Brincamos dos mesmos Jogos Imaginários

… quando eu era criança e andava de carro, costumava imaginar que segurava um grande facão e cortava todas as árvores e postes, e até mesmo cortava todo morro que passava pela janela“. — Jack Kerouac, Pé na Estrada

Ian Bennett e sua irmã brincavam quase exatamente com a mesma ideia, com ela imaginando uma longa linha cortando tudo em seu caminho, enquanto ele pensava em um amigo imaginário acompanhando o carro em uma corrida alucinada, sem nunca tocar o chão.

Eu também brincava disso quando era criança, e você também deve ter jogado pelo menos uma, e talvez todas as outras formas de jogos imaginários no vídeo.

Essas brincadeiras surgem naturalmente porque nascemos para brincar, e estas são as brincadeiras mais universais porque basicamente tudo de que precisamos é nossa própria imaginação.

Do que você brincava?

  • Wallace

    Que blog atrasadinnnn

  • Andre

    Post muito legal adorei.

    Fiquei muito impressionado porque eu imaginava a maioria dos jogos citados! Fico pensando em qual seria a explicação para isso (além de que nascemos para brincar).

  • flasHQ

    Esse documento não prova nada, prova só que o Coringa é um filho da puta!

  • hialino

    Caramba! Só um dos citados que eu não brincava. E alguns ainda brinco 🙂

  • André Vinícius Feitosa

    legal, pensei que fosse só comigo 😀

  • Famscrow

    Eu “tinha” um bracelete de energia semelhante ao do filme “Final Fantasy”…. anos depois vi a minha ideia no filme… ladrões!!! Rsrs

  • WhipItGood

    Eu fico fazendo “L”s no piso enquanto eu ando aqui em casa….alem da brincadeira do homenzinho correndo….tenho 18 anos e não vou parar de fazer isso…HAHAHAHA

  • igorsan

    Caramba, ainda achava que eu estava só com o super velocista. Ainda hoje quando viajo de ônibus e estou sozinho olho pra fora e lembro dele correndo subindo e descendo prédios, morros e ladeiras