A Constante de Boltzman, Chakras e a Física Quântica – parte 2


Olá crianças,

Na semana passada, aprendemos que matéria é energia e que o que chamamos de “realidade” na verdade é apenas o que conseguimos compreender em um universo de 3 dimensões físicas e 1 temporal da projeção de vibrações de múltiplas dimensões, cuja maioria nossos cientistas ainda não conseguem mesurar.
Neste texto, vamos tentar explicar alguns destes planos. Para isto, temos de recorrer à sabedoria dos antigos hindus, que já conheciam estes planos de consciência em 5.000 AC.

O ser humano, os demais seres e tudo quanto existe são constituídos de uma infinidade de combinações de matéria-energia, de todos os graus de densidade e complexidade. Cada uma dessas combinações ou graus de matéria-energia representam um nível particular da “Consciência-Energia” em escala cósmica, presente em toda manifestação universal.

A tradição oriental fornece uma visão ordenada e simplificada deste fato, apresentando os diversos níveis de consciência estratificados em camadas. Dessa forma, situa-se o plano mais denso (o físico-material-sólido) em um extremo da escala, caracterizado pela máxima diferenciação de formas, densidade e Ignorância (imersão da Consciência na Matéria) e, no outro extremo, o plano divino, o plano da unidade, caracterizado pela máxima sutilização da matéria-energia, indistinção de formas e máxima plenitude de Ser (emersão da Consciência na Matéria).

Do nível mais denso, diferenciado, para o mais sutil, temos:

plano físico (sólido, líquido, gasoso, 1o. a 4o. etérico) – este é o plano mais palpável, onde vive a “ciência cética”.
plano astral (vital ou emocional, das energias nervosas e emocionais)
plano mental ou Manásico (das energias de pensamento ou mentais)
plano intuicional ou Búdico (das energias psíquicas ou de alma)
plano espiritual ou Átmico (onde se manifestam as essências espirituais)
plano monádico ou Anupadaka (onde se manifestam as mônadas, redutos últimos das individualidades espirituais)
plano divino ou Adi

Embora todos os fenômenos envolvam processos simultâneos nos diversos planos ou níveis de matéria-energia, cada plano pode ser visto como possuidor de um determinado conjunto de leis ou princípios de operação envolvendo em “seu espaço” todas as realidades energéticas desse plano.
Ok… ok… eu sei que compliquei agora. Estou pensando em como explicar isto sem simplificar demais (para não parecer que estou tirando da cartola estas informações) e ao mesmo tempo sem falar grego (ou hindu).
Tentando em uma linguagem mais simples… é a mesma coisa que dizer que existem 7 planos físicos dimensionais sobrepostos, como “layers” em uma imagem de photoshop, cada um mais sutil que o anterior. E quando se mexe em uma delas acaba afetando a imagem nas outras camadas.

E o homem está imerso nestas sete dimensões. Diz-se, portanto, que o homem possui 7 corpos correspondentes aos respectivos planos de consciência/energia. A Personalidade do homem (“eu inferior” ou EGO) é constituída pelas energias dos planos físico, duplo-etérico (onde ficam os chakras, que fazem a ligação entre o físico e o astral), o vital (ou astral) e mental inferior. Em contrapartida, os planos mental superior, intuicional (ou búdico) e espiritual (ou átmico) fornecem as energias e materiais constitutivos da Tríade Espiritual (que chamaremos “eu superior” ).
As bonecas russas chamadas MATRIOSKA possuíam tradicionalmente 7 “corpos” e eram originalmente utilizadas para explicar este conceito nas Escolas de ocultismo, antes de se tornar um brinquedo popular na Rússia.

Esta parte é mais complicada, porque cada tradição dá nomes diferentes e divide estes corpos agrupando-os de maneira ligeiramente diferente. Para facilitar a compreensão pelos espíritas que acompanham a coluna, o “corpo físico” engloba o físico e o mental inferior (o mental objetivo); entre o físico e o astral temos os chakras fazendo a conexão entre eles e em seguida o “perispírito” (que inclui o astral, conectado ao físico pelo “cordão de prata”) e finalmente o “espírito” (que inclui o mental superior, intuicional e átmico).

Para não me alongar demais, deixo este LINK da teosofia que é bem completo (e complexo) para quem quiser se aprofundar mais no
conceito dos sete corpos

Ok. Até aqui eu entendi… São sete corpos sobrepostos. E daí?
De cara, isto explica facilmente algo “inexplicável” que o Mori mencionou na coluna dele desta semana: Quando alguém decide realizar algum movimento, o seu EU (Atmã) toma uma decisão, esta decisão é passada para seus sentidos subjetivos, depois para seus sentidos objetivos e em seguida para o corpo físico que você está pilotando. E, pelas medidas, a passagem da consciência objetiva (detectada pelos instrumentos) para o corpo físico demora entre 200 a 350 ms. É o caso de uma experiência científica comprovando algo ocultista que ainda não pode ser detectado pelos instrumentos atuais. Claro… isso não prova o que estou dizendo, mas demonstra que EXISTE algo que causa este atraso. E como eu disse anteriormente, é uma questão de tempo até os cientistas ortodoxos descobrirem o que os ocultistas conhecem há séculos.

Projetando seus pensamentos Da mesma maneira que podemos interagir com o mundo físico através dos nossos sentidos objetivos (segurando uma caneta com nossas mãos), todos nós somos capazes de interagir e realizar ações nos outros planos (astral, mental, etc… ).
Vamos fazer um exercício simples de visualização: Imagine uma maçã repousando ao lado do teclado. Mas não “pense” na maçã… “visualize” uma maçã… relaxe… respire calmamente, concentre sua mente e veja todos os detalhes da textura dela, a cor, o brilho, se ela está lustrosa, vívida, imagine o cheiro dela… afaste todos os outros pensamentos e concentre-se apenas nessa maçã. Dê uma mordida imaginária nela e sinta o gosto dela na sua boca, a textura esfarelando enquanto o suco preenche sua boca e o cheiro invade suas narinas… se você fez direitinho, pode até mesmo estar com água na boca neste momento. E, durante um curto espaço de tempo, você acaba de criar uma forma-pensamento.
Esta maçã que você acaba de criar é tão sólida quanto qualquer objeto real, apenas existe em outra dimensão e, portanto, a princípio, não interage com o plano físico.

Da mesma forma que se você soltar uma caneta ela cai no chão, se você parar de pensar nesta maçã, ela deixa de receber seus estímulos e, com o tempo, esta forma-pensamento se dissolverá sozinha no plano mental. Se você colocar emoção neste exercício, a maçã permanecerá por mais tempo e com maior intensidade. Fazendo uma junção do mental com o emocional, conseguiremos trazer esta projeção do plano mental para o plano astral sem grandes dificuldades. Basta colocar “sentimento” na sua visualização. Ok, o exemplo da maçã é simples, mas entender a relação entre emoção e visualização será necessário quando explicarmos qual a razão dos famosos “sacrifícios” na magia negra ou do “ectoplasma” que faz com que entidades do astral possam ser vistas no físico, poltergeists, de “círculos de proteção”, da THELEMA (vontade) e todas as coisas que envolvem passagens de matéria-energia de um plano vibratório para o outro.
O grande mago Aleister Crowley dizia que “a magia é a soma da imaginação com a vontade”. Mais para a frente veremos como ele estava certo.


O ruído mental e a concentração

Pois bem… quando você “pensa que está pensando”, a voz que ecoa na sua mente nada mais é do que uma projeção dos seus pensamentos reais (do seu EU superior) entrando em ressonância com o seu corpo físico (seu cérebro de carne, cheio de SINAPSES que fazem esta conexão entre o plano mental e o físico). Apesar do seu corpo mental subjetivo e do seu Atmã possuírem todo o conhecimento acumulado de todas as suas vidas passadas, a conexão entre o seu corpo superior e o EGO (corpo inferior) é falha e está rompida desde a “queda”.

[não vou falar sobre isto agora, mas para vocês meditarem um pouco… nosso corpo inferior e nosso corpo superior estão atualmente separados. A origem da palavra “religião” vem do latim “Religare”, que é o ato de reconectar o nosso “eu inferior” ou mundano com o nosso “eu superior”, devolvendo ao ser humano a essência divina que todos possuímos e que perdemos um dia – como vocês podem deduzir, religiosidade não tem NADA a ver com ficar rezando e obedecendo o que o pastor/padre diz, muito pelo contrário…tem a ver com a descoberta do deus dentro de cada um de nós – “conhece a ti mesmo”].

Algumas pessoas possuem esta conexão mais entrosada. São os tais “GÊNIOS” que compõem sinfonias com 5 anos de idade, falam 50 línguas, pintam ou tocam maravilhosamente bem. Na verdade, não há nenhum segredo “inexplicável” da ciência nisso: eles conseguem recuperar as informações que seus Atmãs já possuíam de vidas passadas. O mesmo ocorre com alguns autistas.
Nossa intuição, palpites ou o tal do “sexto sentido” são fagulhas desta conexão entre o superior e o mundano atuando. Oráculos como o Tarot ou Runas também fazem a “ponte” entre estes dois estados de consciência. O Beethoven também é um ótimo exemplo disso (e, para não perder o costume, Beethoven era maçom, já que teve um cético que afirmou que eu “dou autoridade para as pessoas que cito no meu texto só porque elas eram maçons ou rosacruzes mas isso não significa que elas sejam boas no que faziam”)

Ao contrário da mente subjetiva, que é direta e inspirada pelo seu “eu superior”, a mente objetiva gosta de divagar e flutuar entre diversos pensamentos fúteis e egóicos… vamos fazer outro exercício: experimente relaxar e “não pensar em nada” e verá como isso é difícil: tente “esvaziar a sua mente” e não pensar em nada… em segundos, sua cabeça estará cheia de pensamentos caóticos e desordenados, misturando-se lembranças, imagens, sons, frases repetidas várias vezes… tudo se torna rapidamente um caos. Ainda mais se você estiver com algum problema ou algo que envolva seu emocional (como dissemos, as emoções intensificam as formas-pensamento).

Se você pudesse visualizar o plano Mental, nesta situação veria que, ao redor do seu ser está se formando um verdadeiro “depósito de lixo” mental. Estas imagens vão se desfazendo com o tempo, claro, mas dependendo da situação, permanecem (é de onde vem a expressão “ambiente carregado”) e, dependendo de que tipo de emoções estão associadas a estes pensamentos, estas formas começam a atrair certos seres no plano astral… falaremos mais sobre isso em outros posts.

O Plano Astral

O plano astral é um pouco mais denso do que o plano mental. Nesta faixa de vibração sutil estão todos os chamados “fantasmas”, as projeções astrais, os succubi e Incubi (ou Anima e Animus), os corpos projetado das pessoas que estão dormindo, os Cascões Astrais, etc. Absolutamente todas as pessoas possuem a habilidade de se projetar no astral e o faz durante a noite, enquanto o corpo físico dorme. Infelizmente, a maior parte da população atual (que eu chamo carinhosamente de “gado” quando não estou perto dos ouvidos sensíveis dos politicamente corretos) está tão adormecida que geralmente mantém seus corpos astrais “repousando” ao lado do corpo físico, inertes.
O maior problema é justamente fazer a conexão entre o nosso plano astral e a lembrança no cérebro. Estima-se que 89% das pessoas está com a mente tão pobre e sem treinamento que não consegue sequer lembrar de suas projeções (são os que “não sonham”), cerca de 8% retém alguma lembrança (projeção sem lucidez, chamada de sonho) e finalmente 2% conseguem manter uma projeção completamente lúcida. O REM e os ciclos nada mais são do que meros reflexos no plano físico do que está acontecendo no plano astral/mental.

Quando as pessoas se projetam, as ligações do duplo-etérico entre o corpo físico e astral formam o que se convencionou chamar de “cordão de prata”. Este cordão conecta o seu corpo astral ao físico e só existe em pessoas que estejam vivas/encarnadas (“fantasmas” não possuem cordões de prata, pois não estão ligados a nenhum corpo físico).
Conhecendo os mecanismos que regem o plano astral, fica simples de explicar todo tipo de fenômeno envolvendo “fantasmas”. Eles são consciências que trafegam nestas faixas vibratórias que não detectamos.

Como os “fantasmas dos mortos” e os vivos (durante o sono) convivem no mesmo plano, podemos explicar toda a cultura dos povos antigos (orientais, celtas, astecas, maias, incas, hindus, índios… ) em relação aos “Espíritos Ancestrais” pois é literalmente isso que acontece: os ancestrais de um clã se mantém por perto no “outro mundo” auxiliando aquele grupo. Isto também explica os incontáveis relatos de pessoas que sonham com entes queridos que acabaram de falecer e dezenas de milhares de outros casos de encontros entre os vivos e os mortos.

Existe uma documentação gigantesca sobre estes fenômenos mediúnicos. E também uma quantidade astronômica de charlatões e uma igual quantidade de mentiras forjadas de má-fé (como por exemplo, a farsa que DAVID NASSER montou no jornal “O Cruzeiro” contra Chico Xavier, que até hoje alguns céticos-ignorantes tomam por verdadeira). Isso é muito triste, pois além de ter de lidar com a ignorância cética e religiosa generalizada, os médiuns ainda precisam agüentar os embusteiros (sejam por dinheiro ou por má fé das próprias Igrejas caça-níqueis que fabricam ex-pais-de-encosto, ex-bruxos e ex-macumbeiros a torto e a direito para propositadamente minar a credibilidade dos sérios).

chico-e-waldo.jpg


Influências do material no astral

Sons (música, mantras), odores, cores e alguns materiais conseguem afetar diretamente estas construções astrais. Como eu expliquei na coluna PASSADA, quando se coloca uma determinada música em um ambiente, as ondas sonoras que varrem o plano físico também possuem uma contraparte que se espalha pelo astral e mental, higienizando o ambiente em uma vibração que se deseja. Os MANTRAS e cantos gregorianos ou o atabaque da umbanda/candomblé possuem freqüências específicas para ativar certos chakras para certas atividades. Vou detalhar isso na parte III deste post semana que vem.
O elemento Ar também afeta o astral. Incensos espalham suas fragrâncias pelo plano físico e possuem sua contraparte mental e astral. Claro que existem incensos e incensos… que variam desde varetas inócuas que ajudam apenas a tornar o ambiente mais agradável até os incensos preparados pelos alquimistas para seus rituais.
Certas drogas também atuam no desligamento do corpo astral/mental do físico, especialmente o LSD e outros ácidos relacionados, muito comuns na década de 70 nos movimentos de contra-cultura. O chá do Santo Daime também funciona, assim como o peyote e outras ervas fumadas no “cachimbo da paz” dos índios. O bafo do dragão (ópio), chá de cogumelo e o haxixe também funcionam bem. De todas as drogas, apenas a cocaína (não o chá de folhas de coca, a droga industrializada) e as anfetaminas (E, balas, doces, speed, etc.) fazem o caminho oposto (travam a conexão com o “eu superior”).
Cores afetam diretamente o plano mental/emocional/astral. Existem diversos estudos psicológicos e de semiótica a respeito de como as cores nos influenciam. Vocês já devem ter visto aquelas imagens onde se coloca um prato de comida sobre um fundo (azul, vermelho, amarelo, etc) e a cada fundo nossa impressão a respeito do prato muda. Fica a sugestão para o Mori fazer uma matéria sobre como as cores influenciam nosso psicológico. Há um campo muito vasto e legal para discutir.
E, finalmente, alguns Materiais como a prata, sal, água e a pólvora afetam diretamente o astral, de onde, por exemplo, surgiram as lendas sobre “matar lobisomens” com prata… lobisomens nada mais são do que projeções astrais zoomórficas, que podem ser rompidas com contato com a prata – nos campos, ou sob influência de linhas de Ley estas criaturas astrais podem ser avistadas no plano físico, o que deu origem a estas histórias. Bruxas voando em vassouras, bichos-papões, elementais (fadas, gnomos, ondinas e salamandras), vampiros, fantasmas, monstros do lago Ness (talvez até OVNIs) surgiram destas faíscas de contato do mundo invisível com o visível.

Os Egípcios
Apenas para retomarmos ao tema principal da coluna, que é a História das Sociedades secretas, vamos falar um pouco da relação disto tudo com os egípcios.
Nas iniciações Egípcias, uma das primeiras etapas consistia em colocar o candidato a iniciação dentro de um sarcófago e deixá-lo “morto” durante três dias.
Neste tempo, os Mestres se reuniriam ao redor do sarcófago e, utilizando-se de mantras e rituais que, em conjunto com as estruturas geométricas das pirâmides, providenciavam uma projeção astral consciente do iniciado, de modo que ele pudesse ver seu próprio corpo deitado no sarcófago e entender que, na realidade, ele não era um “corpo vivendo uma experiência espiritual”, mas seu verdadeiro EU é um “espírito que usa as vestes de carne”.
O nome desta parte do ritual de iniciação ficou conhecido como “Barca de Ísis” porque a sensação que você tem quando se é projetado para o astral desta forma é a de o deslizar de um barco, e os sacerdotes no astral revestiam seus corpos astrais com formas dos deuses conhecidos e os instruíam nas etapas finais do mistério, antes do batismo e renascimento pelas águas.

Mais tarde, nos mistérios Eleusis (Gregos), a barca de Ísis foi substituída pelo “Barqueiro Caronte” e nos ritos judaicos foi substituído pela “Arca da Aliança” e pela “Escada de Jacob”. O ritual de ser enterrado ou morto simbolicamente para renascer (notem a beleza da lenda da FÊNIX – origem grega, certo? hummmmm ) existe até hoje em praticamente todas as tradições ocultistas, às vezes disfarçado de “câmara das reflexões”.
Após este período, o Iniciado “renascia” quando um dos Mestres chegava até o sarcófago onde ele estava “morto” e dizia “Levanta-te e saia”. Na bíblia, existe até uma passagem onde um grande Mestre faz esta iniciação com o irmão de sua esposa.

Ok… acabamos nos empolgando de novo e não falamos nem de chakras nem da Arca da Aliança (na verdade falamos sim, para quem conseguiu ler nas entrelinhas)… Ainda bem que esta é uma matéria em três (ou quatro) partes. Semana que vem: Chakras, Mantras e como colocar abaixo as muralhas de Jericó tocando trombetas.

Marcelo Del Debbio
———————
Novidades no blog Teoria da Conspiração e no site de RPG:
Vaticano quer estabelecer ensino religioso obrigatório no Brasil
Arcano 2 – Sacerdotisa – Gimmel
Autopsicografia
Calvin Cético
A Igreja Católica e a Maçonaria
Arcano 1 – O Mago – Beth
Matrix – Bem vindo ao Deserto do Real
3 horas de bate-papo

  • Folli

    Sensacional…. inaugurei os comentários tb… aêaêaaaaaêêeeeee!!

  • sabe qdo vc tem a impressao
    de saber que tudo isso faz
    sentido…uma parte de vc acredita
    realmente nisso.

    lindo! :ohgod:

  • Lucas Leite

    Caríssimo Tio/Frater,

    Acho a coluna fantástica.

    No site http://www.duplipensar.net há, em um dos artigos atuais, uma dissertação sobre a influência subliminar dos sons e como isso tem sido usado através dos tempos e no cinema e na propaganda, principalmente.

    Vale olhar!

    Abraços”

  • Anderson Tavares

    Que merda. Perdi 15 minutos preciosos da minha vida lendo isso e sequer acredito.

  • DD,
    e aquilo que disseram sobre a ‘desatualização’ dos signos, nos comments da coluna passada?
    Valeu!

  • Eder Luciano

    Eu passei anos e anos fazendo algumas perguntas e tendo alguns pensamentos sobre a realidade e não tinha obtido muitas respostas satisfatórias. Hoje (25-10) li todos seus posts. Tudo isso que você diz pode não ser a realidade, mas responde a muitos questionamentos meus sobre religião x ciência, planos, etc.

    Li muitas coisas sobre pirâmides e só me deixaram mil dúvidas. Tenho muita sede de conhecimento que realmente me leve a algum lugar.

    Queria obter mais informações sobre a civilização egipcia. Queria um material mais objetivo. Onde posso encontra-las?

    Parabéns e muito obrigado por esclarecer muitas dúvidas minhas!

    Duvida 1: O que você fez (estudou) e faz?
    Duvida 2: Porque você não faz mais posts por semana? 3 por exemplo.

  • Bruno Ferreira

    Acho que captei a idéia

    Só uma coisa me faz refletir.
    Por exemplo, se sonho com alguma pessoa, conhecida ou não, isso significa que ela também esta tendo uma projeção no mesmo momento?

    Fica também um pedido para um post mais focado em sonhos e projeção astral.

    E devo admitir que sua coluna tem me deixado mais animado pra voltar a estudar magia, ocultismo e afins, e pra valer dessa vez .. rsrs

    Vlw

  • terugo

    ensine como é possível sair em astral, dicas, exercícios, se uma pessoa pode ajudar outra nisso etc

    fale sobre música, melodias, acordes, as que têm efeito positivo etc

    não sei se vc conhece, que acha disso:

    http://www.brainsync.com/pilot.asp

    hein?

    muito bom, continue assim :beer:

  • CacauPE

    Muito boa esta semana. Olha só tá faltando a “arca”.
    Tira uma dúvida da hipnose na visão ocultista? Dava pra explicar um monte de fenômenos de forma cética e o porque não o fazem??

    Obrigado e até a próxima semana.

    P.S.: Como espírita as citações estão perfeitas.

  • ERICO RMS

    INDISCUTIVELMENTE INSTIGADORA.
    SÓ NÃO ACHEI CERTO VC COLOCAR OVNI COMO FORMA DE IMPRESSÃO.
    COMO VC EXPLICA AS CULTURAS ANTIGAS QUE DESENHAVAM SERES COM CAPACETE, EGIPICIOS QUE FIZERAM ESTATUAS DE PEQUENOS SERES COM OLHOS GRANDES, QUAROS COM OBJETOS (OVNI) NOS CÉUS…
    LÓGICO QUE VC JÁ LEU O LIVRO ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS, É NESSE LIVRO EXISTEM MUITOS PONTOS DISCUTIVEIS, NÃO???
    SDS, BOA SORTE….

  • cAYO

    Muito bom este texto, mas (in)felizmente… eu gosto mais de fatos.

  • E pelo visto você colocou Física Quâtica TAMBÉM para sacanear, não é? =P

  • Axel_Hawk

    você conhece a escola de filosofia nova acrópole? ela ensina muitas coisas que você falou aqui, com algumas visões levemente diferentes em alguns pontos só. se sim, o q acha sobre ela?

  • Rodrigo

    Caro Marcelo,
    Antes de mais nada, parabéns pela coluna, principalmente por fazer surgir a curiosidade e a vontade de se debruçar sobre assuntos que até então ignorava completamente.
    Tenho uma dúvida/curiosidade: A essa altura já não acredito que Dante Alighieri e a sua Divina Comédia não tenham relação com nada do que você já tenha falado, mas não consegui entender/relacionar onde se encaixa… Dá pra dar uma luz?
    Att,
    Rodrigo.

  • 3 comentários:

    – sempre vejo rosacruzes e maçons apregoarem aos 4 ventos grandes figuras que foram de suas ordens, a pergunta é: como saber se não é lorota? Quer dizer, se eu disser que Beethoven pertencia a sagrada união do triângulo inventado, como o público em geral poderia negar? Ele tá morto mesmo. Pior ainda quando se referem a Akenathons e outros faraós…

    – Se o sonho é de fato projeção, porque as pessoas não sonham a mesma coisa NUNCA quando sonhamos que nos encontramos com pessoas que conhecemos (vivas)?

    – sacanagem não falar sobre o título do post, tenha a bondade de alterar quando notar que não rolou.

  • anderson
    a grande questão é: pq gastou os 15 minutos lendo o texto inteiro e não desistiu na metade? :jump:
    a curiosidade baby, ela sempre nos leva além das barreiras da percepção 😉

    [q saudade do sexy morrison aiai]

  • AcauaSilva

    Obrigado Marcelo por fazer, o que me parece, tentar trazer a luz divina para nós profanos.
    Tem um livro, de Arthur Franco – A Idade das Luzes, que eu li a muito tempo atrás, que diz sobre o que você fala, mas com algumas diferenças!
    Como, em vez do cometa que destruiu Atlantida, foi o rompimento de uma barreira remanescente da Era do Gelo;
    Sobre a queda do ser humano, algo relacionado com a estrela Vega (o que eu não entendi nada!!); etc…
    Gostaria que você comentasse sobre o livro, se você o leu, pois acho que tem tudo a ver com a coluna.

    Abraços.

  • Danilo

    Realmente a parte da arca me ficou muito longe ainda. De resto bem legal…

  • Loko

    kadê a Arca da Aliança? Esqueceu?
    Na semana passada vc prometeu, mas naum falou dela.

  • joanero

    uma dúvida: se em sonho nós saímos do corpo e andamos por aí, como eu posso sonhar com pessoas que estão acordadas?

    explico: trabalho à noite e durmo durante o dia, a maioria dos meus conhecidos trabalha durante o dia e dorme à noite. quando eu estou dormindo, eles estão acordados, no entanto, eu sonho com eles, converso com eles etc.

    Como fica isso?
    :unsure:

  • Marcelo,
    Muito obrigado por suas matérias pois as nossas inquietudes precisam delas. E por falar em inquietudes tenho muitas….Sei que para participar da Maçonaria precisa ser convidado, confere ? bom… estou em busca de respostas….

    Parabéns,
    Aguardando a continuação.
    Leandro.

  • Zatraz

    “No-one knows the reason for this, but it’s probably quantum”

    ou no seu caso:

    “No-one knows the reason for this, but it’s probably occultism”

  • Miguel

    Marcelo: eu não sou cético… posso ser simplista ou até inorante mas não cético… he he he he

    Os posts já foram melhores… pendiam mais pro “incrível” agora tá muito “astral”.

    Mas fico feliz que tu estejas lendo os comentários… e continuo achando que tu deva escrever um livro de ficção utilizando todo este conhecimento que tu tens sobre ocultismo (embora eu não acredite eu aprecio a busca do conhecimento e pelo jeito tu és pesquisa bastante).

    Ah só pra esclraecer não to começando a aceitar a idéia só porque fiz um comentário brando. he he he

    Até seman que vem… eu espero…

  • Monge

    Grande Debbio…

    Acompanho esta coluna desde sua inauguração, mas até então não havia comentado nada…. ao Sedentario… Ótima Iniciativa… Ao Debbio…. Sem comentarios… acompanho seus trabalhos desde a epoca q eu era um rpgista fraldinha heuheueheuehueh…. Você manda muito bem cara….

    mas enfim… vamos ao que interessa
    cara… eu sempre me identifiquei muito com o gnosticismo… porém nunca pude participar de uma reuniao gnostica… devido à ter que dedicar 24 horas de meus dias, 7 dias por semanas à obrigações e responsabilidades (brinca de gente grande cansa…) e na internet nunca axei muitas fontes aprofundadas sobre o assunto…. ou seja… apesar de me considerar gnostico… sou um tanto leigo noa ssunto… ae que escrevo este comentario… entao Debbio? o que voce me diz sobre o gnosticismo? e para finalizar… voce ira falar sobre este assunto na coluna? ou poderia me indicar alogumas fontes de pesquisa?…

    desde já agradecido….
    e mais uma vez… parabens pelo otimo trabalho…

  • Alex

    No inicio (seus 1°s artigos), até q eram divertidos… vc tentava provar, convencer c/ argumentos plausíveis toda essa sua teoria.

    Mas agora tá ficando meio chato… vc joga um monte de informação como se fossem verdadeiras… diz q “é assim” e pronto, tudo fica no ar, sem resposta, sem lógica.

    Alias isso é o q os religiosos que vc tanto critica fazem.

  • Paulo Henrique

    Show de bola!
    Gostaria de ver mais ligações com a Bíblia! Como essa de ressuscitar os mortos e o levanta-te e anda! :skull:

    ^^

  • Marcos Gallo

    tá, vc colocou só pra sacanear! e eu acredito, lógico.

    PS: é vc naqueles vídeos entortando as varas? se for vc é o cara!

  • darkshi

    Belo texto. Mais teosófico impossível.
    Como sempre, um belo exercício mental. Lindo esse amalgama de culturas, religiões somado um punhado pura imaginação. No fim das contas, temos um belo de um frankstein. Pega-se o que se acha interessante, ignora-se o que não corrobora a tese defendida. Tipico de pensamentos parciais.

  • Cristian

    Primeiramente gostaria de parabenizar pela coluna novamente, segundo, dizer que concordo em parte com o Alex, vc deve tentar provar as teorias, claro que as vezes isso é complicado, mas, isso deixará o texto mais rico ainda!!!

    No mais, so tenho a parabenizar…

    Recentemetne li sobre um programa, o Idozer, vc conhece? Funciona?

    []’s
    Cristian

  • Arthur

    Então, os “gados” só não temos treino suficiente, ou dedicação para podermos “sentir” os outros 6 níveis? Se sim, como poderíamos nos ligar ou sentir esses outros níveis?
    Aliás, eu ainda me espanto com a ignorância desse povo que nem se questiona sobre as regras de certas religiões ou cultos ou seja lá o que for, e que vêem num homem travestido de “líder” e com um microfone
    na mão (e as vezes na lapela, isso sim é tecnologia hehe) a figura de
    um herói!
    Abraço e parabéns, mais uma vez, pela coluna…

  • guilherme

    Quanta bobagem, ficam especulando o q é realidade e no fim ela te acerta na cabeça.

  • Legal esse post. Será mera coincidência ou estas explicações sobre os 7 corpos, planos, forma-pensamento e outras estão muito parecidas com a história do livro “A Viagem de uma Alma” de Peter Richelieu?

    Eu aprecio estes assuntos mas acho que está destoando da idéia original da Coluna…

  • Fabrício Botelho

    Hehehehhe… esses textos sobre espíritos são os melhores. Com certeza vai levantar muita “polêmica” porque quem não tem capacidade pra ver ou sentir estas coisas não vai ver, e quem vê já não precisa que você “prove” nada.

    Explicar o astral pra um não iniciado é como tentar explicar a cor azul pra um cego de nascença.

    As experiências de “manifestações” do astral no físico são incontáveis. Basta ir a qualquer centro kardecista sério que você pode testemunhar mediunidade, incorporação, visualização, o que for. Ou começa a estudar as coisas do IIPC que você vai ver experiências “assombrosas” nos laboratórios dos caras… mas é muito mais cômodo ficar sentado na frente do micro falando “ah, quanta bobagem” e ficar confiando cegamente no que a bíblia ou no que sei lá que site os cientistas acham que é a “verdade absoluta” diz.

    braços

  • Ph

    Bom,
    Devo assumir que o post da semana passada me foi bem mais empolgante. Não que esse tenha sido ruim, foi otimó. Mas não pude deixar de sentir em cada paragrafo um religioso convicto falando de uma certa divindade. Também percebi sua revolta com as igrejas dos “falsos profetas”(posso me expressar dessa forma?)que vendem milagres e caluniam outras doutrinas. Tabém tenho meus receios com elas. Não por elas em si, mas pela idéia basica de religião que a muito vem alienando a mente das pessoas. Por sempre ter tido esse receio nunca fui muito interessado por assuntos religiosos de qualquer especie, por isso me perdoe se eu estiver falando alguma besteira. Sou apenas um leigo nesse meio. De qualquer forma, a impressão de ceticismo ciêntifico que tive no ultimo post não aconteceu nesse, não que isso tenha diminuido sua qualidade. Sendo assim perdi um pouco o fio da meada não entendendo muita coisa, mas prometo que vou me esforrçar mais da proxima vez. Novamente meus parabéns pelo escelente trabalho e até a proxima semana.
    pH².

  • Ph

    Ps: Só depois de escrever o comentário acima é que eu li os outros.
    Bom, tirando a parte de que o post ficou chato, eu concordo com o Alex. Realmente, foi por isso que eu tive a impressão de que o texto fora escrito por um lider religioso que atacava e desmoralizava outros conceitos pondo sua idéia como certa sem mesmo se dar ao trabalho de explicar mais claramente. Pude te ver perfeitamente vestindo um terno e com uma biblia em baixo do braço. rs. Mas vamos la, talvez eu é que não tenha base o suficiente, ainda, para compreenser determinadas coisas. Novamente meus elogios e que você fique em paz.
    pH²

  • mabel

    Beleza, dois comentários:

    – eu sei que você provavelmente vai se aprofundar mais nisso em outro post, mas O QUE FOI A QUEDA??
    por que tudo que eu tenho pesquisado recentemente fala da queda, de um trauma sofrido pela humanidade…
    Tem alguma coisa a ver com Atlantis?? Ou com o dilúvio?? Eu sempre vejo também que a culpa é da opressão do feminino (não da mulher, mas, da energia feminina, tipo do ying), isso também tem a ver??
    É isso que a Eva mordendo uma maçã e os dois sendo expulsos do paraiso quer dizer?

    – e outra…. como exatamente você tem que usar as drogas pra elas abrirem sua percepção? por que convenhamos, que qualquer adolescente drogado não é necessariamente “livre” ou mais espiritualizado… Faz um post sobre drogas!! =)
    Ou então manda todo mundo ler As Portas da Percepção…

    Valeu!!

  • Febas

    Marcelo, como já perguntaram por aí, e ouvi dizer em muitas lugares esotericos, espiritas, filosóficos e tal…2012 promete!! nos dividiremos em “os que ajudam” e “os que são ajudados”…não estou preocupado pois preocupação é um dos “lixos mentais” como vc disse, e também se acontecer, será o melhor para todos. mas gostaria de saber o que sabe a respeito.

    No mais, excelente!!
    Ae thibas!! :bye:

  • Mauro

    Não falou o mais importante: cm o sexo pode ativar os chakras?

    Adeus

  • Eder Surek

    Marcelo..
    Um sonho daqueles que você tem e logo logo vira realidade, é, então um acontecimento em outra dimensão e nos é mostrado para tentarmos evitar ou, em melhores casos, deixar acontecer e controlar pelo melhor??

    Há alguns dias, sonhei com uma menina de vestido azul sendo atropelada em uma avenida…

    No outro dia, perto da minha casa, me deparei com uma criança de roupa azul… Era outro tom e tudo, mas lembrei-me do sonho e ofereci para ajudá-la a atravessar… Não corremos perigo na travessia, mas não seria capaz de pagar pra ver…

    Grande Abraço! A coluna está muito boa. Muito esclarecedora. Não perco um capítulo.

  • thibas

    fantástico!!

    e marcelo…ia ser lindo se vc mudasse o tema principal da coluna de “História das Sociedades Secretas” pra “Conhecimento das Sociedades Secretas”..rs…bem..parece que vc já ta fazendo essa mudança aos poucos..e eu só peço uma coisa: por favor, não pare!!! hahaha

    e ao contrário doq muitos dizem…os posts só estão melhoreando cada vez mais…tem gente tão preocupada SÓ com a história que não vêem a beleza de posts como esse

    mais importante doq o próprio conhecimento é oq fazer com ele…pq vcs querem tanto saber sobre arca da aliança, pirâmides, templários, etc…só curiosidade? discordando do que a thahy disse: curiosidade é falta de objetivos (thahy, desculpa se eu fui grosseiro ou algo assim rs..num foi minha intenção :))

    continue assim marcelo!

  • Putu®

    Grande Marcelo!

    otimo post…

    uma duvida que me apareceu: uma vez me indicaram tomar banho de sal grosso,e me disseram que não ha nada de mais, tomei e tive uma experiencia um pouco assustadora, senti que havia algo tocando meus braços o tempo todo e me reprimi. gotaria de saber qual a verdadeira função do sal nesta historia.

    um relato até engraçado sobre projeções astrais: é dormir durante uma viajem longa, na ultima que fiz foi até engraçado, teve horas q sentia estar levitando, mas derepente eu sentia que algo me puxava novamente para o meu corpo, foi uma experiencia até engraçada…

    e no meio dos comentarios, vi alguem perguntando sobre a projeção astras de pessoas vivas, pois sonho e interajo com outras pessoas que conheço e que não conheço… será que a outra pessoa realmente participa desta experiencia?

    abraços!
    Vinícius Túlio

  • Pedro Marquis

    Realmente sua coluna fica melhor, mais esclarescedora e intrigante a cada dia.

    Gostaria de deixar um questionamento aqui:

    Você já deve ter ouvido falar do Idoser e de toda a atenção que ele vem recebendo na internet ultimamente. Será que é possível afirmar que os efeitos que os sons do Idoser causam tem a ver com a interação entre os planos? Ou será que é tudo só efeito placebo mesmo?

  • Luís Fernando

    Desculpe-me, sou leigo, o que é Constante de Boltzman?

    Se ervas como a maconha cosneguem ampliar ou levar a uma ligação entre os planos, porque ela age destruindo nosso “cérebro de carne”? Há uma explicação não-cientifica para isso?

    Obrigado, parabéns pela coluna

  • Rômulo

    Só uma pergunta: a proposta do texto é documentário ou ficção?

  • Teddy

    bom como já disseram aqui acho que o mais importante é saber “filtrar” as informações, eu por exemplo depois de ler aqui sobre a idéia de que as aparições de fantasmas, “ectoplasma” e outras visões teriam explicações relacionadas à teoria das cordas e do multiverso até que achei bastante possível e procurei saber mais sobre o assunto.
    entretando quanto a toda essa coisa de chakras, energia escondida embaixo da terra e projeções astrais continuo me mantendo cético, talvez o maior problema dos místicos [se preferir ocultistas] sérios sejam aqueles outros que andam por aí carregando miniaturas de duendes pendurados nas mochilas e se vestem como o Mestre dos Magos.

    enfim, não existe verdade absoluta, mas sempre é interessante o crescimento com a descoberta de novas opiniões.
    parabéns pela coluna mais uma vez (:

  • mortykus

    Anderson Tavares disse,
    “Que merda. Perdi 15 minutos preciosos da minha vida lendo isso e sequer acredito.”

    Pois é, e perdeu mais alguns segundos fazendo esse comentário inútil!

    Está de parabéns Marcelo!

  • Rafael

    Ola,
    a um ano atras eu tive uma experiencia de projeçao ( foi na epoca que minha “fé cristã” ja estava em ruinas), eu comecei a perder toda a minha fe nessas historias que conhecemos,enfim…

    Numa noite de chuva e frio ( mtu raro aki em salvador heheheh) fui dormi na sala…..e qndo acordei n consegi me mexer …axo qe ouvi vozes (mais tarde meus amigos espiritas disseram q era impossivel ouvir vozes), mas ouvi, e ela era um pouco macabra! fikei morrendo de medo tentando xamar minha mae hehehe… ate q comecei a tremer …foi ai q comecei acreditar em tudo isso…. ontem mesmo tive mais uma dessas experiencias….o mais louco q qndo eu acordo eu desacredito em tudo q vivenciei ( me arrepiei todo agora!! ehehe) ….. n sei se e sonho ou projeçao..pq um das vezes meu irmao estava no quarto e qndo eu sai n via ele como???

    Ja estudei sobre isso…e sempre que eu durmo com as maos no peito (posiçao de enterro…sera q tem alguma lenda haver c essa posiçao q enterram as pessoas??) …e em dias frios..e qndo durmo de madrugada e sozinho….( axu q isso do dia frio ..madrugada..e sozinho n tem nda haver…mas sempre nesses dias eu lembro do q pode ocorrer…e acontece…).

    enfim ja tive umas 20 ou mais dessas experiencias num intervalo de um ano e meio, mais ou menos.

    Sevc podesse entrar em contato comigo fikarei grato …qeria perder meu medo.

    Obrigado…sou seu fanzao apesar de raramente postar…sou meio preguiçoso p escrever.

    FlW

  • Tião

    “Irmão de sua esposa”?? =)

    Irmão da esposa de Jesus? 😉

  • Aê Marcelo!!

    Parabéns mais uma vez.

    Mas eu fim aqui pra falar que o pessoal aí de cima está certo…
    parece que você tá perdendo muito tempo explicando a teoria e se esquecendo dos fatos… (não que eu não goste mas realmente não era o objetivo da coluna, a não ser que mude agora ou faça-se 2 colunas paralelas) como disseram aki em cima: ” Explicar o astral pra um não iniciado é como tentar explicar a cor azul pra um cego de nascença. ” (embora eu mesmo não entenda completamente) mas é melhor deixar a parte “ocultista” pra que quiser ir atrás (só não se eskeça de deixar as fontes.

    Abraços e até mais

    PS: já ia me eskecendo: os lêmures não se desenvolveram tanto quanto os atlantes, porque?? ou se eles se desenvolveram porque se houve falar tão pouco? Sobre os hindus, chineses, tibetanos etc., a fonte cultural deles parece divergir um pouco dos “ocidentais” algum motivo especial pra isso ou só se desenvolveram mais rápidos??

    t

  • Naiser

    Debbio, cara, sou animista há quase uma década, e acredito que nunca li algo que me identificasse tanto quanto o que você está escrevendo, até por eu mesmo ter chegado as minhas conclusões e somente depois ter conhecido o conceito do animismo xintoíta.
    Estou acompanhando a coluna a relativamente pouco tempo, mas tenho algumas curiosidades relacionadas ao texto acima.
    Eu faço alguns exercícios de concentração do chi (não chega a ser Chi-Kun), acredito que alguma coisa muito perto a forma-pensamento que você cita, que uso pra incitar uma série de sensações no corpo (calor, frio, dor, algumas vezes em cortes pra curar mais rápido) e para sentir sensações as quais nao tenho acesso fisicamente. Pratico isto como autodidata esforçado há uns 5 anos, porém com avanços muito lentos.
    Como você já tem uma iniciação muito mais avançada no assunto, você poderia citar alguma fonte confiável de exercícios?
    Estupendo trabalho na coluna, cara, espero ansioso uma resposta.

  • Rei

    junto-me ao Febas…

    tem algum post sobre 2012 previsto?
    e alguém mais tem informações sérias a respeito?

    grande abraço

    Rei

  • Bolívar

    Sobre projeção, viajem astral ou desdobramento, tem um site interessante do Wagner Borges http://www.ippb.org , que é fera no assunto. Lá tem alguns exercícios para realizar as projeções. Mas o façam com responsabilidade. Semelhante atraí semelhante. Esta é a Lei no astral!!!

    Sobre a Arca da Aliança, creio que pelo texto, ela tenha tido a mesma função da “barca de Ísis” para os judeus, onde durante a iniciação, era feito a projeção do perispírito para o plano astral, provando que apenas estamos vivendo uma experiência carnal.

  • ahoyhoy

    Olha só, acho muito interessante as suas matérias falando sobre o ocultismo e tal, mas eu acho que você devia ter mais educação qunado se referindo aos seus leitoree. Inicialmente eu não acredito que tenha nenhuma criança lendo isso, imagino que a maioria dos leitores do sedentario sejam jovens adultos com vinte e poucos anos. Alem disso, você num tem nenhum direito de chamar as pessoas de gado, se alguem me chamasse de gado pessoalmente ela num ficaria muito tempo conscinte, você devia ter mais respeito com os leitores da sua coluna, afinal, elas so exite por que nós a lemos.

  • passando pra conferir as novas.

    grande abraço

    Thales
    http://lista10.blogspot.com

  • Nohay

    “O Beethoven”! Putz, parece que tá falando do pipoqueiro da esquina: Ah, o Beethoven, la da pipoca!
    Por outro lado, todo ser humano de destaque “era maçom”. D. Pedro? Maçom! Julio Verne? Maçom! Santos Dumont? Maçom! Todo mundo era maçom! Mozart? Maçonzaço! Até parece aquele lance da comunidade GLS de dizer que todo mundo era gay…

  • Lázaro

    Sempre tenho tirado várias dúvidas com a Coluna, fascinante a abordagem concisa porém clara que voce tem tomado!!!

    mais uma vez parabens!!!

    P.S: a utilização da representação da Kabbalah foi muito legal hehehe

  • Giovanni

    Sinceramente? Parabéns cara!
    Posso dar uma dica pra você? Mesmo talvez alguns de nós não estando totalmente prontos para obter este conhecimento, talvez você poderia passar alguma coisa prática para nós tentarmos ou praticarmos. Por exemplo como ativar os chakras, quais os benefícios que isto pode trazer, experiências e ou até mesmo como tornar nossas projeções astrais lúcidas.

    Bom, fica a seu critério!
    Parabéns novamente!

  • Chuck

    Muito bom!!!!Tô muito curioso!!!

    Mas pegunto, qdo vc disse “Na bíblia, existe até uma passagem onde um grande Mestre faz esta iniciação com o irmão de sua esposa.” – Estava falando de passagens do tipo LUCAS 7 :
    “12 E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.
    13 E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.
    14 E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o defunto assentou-se, e começou a falar.”????????????

    Outra, o que vc acha dos versículos que seguem a esses mencionados? Como eles se relacionam à temática dos ritos iniciáticos???

    Meu, vc que colocou uma foto do Waldo do lado do Chico, como era essa relação?(Curiosidade mesmo…)

    Valeu,

  • Clovis

    Muito interessante, mas por que nas materializações, os rostos ficam escondidos sob um manto? E como projetar -se para fora do corpo, tem como exercitar?

  • Peraê, deu nó na cabeça agora…

    E eu que sempre acreditei na cegonha…

    =/

  • Dirk

    Excelente o post de hoje….
    Essa relação dos sonhos com o plano astral faz muito sentido, pois já experimentei situações muito reais nos meus sonhos, tipo estar me afogando e acordar comm a mesma sensação, sonhar que estava caindo e acordar como se “caísse” na cama etc…
    Mas queria q vc tirasse uma dúvida: ao contrário do que o Sérgio falou acima, eu sonho muitas vezes com a mesma coisa, mas tipo assim, o sonho é a continuação do sonho anterior, como se eu tivesse uma “outra vida” sabe? é muito estranho, mas tenho amigos que já vivenciaram a mesma experiência…
    Cotinue assim!

  • matheus

    Vc falou no outro post para sempre ficar perguntanto que as vezes algusn comentarios passam “despercebidos” eu até entendo nao é facil responder a mais de 100 comentarios por semana xD, aqui minah pergunta da semana passada:

    Ola, parabéns pelo seu post mais uma vez, Marcelo queria le fazer uma pergunta, vc ja ouviu falar no “efeito casimir”? Pelo o pouco que eu li, ele tem muito a ver com isso de energias, eletromagnetismo e dentre outras coisas que coincidem com o seu post sei que é mais ou menos assim:

    Efeito casimir é uma teoria formada por um físico holandês chamado hendrik Casimir e é aprimorado ao longo do tempo por vários cientistas, o que ele permite? Pelo o que me parece algo como viajem no tempo e outras coisas, ele lida com proporções mais surreais da FíSICA QUÂNTICA, a de que o espaço vazio não é exatamente vazio, ele é permeado por uma coisa chamada “energia do vácuo”, uma força que esta distribuída igualmente em cada milímetro do universo, inclusive do nosso corpo, e para não ficar muito grande vou parar por aqui.

    O efeito casimir tem algo a ver com o seu post? ou vc poderia (caso saiba) me explicar melhor o que seria o efeito casimir

  • Be

    Opa.
    caraaa!!
    podías passar ao final de cada “módulo” uma lista de livros referentes ao assunto.

    valeu! e parabéns pelos textos!

  • Juliano Takehiro

    Teddy, eu acho que você disse tudo… Acredito que um esses John Edwards, Monicas bonfiglios,Walter Mercado (ligue dja), dr. Fritzs, Mãe Dinah, Vidente Jucelino e esse povo dos Além da Lenda, etc fazem MAIS DANO ao ocultismo do que as perseguições religiosas.

    Eles deturpam tudo (ou “profanam” como o DD diria (risos)) e quem acaba pagando o pato são os sérios, que se fodem na Igreja com os ignorantes com medo do capeta, e com os céticos que poderiam estar usando sua inteligencia para ajudar a testar as hipoteses levantadas (ok, os ocultistas dizem que sao fatos e que jah testaram, e devem ter feito escondidos em seus laboratorios, mas vai tentar conseguir verba pra estudar chakras ou viagem astral em uma universidade pra ver se voce consegue?) Nem fodendo.
    E acho que é mais por causa desses picaretas “místicos” do que perseguição religiosa. Na ansia de faturar uns trocados, prostituem o tarot, astrologia, kabbalah e tudo mais… e ai um cetico que até estaria bem intencionado de testar e estudar já olha pro treco com preconceito.

    foda isso… desculpem o desabafo!

  • Del Debbio

    Ainda prefiro voce como autor de livros de RPG…

    Mas…

    Estou curtindo esta coluna.

    Tem muita coisa aqui prá lá de interessante, apesar de meu pensamento sobre religião ser um pouco diferente, sempre tento manter a mente aberta para coisas que não compreendo.

    Se não me engano nos posts passados voce disse que para algumas “faculdades” é necessário ter algum “Dom Natural”, isso se enquadra nas aptidões psíquicas?

    Qual fonte voce me indica para eu pesquisar mais sobre Psionismo? (Preferencia em portugues).

  • thibas

    mabel,

    acho que “queda” é a “reencrnação” (ou qqer outro nome que vc queira dar)…queda aqui no mundo físico…bem…pelo menos foi isso que eu consegui entender pelo texto..

    ae febas!! familia mendes…hahaha

  • Tárcio Zemel

    Que tal indicar uns exercícios para que possamos experimentar a “viagem astral”, também?

    :hehe:

  • avontz

    Cara.. eu sou uma merda.. eu tento e tento.. fazer exercicios de visualização e não sai nada..

    um amigo ja me disse.. “dont push to hard..” mas.. é foda.. eu sei que tem que fluir.. mass… sou mto ancioso..rs

  • avontz
  • Diego

    muito foda os teus textos

    vlw msm e continue assim

  • poxa bacana de dar no na cabeça

  • felipedecoy

    só pra corrigir, bala e E é a mesma coisa, e doce e LSD tbm…

  • Olá Marcelo!

    Será que você poderia fazer um post apenas com indicações de livros devidamente classificados de acordo com todos os seus já publicados posts?

    É muito revoltante ler sua coluna toda semana e ficar sempre com gostinho de quero mais!

    Um abraço e parabéns!

  • EKF

    Marcelo,

    Parabéns pela coluna! Estou acompanhando desde o inécio, mas é a primeira vez que escrevo.

    Gostaria de saber mais sobre este “final de ciclo” que viveremos em alguns anos. O tal do 2012 que falaram aí em cima e que, na verdade, eu tinha ouvido dizer que seria em 2014. Me parece que ocorre a cada 6000 anos Terra… Você poderia, se tiver informações, comentar algo sobre isso?

    Obrigado,

    EKF

  • mabel

    Thibas,
    eu acho que a queda é uma coisa além da rencarnação… tipo, o motivo pelo qual temos que reencarnar… por que não estamos “puros”, ou em contato com nossa conciência (que eu já tinha ouvido falar que era a monôda)…

    váaaaaarios autores, inclusive uma boa quantidade que os próprios céticos admiram, falam da queda…
    mas enfim… o titio marcelo pode se aprofundar mto mais nisso que eu…

    Luís Fernando,
    prepare-se para o choque cara: a maconha NÃO “destroi seu cérebro de carne”…
    eu sei, eu sei, é foda descobrir que nem tudo que a gente aprende na escola é verdade né?
    =/
    só pra constar, usar essas drogas é uma coisa, ser um viciado é outra….

  • engenheiro

    “Ah, a propósito, a constante de Boltzman não tem nada a ver com o texto, eu só coloquei no título para sacanear. ”

    DEus salve o ctrl F! Não tive que ler nenhuma babozeira pra achar isso! uhauuahhauhua

    Não tem como emperequetar uma constante matemática. :jump:

    Esse cara segue a formula do paulo coelho: fale o que o povo quer ouvir, e se torne um messias! :tongue:

  • Márcio

    Ao pessoal interessado na “queda”: Procurem no site http://www.sca.org.br o livro de um autor chamado “Martines de Pasqually” e cujo título é “Tratado da reintegração dos seres criados”.

    É um texto bem difícil mas que fala bastante sobre esse tópico.

    Ao Marcelo DD, caraca véio, posts muito bons os seus. Continua assim.

  • decao

    parabens pela coluna! sigo toda semana msm tendo me considerado um cetico a vida inteira.

    só uma pergunta: se existem frequencias de sons capazes de nos alterar, aquele programa iDoser pode ser real? sempre tive essa curiosidade.

    obrigado e parabens mais uma vez

  • Dime

    Intrigante, mas simplesmente inutil. Li só pelo texto bem escrito porque tudo me parece meio enevoado. Meio dificil de engolir planos astrais e essas baboseiras.

  • Renis | Estrela da Manhã

    Olá Marcelo, muito bom tudo o que você ensina e passa a todos, gado ou não hehehe, bem gosto muito de tudo isso, e sempre quis algo mais sobre respiração, acredito que o controle da respiração faz com que tenhamos um control emelhor sobre batimento cardiaco e controle da mente. Em iniciações parece qu eé feito algo parecido, tem controles ou ensinamentos basicos que pessoas fora de ordens podem conseguir? de que tipo?
    Outra coisa, estou errado ou muito do que você fala em seus posts podem ser lidos de um certo jeito nos livros do estinto rpg vampiro:a máscara e seus seguimentos? Os capadoccios e seus ritos iniciais sobre estudos da morte de se enterrarem, o sabá adotar esse rito para retirar a humanidade restante dos neofitos recem abraçados. O comentário que você faz sobre os que “não sonham mais”, os lobisomens lutando por um plano astral sem corrupção e macula… bem se não… tem muito mais coisa bem parecida… nada contra.. só acho que é um jeito bem “simples” de passar de um jeito desapercebido, de certa forma, para a massa o assunto.

    Como várias outras.
    Mesmo assim, obrigado por me esclarecer muita coisa, e me dar longos braços para outras.
    Parabéns… e continue com que lhe foi dado.

  • Ok,

    você disse que são 7 dimensões.
    Mas aparecem 10 sephiras nessa imagem clássica. Porquê?
    Na Teoria das Cordas, se não me engano, e na Teoria M também, acredita-se que existem 10 dimensões, fora a temporal.
    Seria essa imagem das sephiras uma representação das 10 dimensões?

    Outra coisa, qual é essa passagem da bíblia que fala dessa iniciação?

    Grande abraço.

  • Fabrício Botelho

    @Renis – Vampiro a Máscara sucks. procura pelo TREVAS ou ARKANUN, que é do próprio DD, baseado no ocultismo mesmo. O Vampiro é meio uma mistureba de ocultismo americanizado com anne Rice. Tem uns lampejos de coisas sérias misturada com muita bizarrice gringa.

    @Rafael – Olha as sephirot de novo… vai ver que, apesar de 10 sephirot, são 7 níveis de consciência.

    braços

  • Eu acho que o título do post ficou para outro dia!

  • CacauPE

    OLa Marcelo olha só da pra citar um pouco de bibliografia sobre o assunto??

    Valeu!

  • Adejan

    Ola Marcelo, eu so fã de suas obras(de rpg,hehe), mais andei lendo o blog, gostei bastante…
    Sou de brasilia, e vc esteve aqui uma vez na Kingdown Comix, e tinha apenas uns quatro caras, eu era um deles; mas bem , e q naquela vez disse para vc da uma olhada sobre O VALE DO AMANHECER, e q nossa clarividente deixou muito sobre todos esses assuntos, e sobre ate Capela, vc poderia falar algo sobre isso, ou procurar conhecer nossa Doutrina?
    Mas desde ja , um abraço!

  • Fyb

    Muuuito boa a coluna de hoje. Deveras interessante e faz meu gosto.

    Quando falou de METAIS, não citou os Braceletes Astrológicos…que são peças de metais que influenciam energeticamente…poderia ser uma boa 😀

    cheers

  • Caolho2099

    Comecei aler esta coluna este fim de semana e acheiu ótima mais a mais antiga que encontrei foi “O Grande computador celeste – Parte I” tem como disponibilizar as matérias anteriores?

  • leo…

    nada disso faz sentido!!!…
    li e entendi!!!…e mesmo assim acho q nada faz sentido…voce gosta muito de citar os céticos em quase todos os seus textos
    no caso os cientitas , mas tudo o que eles falam eles provam…
    acho q viver iludido com isso, teorias e mais teorias é perca de tempo,e morrer sem uma causa concreta!!!!…mas mesmo assim boa sorte…tomara q voce tenha êxito naquilo q procura.

  • Eduardo

    Como meu avô já dizia:
    “Haja projeto que bobo não falta!”

  • Diego “Yun”

    Hahaha!!!

    O exemplo da maça você também cita nos livros Arkanun/Trevas!!! E toda vez que eu explico sobre forma-pensamento pra alguém eu uso este exemplo!!!! Hahahaha²

    weee… Você é um conspirador que quer levar seus jogadores ao ocultismo com todas estas citações, não é? Hehe… E quer saber?

    ISSO É DEMAIS!

    Se estes que comentam aqui dizendo “del Debbio, o escritor de RPG, humpff… ¬¬” lessem pelo menos a última página dos tais livros de RPG, onde constam as referências bibliográficas, eles veriam que mesmo no mais “inocente” jogo se abre uma porta para a verdade, afinal, o princípio de Lavoisier não se aplica só na matéria, mas também no conhecimento, certo?

    Gostei do texto, só acho que você está se empolgando demais ao escrever e acaba por faltar espaço pro resto do assunto, o que nos deixa extremamente ansiosos pela próxima semana. Isso é cruel! xD

    Cara, você deveria ter citado algo sobre projeciologia, que já é quase uma “ciência” aceita pelos mais ortodoxos.

    http://www.iipc.org

    Eles sempre tem palestras abertas nas grandes cidades. Bom para os céticos que gostam de tudo formatadinho, com teses e livros registrados.

    Cara, ainda vou ser igual à você quando eu crescer!!!!

    :graduated

    Abraços!

  • Raphael (-,-)zZ

    Ehhh….
    Esse exemplo da maçâ ja n deu u q tinha q dar n? na moral so tem esse? =D (eh onda)

    Legal sua coluna aq, Parabens!

    OBS: “Pai-de-enconsto” foi o melhor hauhauhauahuaha

  • Julio

    Agora eu me empolguei. Você conseguiu me resgatar, conseguiu responder MUITAS perguntas e me tirou muitas duvidas. Obrigado.

  • cada vez melhor mulder!!
    adoro esse tipo de assunto!
    que tal sobre viagem no tempo?? e isso é fato!! é totalmente possivel!
    e um exemplo quando o astronautas voltam a terra!

    abraço!

  • Pingback: Chakras, Kundalini e Tantra - Parte III | Sedentário e Hiperativo()

  • Adam

    Apenas a coicaina e anfetamina? E crack, cheirar cola? Tem muitas, até beber coca cola afeta nossa conexão com o divino hehe

  • Paulo Craici

    Muito bom o post, o que mais trouxe conteúdo até agora ,D
    fiquei com uma duvida com base no que foi dito.. se eu estiver pretendendo ver “algo” em um local dito “assombrado” um objeto de prata pode, digamos, “atrapalhar”.

    Abraços.

  • Neander

    “Ah, a propósito, a constante de Boltzman não tem nada a ver com o texto, eu só coloquei no título para sacanear. ”

    Hahahhahahhaaa… Filha da mãe!

  • Marcello Papa

    Muito bom, xará.

    Continue seu trabalho, muito bom texto. Mas, cuidado para não se tornar um teoricão. Pratique com disciplina a projeção e o intercâmbio com o plano astral, assim poderá ir confirmando ou revendo algumas teorias à respeito dos fenômenos paranormais e/ou mediúnicos.

    Abraço!!!
    Marcello Papa.

  • Pingback: Qual é o coletivo de pensamentos? | Sedentário & Hiperativo()

  • Pingback: Egrégoras, o segredo do “Segredo” – parte II | Sedentário & Hiperativo()

  • Pingback: Egrégoras, o segredo do “Segredo” – parte II « Teoria da Conspiração()

  • Pingback: Bruxaria, Paganismo e Magia Sexual – parte II | Sedentário & Hiperativo()

  • Guilherme
  • rafael k. – estudante de quântica da UFRJ

    quanta coisa inventada… é uma história bonitinha e mais nada… cadê as provas do que você afirma?
    e quanta gente que se deixa enganar… PESSOAS ACORDEM! EXIJAM PROVAS DO QUE LHE FALAM!!!
    SÓ ACEITE UMA AFIRMAÇÃO SE ESTA PUDER SER E DE FATO FOR VERIFICADA!!! não acredite em qualquer papo furado e médiuns-pseudo-quânticos!!!
    física quântica (mais especificamente MECÂNICA QUÂNTICA!!) involve CÁLCULOS MATEMÁTICOS E MUITOS DADOS EXPERIMENTAIS. não meia-hora de auto-ajuda! física quântica FALA SOBRE O COMPORTAMENTO DA MATÉRIA EM PEQUENA ESCALA, COMO OS ÁTOMOS E ELÉTRONS, (ASSIM COMO A FÍSICA DE NEWTON FALA SOBRE A MATÉRIA EM ESCALA MAIOR, isto é, os objetos do dia-a-dia, do grão de poeira aos planetas). E NÃO TEM ABSOLUTAMENTE NADA A VER COM CONSCIÊNCIA, espíritos, chakras, deuses, energia psíquica, propriedades de cura energética e nenhuma outra entidade SOBRENATURAL. a física é uma ciência e, portanto, trata justamente do NATURAL, isto é, da natureza e suas idéias são expressas por equações matematicas!!!

  • Rodrigo de Castro 23

    Esse é mesmo Del Debbio que faz os RPG’s ???

  • Izaias Arruda

    Me lembrei da música do Gil:

    Vamos Passear no Astral, Expresso 2222, 1972

    vamos passear no astral
    com duplo etérico furado
    com você do meu lado, menina
    não vai ter problema nenhum

    vamos passear no astral
    com intelecto pirado
    caetanaves do ano passado vão pintar
    pra levar todo mundo pelo espaço
    pra levar todo mundo pro planeta Carnaval
    pelo menos, menina, por um dia
    vamos passear no astral

  • wanessa

    por favor preciso de esclarecimento sobre este assunto algum site ou livro para poder fazer uma pesqiusa

    Desbloqueio dos chakras masculino e feminino segunda a cultura dos MAIAS
    nao entendi, o que tem a ver com esta cultura

    por favor se puder enviar p/ meu e-mail

  • Joca Xavier

    Se o Eu Superior referido no texto for o mesmo Superconsciente como é conhecido na psicologia conforme Jung, nós não escutamos sua voz simplesmente por que a sua linguagem e meio de expressão são os símbolos e aintuição.

  • Val Valiant Thor

    “De todas as drogas, apenas a cocaína (não o chá de folhas de coca, a droga industrializada) e as anfetaminas (E, balas, doces, speed, etc.) fazem o caminho oposto (travam a conexão com o “eu superior”).”

    Só para constar, tem um pequenino equívoco ai.
    Doce = LSD

    Tudo bem não é LSD puro como os de antigamente e tem um pouco de metanfetamina, mas os efeitos são substancialmente de desligamento do corpo astral.

  • Pingback: Qual é o coletivo de pensamentos? | Teoria da Conspiração()

  • Lili

    Realmente, lsd e santo daime, foram duas substâncias que abriram minha consciência e percepção do verdadeiro sentido dessa vida, que é sermos felizes, não deixar as demagogias e vícios externos influenciarem nossos pensamentos e atitudes. São substâncias que usei duas vezes na vida e já me mostraram isso, foi transcendental, chocante, novo. Parece que estou fazendo apologias, mas não é, são coisas que não são feitas pra lazer e diversão, e se vc pensar isso, vai descobrir que não é, é sério, é um entendimento que somente tem se estiver com o coração aberto.

  • Parabéns! Excelente post!

  • rosangela

    a materia esta otima pena que perdir as outras

  • nathalia

    uma vez tive uma experiência que julguei como sendo uma projeção astral consciente um “sonho lúcido”, talvez vc possa me tirar a dúvida. Eu não estava inconsciente mas ainda assim tinha aquela sensação que temos quando pegamos no sono, então senti uma sensação estranha como um enjôo que me lembrou mesmo da sensação de maresia, do movimento de um barco, como vc descreveu no post. Desculpa os termos, sou leiga xD

    Enfim, sensacional o blog, parabéns.

  • Pingback: TdC: Qual é o coletivo de pensamentos? « Autoconhecimento & Liberdade()

  • Pingback: Qual é o Coletivo de Pensamentos? (Parte 1) » O Alvorecer()

  • Pingback: Egrégoras, o Segredo do Segredo » O Alvorecer()