Azul mental

duvidabanner2 Monspiral

Exercício de meditação: contemple as espirais, em sua bela disposição lembrando uma mandala. Aprecie suas cores chamativas, e concentre-se nas espirais verde e azul. Medite e contemple bem, porque as espirais verde-limão e azul-bebê são na verdade exatamente da mesma cor.

Não acredita? Tire a teima na continuação.

As espirais verde e azul são ambas desta cor:

verdeorig

Os valores RGB são 0,255,150 ou #00FF96 em hexadecimal, e podem ser checados em qualquer programa gráfico. Repetindo: o verde-limão e o azul-bebê que achamos ver são em verdade o tom de verde que se vê acima.

Além de verificar as cores em um programa, você pode imprimir a imagem em papel e recortar os pedaços, ou conferir as demonstrações abaixo.

Na animação a seguir, criada especialmente para esta coluna, não há nenhum truque. Nenhuma cor é alterada, a animação consiste em um simples zoom na seção “azul”. Note como nossa percepção da cor muda, embora não consigamos perceber exatamente quando o verde se torna azul, e vice-versa. Quando você se dá conta, o verde já é azul. E vice-versa.

É um tanto desorientador observar a animação por muito tempo. Diz a lenda que uma menina que a observou por mais de cinco minutos arrancou os olhos e que se você não a repassar para cinco pessoas, seu cabelo irá cair, em formato espiral. Ou não, claro.

Outra forma de ilustrar o efeito é pintando as cores adjacentes:

Monspiralmod

Apenas as cores adjacentes foram pintadas, as espirais foram mantidas intactas.

E, para quem desconfiar que é a espiral-mandala com poderes místicos a responsável pela ilusão, a versão abaixo, um tanto monótona, também exibe o efeito:

color_illusion

O “verde” e o “azul” ainda são do mesmo tom.

Estas outras versões do efeito devem ter evidenciado que o que está em ação aqui tem relação com as cores adjacentes, o “fundo” contra o qual as cores são vistas. Altere o fundo, e o efeito se altera ou mesmo desaparece. A espiral é apenas uma forma especialmente bela de ilustrar o fenômeno de percepção.

Aqui em Dúvida Razoável, ilusões óticas de cor são um dos temas mais explorados. Desde a segunda coluna, que apresentava outros exemplos; até o magenta… e todas as outras cores da massa cinzenta, abordando em maiores detalhes nossa percepção e como cores adjacentes influenciammaior o que vemos.

Nem o verde-limão nem o azul-bebê estão realmente lá, são um verde e azul “mentais”. Essa ilusão ótica é surpreendente, mas talvez não mais do que a constatação de que todas as cores são construções mentais.

– – –

A espiral de cores é original de Akiyoshi Kitaoka, pesquisador responsável por muitas outras demonstrações famosas na rede de ilusões óticas. Já a versão retangular destacando apenas o efeito das cores é de Cuneyt Ozdas. Por fim, foi o psicólogo britânico Richard Wiseman que chamou atenção à ilusão, criada por Kitaoka há alguns anos mas circulando mais pela rede nos últimos dias.

Não deixe de ler o artigo sobre o magenta para descobrir mais sobre nossa percepção de cores. É um assunto genuinamente psicodélico.

  • Pingback: Azul mental | CeticismoAberto notícias()

  • João Vitor

    muito bom!
    jurava que eram cores diferentes, vo até fazer uns teste aqui

    belo post

  • luis

    nao sao nao!

  • HEHEHE essas imagens vão deixar mais daltônico…

  • uau, adorei o artigo!

  • Animal o efeito!
    Acho que nem o James Randi sabe tanto sobre ilusões!

  • Muito bom!
    Se nos links anexos não tiver uma explicação pro fato, gostaria de sugerir que a mesma fosse fornecida no artigo – ainda não li os links 🙂
    ótima matéria!

  • Willian bonner

    Michael jackson morreu…

    Boa noite

  • Esses exemplos clássicos de psicologia da percepção são sempre intrigantes, oportunidade filosófica perfeita para atestar que os sentidos nos enganam constantemente.

    Abraço

  • André “Barbie” Garcia

    Caraaaaaaaaaalho…

  • Luciano Mesquita

    Rapaz, eu não posso nem acreditar no que meus olhos me dizem…
    CRUEL.

  • Julio C. Kapor

    Muito bom-jurava q era diferente =[

    Vai com Deus tio mickael T.T

  • Enio Marques

    pior que eh verdade.. baixei a imagem, salvei como jpg, e comecei a pintar as tiras rosas e laranja.. segue a imagem upada no imageshack… incrivel msm

    http://img155.imageshack.us/img155/7029/wowe.jpg

  • Joan

    Isto NON EXCISTE

  • Rgf

    Ah, isso é normal, eu sou daltônico mesmo! Bem vindos ao meu mundo hahaha

  • teresinha

    Que coisa mais anos 60, uma viagem lisérgica!!!

  • Nosssssssssssssssssssssssssaaaaa…viajei por mo tempo.E ainda mais que eu to loco
    shaushaush

    boa cara!

  • Guilherme

    O artigo do magenta é o melhor artigo que já li no Dúvida Razoável.

    Ah… mas esses meus sentidos…. gosto tanto deles! =]

  • Everton Minarre

    Realmente são da mesma cor, impressionante como os nosso olhos não tem capacidade de adaptação e percepção

  • Isso é totalmente normal, se vc pegar um conta-fios(lente de aumento dos gráficos) notará q o vermelho não existe!! Existe uma mistura entre magenta e amarelo, a mesma coisa com o verde, ele não existe, é apenas a mistura de amarelo com azul, os pontos distantes de nossa visão dão impressão de uma nova cor criada.
    A maioria das impressões são produzidas com apenas 4 cores, ciano (azul), magenta (rosa choque), amarelo e preto. A gama que essas cores misturadas podem produzir e mais o truque do cérebro q se adapta ao ambiente para poder entender a “realidade” (citados nas colunas do Kentaro) são quase suficientes para dar ao leitor uma ilusão de que a foto representa o real se é q o real é real mesmo! Um teste interessante seria fotografar um abiente com luzes fluorescentes e com luz quente (aquelas que gastam mais rs) vc verá no computador que a imagem na luz fluorescente é esverdeada, o cérebro no ambiente esverdeado trata de criar uma “camada de saturaçao” com redução de verde, pra tirar a impressão q todos são verdes, mas na verdade estão. Já notaram que os lanches do MC Donalds são mais bonitos que os do Bobs? Culpa do cérebro e de milhões em campanhas publicitárias pra enfiar isso nas nossas cabeças.

  • Pingback: Bobalinks()

  • Luciano

    huaaaaa ha ha ha ha ha ha!!!

  • Pingback: | Xerox()

  • Ismael Andres

    Ahhhh.. Tive vontade de arrancar melhor olhos..

  • CÃO

    RIRUIARURAIURAIURAI111

    DORGAS, MANO11!

  • Michael J.

    Tshaw meus guelidos fãs! I love you!

  • Elih Alcântara

    Assim que funciona o CMYK, que é o sistema de cor da maioria das impressões.

  • Pingback: Vídeos, Jogos & Blogs | Asttro!()

  • Homer

    Olhando pelo photoshop os tons nao sao identicos nao…
    São bem parecidos, mas iguais eles nao sao…

  • Isso é totalmente normal, se vc pegar um conta-fios(lente de aumento dos gráficos) notará q o vermelho não existe!! Existe uma mistura entre magenta e amarelo, a mesma coisa com o verde, ele não existe, é apenas a mistura de amarelo com azul, os pontos distantes de nossa visão dão impressão de uma nova cor criada, nossa bom post este… e como sempre parabéns ao blog.

  • Mr. WRITER

    É preciso lembrar que há uma diferença entre a sítense aditiva e a sítese subtrativa.

    As cores do pardrão CMYK são geradas pela sobreposição da da retícula e pela angulação das cores. Já o padrão do RGB não funciona assim.

    As pessoas não podem confundir cor-luz com cor-pigmento.

    Na cor-luz há a chamada síntese aditiva, pois a soma das cores tende para o branco.

    Na cor-pigmento há a síntese subtrativa, onde a junção das cores tende para o preto, que é a ausência de cores.

    Ou é algo parecido com isso, não lembro bem agora.

    É bem provável que haja ligeiras variações na brincadeira se você fizer uma versão impressa.

    Mais acima um amigo disse que o vermelho não existe, na verdade existe, mas na paleta CMYK as cores são criadas pela retícula sobreposta, daí no conta-fios você verá que o que aparece no aumento são os pontos de cada cor do pardão CMYK em suas angulações.

    Um “erro” muito comum na impressão de peças em CMYK é o efeito moiré, onde uma ou mais cores fica fora da angulação gerando uma imagem-fantasma na cor que saiu da angulação. Geralmente isso ocorre quando a chapa da cor sai do alinhamento.

    Vale lembrar que o padrão CMYK gera um número bem reduzido de cores. Algo em torno de 6 mil cores. O monitor de um PC atinge uns 16 milhões de cores (acho que agora é bem mais).
    Daí a diferença gritante entre uma impresso e um arquivo digital.

    E também é bom lembrar que as relações de contraste são fundamentais para que algumas cores se “modifiquem” próximas de outras cores.

    Baste testa em programas gráfico a sobreposição de uma cor em vários fundos diferentes.

    Parabéns pelo post. Muito bom e informativo. Obrigado.

  • Daiane Colucci

    Impressionante e muito interessante….só acreditei quando cobri com a mão alguns quadrados da última figura…façam o teste, é exatamente da mesma cor! Adorei!

  • Luiz

    Agora entendi porque alguns gostam de verde e outros de vermelho…
    Já que as cores são criações mentais, uns vêm uma outros vêm outra olhando para a mesma cor, e quando escolhem a mais bonita, que é sempre a mesma, divergem dos outros porque vêm diferente.

  • Raquel

    Muito legal o artigo, é muito interessante se dar conta da fisiologia da visão e de como ela é fantástica. O que vemos é o contraste entre as partes, apenas. As cores e formas são sempre comparativas com o que há ao redor.
    Muitos comentários interessantes também!

  • BGGB

    Eu testei via paint e descobri uma coisa meio estrana.
    A cor de fundo desse arquivo não é o branco, mas sim rosa.
    Eu não sei o porque disso nem se faz diferença, mas que tá ali tá, podem testar.
    Basta apetar Ctrl+Shift+N, que serve para apagar toda a imagem, que o fundo ficará rosa, e não branco

  • Vinícius

    Muito interessante. Pode ser algo com a minha visão (que, por acaso, não é das melhores), mas, na animação, quando vai dando o zoom, você olha para o azul e vê ele se tornando verde. Mas, se você olhar para o verde, dá pra perceber que ele é um verde um pouco mais forte. Como disse, pode ser algo com minha visão. Mas, apesar disso, muito bom o artigo. 🙂

  • Guilherme

    Se a cor está sobre o mesmo fundo por que ela fica diferente para nós????
    Se o fundo fosse diferente tudo bem, mas é o mesmo. Gostaria de uma explicação.

  • cristina

    legal heim,,,,fiquei tontinha

  • Caraca! Meus cabelos estão caindo!!! O.o

    Hehe. legal! 🙂

  • GORDAO

    muito legal…
    realmente é da mesma cor, também é interessante o fato de que onde nos enxergamos azul esta combinado com tiras rosas e onde nos enxergamos verde-claro esta combinado com tiras laranjas. E não sei o porque mas essa combinaçao que gera essa ilusão tanto que se vc trocar as cores rosas por laranja tudo fica verde-claro e se vc trocar as laranjas por rosa tudo fica azul
    xD

  • Einstein

    Mais uma prova de que tudo é relativo…

  • Brunna

    De cara!

  • Yasmin

    é… os olhos mentem:D

  • Fumiguinha Zaza

    Meeeeeeeeeeeeeeeuuuuuuuuulllllllllllllllllll essa descoberta vai mudar minha vida!!! DESCOBRI QUE O AZUL É VERDE E O VERDE É AZUL!!!!

    AZUL + AMARELO = VERDE

    heuheuhhehuhauhuhuheuhaeuhaeuaheuheuhaeuheuhaeu

    fala sério qual é a utilidade pública desse grande artigo que dismistifica que há ilusões óticas ??????????????????????????????????????

  • Paulo

    Muito legal.

  • Angela

    wow…
    ia morrer sem perceber isso aÊ!

  • loucura!!!!!!!! O_o

  • muito show! fikei de cara agora!

    Parabens!

  • perseu

    é macumba!

  • Pingback: Rômulo Gondim – Azul Mental()