outra pessoa.

Treinamento é a chave. É engraçado ver centenas de novatos considerarem que é tudo uma questão de sorte, lamentamos dizer que não. É essencial, por exemplo, ter treinamento emocional.

Lidar plenamente com a nossa paciência e audácia, será uma excelente maneira de evitar a falência futura. O póker pode ser um hobby para muitos, mas se você quer ser profissional, você deve estar invariavelmente concentrado, senão você perderá dinheiro (no mínimo).

Cada mão de póker, como qualquer jogo, tem suas próprias características. A análise prévia de movimentos é uma habilidade que poucos sabem controlar corretamente.

Em um jogo de pôquer, não jogamos sozinhos, nem devemos tentar ganhar a um ou dois dos adversários. Quando você entra para jogar em uma mesa, o sucesso é medido competindo simultaneamente contra vários oponentes e saindo vitorioso por encima de todos eles. A capacidade de estudar cenários (micro e macro) não está incluída em nosso DNA, ou pelo menos não na maioria, por isso prestar atenção, observar e contemplar são ações que se transformarão em nossa vantagem, cedo ou mais tarde, sem importar quem seja o adversário.

E acima de tudo, lembre-se do que foi dito por Phil Iveyaceite que você terá surtos de perdas, assim como vitórias. Se você se sentir muito frustrado, é hora de parar de jogar. Eu digo aos jogadores que eles devem reconhecer quando chegou a hora de sair. É um dos aspectos mais importantes para se tornar um jogador de sucesso no mundo do póker“.

REACT! – REAGINDO AOS PLAYBOYS E SUAS ROUPAS CARÍSSIMAS

Mano, esse pessoal está maluco dazidéia, véy!!!
Como o cara me gasta um carro zero km em ROUPAS QUE VÃO FICAR VELHAS EM QUATRO LAVADAS?!
Marcas como Gucci, Beape, Stussy, Off-White, Supreme são padrões entre esta galera!

(Eu iria linkar o vídeo original deles aqui, porém antes que eu o fizesse, o canal retirou o vídeo do ar).

Se puder, se inscreva! Abraços!

5 DICAS PARA SE APRENDER JAPONÊS

Fala galera do S&H!!! Na coluna de hoje eu lhe trago algumas dicas de como alavancar o aprendizado da língua japonesa. Algumas delas eu mesmo uso no meu dia-a-dia. Lógico que essas dicas você pode utilizar para aprender outros idiomas também. Eu utilizo para aprender inglês e japonês, por exemplo. Papel e caneta na mão, anote tudo e bote em prática! Isso vai ajudar muito no seu aprendizado. 🙂

Se você gosta desta coluna, dá uma força lá no canal do YouTube: se inscreva!


Foram tantos bugs no v’íadeo q ̶q̶u̶nn não consigo con ̶c̶o̶n̶t̶a̶r̶ ̶ hauhsuahuahsuPreciso urgente de um computador novo!

Na metade do meu sonho

Quando eu tinha 22 anos a realização dos meus sonhos era tão palpável quanto o boleto do meu apartamento alugado. Não havia dúvida ou medo. Eu tinha as ferramentas, a vida toda pela frente e a pressa típica da juventude. Lembro de olhar o mapa e traçar uma meta de 80 países. Um número que considerava um “mínimo honroso”, algo que eu certamente superaria em pouco tempo. Mal sabia eu como sonhar é difícil.

Hoje tenho 36 anos e conheço 40 países. Estou na metade do meu sonho. O tempo passou rápido, mas os carimbos no passaporte vieram bem devagar. O boleto do meu apartamento alugado continua sobre a mesa e outros novos surgiram. Ainda há muito para fazer e às vezes sinto medo de não cumprir a promessa. Eu sonho há tanto tempo e só cheguei na metade do que a arrogância da minha juventude chamou de “mínimo honroso”.

Esse é meu aviso para você: sonhar dá um trabalho enorme, por isso comece logo. Não negue a si mesmo essa chance. O preço de sonhar é alto, mas mesmo um sonho pela metade é melhor que abrir mão de tentar.

O que alcancei ainda não é tudo que almejei, mas já me enche de dignidade. Se eu partisse agora é certo que não estaria satisfeito, mas me sentiria orgulhoso. Talvez eu nunca chegue lá, mas talvez eu vá a 120. Eu ainda tenho as ferramentas. Você também.

Feliz ano novo!

Pedro Schmaus