Os Níveis do Ser Humano [UPDATE]

Olá crianças,

Há alguns anos, um buscador aproximou-se de um Mestre da Arte Real (um verdadeiro Místico) e perguntou-lhe:

– Mestre, gostaria muito de saber por que razão os seres humanos guerreiam-se e por que não conseguem entender-se, por mais que apregoem estar buscando a Paz e o entendimento, por mais que apregoem o Amor e por mais que afirmem abominar o Ódio.

– Essa é uma pergunta muito séria. Gerações e gerações a têm feito e não conseguiram uma resposta satisfatória, por não se darem conta de que tudo é uma questão de nível evolutivo. A grande maioria da Humanidade do Planeta Terra está vivendo atualmente no nível 1. Muitos outros, no nível 2 e alguns outros no nível 3. Essa é a grande maioria. Alguns poucos já conseguiram atingir o nível 4, pouquíssimos o nível 5, raríssimos o nível 6 e somente de mil em mil anos aparece algum que atingiu o nível 7.

– Mas, Mestre, que níveis são esses?

– Não adiantaria nada explicá-los, pois além de não entender, também, logo em seguida, você os esqueceria e esqueceria também a explicação.

Assim, prefiro levá-lo numa viagem mental, para realizar uma série de experimentos e aí, então, tenho certeza, você vivenciará e saberá exatamente o que são esses níveis, cada um deles, nos seus mínimos detalhes.

Colocou, então, as pontas de dois dedos na testa do consulente e, imediatamente, ambos estavam em um outro local, em outra dimensão do Espaço e do Tempo.

O local era uma espécie de bosque, e um homem se aproximava deles. Ao chegar mais perto, disse-lhe o Mestre:

– Dê-lhe um tapa no rosto.

– Mas por quê? Ele não me fez nada…

– Faz parte do experimento. Dê-lhe um tapa, não muito forte, mas dê-lhe um tapa!

E o homem aproximou-se mais do Mestre e do consulente. Este, então, chegou até o homem, pediu-lhe que parasse e, sem nenhum aviso, deu-lhe um tapa que estalou.
Imediatamente, como se fosse feito de mola, o desconhecido revidou com uma saraivada de socos e o consulente foi ao chão, por causa do inesperado do ataque.

Instantaneamente, como num passe de mágica, o Mestre e o consulente já estavam em outro lugar, muito semelhante ao primeiro e outro homem se aproximava. O Mestre, então comentou:

– Agora, você já sabe como reage um homem do nível 1. Não pensa. Age mecanicamente. Revida sem pensar. Aprendeu a agir dessa maneira e esse aprendizado é tudo para ele, é o que norteia sua vida, é sua “muleta”. Agora, você testará da mesma maneira, o nosso companheiro que vem aí, do nível 2.

Quando o homem se aproximou, o consulente pediu que parasse e lhe deu um tapa. O homem ficou assustado, olhou para o consulente, mediu-o de cima a baixo e, sem dizer nada, revidou com um tapa, um pouco mais forte.
Instantaneamente, já estavam em outro lugar muito semelhante ao primeiro.

– Agora, você já sabe como reage um homem do nível 2. Pensa um pouco, analisa superficialmente a situação, verifica se está à altura do adversário e aí, então, revida. Se se julgar mais fraco, não revidará imediatamente, pois irá revidar à traição. Ainda é carregado pelo mesmo tipo de “muleta” usada pelo homem do nível 1. Só que analisa um pouco mais as coisas e fatos da vida. Entendeu? Repita o mesmo com esse aí que vem chegando.
A cena repetiu-se. Ao receber o tapa, o homem parou, olhou para o consulente e assim falou:

– O que é isso, moço?… Mereço uma explicação, não acha? Se não me explicar direitinho por que razão me bateu, vai levar uma surra!
Estou falando sério!

– Eu e o Mestre estamos realizando uma série de experimentos e este experimento consta exatamente em fazer o que fiz, ou seja, bater nas pessoas para ver como reagem.

– E querem ver como reajo?

– Sim. Exatamente isso…

– Já reparou que não tem sentido?

– Como não? Já aprendemos ótimas lições com as reações das outras pessoas. Queremos saber qual a lição que você irá nos ensinar…

– Ainda não perceberam que isso não faz sentido? Por que agredir as pessoas assim, gratuitamente?

– Queremos verificar – interferiu o Mestre – as reações mais imediatas e primitivas das pessoas. Você tem alguma sugestão ou consegue atinar com alguma alternativa?

– De momento, não me ocorre nenhuma. De uma coisa, porém, estou certo: – Esse teste é muito bárbaro, pois agride os outros. Estou, realmente, muito assustado e chocado com essa ação de vocês, que parecem pessoas inteligentes e sensatas. Certamente, deverá haver algo menos agressivo e mais inteligente. Não acham?

– Enfim – perguntou o buscador – como você vai reagir? Vai revidar?
Ou vai nos ensinar uma outra maneira de conseguir aprender o que desejamos?

– Já nem sei se continuo discutindo com vocês, pois acho que estou perdendo meu tempo. São dois malucos e tenho coisas mais importantes para fazer do que ficar conversando com dois malucos. Afinal, meu tempo é precioso demais e não vou desperdiçá-lo com vocês. Quando encontrarem alguém que não seja tão sensato e paciente como eu, vão aprender o que é agredir gratuitamente as pessoas. Que outro, em algum outro lugar, revide por mim. Não vou nem perder meu tempo com vocês, pois não merecem meu esforço… São uns perfeitos idiotas… Imagine só, dar tapas nos outros… Besteira… Idiotice… Falta do que fazer… E ainda querem me convencer de que estão buscando conhecimento… Picaretas! Isso é o que vocês são! Uns picaretas! Uns charlatães!

Imediatamente, aquela cena apagou-se e já se encontravam em outro luar, muito semelhante a todos os outros. Então, o Mestre comentou:

– Agora, você já sabe como age o homem do nível 3. Gosta de analisar a situação, discutir os pormenores, criticar tudo, mas não apresenta nenhuma solução ou alternativa, pois ainda usa as mesmas “muletas” que os outros dois anteriores também usavam. Prefere deixar tudo “pra lá”, pois “não tem tempo” para se aborrecer com a ação, que prefere deixar para os “outros”. É um erudito e teórico que fala muito, mas que age muito pouco e não apresenta nenhuma solução para nenhum problema, a não ser a mais óbvia e assim mesmo, olhe lá… É um medíocre enfatuado, cheio de erudição, que se julga o “Dono da Verdade”, que se acha muito “entendido” e que reclama de tudo e só sabe criticar. É o mais perigoso de todos, pois costuma deter cargos de comando, por ser, geralmente, portador de algum diploma universitário em nível de bacharel (mais uma outra “muleta”) e se pavoneia por isso. Possui instrução e muita erudição. Já consegue ter um pouquinho mais de percepção das coisas, mas é somente isso. Ainda precisa das “muletas” para continuar vivendo, mas começa a perceber que talvez seja melhor andar sem elas. No entanto, por “preguiça vital” e simples falta de força de vontade, prefere continuar a utilizá-las. De resto, não passa de um medíocre enfatuado que sabe apenas argumentar e tudo criticar. Vamos, agora, saber como reage um homem do nível 4. Faça o mesmo com esse que aí vem.

E a cena repetiu-se.

O caminhante olhou para o buscador e perguntou:

– Por que você fez isso? Eu fiz alguma coisa errada? Ofendi você de alguma maneira? Enfim, gostaria de saber por que motivo você me bateu. Posso saber?

– Não é nada pessoal. Eu e o Mestre estamos realizando um experimento para aprender qual será a reação das pessoas diante de uma agressão imotivada.

– Pelo visto, já realizaram este experimento com outras pessoas. Já devem ter aprendido muito a respeito de como reagem os seres humanos, não é mesmo?

– É… Estamos aprendendo um bocado. Qual será sua reação? O que pensa de nosso experimento? Tem alguma sugestão melhor?

– Hoje, vocês me ensinaram uma nova lição e estou muito satisfeito com isso e só tenho a agradecer por me haverem escolhido para participar deste seu experimento. Apenas acho que vocês estão correndo o risco de encontrar alguém que não consiga entender o que estão fazendo e revidar à agressão. Até chego a arriscar-me a afirmar que vocês já encontraram esse tipo de pessoa, não é mesmo? Mas também se não corrermos algum risco na vida, nada, jamais, poderá ser conseguido, em termos de evolução. Sob esse ponto de vista, a metodologia experimental que vocês imaginaram é tão boa como outra qualquer. Já encontraram alguém que não entendesse o que estão a fazer e igualmente reações hostis, não é mesmo? Por outro lado, como se trata de um aprendizado, gostaria muito de acompanhá-los para partilhar desse aprendizado. Aceitar-me-iam como companheiro de jornada? Gostaria muito de adquirir novos conhecimentos. Posso ir com vocês?

– E se tudo o que dissemos for mentira? E se estivermos mal-intencionados? – perguntou o Mestre – Como reagiria a isso?

– Somente os loucos fazem coisas sem uma razão plausível. Sei, muito bem, distinguir um louco de um são e, definitivamente, tenho a mais cristalina das certezas de que vocês não são loucos. Logo, alguma razão vocês deverão ter para estarem agredindo gratuitamente as pessoas. Essa razão que me deram é tão boa e plausível como qualquer outra. Seja ela qual for, gostaria de seguir com vocês para ver se minhas conjecturas estão certas, ou seja, de que falaram a verdade e, se assim o for, compartilhar da experiência de vocês. Enfim, desejo aprender cada vez mais, e esta é uma boa ocasião para isso. Não acham?

Instantaneamente, tudo se desfez e logo estavam em outro ambiente, muito semelhante aos anteriores. O Mestre assim comentou:

– O homem do nível 4 já está bem distanciado e se desligando gradativamente dos afazeres mundanos. Já sabe que existem outros níveis mais baixos e outros mais elevados e está buscando apenas aprender mais e mais para evoluir, para tornar-se um sábio. Não é, em absoluto um erudito (embora até mesmo possa possuir algum diploma universitário) e já compreende bem a natureza humana para fazer julgamentos sensatos e lógicos. Por outro lado, possui uma curiosidade muito grande e uma insaciável sede de conhecimentos. E isso acontece porque abandonou suas “muletas” há muito pouco tempo, talvez há um mês ou dois. Ainda sente falta delas, mas já compreendeu que o melhor mesmo é viver sem elas. Dentro de muito pouco tempo, só mais um pouco de tempo, talvez mais um ano ou dois, assim que se acostumar, de fato, a sequer pensar nas muletas, estará realmente começando a trilhar o caminho certo para os próximos níveis. Mas vamos continuar com o nosso aprendizado. Repita o mesmo com este homem que aí vem, e vamos ver como reage um homem do nível 5.
O tapa estalou.

– Filho meu… Eu bem o mereci por não haver logo percebido que estavas necessitando de ajuda. Em que te posso ser útil?

– Não entendi… Afinal, dei-lhe um tapa. Não vai reagir?

– Na verdade, cada agressão é um pedido de ajuda. Em que te posso ajudar, filho meu?

– Estamos dando tapas nas pessoas que passam, para conhecermos suas reações. Não é nada pessoal…

– Então, é nisso que te posso ajudar? Ajudar-te-ei com muita satisfação pedindo-te perdão por não haver logo percebido que desejas aprender. É meritória tua ação, pois o saber é a coisa mais importante que um ser humano pode adquirir. Somente por meio do saber é que o homem se eleva. E se estás querendo aprender, só tenho elogios a te oferecer. Logo aprenderás a lição mais importante que é a de ajudar desinteressadamente as pessoas, assim como estou a fazer com vocês, neste momento. Ainda terás um longo caminho pela frente, mas se desejares, posso ser o teu guia nos passos iniciais e te poupar de muitos transtornos e dissabores. Sinto-me perfeitamente capaz de guiar-te nos primeiros passos e fazer-te chegar até onde me encontro. Daí para diante, faremos o restante do aprendizado juntos. O que achas da proposta? Aceitas-me como teu guia?

Instantaneamente, a cena se desfez e logo se viram em outro caminho, um pouco mais agradável do que os demais, e o Mestre assim se expressou:

– Quando um homem atinge o nível 5, começa a entender que a Humanidade, em geral, digamos, o homem comum, é como uma espécie de adolescente que ainda não conseguiu sequer se encontrar e, por esse motivo, como todo e qualquer bom adolescente, é muito inseguro e, devido a essa insegurança, não sabe como pedir ajuda e agride a todos para chamar atenção sobre si mesmo e pedir, então, de maneira velada e indireta, a ajuda de que necessita. O homem do nível 5 possui a sincera vontade de ajudar e de auxiliar a todos desinteressadamente, sem visar vantagens pessoais. É como se fosse uma Irmã Dulce, um Chico Xavier ou uma Madre Teresa de Calcutá da vida. Sabe ser humilde e reconhece que ainda tem muito a aprender para atingir níveis evolutivos mais elevados. E deseja partilhar gratuitamente seus conhecimentos com todos os seres humanos. Compreende que a imensa maioria dos seres humanos usa “muletas” diversas e procura ajudá-los, dando-lhes exatamente aquilo que lhe é pedido, de acordo com a “muleta” que estão usando ou com o que lhes é mais acessível no nível em que se encontram. A partir do nível 5, o ser humano adquire a faculdade de perceber em qual nível o seu interlocutor se encontra. Agora, dê um tapa nesse homem que aí vem. Vamos ver como reage o homem do nível 6.
E o buscador iniciou o ritual. Pediu ao homem que parasse e lançou a mão ao seu rosto. Jamais entenderá como o outro, com um movimento quase instantâneo, desviou-se e a sua mão atingiu apenas o vazio.

– Meu filho querido! Por que você queria ferir-se a si mesmo? Ainda não aprendeu que agredindo os outros você estará agredindo a si mesmo? Você ainda não conseguiu entender que a Humanidade é um organismo único e que cada um de nós é apenas uma pequena célula desse imenso organismo? Seria você capaz de provocar, deliberadamente, em seu corpo, um ferimento que vai doer muito e cuja cicatrização orgânica e psíquica vai demorar e causará muito sofrimento inútil?

– Mas estamos realizando um experimento para descobrir qual será a reação das pessoas a uma agressão gratuita.

– Por que você não aprende primeiro a amar? Por que, em vez de dar um tapa, não dá um beijo nas pessoas? Assim, em lugar de causar-lhes sofrimento, estará demonstrando Amor. E o Amor é a Energia mais poderosa e sublime do Universo. Se você aprender a lição do Amor, logo poderá ensinar Amor para todas as outras células da Humanidade, e tenho a mais concreta certeza de que, em muito pouco tempo, toda a Humanidade será um imenso organismo amoroso que distribuirá Amor por todo o planeta e daí, por extensão, emitirá vibrações de Amor para todo o Universo. Eu amo a todos como amo a mim mesmo. No instante em que você compreender isso, passará a amar a si mesmo e a todos os demais seres humanos da mesma maneira e terá aprendido a Regra de Ouro do Universo: – Tudo é Amor! A vida é Amor! Nós somos centelhas de Amor! E por tanto amar você, jamais poderia permitir que você se ferisse, agredindo a mim. Se você ama uma criança, jamais permitirá que ela se machuque ou se fira, porque ela ainda não entende que se agir de determinada maneira perigosa irá ferir-se e irá sofrer. Você a amparará, não é mesmo? Você deverá aprender, em primeiro lugar, a Lição do Amor, a viver o Amor em toda sua plenitude, pois o Amor é tudo e, se você está vivo, deve sua vida a um Ato de Amor. Pense nisso, medite muito sobre isso. Dê Amor gratuitamente. Ensine Amor com muito Amor e logo verá como tudo a seu redor vai ficar mais sublime, mais diáfano, pois você estará flutuando sob os influxos da Energia mais poderosa do Universo, que é o Amor. E sua vida será sublime…

Instantaneamente, tudo se desfez e se viram em outro ambiente, ainda mais lindo e repousante do que este último em que estiveram. Então o Mestre falou:

– Este é um dos níveis mais elevados a que pode chegar o Ser Humano em sua senda evolutiva, ainda na Matéria, no Planeta Terra. Um homem que conseguiu entender o que é o Amor, já é um Homem Sublime, Inefável e quase Inatingível pelas infelicidades humanas, pois já descobriu o Começo da Verdade, mas ainda não a conhece em toda sua Plenitude, o que só acontecerá quando atingir o nível 7. Logo você descobrirá isso. Dê um tapa nesse homem que aí vem chegando.
E o buscador pediu ao homem que parasse. Quando seus olhares se cruzaram, uma espécie de choque elétrico percorreu-lhe todo o corpo e uma sensação mesclada de amor, compaixão, amizade desinteressada, compreensão, de profundo conhecimento de tudo que se relaciona à vida e um enorme sentimento de extrema segurança encheram-lhe todo o seu ser.

– Bata nele! – ordenou o Mestre.

– Não posso, Mestre, não posso…

– Bata nele! Faça um grande esforço, mas terá que bater nele! Nosso aprendizado só estará completo se você bater nele! Faça um grande esforço e bata! Vamos! Agora!

– Não, Mestre. Sua simples presença já é suficiente para que eu consiga compreender a futilidade de lhe dar um tapa. Prefiro dar um tapa em mim mesmo. Nele, porém, jamais!

– Bate-me – disse o Homem com muita firmeza e suavidade – pois só assim aprenderás tua lição e saberás finalmente, porque ainda existem guerras na Humanidade.

– Não posso… Não posso… Não tem o menor sentido fazer isso…

– Então – tornou o Homem – já aprendeste tua lição. Quem, dentre todos em quem bateste, a ensinou para ti? Reflete um pouco e me responde.

– Acho que foram os três primeiros, do nível 1 ao nível 3. Os outros apenas a ilustraram e a complementaram. Agora, compreendo o quão atrasados eles estão e o quanto ainda terão que caminhar na senda evolutiva para entender esse fato. Sinto por eles uma compaixão muito profunda. Estão de “muletas” e não sabem disso. E o pior de tudo é que não conseguem perceber que é até muito simples e muito fácil abandoná-las e que, no preciso instante em que a s abandonarem, começarão a progredir. Era essa a lição que eu deveria aprender?

– Sim, filho meu. Essa é apenas uma das muitas facetas do Verdadeiro Aprendizado. Ainda terás muito que aprender, mas já aprendeste a primeira e a maior de todas as lições. Existe a Ignorância! – volveu o Homem com suavidade e convicção – Mas ainda existem outras coisas mais que deves ter aprendido. O que foi?

– Aprendi, também, que é meu dever ensiná-los para que entendam que a vida está muito além daquilo que eles julgam ser muito importante – as suas “muletas” – e também sua busca inútil e desenfreada por sexo, status social, riquezas e poder. Nos outros níveis, comecei a entender que para se ensinar alguma coisa para alguém é preciso que tenhamos aprendido aquilo que vamos ensinar. Mas isso é um processo demorado demais, pois todo mundo quer tudo às pressas, imediatamente…

– A Humanidade ainda é uma criança , mal acabou de nascer, mal acabou de aprender que pode caminhar por conta própria, sem engatinhar, sem precisar usar “muletas”. O grande erro é que nós queremos fazer tudo às pressas e medir tudo pela duração de nossas vidas individuais. O importante é que compreendamos que o tempo deve ser contado em termos cósmicos, universais. Se assim o fizermos, começaremos, então, a entender que o Universo é um organismo imenso, ainda relativamente novo e que também está fazendo seu aprendizado por intermédio de nós – seres vivos conscientes e inteligentes que habitamos planetas disseminados por todo o Espaço Cósmico. Nossa vida individual só terá importância, mesmo, se conseguirmos entender e vivenciar, este conhecimento, esta grande Verdade: – Somos todos uma imensa equipe energética atuando nos mais diversos níveis energéticos daquilo que é conhecido como Vida e Universo, que, no final das contas, é tudo a mesma coisa.

– Mas sendo assim, para eu aprender tudo de que necessito para poder ensinar aos meus irmãos, precisarei de muito mais que uma vida. Ser-me-ão concedidas mais outras vidas, além desta que agora estou vivendo?

– Mas ainda não conseguiste vislumbrar que só existe uma única Vida e tu já a estás vivendo há milhões e milhões de anos e ainda a viverás por mais outros tantos milhões, nos mais diversos níveis? Tu já foste energia pura, átomo, molécula, vírus, bactéria, enfim, todos os seres que já apareceram na escala biológica. E tu ainda és tudo isso. Compreende, filho meu, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.

– Mas mesmo assim, então, não terei tempo, neste momento atual de minha manifestação no Universo, de aprender tudo o que é necessário ensinar aos meus irmãos que ainda se encontram nos níveis 1, 2 e 3.

– E quem o terá jamais, algum dia? Mas isso não tem a menor importância, pois tu já estás a ensinar o que aprendeste, nesta breve jornada mental. Já aprendeste que existem 7 níveis evolutivos possíveis aos seres humanos, aqui, agora, neste Planeta Terra. O Autor deste conto conseguiu transmiti-lo, há alguns milênios, através da Tradição Oral, durante muitas e muitas gerações. O Autor deste trabalho, ao ler esse conto, há muitos anos atrás, também aprendeu a mesma lição e agora a está transmitindo para todos aqueles que vierem a lê-lo e, no final, alguns desses leitores, um dia, ensinarão essa mesma lição a outros irmãos humanos. Compreendes, agora, que não será necessário mais do que uma única vida como um ser humano, neste Planeta Terra, para que aprendas tudo e que possas transmitir esse conhecimento a todos os seres humanos, nos próximos milênios vindouros? É só uma questão de tempo, não concordas, filho meu?

O tio Marcelo, como verdadeiro Mythbuster, decidiu testar para ver como esta fábula funcionaria na prática. Claro que sair pela rua distribuindo sopapos em transeuntes poderia acabar em confusão, então pensei em uma versão digital desta experiência:

Como fazer amigos e influenciar pessoas
– O primeiro passo é escolher um tema envolvente. Religião, Política ou Futebol. Religião eu já havia experimentado no famoso post Jesus e o LHC, com ótimos resultados. Futebol é gado demais e as pessoas desconfiariam se eu falasse de futebol aqui na coluna. Sobrou política. O mais indicado para gerar um post polêmico sem levantar suspeitas que estaria ligado à coluna. Praticamente todos os políticos estão envolvidos em algum esquema de roubalheira, corrupção, desvio de dinheiro ou maracutaia e os Petistas são uma raça tão fanática quanto os evangélicos, pela própria doutrina do Partido, então já tinhamos a combinação perfeita para a brincadeira.

– O segundo passo foi bolar a matéria em si. Obviamente, a ficha policial da Dilma é uma montagem feita a partir de uma ficha de verdade, os dados dela e a foto, com uns photoshops no meio do caminho. A segunda parte do texto eu achei no blog do Phillipe e era perfeita: mais um exemplo dos absurdos que os governantes cometem dia após dia diante do curral, que acompanha a tudo anestesiado pela mídia. Por muito menos o Collor foi expulso da presidência. Os dois fatos per se não tem relação intrínseca entre eles, mas eu queria testar a criatividade dos meus leitores.

Adicionar posts e imagens, levar ao forno, esperar até a Lua Cheia (com Sol em capricórnio e Lua em câncer, em oposição), momento em que os humores estão mais aflorados e as sensações emocionais internas e racionais externas seriam mais autênticas… e voilá.
500 comentários!

Depois disso, sentar e contabilizar os Níveis de cada um conforme eles fossem recebendo os tapas na cara via RSS.

– Tivemos pessoas cujos comentários tiveram de ser moderados por só conterem xingamentos, ofensas e ameaças (93 casos). Dentro destas, 3 ameaças de morte.
– Tivemos várias pessoas que pararam, mediram, esconderam-se atrás do anonimato da net e agrediram de volta, tentando manter um teor de agressividade igual ou maior que o do post, alguns recorrendo à ironia, ou tentando desqualificar o autor do post.
– Tivemos o grupo dos que devem se morder de inveja/raiva da coluna mas nunca têm coragem de se manifestar, mas quando viram outros com tochas na mão, aproveitaram a deixa para bater também.

– Tivemos pessoas que se identificaram e, educadamente, tentaram me convencer que eu estava errado com argumentações ao invés de brigar comigo (e agradeço a estes pela boa vontade de acrescentar suas opiniões à coluna).
-Claro que tivemos muitas pessoas que certamente queriam ter escrito algo (pró ou contra) mas que acabaram “deixando para lá” e não escrevendo nada (aposto que teve gente que chegou a escrever o comment e depois desistir com ele já escrito… )
– Tivemos diversos elogios ao post, seja pela coragem de expor as falcatruas e roubalheiras, seja pela coragem de peitar a Dilma e os larápios do governo, seja criticando os que atacaram o post sem entendê-lo, mas também tivemos muita gente que xingou os PeTelhos com a mesma fúria com que foram atingidos pelos “tapas” destes…
– Tivemos 7 sedentários que pediram pra sair… e aposto que estão lendo este post.

– e algumas poucas pessoas que se tocaram que os comentários e as provocações tinham a ver com este texto, que publiquei no meu blog Teoria da Conspiração.

E qual a lição prática de tudo isso, crianças?
Cada um examine sua consciência e veja como respondeu à minha provocação, pois eventualmente você está tendo a mesma atitude com outras pessoas à sua volta.

Sempre lembrando que isso ocorreu na internet, com leitores criados com toddynho e bolacha maria… gerando este poço de agressividade contra quem pensa diferente deles… agora imagine este debate ao vivo em alguma dessas cidades do interior do Nordeste que vivem do bolsa-esmola e veneram o Lula-four-fingers? acho que teriam colocado fogo na minha casa!!!

Estas e mais questões levantadas serão as bases para a próxima coluna: Como o papa Urbano II consegue convencer uma multidão de pessoas a viajar meio mundo até Jerusalém para matar muçulmanos?

Semana que vem:
Matando muçulmanos na Terra Santa!
(não… não os israelenses… estou falando das Cruzadas)

Twitter oficial do autor da Coluna Teoria da Conspiração.

  • Manticore

    Fantástico.

    Mandou muito bem.

  • Pedro Henrique

    Ótimo post, eu já havia lido esse texto algumas vezes nesses ultimos dois anos, mas mesmo assim ele sempre é uma boa colocação.

    Abraços 🙂

  • aldrei

    primeiro?!

  • Alex

    Hahaha. Eu fui um dos que deixaram pra lá, deixando o post já escrito.

    Mas durante uns minutos eu odiei você, rs.

    Parabéns pelo experimento.

  • Erlyson

    Eu fui um dos que escreveu e desistiu de enviar o comentário.
    Não tinha nenhum xingamento ou ameaça pra você, tio. Era só que eu pensei… “Temos opiniões diferentes, já teve gente que disse o que eu queria e não vou conseguir acrescentar nada ou mudar a opinião do MDD… pelo menos não com um comentário num post. Então é melhor eu deixar pra lá”

  • Douglas

    Vc sempre se supera, parabens, pelo seu dicernimento.
    O Conhecimento realmente leva o homem para outras esferas.
    O Texto publicado foi magnifico, um profunda reflexão, maravilhoso.Continue sempre nos supreendendo com seus textos.

  • Estupefado, calado, atordoado…
    Tocante, o tipo de coisa que me faz mudar DE VERDADE.
    parabéns pela incrível dedicação

  • ROdrigo

    cara demais esse texto
    sempre tentei entender muita coisa sobre ”o resto” da raça humana e ele mostro muita coisa
    mostro medos,problemas,covardias e varias coisa a mais

    muito bom msm
    gostaria de poder conversa sore esse assunto com muito mais gente e minha parte ja fiz tentarei trasmitir pro maximo possivel de pessoas

  • Israel

    Muito Bom e muito bem pensado…
    Meus parabéns mesmo Marcelo….
    Foi surprendido.
    Obrigado.
    Paz e Bem

  • Zú Pirapó

    Cara. . . Fiquei extasiado com esse texto. . . Principalmente no trecho que diz assim: “Se você ama uma criança, jamais permitirá que ela se machuque ou se fira, porque ela ainda não entende que se agir de determinada maneira perigosa irá ferir-se e irá sofrer.”.
    Foi nesta parte do texto que eu realmente entendi do que o post se tratava e tenho certeza absoluta que ler todo esse texto gigantesco foi um ótimo aprendizado. . .
    Abração, acesso o blog todos os dias, SHOW!

  • Bernardo

    Sempre bom este conto dos níveis do ser humano, não me canso de ler e passar para frente. Quanto ao “experimento” se realmente foi pensado para fazer este post…foi sensacional! Parabéns. Queria ter visto minha reação se fosse antes de eu ter lido este texto, já que eu reagi já com o conhecimento adquirido nele ( pra quem ainda não sabe o texto já foi postado no sítio do teoria da conspiração http://www.deldebbio.com.br – que aliás é muito bom também). Espero que muitas pessoas tenham aprendido alguma coisa com este texto, bem como nos conhecimentos expostos nesta coluna e no seu sítio.

    Vou fazer uma pergunta que acho que outro fizeram mas se der não custa responder de novo: Você já fez algum estudo astrológico acerca do Calendário Maia, tem alguma opinião sobre seus fundamentos?

    Outro dia vi um filme dizendo que o tão famoso 2012 seria a data de o fim de uma “Grande Era” assim como tem quando na Precessão dos Equinócios no Zodíaco se completa uma volta em todos os signos, que no Zeitgeist diz que se dará em 2150. Procede?

    Eu fico curioso com as relações entre o céu do hemisfério norte e o céu do hemisfério sul e acho que o calendário maia seria uma boa fonte de conhecimento acerca do céu aqui do hemisfério sul.

    Eu não sei se essa diferença entre a visualização de céu tem alguma influência nesta questão das eras, bem como nas comemorações do Natal e Pascoa, que tomam como referência o céu do norte, né?

    Um abraço.

  • Derfel

    Bacana. Fechou o contexto.

    Só faltou você falar daqueles que nem tiveram o “trabalho” de ler.

    Eu já tinha lido o texto da coluna de hoje no seu site. Mandei para alguns conhecidos no email (citando a fonte, claro). Pelo jeito teve vários que pararam ao ver o tamanho do texto e que não tinha figuras.

  • Macaco de Tres Cabeças

    You got Rick Rolled !

  • Renê

    Achei muito interessante o “experimento” DD.
    Eu já tinha suspeitado que seria algo do tipo pois já acompanhava a coluna na época do jesus e o LHC. Achei isso uma ótima maneira de refletir sobre as minhas próprias reações expontâneas ao artigo apresentado, e acho que essa seria a melhor maneira de encarar esse tipo de “tapa na cara”, como uma forma de ver o quão pouco ainda estou desenvolvido e o quanto ainda preciso melhorar para comigo e para com o mundo ao meu redor.
    Parabéns pela coluna e continue assim, ou melhor! (risos)
    Paz e luz a todos!

  • Bernardo

    Desculpa gente uma “Grande Era” demora 25.800 anos segundo o Zeitgeist e eu não sei quando se dará o termo final. O que vai acontecer em 2150 não é o fim de uma Grande Era, é só o fim da era de Peixes e início da de Aquário. Foi mal… mas mantenho a pergunta acerca do calendário maia.

  • Marcelo,

    Hoje aprendi uma grande lição !.

    Todo o amor e a luz do mundo para ti meu irmão.

    Atenciosamente,
    Leandro.

  • Fernando

    Belo post Marcelo.. Fico feliz e as vezes triste com algumas materias que vc posta.. porém ESSA foi a melhor de todas.. A verdade é uma só, os caminhos que são percorridos de diferentes maneiras.. Hj nos encontramos numa situação muito complexa(em nivel evolutivo) porém nossas valores atemporais serão sempre os mesmo, O Amor com chave principal da mudança entre o seres humanos.. Espero que nós Seres Humanos, tenhamos a Ética de empenharmos nessa caminhada evolutiva, procurando a resposta dentro de nós mesmo… Essa filosofia da vida vivenciada pela Dor está muito deturpada nos dias atuais, porém esse texto representa bem o que muitos Avatares como; Buda, Jesus, Krishna, deixaram como exemplo… Espero que todos compreendam que a Verdade é a Unidade presente em todo nossa concepção de Espaço (Natureza). E Isso um abraço a todos!!!

  • Felipe

    Texto muito interessante e de parar e refletir, realmente tem momentos que agimos sem pensar, momentos que analisamos e medidos se temos chance de ganhar do adversário ou não, momentos que queremos partir para a agressividade mas algo nos impede e deixamos para lá, outros que queremos explicar que aquele ato é errado e não é por aquele caminho que deve ser seguido, enfim, gostei muito do texto. Realmente de muita importancia para aqueles que evoluiram a um nível que compreenda a real mensagem que tem por trás desse texto. É um assunto que muito me interessa e sempre que encontro textos ou informações a respeito, leio e me interesso mais e mais, buscando mais informações para aprender e assim evoluir.

    Muito bom mesmo, está de parabéns o autor desse post. Abs a todos!

  • Muranga

    eh, muito bom o post.. tinha lido o da Dilma e confesso que ‘deixei pra lá’…
    blog teoria da conspiração já adicionado aos meus favoritos!!!

    Só não entendi o “- Tivemos 7 sedentários que pediram pra sair…” se puder explicar por mail…
    abço

    @MDD – ah… sao os “mimimi perdeu um leitor… não volto mais no sedentário”

  • Daniel L.M.

    Parabéns MDD !!!
    Simplesmente ótimo!!!

    Um T.:F.:A.:

  • Ótimo experimento!
    Digno de um nível 4. Hehehe.
    Parabéns mesmo. É assim que a gente descobre os meandros da natureza humana.

  • Ragono

    Eu diria que estou no nível 3 mas estou fazendo uma longa fisioterapia para largar minhas muletas.

    Eu me manifestei na coluna sobre a Dilma e disse que achava que essa analogia entre a ficha da mesma e o caso dos suplentes, especificamente, não se aplicava devido a atual independência (pelo menos teórica) dos orçamentos dos poderes executivo e legislativo. Mas, complementando, acho que houve situações que comprovaram a corrupção e a imoralidade na cúpula do PT e do governo Lula sendo o caso do mensalão o mais conhecido.

    Saudações

  • André “Barbie” Garcia

    Cara, eu acho que você tá escrevendo uma tese de psicologia e usando a gente como cobaia…

    Continuo me supreendendo com as coisas que internet podem propiciar (tanto pra mim, quanto pra você, Marcelo).

    Um abraço!

  • Mike Mike

    Vale uma reflexao.
    Bjs a todos.

  • Mike Mike

    Ou 7 !!!

  • Emmanuel

    Acho que você é nível 3.

  • Sergio

    Genial Dell Debbio!! Eu sabia que tinha coisa… Mas fui um daqueles que desisti de postar o comment. Muito bom! Parabéns!!

  • Rodrigo Sanches

    Marcelo, cada vez mais me surpreendo com seus textos. Magníficos!!! Obrigado por tanta sabedoria. Obrigado por ser quem és. Continue assim…

  • TH13

    Legal, Marcelo, boa demonstração de humildade e consciência de seu próprio nível evolutivo ao entrar em debate com o pessoal que criticou.

  • Lucifer Sam

    Genial….e a maioria (inclusive eu) achando que o tio tava saindo fora da proposta da coluna. Experimento muito bem elaborado. O triste é que grande parte do pessoal ao invés de parar e refletir sobre as suas reações vai ficar puto achando que foi prank joke e que foi feito de palhaço. Parabéns pela coluna e pelo seu blog.

  • Caio

    Eu havia lido o post sobre a dilma, não havia entendido o sentido de estar na sua coluna.
    Com 100% de sinceridade eu li e descartei
    agora com essa explicação eu percebo que estou proximo do terceiro nivel, tenho cultura mas ainda tenho muletas.
    foi bom ver desta maneira, tenho que ler mais vezes este texto para enterpreta-lo melhor, obrigado pelo ensinamento.

  • Vinicius

    O primeiro post seu que li bom, li pela metade) foi justo o da Dilma, e ri muito vendo os caras chingando você nos comentários.
    Adorei o post e vo começar a acompanhar essa coluna.
    Parabéns.

  • terugo

    leitores criados com toddynho e bolacha maria hahaha boa essa, vou usá-la.

    Experiência interessante, mas breves comentários servem para perceber algum nível maior que 3 ou 4?

    até a próxima

  • विष्‍ण

    MDD,

    Excelente post!

    Acredito que divergimos em alguns pontos nestas questões políticas, porém, realmente tapar os olhos e não ver certas coisas que acontecem é cegueira consciente…

    Obrigado pela fábula, foi de grande aproveitamento… acredito que o teste também tenha sido…

    Continuarei a organizar meus pensamentos…

    Namaste!

  • Guaipeca

    Como diria Silvio Santos, bem bolado bem bolado hueaieiuheaheaiu

    Gostei muito dessa fábula, vou passar para alguns amigos, aprendi muitas coisas, como a tempos não aprendia com a sua coluna =D

    Acho que isso foi uma lição aos fanáticos, e vem sendo, fanáticos céticos, políticos e de qualquer tipo.

    E terão muitos comentários raivosos de gente emputecida por você ter feito eles de bobo, claro que não tantos quanto a parada do LHC, mas mutchos!

    Abraços!!!

  • Luiz

    Hehehehe! Com a guerra no exterior( faixa de gaza + posse do novo presidente americano) prestes a entrar no seu auge e a maioria das pessoas fugindo da guerra interna( vendo as atrocidades que os políticos e faccções criminosas cometem pela teve enquanto apenas reforçam seus próprios muros) o post caiu feito uma luva.
    Só uma coisa : você tá comentando toda evolução hitórica do papado, já falou de grupos iniciáticos das antigas civilizações e fez um ótimo artigo sobre o maior mago de Inglaterra. Que tal falar um pouco sobre a história dos movimentos esotéricos ( e esquisotéricos) aqui no Brasil? Afinal, a Eubiose e a Umbanda surgiram por aqui e a própria colonização brasileira foi financiada pela Ordem de Nosso Senhor Jesus Crito (ordem militar de Portugal descendente direta dos templários).
    Abraços.

  • Eudes

    Haa !…todo esse papo de liçao, para no final esse super preconceito contra o governo/populaçao nordestina?
    Apenas uma provocaçao ou uma sincera opiniao ?

  • dee 2, mas mantenha o respeito

    como o papa urbano II convence uma multidão a matar muçulmanos na terra santa? oferecendo absolvição completa e irrestrita pra quem voltasse com toda a grana que conseguisse fazendo todo tipo de coisa que não podia em casa? ponto? não? ok.

    paz

  • kenji

    Bom antes de mais nada, gostaria de agradecer pelo texto, tinha lido no seu blog, e achei maravilhoso, é realmente estranho, de como de algum jeito tinha consciência dessas verdades, mas nunca tinha chegado nessa reflexão tão íntima, passei a vida inteira como gado e só tenho 19 anos, sempre tive medo de me libertar de tal mentalidade, como um certo alguém diz “a verdade vos libertará”..rsrsrs, fico muito grato por ter conhecido seu blog, gostaria de continuar avançando espiritualmente, mas acabo me sentindo meio perdido, seus posts são como faróis na neblina..thanks brotha”!

  • Paulo

    Muito boa essa experiência. Belo trabalho.

  • Leo

    Espetacular.
    Pena que eu fui um dos que deixaram pra lá, apesar de desconfiar de que alguma coisa estava errada, e o autor não seria tão ingênuo de postar algo tão apelativo.

  • mks

    legalzinho… achei que a história é bem bestinha em algs pontos…mas posso estar errado e não ter entendido tudo
    não respondi a o post da Dilma, já que acreditei na ficha e não viria ao caso na hora falar nada… realmente falar de polítiica é complicado 😛
    no post do Jesus e o LHC eu me senti um ridiculo acreditando e clicando lá … xinguei mesmo…um site como esse fazendo uma sacangem dessas com os leitores e no minimo desprezivel
    de qq modo sua coluna é boa as vezes

  • Seu nomeodair

    Pelos comentários no post anterior, podemos afirmar que a grande maioria dos leitores do Sedentário é NIVEL 1… uns poucos se encontram nos níveis 2 e 3.
    Preocupante ….

  • thomaZ

    Maravilhoso. Cara, tu é “o” Cara. Eu tava lendo isso mais uma vez (tinha lido no seu blog la) e sorrindo, não me contendo, por que você provou pra mim uma coisa que eu infelizmente pensava errado: provou que muita gente ainda convive com as muletas, muita gente mesmo, até as que buscam, aqui, e têm paciencia de ler seus textos enormes e sem figuras sobre temas não lá muito “chamativos” (né). Fico triste e feliz ao mesmo tempo. Você chegou na hora certa, to aprendendo um bocado aqui. Minha busca se torna mais completa agora, graças a tú man.
    Obrigadasso camarada.

  • Gabriel

    Pois é,

    Fui um dos que desistiram de postar algo. Na verdade raramente faço algum comentario.

    Esse post sobre os niveis do Ser Humano, eu já tinha visto no seu blog, muito interessante!

    Agora, é complicado saber quando é um teste, ou quando é uma introdução a um novo tema.

    Lendo o seu post sobre a “presidenta”, achei interessante os comerciais com mensagens subliminares do Governo.

    Nem me toquei que era um teste ou pesquisa sua. Achei que você iria começar um assunto novo (não tão novo), algo sobre “lavagens cerebrais” cometidas pelo governo.

    Mas ainda assim foi demais!!!

  • De Leon

    Q nda a vê.
    Pregar a passividade incondicional é uma burrice ainda maior do q aqueles q se defendem por reação involuntária.
    Cada caso é um caso.
    E ser “passivo” nunca significou ser “evoluido”.

  • pedro

    lol nivel 3 aki

  • Muito bom!!!
    O post da semana que vem vai dar oq falar tbm
    abração

  • Muito interessante o texto. Na semana passada, eu fui um dos que li toda a matéria, li os posts diversos, e decidi por não entrar no meio da discussão, pois era claro que não íamos chegar a lugar algum. Que a Dilma é uma bandida como 99,9% do PT, é fato. Como dizem, o pior cego é o que não quer ver. Agora, esse texto mostra bem as reações diversas que um ser humano tem, e o caminho a ser trilhado. Fica muito claro que um diploma universitário não te faz melhor ou pior que ninguém, mas sim, a sua capacidade de compreensão, interpretação e expansão, para ao menos tentar mostrar as pessoas como as coisas realmente são, e como evoluir.

    Abss!

  • Marcelo,

    me ajuda a pensar um pouco sobre isso.. existe um tipo de equilibrio entre a maldade e a bondade?

    porque uma vontade de muitos, que satisfeita por poucos se torna inveja?

    e como o amor nos conecta?

    sei que são perguntas d+ .. mas suas colunas me faz refletir um bocado..

    abçs e sucesso.

  • Thev3n0m

    Bem que desconfiei… mas…. parabéns !

  • Alberto

    muito legal o teste, mas acredito que ouve um erro de metodologia. uma parcela considerável dos leitores é contra o PT e tem conhecimento do histórico dos “companheiros” em questão. Para essas pessoas não foi um tapa na cara. alé disso, muita gente usou seu post para apenas reafirmar sua posição política. Infelizmente acredito que serviu apenas como uma ferramente de discussão de opiniões e não um exercício para medir o nível evolutivo. Deve ter muita gente que iniciou a sua iniciativa por postura política, mas se pegasse o ponto fraco faria igual.

    @MDD – zoar a Dilma não, mas eu já sabia que a resposta exagerada dos petistas seria…
    abraço

  • Hounston

    Estava pensando nisso,imagine as declarações do post chegando em algumas cidades onde a economia gira basicamente nessas bolsa esmola e na aposentadoria, nesses locais Lula é Deus.

  • Maique

    O melhor post que eu já li aqui, Parabéns!!

  • Eduardo Matos

    Marcelo,
    sempre acompanho sua coluna, desde os primeiros posts. Acho muito interessantes não só suas visões e explicações sobre as coisas, mas a forma como você as transmite. Mesmo muitas vezes discordando do que você escrevia, sempre respeitei e até considerei muitos dos tópicos que você coloca para nós.
    O post anterior foi meio “decepcionante” para mim, porque “chutar o cachorro morto do PT” com aquela montagem (já bem velha pros padrões de internet) me pareceu de gosto duvidoso e bem sem graça. De vez em quando ficava pensando “por que diabos o Marcelo escreveu aquilo, não sabia que ele era desse jeito também…mais um no mesmo blábláblá… ¬¬”.
    Queria dizer que é extremamente raro eu comentar nos blogs que leio (inclusive nunca comentei nessa mesma coluna), mas o “alívio” de saber desse pequeno teste comportamental me motivou a escrever isso daqui ^^.
    Parabéns, gostei bastante dessa pequena experiência, que realmente me deu muito o que pensar.
    Abraço.

  • Arthur Angonese

    muito bom como sempre!
    havia lido no seu outro blog
    []s”

  • Maximo

    Gostei muito do post, realmente fui um dos que escreveram o comentario e depois desistiu, não estou aqui para me explicar, mas dois fatores me fizeram não postar o comentario.

    1. estou sem net em casa (sou de Itajaí-SC), por isso leio os posts no serviço e muitas vezes não posso comentar (na maioria delas).

    2. achei interessante a ficha da Dilma, tive que ler o post duas vezes para entender, li tambem todos os comentarios (que tinhan naquele dia), dando enfase aos comentarios com respostas do tio DD, para assim entender da melhor forma o post .

    Lendo e analizando vejo que ainda me encontro nos primeiros niveis de conhecimento, parafraseando Lobsang Rampa: “Não existe juiz pior que sua propria conciencia”.

    obrigado por mais este aprendizado.

    Os ensinamentos contidos nos posts são para abrir o conciencia do leitor, e assim fazelos pensar por si só (deixando de lado as muletas), e se tornando assim um ser de livre pensar (principio basico da Maçonaria e Rosa Cruz).

    Obrigado
    FRC
    Máximo

  • david r

    apesar de tudo, seu nível 3 foi bem nítido nas respostas aos comentários. o que mostra que seu experimento está carregado de vontade. vc não queria dar o tapa para aprender, vc deu o tapa pq acredita.
    sua posição política ainda é nítida neste post.

  • Thiago

    🙂

  • João Paulo Gonçalves

    Clap, clap, clap

    Perfeito.

    O seu melhor post que eu já li até hoje.

  • ANDRÉ LUIZ NUNES

    Olá Marcelo. Gostei muito do conto, da “lição de moral” que ele traz e mais ainda da sua idéia de “dar o tapa na cara” de nós leitores. Não sei bem em qual dos “níveis” eu estaria, e também não sei até que ponto a humanidade (ou os seres humanos individualmente) está apta a subir esses degraus. Sei apenas uma coisa: no arremate do que escreveu você foi muito infeliz na sua colocação acerca da possibilidade de lançar essa discussão “em alguma dessas cidades do interior do Nordeste que vivem do bolsa-esmola”. Como se só aqui houvesse a ignorância, a acomodação e o populismo desonesto disseminado por TODO O PAÍS!!! Ateariam fogo a sua casa em qualquer região do país onde esse tipo de pessoa predomine. No mais, parabéns pela coluna.

  • Rafael

    Muito obrigado, seu post me ajudou bastante neste meu momento de vida.

  • Alberto

    Qual a fonte do texto?

  • arguz

    em alguma dessas cidadades do interior do Nordeste que vivem do bolsa-esmola e veneram o Lula-four-fingers?

    meio preconceituoso, não??

  • edson

    Desculpe Sr., mas sempre que posso leio seus posts e gosto muito de seus temas. Tenho dúvidas, como, por exemplo, como pode uma pessoa semi-analfabeta alcançar o ´nível 7? Perto de minha casa, aqui no ES, existe um campus de pesquisa da consciência, baseda em relatos de Walter Vieira. O Sr. poderia explicálos? Ou quem sabe fazer um post sobre Conscienciologia? Desculpe-me se o Sr. já fez posts sobre isso… Fique com Deus e tudo de bom!!!

  • Rodrigão

    Debbio, tenho uma duvida, e quem achou seu post comico? [suponhamos que seja um amigo de um amigo meu . . . ] Seria um ser humano nivel 8? Ou um nivel -1, que ta devendo? . . . ou um ser humano com problemas mentais que não entra na classificação? HuEhuEHuEhE

  • fabio

    Caramba tinha lido o texto no seu blog e gostei muito, agora que vi no final tinha modificações e começei a ler também, muito legal a iniciativa !

  • Marcelo

    Putz…

  • Pingback: Vinicius Daniel()

  • andré luiz

    penso que superestimo a minha capacidade espiritual e mental, achando sempre estar pronto para as provas que a vida me oferece. É, preciso parar de me iludir e abrir meus olhos.
    Não sei quano aos outros leitores, mas me senti um completo idiota ao perceber que tudo isso não passava de um teste, cujo o o meu resultado não atendeu às minhas expectativas.
    Mas aí eu escuto aquela vozinha lá no fundo da alma que diz: ” Não desista, Gafanhoto.. Lucy in the Sky with Diamonds”. Isso prova que a intenção do teste foi alcaçanda, correto?

    Paz Profunda

    André Luiz

  • Rapha

    Parabéns pelos tópicos.

  • Rafael

    ” … All you need is love …”

  • Eduardo Rocha

    Marcelo, Cada dia me surpreendendo.
    Eu ja tinha lido esse post no seu blog, achei interessantissimo.
    Realmente eu não imaginava que fosse um laboratorio ou algo do tipo.
    Eu como muitos respondi. Ponderei o que aconteceria se os arquivos da ditadura fossem abertos para comparação de ‘curriculos’.

    Ainda vou reler pra tentar ver em que grau me encaixo, mas desde que eu li o texto da primeira vez, tento compreender melhor as pessoas e as coisas.

    No mais, fica em paz.

  • Pingback: sedentario()

  • Leo

    Num vale! Esse texto eu ja tinha lido no seu blog!

  • Missiato

    É, acho que eu consegui aprender alguma coisa com tantos posts lidos…. Será mesmo? Espero que sim.

  • Robson

    Excelente post, não esperava menos de você!!!!
    Como você mesmo disse, ainda temos muito a aprender! Não estou dizendo que aceito tudo que você escreve se questionar, mas gosto do que escreve e me faz pensar bastante.

    Continue assim

  • Missiato

    Pensando bem acho que eu não aprendi nada….

  • Victor

    Acompanho sua coluna a algum tempo, muito boa por sinal.
    Já havia lido esse texto em outro blog, http://www.saindodamatrix.com.br/ , e fez muito sentido para mim.
    Mas nunca havia posto em pratica, pois sair dando tapa nas pessoas na rua, eu poderia ter tomado um tiro!
    Gostei muito da sua ideia e fez muito sentido!
    Parabens

  • Draskler

    Perfeito.

  • David Nishimura

    belo trabalho..

  • =]

    suke! =D

  • MiguelR

    Cara, cada vez mais me surpreendo….
    Só uma coisa a dizer : NICE.

    Abraços

    PS: “pediram pra sair”…. hehehe eu vi os comments e achei exatamente o que você falou. Aposto que estão lendo esta coluna.
    “Tá com nojinho, Sr. 02?”

  • Essa Fabula me fez lembrar imediatamente de uma oração que eu faço todos os dias, pela manhã:

    “…

    Do centro onde a vontade de Deus é conhecida, que o propósito guie as pequenas vontades dos homens. Propósito que os Mestres conhecem servem.

    …”.

    Não sei aonde foi que eu aprendi uma coisa que é mais ou menos assim: Cada um está pronto pra conhecer um “pedaço” da verdade. – Mentira, eu sei aonde aprendi isso, mas não vem ao caso. Hoho – Àqueles que vêm gradativamente evoluindo cabe a tarefa de servirem de espelhos aos que estão logo atrás. Isso é ser Mestre. – Lembrando, pois que: “são Mestres apenas aqueles que vivem o que ensinam e quanto menos palavras precisam para ensinar, mais Mestres são”.

    Eu perdi a disposição pra julgar as pessoas, à nível de crítica destrutiva, pelo menos, e pelo que eu tenho (timidamente) acompanhado aqui, as provocações (“gado”, “curral”) e exemplos práticos e teóricos de manipulação que você usa, junto com os debates que incita, são demonstrações de afeto aos índigos presentes – Considerando que não dá pra ensinar muitos truques novos à cachorros velhos, vulgarmente falando. Parabéns pela coragem, pela disposição, pela força, pela psicologia, pela caridade (intelectual… rs), pela disciplina, por servir de espelho e principalmente, pelo amor que possui e divide. Quando eu crescer, quero ser que nem você… Hiehiehie…

    Namastê.

  • Aprendiz

    Primeirooooooooo! Há!

  • Parabéns!

  • Aprendiz

    Brincadeirinha…..Blz, marcelao?
    Perdoa a ignorancia, com o conhecimento mistico-ocultista haveria a possibilidade de auto-cura e principalmente de curar alguém?

    Abraço

  • PV

    Adorei o texto, inclusive a referência ao Matrix.

    Quanto ao post do PT, como vc acha que reagiriam as pessoas níveis 7? e 6?

    Abraços!!

  • Rodrigo

    Sou leitor do Sedentário a muito tempo porem nunca postei nada , acho que agora seria uma boa ocasião para isso.
    Sempre achei umas transgressão tão grande o ato de uma pessoa bater em outra , parece que estamos voltando a época das cavernas.
    Sou de Salvador e nessa cidade na época de carnaval , é gente batendo , esfaquiando , atirando nas outras sem motivo nenhum.
    Seguindo a linha do texto , nós estamos nessa vida para evoluirmos , para que um dia possamos voltar a ser energia , pura energia.
    Não temos motivo para carregamos ódio , rancor , magoa, nós fazemos isso quando estamos ainda nos 3 primeiros níveis.Temos que saber que o perdão e o amor , principalmente o amor são coisas que precisamos levar incondicionalmente com a gente durante nossas vidas.

  • Beto Corisco

    Apesar de não ser um leitor muito assíduo desta coluna estranhei ver aquela imagem da ficha da Dilma Rousseff, que já tinha visto antes não me lembro bem onde e lamentei que este blog que tanto estimo e recomendo para todo mundo que eu conheço que tem internet tenha entrado nesta.
    Admito que achei saúdavel a discussão até ver alguns(será que foi uma provocação do autor???)defendendo a tortura. Como bem disse alguem em um dos protestos apesar dos pesares este governo foi provavelmente o que mais investiu em programas sociais e o pessoal do PSDB podia ter feito a mesma coisa e não fez. E acreditem quem quiser a bolsa-família, o Prouni e outros programas ainda muito tímidos fazem uma baita diferença na vida das pessoas. Mas a minha intenção nesta longa resposta não é enaltecer o governo Lula ou derrubar o PSDB e sim lamentar o fato que me parece que como bem disse o autor a maioria das pessoas que responderam foram criadas com todynho e biscoito maria e que quase ninguem parece conseguir enxergar como deve ser a vida de quem precisa destes mecanismos pra sobreviver. Discursos inflamados de direita e de esquerda não resolvem nada pois a corrupção esta tão enraizada em nosso cotidiano que muitas pessoas estão no nível 1 (só pra citar o texto acima) por que não tem acesso ao básico pro dia-a-dia ou por que não querem perder o status de classe média brasileira. Geralmente não entro em discussões como essa pois como pedem ver eu falo demais pois não acredito que questões como as levantads podem ser resumidas em poucas linhas e que somos todos preparados desde pequeno a vencer pela lei de Gérson. Uma das coisas que as pessoas mais detestam são os “ingênuos” aqueles que julgamos inocentes por não compartilharem do nosso ponto de vista que é sempre o certo. Bem, vou ficando por aqui senão escrevo um diário e como a minha digitação é péssima vou ficar a noite toda aqui. Mas valeu pela provocação, apesar que acho desnecessárias expressões como bolsa-esmola que realmente só servem pra distanciar as pessoas que realmente precisam deste auxílio dos que cresceram regados a todynho.

  • Marcelo, obrigado!

    Cada Post é um novo uma lição, não é a toa q espero pela renovação a cada semana.

    Pode parecer contradição, mas sou católico, acredito que mais pela riquesa dos ritos, pq se fosse pelo que os “donos da verdade” (a Igreja”) fizeram e ainda fazem, certamente não seria, contudo aproveito o lado bom da egrégora, o lado dos 2 ou mais reunidos no nome de Jesus e lá ele está, isso me é sempre reconfortante.

    O que eu queria mesmo dizer é que admiro sua iniciativa, ensinar. ensinar não é fácil. e vc tem feito isso muito bem.

    Quando vi o post sobre a dilme, fiquei indagando, qual o intuito disso, fui preguiçoso e não procurei o texto no seu blog e só vi a relação hoje, bem prendi mais um pouco hoje e espero também eu, ensinar algo algum dia!

    Paz e bem!

    Naldo Costa

  • Evandro Ricardo

    Ola Marcelo…!

    É a segunda vez que protesto aqui! E adoro sua coluna!

    Em relação ao conto desse último post….uma grande duvida ficou em mim!

    É possível que uma pessoa depois de algumas ..digamos”vidas” de evolução, possa ter um processo de “desevolução”(Não vejo outra forma de definir essa palavra) em algum momento de sua vida?
    Se isso é possível gostaria de saber. Grato!

    Outra pergunta: Existe pessoas atualmente no planeta com o nível 7?

    Um grande abraço! Obrigado!

    @MDD – nivel 7? eu gosto de acreditar que sim…

  • Renato

    Excelente texto Marcelo, me fez refletir muito e chegou na hora exata que eu precisava de lê-lo.

    Muito obrigado. Tentarei passar para outras pessoas para ver se assim alcanço algum dos níveis de sabedoria.

  • renato

    mto grande n vou ler

  • Marcell”

    Honestamente, eu não imaginei que seria um experimento… como acredito naquela história de “Pegue o que presta, descarte o resto”, o último post foi simplesmente descartado.
    Admito que achei um tanto estranho, mas… não era da minha conta.
    No fim, não sei o que aprendi com isso, talvez nada.

  • Thiago

    Pois é cara…
    Belo exemplo de como as pessoas vão com as outras…
    Ninguém quase para e pensa… só vai atrás^^
    Porque?
    Bem… é MUITO MAIS FÁCIL que tomar as próprias decisões né?

    P.S.: Procure sobre o movimento “A ONDA”… um professor pegou as bases do Nazismo, deu outro nome e foi angariando alunos… no fim, TODOS os ex “ondas” tinham vergonha de admitir o que fizeram…

    Abraços

    93.´.

  • gustavo (terrorista)

    uhauhauh….
    muito bom….
    mas vc arriscou perder alguns leitores nessa brincadeira!
    (o tapa foi bem dado)….
    adoro sua coluna!
    abracos

  • Daniel M. S.

    Eu não li o outro texto. Não sou um grande fã da tua coluna (não se pode agradar a todos né? sou chato em gosto mesmo :P), por isso só leio textos que me chamam a atenção no começo.
    Mas alguns dos que leio estão entre os melhores do blog, com certeza. Esse incluso. Acho que todos deveriam olhar aquele negócio dos níveis e ver em qual estão… Eu diria que to entre o terceiro e o quarto. Muito mais próximo do terceiro, mas já enxergando que existe algo mais lá na frente.

  • Luan

    otima coluna … eu ja tinha lido algumas das suas colunas mas essa em especial axei simplesmente fantastica .Agora estou curioso para sabe mais .Comecei hoje a lendo suas 3 primeiras colunas e quero t parabenizar pelo otimo trabalho ^^

  • Alexandre

    Cara você é muito doido rsrs
    Haha
    Texto muito bom… um tempo atrás eu vi ele no saindodamatrix.com.br

    Parabéns Marcelo
    Abraço

  • Ryuevil

    Sensacional esse post, cai direitinho rsrsrs

    Mas minha resposta nem foi tão raivosa, apesar de eu ser mais ptista do que outra coisa na política atual mesmo sabendo que são corruptos tbm, mas na minha visão todos são, mas isso não vem ao caso.

    Quanto a meu nivel humano eu devo estar no level 2 por causa da brincadeira com o leitinho com pêra, fazer o que vou tentar evoluir daqui pra frente, falando em leite eu tava tomando um todynho na hora que eu tava lendo, (seria uma coincidência) e não me aguentei e gargalhei feito um doido no pedaço do todinho e bolacha maria.

    Depois dessa um me rendo definitivamente, virei seu fan, parabéns hueheuheuahuah
    abs

  • Genial…. um blog como esse meece premios q ainda nem foram inventados… continuem assim e a internet sera pouco com o tempo…

    Nunca havia ouvido essa fabula… achei interesante o modo como testaram as pessoas … garanto q a maioria q xingou ou algo do tipo tivesse lido esse post primeiro teriam se colocado num “patamar humano” maior do q os q conve a si…

    Vivendo e aprendendo… continuem dando vida ao blog que ele etodos q participam aprendem por tabela ;D

  • e eu, um quase leitor assíduo nem li direito o post sobre a Dilma, mas pensei: “O que o MDD tá tramando? Fala da Igreja Católica, os evangélicos, ateus… e política agora??” Já tinha lido esse texto de hoje em algum outro lugar, é muito esclarecedor… lerei o post anterior pra entender a idéia e verei por quantas anda meu “level”…

    [e todo mundo ficou fãzinho da dilma depois daquela episódio sobre as torturas… por isso toda essa violência…]

  • paulo

    Fiquei de cara. Só fico imaginando como reagiria uma pessoa do nivel 7, fica meio sem sentido…

  • Rafael

    Hehehehehe…

    Sério, post muito engraçado!!

    Pelo ataques quase epiléticos de alguns no outro post!!

    Agora, só um ponto, o ataque ter ocorrido na internet, é mais facil, as pessoas se tomam de bem maior coragem quando estão protegidas pela tela de um PC

  • Manioc

    Nossa, ninguem protestou ainda, todos devem estar refletindo sobre seus niveis (e sobre o post da Dilma) 😛
    Eu li bem por cima o tapa-na-cara, vi a ficha dela e dps fui pros comentarios, ai ja vi os xingamentos e desanimei, fui ver outras coisas no site :/
    Esse texto é excelente, deu pra fazer uma retrospectiva enquanto lia e aí percebi que eu evoluí! huauhahuahu
    Lembro de vezes que eu agi como um nivel 1, 2, 3 (acho que é meu atual) e 4 (quando tava inspirado hehe).
    Parabens pela coluna, nao leio todas as vezes, mas sempre q li foram textos mto bons msm ,q me fizeram pensar, assim como esse xD
    Abraço

  • Sensacional!!
    Já tinha lido esse texto no deldebbio.com.br
    Parabéns!
    Ótima experiência…

  • Mr. Abott

    Uau! Não percebi que seu post sobre a Dilma fazia parte de um pequeno estudo. Muito bem bolado. O do LHC eu li e acompanhei os comentários, e devo dizer, sem comentários aos comentários, hehehe.
    Gostei da parábola, mas ainda sou um homem ninvel 3 e não aprendo com histórias sobre amor e compaixão ao próximo. Acredito que pelo próprio comentário acima caí para nivel 2.

    Continue com o bom trabalho Del Debbio.

  • Ótimo esse texto, li ele ontem. Tinha visto ele no seu site antes mas tinha deixado passar batido.. =P
    Passei para um amigo meu e ele adorou também. Até linkei ele no meu blog.

    Sagaz você, Del Debbio… XD
    Esperou até a hora certa pra analisar. E realmente me surpreendi, não achei que tivesse tanto povo “igadorante” lendo sua coluna ainda.

    No mais, continue com o bom trabalho. =D
    E sobre o que falei na outra coluna, aquele Green Man no filme “A Lenda do Tesouro Perdido” é só coincidência mesmo ou colocaram lá de propósito? =P

  • Fernando

    Acho que sou um nivel três com lampejos de 4 ):

  • Márcio

    Pois é, eu bem que desconfiei que tinha algo a mais naquele post. Só posso dizer que foi fantástico o experimento. E o texto de hoje é fora de série.
    Eu acho que nem passo raspando pelo nível 4, não larguei minhas “muletas” ainda.
    Você chegou a considerar a hipótese de que mostrar a nós que existem pessoas em níveis mais elevados do que aquele em que nos encontramos pode ser considerado como outro tapa na cara? Olha que vai ter neguinho te ameaçando de morte, hein?
    Brincadeira.
    Força aí nesses posts, já estou ansioso pelo próximo.

  • Marcell”

    Outra coisa que entendi no meio de tudo isso foi sua postura de “petistas são pouco evoluídos”.
    A gente deve aprender com que sabe mais, mas é sempre um choque descobrir que mesmo quem sabe mais é carregado de uma série de preconceitos…
    Eu, por minha vez, não sou contra nem favorável ao PT, nesse país, todos os políticos vendem suas ideologias e trocam freneticamente de partidos… ser favorável a um partido não diz nada.
    Fico em dúvida é qual é o pior deles… a estrelinha vermelha ou os tucanos.

    @MDD – ambos são corrompidos, mas pelo menos os tucanos a gente sabe que são exploradores mesmo; eles nunca tentaram se passar por “gente do povo” ou posar de santos imaculados.

  • Vimerson

    Bem,

    minha mea culpa… não comentei no Blog (nem tive vontade) mas repassei via email o “curriculo” da Dilma, indignado, perguntando o que faríamos se tivéssemos o mesmo curriculo que ela!!! Recebi o comentário de uma pessoa indignada, me chamando de capitalista, entre outras fúrias… e olha só, esta pessoa faz parte de um “organismo esotérico” !!! Bem, não agi com fúria, mas tb creio que me encontro no nível 3 da humanidade. Esperoa partir de agora , após uma auto-avaliação conseguir melhorarminha consciência. Obrigado tio DD. Foi um “tapa” de pelica, doeu mas creio que foi melhor que se somente tivesse este post atual.

  • Flávio

    Cara este post foi absolutamente o melhor !!!
    Aprender é a Essência da vida , Amor é a Energia da Vida

  • Transeunte

    “Adicionar posts e imagens, levar ao forno, esperar até a Lua Cheia (com Sol em capricórnio e Lua em câncer, em oposição)” Ei! Não espalha a formula mágica não!! Huahuhaua

  • Bryan G. C.

    Bárbaro. Seria audácia minha tentar me encaixar em algum nível.

  • Abadá

    Olá,

    Vai rolar um texto especial “Dias de Carnaval”
    esse ano?

    até

  • Danilo M

    Tive vontade de comentar no post sobre o ‘currículo’ da Dilma, mas após pensar um pouco sobre o que escrever desisti da idéia, é fato que no Brasil a corrupção é algo mais que presente em sua política.

    Cheguei a conclusão de que apenas reclamar não adianta nada, se fosse para comentar que fosse pelo menos algo construtivo.

    Já havia lido estes texto em seu blog logo que foi postado lá e após reler o texto sobre o níveis do ser humano voltei e reli os comentário do post sobre a Dilma e é simplesmente brilhante.

    Parabéns Tio DD.

    Apenas gostaria, se haver, alguma indicação sobre textos complentares principalmente sobre as ‘Muletas’ que a humanidade carrega.

    Muito obrigado

  • Carlos Jacques

    “Só o tempo é capaz de nos conceder certas paciências.”
    Hoje lembrei desse texto, sobre os níveis do ser humano, e me surgiu essa máxima na cabeça.
    Estava caminhando na rua e pensei que talvez o fator que defina a evolução das pessoas está na capacidade delas em compreender o problema do próximo e de se colocar em seu lugar ao ponto de ajudá-la como se fosse elas próprias, sem recompensas nem publicidade, mas pura e simplesmente por amor natural.
    Nesse contexto me surgiu a frase acima, certas coisas podem até ser aprendidas por jovens como eu (26 anos), mas a distância entre o aprendizado e a prática depende do tempo e de adaptação.
    Lembro que não me pareceu muito ideal a idéia de dar um tapa em alguém como está no texto, como também agora não me parece adequado tal artifício (Presidenta Assaltante) para “testar” as pessoas.
    Não sou um santo, nem sou melhor que ninguém, não tenho as condutas mais louváveis, e tampouco sou um voluntário que presta auxilio. Mas talvez eu consiga ver algumas coisas, singelas até, mas talvez de tão singelas sejam tão essênciais, que poucas pessoas percebam…
    Era isso..

  • Logan

    Nossa, MDD, muito obrigado por esse texto, possui tanto conhecimento em poucas palavras .
    Já li muitos livros, mas nenhum me trouxe essa sensação que senti após ler os paragrafos acima.

    Realmente os niveis estão ai e só não ve quem não quer. Parece que o texto foi tirado de um Livro Espirita.

    Sobre a Coluna anterior e sobre o seu teste, tenho a dizer que que me abriu os olhos com relação a essa “Dita Cuja”, que acha totalmente justificafel tais ações em prol de uma liberação em massa. Na minha opinião que faz esse tipo de coisas só visa o poder, e depois de tantos anos, podemos observar que conseguiram.

    O seu teste foi Fabuloso, achei estranho no post anterior, pois como acompanho sempre seus textos, não esperava que voce estivesse fazendo campanha por nenhum partido. Sabia que algo estava estranho, mas não sabia o que.

    Acabei conversando com uma amiga, que tem uma familia que viveu na época da ditadura, e inclusive tiveram que deixar o pais, depois te toda luta e abusos.
    Quando questionei se ela concordava com que as pessoas faziam naquela época (roubos, assassinatos e etc) , ela me respondeu que graças a isso hoje nos temos democracia e liberdade de expressão, e que em não concordar, tabm estaria “traindo suas raízes” e o que foi lhe ensinado .

    Hoje percebo, após ler esse maravilhoso texto, o sentido de tudo isso, pois acho que tabm dei uma tapa, e de uma forma e de outra aprendi com o retorno da ação.

    Gostaria muito de saber a origem desse texto, e mais uma vez parabeniza-lo pelo otimo trabalho que vem fazendo a todos nós.

    Muita Luz pra vc e todos que acompanham essa coluna

  • Douglas

    so pra consta, eu deixei dois post na COluna sobre a Dilma. Não me envorgonho de ter dito o que falei,pois falaria novamente o que eu escrevi lá(com tolerancia ao meus erros ortograficos). Pois o mais importante do que vc ter sua opnião, é respeitar as pessoas primeiramente.
    “E sempre adoçar sua flechas quando forem lançadas”.
    abraço a todos e ate+

  • Sebástian

    Pô Marcelo… não to nem aí pra Dilma.. mas…

    O que tu tem contra bolacha Maria???? É gostosa e crocante (se novinha)!!

    Quanto à historinha.. até o 5 é aceitável.. mas no finalzinho só me vinha na cabeça a imagem do Neo abrindo os olhos e falando “-Não.”… sabe… com aquela cara de c.u. característica… meio forçado o SevenBoy.

  • IRR

    É por isso que eu tenho uma certa aversão a todo tipo de filiação a grupos, seja religiosos, políticos, etc. Sempre tive desde pequeno, é uma das barreiras para eu entrar na maçonaria e rosa-cruz. Pra mim onde tem meia-duzia de humanos reunidos em uma causa, coisa boa não sai. Ainda mais por você ser obrigado a se expor e estar em contato próximo com pessoas de todo estado de consciência. Eu já percebia isso antes de saber sobre isso, e nao me faz bem.

    As pessoas, mesmo com as boas virtudes, podem se corromper fácil em um circulo de interesse. Por que sempre vai ter o rival disposto a tudo para fazer você não da certo. E ao contrário do que é dito por aí, o mal sempre prevaleceu. Desde o começo do mundo até hoje, todas as revoluções (mesmo as que tinha causa nobre) no final, sempre procuravam apenas servir a interesses próprios, mesmo que isso significasse a exploração e degradação alheia para tal, e mesmo eles ter provado desse remedio por tanto tempo e sabendo como é ruim. Parece que a luta no mundo é do mal pelo mal.

    Nao tou conseguindo sintetizar minhas idéias direito agora, mas espero que tenha entedido.

    Parece que o Mundo é governado por nível 2 e mantido e fetichado por nível 1

  • Claro que há pessoas no nível sete: Shaka, Mu, Aldebaran, Aioria, Aioria… Entre outros!

  • Elric

    Acho que to no nivel 3
    hauehauehuahue

  • Hazz

    Gandhi desobedeceria o mestre.
    Hahahahaha brincadeira.
    Boa, gostei.
    Abraços

  • Renato Matos

    opa! fiquei no nível 5, há sempre algo a aprender.

  • Tim

    Tio DD,
    Há tempos que acompanho sua coluna, porém nunca me manisfestara antes.
    Acompanho desde a época que não era iniciado e me perguntava porquê chamavam você de Tio… agora sei!
    Huehuhue
    Então, quanto ao seu último post, eu suspeitei de algo como um teste, ou um Hoax, ou mesmo como você disse num post sobre Yeshua, respondendo à pergunta sobre “Mas posso confiar no que li [confiar nas palavras suas]”, aí você diz algo como: “Não pode, nem deve. Sou apenas mais uma fonte, e a partir dessa, você deve procurar mais e ler, e tirar suas próprias conclusões”… enfim, acho que era algo assim… ou um test, ou um Hoax, ou um “aviso” de “pense em tudo que lê, pesquise e tire suas próprias conclusões”

    Adoro seus textos, tanto nessa coluna, como no seu site. Fazem parte da minha leitura semanal.
    Realmente, parabéns pelo trabalho de trazer informações tão preciosas (e polêmicas) para nós, leigos!
    Continue com essas lições de vida, e sempre terá minha leitura aqui no S&H e/ou no seu site!

    Abraço fraternal, Tio
    Boa noite e seja feliz!
    =D

  • Eduardo Rocha

    Marcelo, so uma reflexao posterior. Os níveis tem algo relacionado aos chakras. Assim eu pensei nisso que o primeiro é o mais primitivo, tal qual a pessoa do nivel 1. E o ultimo é o mais desenvolvido, iluminado.

    Isso poderia ter algo a ver a desenvolver um chackra superior pra poder subir de nível?

  • Rafael Moreira

    Esse sim foi algo que revela algo sobre as pessoas. impossível não procurar se enquadrar no texto e pensar: Em que nível estou? Acho que estou no 4 e olhe lá.

    Um abraço de um RPGista das antigas.

  • Daniel Noboru Umisedo

    O texto até encante, tive um prazer sincero em lê-lo, que me fez até amenizar uma certa raiva que eu carregava. Mas em seguida, falando de política, você nos traz de volta à realidade.
    E a realidade é que NÃO DEVEMOS SER SEMPRE BONZINHOS. Não devemos dar sempre a outra face. Política, pelo menos, não funciona dessa forma. Brasília é uma cidade tranqüila demais para a situação que o país vive. Deveria receber NO MÍNIMO um protesto por semana.

    Esse país seria melhor se os políticos temessem o povo. Se nós reagíssemos veementemente a cada vez que somos lesados. Não, não dá pra ser bonzinho em momento algum com quem elegemos.

  • Mirella Leite Pereira

    É a primeira vez que comento, mas estou sempre lendo sua coluna. Todas as vezes que li fiquei impressionada como somos enganados e como aprendemos mais e mais! Agora, esse texto está simplesmente incrível. Acho que vai mudar realmente o meu modo de pensar! Enquanto estava lendo me veio a cabeça de repassá-lo para todos os meus amigos (que já devem tá de saco cheio de tanta propaganda que faço da sua coluna). Mas, enviar por e-mail pode não ser uma boa idéia….mesmo assim, vou tentar! Continue escrevendo, que continuamos lendo!

  • Henrique

    Ótimo artigo.
    um dos mais interessantes da coluna na minha opnião.

  • Pedro Nascimento

    Bom post, como sempre seus posts me tirando do ostracismo espiritual que vez ou outra me ocorre.
    Encontrei sua coluna por “acaso”, e este sendo meu primeiro comentário em sua coluna (apesar de acompanha-la a algum tempo) gostaria de agradecer por estar fazendo sua parte a “ensinar o que aprendeste, nesta breve jornada mental” a mim e a outros que com certeza também foram ajudados por ti.
    Mais uma vez obrigado e que continue a divulgar sua sabedoria, porque eu e muitos outros estaremos lá, de mentes e espíritos abertos para te ouvir.

    Pedro Nascimento.

  • Marco Rhavana

    Cara, neste momento que terminei de escrever meu comentário anterior, são 127 comentários que já foram aprovados pela moderação.

    Destes 126 são te dando parabéns e te elogiando, e um único indivídio que apenas declarou em sua frase “Acho que você é nível 3”, que pode em certo ponto até ser considerado um elogio, ou talvez também não ( relativo ).

    Mas de qualquer forma, parabéns, isso demonstra o quanto potencial você tem Marcelão, tomara que suas próprias experiência como blogueiro te ajudem a evoluir aos níveis seguintes. Enquanto isso também vou subindo minha escadinha, e é grande o caminho!

    Abraço Brother

  • Thiago

    Simplesmente fantastico!

  • Alcion

    Fera,
    Mando muito bem, nunca comentei, mas acompanho os posts já a algum tempo.
    Não so estudioso profundo do assunto, apenas prefiro aprender na prática, pelo “feeling”. Creio que este conto demonstra de forma alegórica as maneiras de o universo comportar-se, inclusive no ser humano. Como há uma transformação constante da energia, é necessário o equilirio entre a construção e a destruição. Com isso quero dizer e corrija-me se estiver errado, que um ser pode evoluir do 1º nivel até o 7º como também pode involuir, regredindo a um estado mais instintivo e mecânico, de acordo com o ambiente e as energias que o envolvem. Como também pode, de acordo com seu aprendizado reagir como um sábio evoluido diante de determinada circunstância e animalescamente diante de outra para que o equilíbrio seja estabelecido. Mas aí questiono: se é necessário que haja destruição para haver tranformação e posterior construção ou vice-versa, um sábio de avançado nível e comprometido com a preservação e cuidado não estaria desviando-se do equilíbrio? Imagino eu que pela senda escolhida as energias o desviarão de deparar-se com situação em que devesse aplicar energia destrutiva para manter o equilíbrio. Portanto não seria possível manter linearmente uma evolução do universo inteiro para os niveis mais elevados da evolução, pois fugiria do equilibrio e da transformação. Gostaria da sua opinião, ou se já houver algum artigo ou matéria abordando o assunto por favor me indique. Já que eu escrevi mesmo, gostaria tambem de parabenizá-lo pela iniciativa de abrir mais um espaço onde se possa compartilhar informações que visam o crescimento do conhecimento. E me desculpa se tiver muitas falhas no texto, meu teclado tá uma porcaria, to loco de sono e sem paciencia pra revisar.
    Abrass

  • Seu nome

    O que eu posso deduzir disso? Que voce eh o sabio???

  • Supersimpson

    Fui um dos que não comentaram no post anterior, porque outros já haviam usado os mesmos argumentos.

    De qualquer forma, já que os partidos em geral estão todos corrompidos, ainda acho o PT menos prejudicial, pois até agora foi o único que deu um passo para reduzir a pobreza e fortaleceu a economia do país (a crise econômica, que ainda não foi sentida aqui, que o diga). Além de que o PSDB e DEM vinham entregando os recursos do país nas mãos das famigeradas corporações, por meio das privatizações.

    Posições políticas à parte, reitero a pergunta do Evandro Ricardo: É possível uma pessoa regredir em seu estágio evolutivo? Ou quando atingimos certo nível, o curso natural é sempre para melhor?

    Belo texto sobre os níveis de evolução.
    Como diria aquele sábio filósofo: “Dói, um tapinha não dói (Só um tapinha)” (Brincadeira)

    Abraço

  • Conrado

    Bom, eu queria apenas deixar meus parabens…
    Afinal, voce (literalmente) deu a “faca e o queijo na mão” de muitas pessoas para refletirem sobre si mesmas, e o fez de uma maneira justa, transparente r muito inteligente….

    Grande Feito. Que as pessoas se encarem e aproveitem esssa oportunidade…

  • Fabio

    MDD, você acredita estar em qual nível evolutivo ???

    @MDD – 1 ou 2 no máximo, talvez 3…

  • Ane Karoline Peichó

    Post maravilhoso! Acompanho o Sedentário há cerca de um ano, porém, esse é meu primeiro comentário. Essa experiência, em especial, me fez comentar aqui para parabenizar seu trabalho, pois de todos os blogs que visito diariamente, esse é o que mais me traz informações, me leva a refletir sobre o que leio, e aprendo muito com as suas idéias e as dos outros “sedentários” que escrevem aqui. Parabéns mesmo! Continue seguindo na busca de níveis mais elevados, que eu também seguirei nas minhas experiências, até chegar no degrau mais alto!
    Beijão! Valeu!

  • J. Henrique

    Excelente… Parabéns!!

  • Eu imaginei que fosse um teste, uma pegadinha e tals.
    Nem comentei nem passei a diante, falei algo pra minha filha, mas sabia que deveria ficar com o pé atrás.
    Gosto muito da sua coluna pra ter irformações e reflexões, mas sinceramente discordo de muita coisa.
    Não sei mais me agregar e confiar, eu sempre duvído, reflito, testo, pra depois decidir se quardo ou jogo fora. Mas não interfiro com comments.
    Havia lido esse testo no “Saindo da Matrix” há algum tempo, é bom saber que a garotada tbm tá buscando algo abaixo da superfície.
    Eu te respeito agora e quero confiar na sua sinceridade.
    (Lí desde o primeiro)
    Mas cuidado o povo do Brasil adora “idolatrar” rsrsr, daqui a pouco vc tem um rebanho e tanto!
    …Mas daí tbm não é problema meu.
    Beijo nos olhos!

  • Desculpe os erros de português…tá tarde. Sory.

  • Thiagão

    Falae Tio Marcelo!
    powww cara, entrei pra postar na outra coluna e me deparei com esta… eu ia comentar que dos 3 temas q mexe com o povo (religião, politica e futebol) tava faltando só esse post de politica, sendo q futebol é mto “gado” pra ti como vc tinha dito… acho q o nosso, como diria uma amiga minha, “transmimento de pensação” ta alto aehuaehuaehuaeuh
    mas se vc mexer com o meu curintcha, o bixo vai pegar hein aheuaheuaheuaeh

    e esse esquema de níveis do ser humano é relativo, não é? pq uma coisa e dar um tapa em nossa cara, outra coisa é dar um tapa na cara da mama, aquela q nos alimentou com pêra e leite de cabra com ovomaltine xD… como será q seria a reação?! ;P… não sei se o pessoal q se encaixou nos níveis pensou nisso eheheheh

    abrazzz e té mais!

  • Não é bem assim Mdd!!!

    Criados a Nescau e bolacha trakinas! nunca gostei de toddynho!

    XD

    Adorei o texto e o experimento…
    fui um dos que leu e deixou pra lá, cheguei a pensar em comentar, mas já estava em 300 comentários e eu julguei erradamente que tu simplesmente não iria ler. Foi mal pelo meu pré-julgamento
    bom… só pra constar no experimento…
    a minha reação foi pesar no assunto:
    Não gosto do estilo populista do PT, nunca gostei. Mas achei errado usar o passar para-militar de uma época de ditadura para desmerecer o presente de uma pessoa. Passado é passado, e não podemos julgar (ainda mais nós, a maioria dos teus leitores, que nem eramos nascidos quando isso aconteceu) sem saber os motivos que levaram essas pessoas a cometer esses atos “fora da lei”.
    Sei que a luta armada não é o movimento certo, mas no caso da ditadura acredito que foi uma maneira de chocar e tentar levar mais pessoas a tomar coragem e lutar contra o regime.

    Resumindo, não gostei do post da Dilma, pelo conteúdo, Mas não gosto do PT e nãio votaria nela.

    Abraço Tio
    Juliano

  • Pingback: Linkados e Aprovados | Blogaragem()

  • Do contra

    Vc ta virando unanimidade. Estou procurando um contra-ponto pra conseguir ter uma opinião. Vc poderia indicar alguma leitura de contra ponto a voce?

    @MDD – Essa é fácil. Procure por “Espada do Espírito” no google, ou “Cutting´s edge”, em inglês. Vai arrumar um monte de textos atacando tudo o que eu defendo, ai você poderá ter uma opinião sua.

  • Arthur Cavalcanti

    Ótimo post cara.. primeira vez que li seu blog adorei!!

    texto legal e experimento legal.. nao sei o que teria respondido nele.. pois nao o li.

    ah… sou do nordeste.. nao venero Lula-four-fingers!!! por conta do que ele sempre pregou (apesar de nunca cumprir)… mas se me foi claro.. as pessoas do nordeste que recebem essa bolsa-esmola sao compradas pelo lula, que sabe o que elas passam.. voce não esta aqui… não sabe como as coisas funcionam.. esses emoleiros.. sao um bando de gente ignorante que passa fome diariamente.. a ponto de ter filhos para trabalhar ou colocar em atividades fora da lei para adquirir o pão(ou migalhas) de cada dia… arriscando sempre a vida.. trabalhando duramente nos trabalhos mais imundos, do qual ninguem quer fazer mas os contratam e pagam pouco.. se voce fosse uma pessoa dessas e aparecece um four-fingers que te ajudasse com um misero centavo.. nao o idolatrarias??

    deixando claro.. eu nao gosto muito de lula..uso eufemismos para odeio pois nao sei o que pode me acontecer dizendo algo assim no brasil… acho o trabalho dele ridiculo… as pessoas com as quais ele trabalha mais ridiculas ainda.. mas eu entendo essas pessoas por assistir episodios ainda mais ridiculos todos os dias na esquina de cada rua… o que simplesmente nao devia acontecer..

    bom.. vlw ai o post..

  • carlos

    VC REALMENTE DEVE ESTAR NO NIVEL 1 MARCELO..
    PQ SIMPLESMENTE CHAMA O PRESIDENTE DE 4 DEDOS E NO MININO
    UMA RIDICULARIZAÇAO CARICATA DO MESMO..

    E ESSAS FOTOSILUSTRAÇOES..ME EXOLIQUE POR FAVOR O QUE TEM HAVER,PRINCIPALMENTE A DO KILL BILL..
    DESCULPA QLQER COISA.

  • Adonai Cruz

    hahaha, muito bom o texto. Votei o SH com todo prazer..

    Sou mistico e entendo que a humanidade ainda tem muito a evoluir e precisa de ajuda. Assim como para ajudar, eu preciso “evoluir” bastante.

    Sendo assim, esse texto ajudou muita gente “descobrir a jornada” e o longo caminho a percorrer, acredito que esse seja um enooorme passo para a plenitude do amor.

    Como ja dizia Gandhi: “quando um home atinge a plenitude do amor, neutraliza o ódio de milhões”

    Paz profunda e que cada vez, mais pessoas possam se juntar a essa egregora de luz, vida e amor.

  • Luis Otávio chiozi

    Ola pessoal esta teoria so me faz acreditar que ainda estou no nivel 2, e que me falta muito a aprender para entender este mundo, apesar de todo o texto fazer sentindo o amor eo caminho para salvação de toda humanidade e ate para propria terra pos com amor sentiremos a perda de uma pessoa na guerra, a falta de um horizonte perfeito com a imgem mais bela para nos tranquilizar, ter alguem a seu lado quando para poder desabafar, são suplementos do amor, imagina se isso tudo acabace por conta dos niveis anteriores, entendo que o humano e feito de sentimentos.
    Mas o sentimento que se mais e usado e ganancia, humilhação, egoismo, poder, dentre outros, ja o amor são vividos por muito poucos.
    A vida que escolhemos e aquela que nos rodeia(se vc anda com bandidos seus pensamentos serão como um tal, e se sua companhia for de religiosos vc ira para o caminho religioso) todos nos somos o que tem a nossa volta tudo que se planta se colhe, se vc plantar colhera amor, aqui se faz aqui se paga por todas as nossas ações e por que não amar uns aos outros, isto ainda esta meio longe por conta de nossa sociedade se acomodar em seus pricipios.
    Imagina se chegarem ets quereno invandir a terrra iremos defender a o que se dis ser nosso, e com os ataques deles teriamos que nos unir todas da terra para proclamar o que e e nosso fazendo com que ate mesmo nações em guerras fiquem juntas e passam a proteger uns aos outros com se fosse o bem mais precioso, bem nada mais nada menos do que instinto de sobrevivencia do ser humano e amor entre nos que existe mas escondemos de nos mesmo,e que apenas uma guerra reune pessoas, fazendo com que sua emoções mais ocultas veem atona, tipo e classico filme de “o dia em que a terra parou” este filme relata este tipo de coisa somente a morte e a guerra o caos traz amor as pessoas.

    Bem meus amigos fica aqui o que pensei sobre o texto.

    Todos Fiquem com deus.

    Luis Otávio Chiozi
    Guaíra-SP

  • preguiça

    Esse texto é de quem??

    @MDD – entao… não sei. Eu recebi de uma lista maçônica/teosófica e acho que veio de um livro de contos rosacruzes; depois eu fiquei sabendo que um outro blog ótimo chamado “Saindo da Matrix” o publicou muito tempo atrás e mandei um email para o dono do blog perguntando de onde ele tinha tirado o texto, mas não recebi resposta ainda. Assim que tiver uma resposta eu faço um update.

  • Pingback: Aquilo que você deveria ter lido hoje, mas não leu - 15/01/2009 « Tríade Nerd()

  • wislow

    hehehehe
    mtoo bom marcelo! ja tinha visto o texto no seu site
    e a idéia foi otima
    abraço

  • Você nos usou!!!

    kkk

    Eu li o post da Dilma, mas fui uma das pessoas que deixaram pra lá.

  • Felipe

    Provavelmente as pessoas que te ofenderam nos outros posts não entenderam este post, ou não leram até o fim…

  • Guilherme

    Primeiramente, parabéns pela aplicação do teste…
    Eu fui um dos que quase enviou um comentário,perguntando dos outros candidatos, já que, acho, quase nenhum prestará. Mas desisti.

    Quanto à lua…ela influencia até mesmo a opinião das pessoas e a reação a um post como aquele, na posição em que estava?

  • Igor Pereira

    haha, como sou “baixo” de acordo com o texto, fiquei apenas no nivel 3, confesso que cheguei a desconfiar de alguma coisa, mas não imaginei que fosse outro dos teus testes, bom mas é isso ai 🙂 ainda acho que fico entro o nivel 2 e 3, de acordo com as tuas teorias é claro. Abraço

  • hahhaah

    toddynho não,
    NESCAU!
    HAEUEUAAHEAEH

    belo comparativo o/

  • André Ferrari

    “@MDD – 1 ou 2 no máximo, talvez 3… “, legal a sua humildade. Não gosto muito quando você se refere ao povo como gado, mas pelomenos esse comentário mostrou que não se separa tanto dele. Só queria dizer que acho a lição um tanto quanto estranha, essa estória de classificar as pessoas e existir aqueles de níveis mais altos querer sempre ajudar aqueles que ainda estão em níveis 1,2 e 3 porque amam a todos. Esse é o tipo de amor que o dono tem pelo seu cão, pra mim é mais válido o amor entre as pessoas quando elas se enxergam no mesmo nível, as pessoas por mais ignorantes que pareçam sempre tem algo a ensinar e devem ser respeitadas da mesma forma.

    @MDD – Os níveis não são “classificações”… para quem já está estudando, sabe que os níveis nada mais representam que os chakras que já estão abertos e desenvolvidos nas pessoas… releia os posts antigos de chakras para entender melhor.

  • Manfroi

    Cara parabéns pelo trabalho que tu vem fazendo!

    Em um primeiro momento pensei “sou nível 3! uhul”, daí pensei “será mesmo?”. Analisei mais profundamente e conclui que não, provalvemente não passo do 1 quiçá o 2, porque se alguem viesse me dar um soco na rua, eu primeiro avaliaria o tamanho pra depois devolver.

  • Rafael

    Parabéns! Sua coluna no SH é ótima e a venho acompanhando a algum tempo já.
    Gosto de seus posts cheios de bom-humor (leia-se sarcasmo).
    Realmente a ignorância é a mãe de todas as desavenças. Talvez se as pessoas usassem um pouco mais de empatia e tolerância, a situação da humanidade não estaria tão crítica.
    Quanto aos que pediram pra sair, acredito que estão perdendo uma grande fonte de conhecimento e crescimento pessoal.
    Admito que me enquadro entre os níveis mais baixos, ainda sinto que preciso das muletas que a sociedade impõe (estou cursando bacharelado) e busco as coisas mundanas (sexo, dinheiro, status) como ninguém, porém sinto que a sua coluna está pouco a pouco abrindo meus olhos para as coisas que REALMENTE interessam na vida.
    Me interessei especialmente pela forma que você descreveu a maçonaria em posts anteriores (totalmente diferente do que a minha família católica descrevia) e gostaria de saber se através dela é possível realmente o crescimento pessoal/espiritual. Não aguento mais o sentimento de que há tanta coisa para ser aprendida e tão poucas maneiras de adquirir esse verdadeiro conhecimento.
    Sei que a maçonaria é uma “sociedade discreta”, mas aqui em São José do Rio Preto é discreta demais e não consigo achar ninguém que possa me dar mais informações. Se você puder me ajudar, eu agradeço.
    Mais uma vez, parabéns e mantenha o bom trabalho que você vem fazendo!

  • Pepeto

    Realmente eu achei estranho a postagem anterior, sabia que conhecia aquilo de algum lugar. Já havia lido o conto dos sete níveis no Teoria da Conspiração, mas não tinha ligado uma coisa à outra.

  • Leandro

    Cheguei a postar no tópico da Dilma e a conclusão dessa história (experiência) foi inspiradora, realmente.

    Abraços.

  • Thiago Peixoto

    Oo!!!
    Acompanho o S&H e a coluna teoria da conspiração já faz algum tempo e apesar de apreciar e refletir bastante sobre os textos postados aqui, não costumo comentar e prefiro guardar minhas conclusões por achar que estas ainda são falhas e imaturas, mas, no post que foi escrito para a “PRESIDENTA” fui uma das pessoas que chegou a escrever o comentário e depois apagou. Realmente fiquei surpreso com alguns comentários que li e com a suposta exaltação dos ânimos(inclusive da sua parte DD, pois achei que você foi um pouco intolerante com alguns comentários, coisa que você não costuma fazer em outros post, achei isso estranho e esse foi um dos motivos que me levou a começar a escrever aquele comentário que apaguei), mas não tive tempo de ler todos e ver como realmente a coisa foi se desenrolando. E se realmente tudo isso foi criado para fazer parte dessa grande experiencia… Parabéns, foi impressionante assim como muitos outros posts que me fizeram sair da “inercia da vida”!
    Um grande abraço para todos.

    PS: AEEEE vamos la S&H liderando com 30% a votação do BBB! Me senti obrigado a votar depois desse post!
    FLW

  • Markones

    Ola Tio

    Quero aproveitar o tema da coluna e fazer um desabafo e pedir, se possivel, sua orientacao.

    Eu sempre me importei em ajudar as pessoas, “tirava do meu prato para dar ao outro” e no final sempre me decepcionei. As pessoas que eu ajudava acabavam se aproveitando da situacao e de algum modo me prejudicavam depois. Ja fiz trabalho voluntario em uma comunidade carente e desisti depois de quase ser agredido por uma pessoa que eu procurava ajudar ….Ajudo meus colegas a arrumarem emprego e eles querem tirar o meu …. isso sem contar nas pessoas que pedem dinheiro para comprar e comida e vao comprar droga …. Eu meio que me isolei de tudo isso …decedi ser egoista e viver minha vida (mesmo sabendo que isso nao e saudavel). Cansei de pessoas preguicosas que querem viver parasitando os outros …..

    Estou pensando em participar de um centro espirita para ver se consigo achar que queira realmente ser ajudado, o que vc acha ?
    Qual o conselho que vc pode me dar ?

    Um fraterno abraco

  • Marcos

    É um ponto de vista seu sobre o PT e afiliados, mas na forma com que vc colocou os fatos estas agindo numa mescla de nivel1 e nivel 3 no maximo, ja que jogas ao vento algo contra um grupo, sem dó, pelo simples desprezo do grupo.
    Anti PT e Ateus são incrivelmente inteligentes e burros.
    O fato de não gostarem é justificavel, mas o fato de além de não gostarem entrarem com campanha contra condenando quem gosta os joga num mar de sangue junto com os torcedores de time e nazistas… pense bem, avaliar por outros pontos de vista ajuda.

  • FILIPE

    MUITO BOM!!!

    PARABÉNS

  • IRR

    Esse post também me fez lembrar um antigo post no outro blog seu.
    “Responda rápido: Isso aconteceria na Suécia?”
    Assim que terminei de ler essa matéria, pensei de bate-pronto uma pergunta, mas não fiz, pq não queria entrar em outra questão e tudo que falei acho que serviu para dizer mais ou menos o que eu achava e meio que deixar a pergunta no ar, a pergunta era o seguinte:
    “E se você tivesse no mesmo nível de consciência, você faria diferente?”*

  • marco antonio

    93.
    Muito bom o seu post.
    Ilustra muito bem o caminho a percorrer, mas devemos lembrar que a viajem é individual e por mais que sejamos avisados das ordálias que enfrentaremos nele, nós não podemos evitá-las.

  • Sinceramente? Você vai acabar transformando esses níveis em algo próximo dos Arquétipos Junguianos… as pessoas vai ficar brincando de classificar a si a aos outros e vão usar isso tipo os perfis de horóscopo-de-jornal. Fora que isso vai também inflamar os egos das pessoas que vão, aposto eu, se perguntar nem que seja de leve em que nível estão e isso é outra bobagem.

    O problema maior que eu tenho com esse tipo de coisa é que não acredito sinceramente que se meça esse tipo de coisa em níveis, essa estratificação mesmo que apenas ilustrativa pra mim é muito prejudicial à imagem do todo e pode levar as pessoas uma compreensão errada do que é afinal o aprendizado, como por exemplo ocorre dentro das ordens iniciáticas os “caça-graus” que sinceramente me irritam (tem também os “caça-ordens”, mas esses estão tanto ou mais perdidos que os primeiros)

    Fora que, para mim, a estrutura de parábola que o texto apresenta também o desclassifica. Se a “nota de partida” dum texto sobre um assunto tão fora dos padrões já é baixa, imagine a nota de um que se parece com “aquelas histórias da carochinha” que ficam nos contando. Trata o aluno como uma criança imbecil que não consegue enxergar nada que não seja apresentado por exemplos além de colocar por muitas vezes aquele que escreve, professa ou publica o texto numa posição de pretensa superioridade ao leitor, pois o está tratando como uma criança, contando-lhe uma história para que possa apreender melhor o que diz (ou porque essa é a única forma que vê do outro aprender).

    Acho que por muitas vezes o homem no caminho da iluminação acaba por subestimar o “gado” e isso pode ser um problema mesmo de coesão lógica dentro do que este homem se propõe, vejo muito isso entre meus colegas e em mim mesmo e acho uma babaquisse pois às vezes por um trabalho mediocrizante por parte do professor um bom aluno é desencorajado e de um grande homem, torna-se mais um frustrado.

    No mais, a título de nota mais particular sobre um aspecto menos importante do texto, as referências a “faculdade”, “universidade” e “diploma universitário” ficaram descabidas, cheirando a absurdas, devido ao tom “parabólico” do texto. Ok, em momento algum foi dito nada sobre o background da história, mas então porque especificar nesse caso? Para incluir um exemplo específico que poderia ser derivado naturalmente por qualquer pessoa razoável que pensasse sobre o texto? Isso não é, mais uma vez, explicitar o óbvio e desqualificar o leitor? Ou devo crer que o senhor tem ressentimentos quanto ao mundo acadêmico (queria fazer mesmo era engenharia civil mas não passou né :P)?

    Esses eram meus comentários, e digo que tenho minhas opiniões quanto a esses experimentos que se resumem de forma tosca e pobre nesse meu comentário tendo muitos outros aspectos que me fazem ver negativamente esse tipo de escolha por sua parte, então me despeço dizendo que prefiro MUITO MAIS os textos mais precisos e diretos do que estes, embora continue lendo ambos com o mesmo pré-interesse apesar de minha opinião pré-concebida.

    Um Abraço.

  • Augusto”

    Muito interresante o texto Tio….
    já havia visto algumas coisas parecidas….
    li duas vezes, uma sozinho e uma com minha mãe…
    muito reflexitivo

    Abração Tio!
    Fiquem com Deus.

  • Zoio

    Excelente, o ser humano é algo difícil e complexo de se entender, tendo uma capacidade imensa de se fazer o bem prefere ainda assim agir de forma ignorante e sem sentido. Texto excelente!

  • Douglas

    Eu não comentei. Mas achei ótimo escrachar a Dilma! hahaha
    Achei bem feito e fiquei rindo dos comentários dos PTtistas!
    Acho que tenho muito que aprender ainda! =)

  • francisco

    phodástico!

  • Alberto

    Vc já passou fome na vida? Sabe o que é não ter nada além de um pequeno pedaço de terra, semi-árida, onde não nasce nem pasto para o gado?

  • Pedro Moraes

    Quando eu li o texto da Dilma achei o argumento tão fraquinho que pensei: “se o cara que é metido em tudo que é sociedade secreta é contra a Dilma, deve ter motivos muito fortes… e se ele não está abrindo esses motivos e deixando só o que todo mundo já sabe é porque teve ter coisa da grossa oculta”. Baita desconfiado!

    E não sei se alguém já comentou isso, mas aposto que as reações seriam diferentes se a pessoa tomasse um tapa na floresta ou um tapa numa rua movimentada, cheia de gente. No primeiro caso, eu reagiria entre o 3 e o 4, conversando com o cara pra entender, mas se tivesse plateia é certo que eu ia cair na porrada pra não deixar barato na frente dos outros. O inferno são os outros.

  • Val Valiant Thor

    Pela reflexão geral e pelo ensinamento: parabéns mais uma vez.

    Ali em cima você disse que gosta de acreditar que existem pessoas aqui na Terra no nível 7.
    Mas, no fundo, sabe que é bem difícil termos né? Mesmo porque seres evoluídos assim não vêem até aqui por acaso. Lógico que eles podem atuar em silêncio, pouco a pouco, sabendo a quem transmitir o que seja necessário (segundo seu texto, para pessoas do nível 6 ou 5). Mas não seriam esses casos mais explícitos, como um “Messias” (não leve ao pé da letra)?

  • Bruno Barros

    sensacional!
    O melhor post do sedentário até hoje!!

  • Manoel Lagoa

    Parabéns pelo texto.
    A história mostra que por mais que o ser humano tenha, ” um telecéfalo altamente desenvolvido” falta muito para que alcancemos um nível satisfatório nesse “ranking evolutivo”.

  • Rafael Galdêncio

    Achei meio errado separar a humanidade em “níveis” quando a intenção do texto é mostrar que somos um…

    Não sei, vou pensar direito sobre isso. 🙂

  • Rubens

    RAPAZ, MAS ISSO É INACREDITIVEL, PARABENS PELA SUA LUTA CONTRA O PT KKKKKK, VC É GÊNIO, USOU UM TEXTO Q SINCERAMENTE EU ACHEI MUITO BOM, ´(SÓ NUM CHOREI PQ SOU HOMINHO KKK) PARA DAR UMA BELA D’UMA CUTUCADA NO PARTIDO DA ESTRELINHA, E AINDA CHAMOU OS NOSSOS AMIGUINHOS NORDESTIDOS DE SERES IRRACIONAIS, (DEXA O VIRGULINO SABER DISSO HIHI), E COMO VC VIU OS “PRAYBOY” CRIADOS COM OVOMALTINE, SÃO A MESMA COISA. EU TIREI UMA CONCLUSÃO PESSOAL MINHA DI DENTRO DA MINHA MENTE KKKK, COM ESSA SUA COMPARAÇÃO NORDESTINISTICA COM OS TOMADORES DE TODDYNHO FICA CLARO Q, PARA CHEGAR AO NIVEL 7 O “SER” TEM Q ESTAR TOTALMENTE CONTROLADO PELO SISTEMA E LER TAMBEM MUITO CONTO DE FADA. KKKKK EHHHHHHHHHHHHH ABRAÇU

  • Bolívar

    Aposto que 99,33% dos que postaram oscilam entre o nível 1 e 3.

    Mas o mais importante é que NÃO devemos ter medo nem vergonha de assumir o nosso nível. Se não nascemos totalmetne evoluídos, deve ter algum motivo.

    Como disse o texto, o verdadeiro Mestre só pode ensinar se ele realmente aprendeu a lição. Então nada melhor que errar e corrigir quantas vezes for preciso, até não mais errar.

    Quanto mais erramos, mais aprendemos e menos erramos.

    Temos a eternidade pra mudar.

    Estes posts de conhecimento interno são os melhores.

  • henrique

    hahahahha

    tinha certeza que tinha coisa naquele post.
    Primeiro, poruqe nunca vi voce rebater criticas com tanto furor, segundo pq desviava do tema geral da coluna.
    Mas, infelizmente escrevi, mas não postei.

    Parabens

  • Renan

    O que falta muitas vezes é alguém olhar para a cara do sujeito e falar com toda a sinceridade: Meu amigo o que fazes de tua vida, como trata os outros a sua volta, quais são os valores mais importantes nessa vida?
    Falta momentos de auto – avaliação verdadeiros, me incluo neste grupo, seria a correria do dia dia, seria falta de base do que é certo para podermos nos melhorar e melhorar o mundo? Eu tento investir alguem tempo em mim ser uma pessoa melhor, outros podem achar que é assunto de louco e vai assistir bbb pq acha que é a alternativa para sair da pressão do dia dia e relaxar…
    Cada um tem a liberdade de fazer o que quer com a sua vida, com sua eterna vida.

  • Leandro

    MDD…
    Pensando bem então, uma pessoa pode estar em mais de um nível ao mesmo tempo, com graduações diferentes em cada um deles… e estes variando a cada situação que encontramos em nossa jornada.
    O grande desafio é conseguir equilibrar esses níveis.
    Faz sentido pra você?

  • Excelente! Obrigado por compartilhar o resultado, aprendi muito. Certa vez, um professor meu fez uma experiencia muito parecida num grupo de estudos em ética que participava. Ironicamente, usou o mesmo tema (“fanatismo petista”) e simulou um ataque ao popularissimo presidente Lula, levando a maioria da turma à cólera total. Mas naquela ocasião, a experiencia serviu para nos mostrar o quanto nossas emoções regem nossas escolhas e não a razão como a gente pressupõe, e que a razão acaba servindo apenas como uma espécie de justificativa inteligível as nossas escolhas que são, na verdade, puramente emocionais. Daí, reconhecendo que reagir com raiva é uma escolha e não uma mera resposta emocional, vc se torna responsável pela tua existência e passa a se trabalhar para fazer escolhas melhores. E isso é bem difícil. Aproveitando um comentário de um amigo acima, os níveis não devem ser entendidos de forma linear, mas sim, acho que eu oscilo entre os níveis 1 e 3, com certa tendencia ao 3 – que me parece um nível até mais perigoso que os anteriores… E vamos continuar a compartilhar conhecimento para evoluir um pouco mais, não é mesmo? Valeu Marcelo! Abs.

  • Fernando

    Muito bom!
    Já tinha lido este conto la no seu blog e gostei muito, agora quanto ao post da Dilma, eu li mas não comentei nada. Agora, vendo este é que entendi o teste e só posso dizer que foi genial.
    Eu sempre acompanho seus posts, aqui e no seu blog.
    Parabéns.

    Abraço.

  • Arthur Angonese

    na última foto do post…é uma espada templária certo?
    []s”

  • TK

    Nossa! Que surpresa, nem tinha pensado que tinha relação com o post anterior, que cofesso, não tive tempo de ler :/, so de ver a imagem… não me lembro da minha reação, acho que foi apenas de examinar a imagem e ver que era fundamentada … a partir dai o q dizer? “Nossa huahauau, que cara de pau do povo do PT, nela não voto” no mais achei válido, voltarei a ler a coluna ^^/

  • H..B.P

    parábens por mais um ótimo post. =)

  • Zel

    Me desculpem pela burrice, mas afinal, como se comportam pessoas de nível 7? Elas pedem pra você dar um tapa nelas??

  • Kends

    otimo!!

  • Ana

    Buáááá
    eu fiquei no nível dos que queriam viver a experiência pra aprender, mas não tinha nada pra acrescentar… Muito legal. Bom, saber pois aq na minha família, o bicho tá pegando pq eu e meu marido, rompemos com a tradição católica e nos declaramos Cristãos, simplesmente. E há entre os parentes, o típico católico q “come” hóstia na Páscoa e no Natal até o exteremista q ouve anjos e viverá em comunidade. Valew, MDD

  • Sapo MAnco

    Veja bem,

    Não sou fã de votações e contagens de pageviews.
    Entretanto, votarei por crédito a sua coluna.

    S&H.

  • Itu

    Eu pensei assim: Eu sei a opinião politica do Del Debbio, é oposta à minha, mas eu respeito isso. Mas sei que ele é inteligente o suficiente pra saber que isso é uma montagem tosca. Estava com o post pronto… ai a minha net caiu u.u… depois acabei nem tendo como voltar aqui durante algum tempo. Agora, faltou vc falar uma coisa importante… as datas dos supostos crimes da Dilma são todas durante a ditadura militar. E ela, como sempre foi de esquerda, e ativa, acabou sendo perseguida e sendo acusada de crimes que não cometeu.

  • Rnnssmll

    incrivel…….sem palavras =O

  • Ruan Costa

    obrigado, espero lembrar dessas lição em cada momento da minha vida

  • Ernee

    Marcelo,

    O que o número 7 tem de tão especial? Ele parece estar ligado a vários (muitos mesmo) aspectos de nosso mundo (7 níveis de evolução, 7 chakras, 7 pecados capitais etc).
    Já ouvi falar que realmente existe uma conexão, mas não tenho detalhes. Você saberia explicar?
    Abraço,

    Ernée

  • Mcgalahans

    Talvez eu seria nivel 3, beiranda ao 4, mas infelizmente com essa barbarie que está o mundo, eu estaja regredindo ao nivel “0”….

  • Thanatos

    Del Debio, vc como ninguém sabe que guerras, violencias e todo tipo de agressão ocorre devido a ignorancia da população em enchergar a realidade, muitas guerras(inclusive a que estamos presenciando) são tachadas como religiosas (não tem ligação nenhuma com o divino) mas na verdade são fruto de patrocinio de poucos (nossos verdadeiros patrões), agredir uma pessoa fisicamente no rosto aki no nosso país é pior do que psicológicamente, mas fazer isso atingindo a fé (q é uma das poucas coisas q tentam manter um equilibrio humano) é ignorancia pura, vc não esta dando um tapa esta apenas sendo polêmico para elevar o teu nome, na verdade hj vc é nada mais nada menos do que um sexpistols. Se vc tiver algum interesse posso te ajudar a bolar algo menos longe do conteúdo do texto. Uma coisa eu tenho que concordar com vc, “as pessoas tem uma incrivel dificuldade de interpretação”.

  • marcos

    Sugestão leitura para complemento do assunto.
    Apesar do link abaixo não revelar a fonte, o texto é retirado do documentário Conexão Atlante ( La connection atlante ) de Fernando Malkúm
    http://www.7leis.com/category/7-leis-do-universo/

  • ED

    Pois é…

    Eu li o texto da Dilma. Na verdade, venho acompanhando a coluna há alguns meses. Mas nunca postei nenhum comentário. Eu conheço seu trabalho de outras épocas, sou jogador de RPG. Enfim. Quando li o texto da Dilma, de verdade, foi na segunda vez que o vi. Na primeira primeira vez que vi, não entendi, como estava num dia apressado não parei para ler. Mas aquilo me incomodou. Assim que tive um tempo, voltei à coluna e a li. Ainda me incomodava o texto. Não entendia a agressão. Sabia que havia alguma intenção, só não sabia qual.
    Fiquei feliz agora, ao saber que não foi um ataque político gratuito, nem uma panfletagem ridícula de opinião. Assim que li a coluna da Dilma, foi para os comentários. E não vi respostas suas aos xingamentos. Por isso fiquei com a pulga atrás da orelha.
    Bem bolada a história.
    Digo hoje, usando termos antigos, que passei no Saving Through e nem cheguei a rolar a Iniciativa.

    Grande Abraço.

  • Henrique_g_o

    Excelente essa tua idéia!
    Na sua experiencia, no primeiro momento eu pencei que vc estava querendo influenciar a opniõa do pessoal e achei essa falta de imparcialidade muito errado. Logo pensei no CQC e no Marcelo Tas, o programa de notícias mais impacial que já tive o prazer de assistir.
    Então postei uma sugestão pedindo-te que fizesse o mesmo que fezera com a Dilma, com os outros presidenciaveis, como Aécio Neves, outro que tem a ficha tão suja quanto papel higiénico usado.

  • Henrique_g_o

    Por que só te vejo reclamando do PT? Eu como tomador de Todinho quase pacei por desapercebido do grave insulto que tu faz aos nordestinos. O “bolsa esmola” é a única ajuda que pode ser feita no curtíssimo praso. É claro que o que você diz do PT não é de todo mentira, mas o que me irrita é a sua falta de imparcialidade, fala mau do PT como se foce o único errado, se esquecendo(ou será que foi de propósito?) de denunciar a cafagestada de sugeitos como o Aécio Neves, outro possível presidente, que fez as coisas melhorarem em Minas na base de censura e maqueagem da realidade. Por que faz isso? Com que finalidade? ou será que meu raciocinio está errado?

  • IRR

    Tarcizo Ferreira, concordo com o que você falou. Não se pode classificar as pessoas de forma cartesiana. Mas temos que reconhecer que é evidente a diferença de “nível de consciência” de pessoa para pessoa.

    Um dia, discutindo com um amigo sobre existencialismo (Sartre – O Existencialismo é o Humanismo) e determinismo, eu estava tentando explicar para ele que a astrologia era verdade e que o existencialismo é a astrologia na prática, (não o determinismo como ele queria dizer (ele é marxista e descrente de tudo e tenta sempre me colocar em contradição).

    E é mais ou menos isso que também acredito ser os níveis. Que tem algo que trascende tudo que a gente pode imaginar, então a gente tem que se contentar com mitos e símbolos para entendelos e faze-los verdadeiros. Se você não ver os níveis como sendo cada um na sua caixinha, bonitinha, e devidamente embalada e rotulada, então esses “estágios empíricos” podem fazer um pouco de sentido.

    Não sei também se consegui me fazer entender. Mas é isso que acho.

    Abç..

  • H..B.P

    há DD lendo a pergunta do Evandro Ricardo e a resposta que você deu á ele eu lembrei que uma vez uma entidade no centro onde eu trabalho me falou sobre os níveis de evolução, mais representando em cores,e que a cor dourada representa o grau evolutivo mais alto nessa escala de evolução, e que o único ser na terra que veio nesse grau foi jesus cristo (ou yeshua).
    abraços.
    ps:Há alguma previsão de palestra aqui em BH?se tiver você poderia avisar nas colunas?
    brigadão

  • Del Debbio, achei muito legal o teste, mas eu tomaria bastante cuidado com essa ficha falsa. Você pode ser processado por calúnia e difamação. Pra evitar isso, sem ter que apagar o post, e já que o teste já foi concluido, acho que você poderia editar o post esclarecendo que aquilo é falso. Eu tenho certeza de que essa ficha vai ressurgir em 2010, e não vai ser na mão de gente bem intencionada como você.

    E respondendo ao Leandro aí em cima, eu acho que não é que a pessoa esteja em dois níveis ao mesmo tempo. Isso seria incoerente. Acredito que quando se mostra aspecto de dois niveis, isso pode mostrar que a pessoa está em transição entre um e outro. Ninguem larga a muleta e sai andando (sem piadas sobre igreja), mas continua mancando ou anda de bengala até poder andar com estabilidade só com as proprias pernas.
    Bom, é só um “achismo” meu. Eu espero que eu esteja nessa transição, já que no post da ficha eu não ataquei, mas critiquei e também dei uma alternativa, aí depois eu ponderei e chutei.

    De qualquer maneira, eu acabei esquecendo da importancia de nao tirar conclusoes precipitadas e sair chutando o balde. Umas semanas atrás, um cara parou na esquina da rua de mao unica de onde eu estava saindo, e ficou dando seta. Eu mandei ele passar, e ele fez um gesto rápido com o braço. Julguei que ele me xingou. Mandei ele passar, pois o certo, seria ele entrar logo na via ao lado. Ele mexeu bruscamente o braço de novo e entrou na via. Aí, eu, babaca, xinguei, “quer entrar na contramao e ainda sair xingando, otário?”. Eis que o cara pára, puto, e diz que ele estava acenando pra me dar passagem, e nao me xingando. O aceno seguinte deve ter sido de agradecimento. É foda. Já é dificil alguem ser gentil no transito hoje em dia, e quando aparece alguem, vem um babaca e xinga ele….

  • silvio selva

    pelos trechos que li, vejo que é uma história bem bacana, meu problema é a dislexia, tem muita coisa escrita…..

  • Saudaçoes Kshatrya,

    A Primeira vez que li esse texto foi no “Saindo da Matrix” e tambem procurei descobrir a origem. Após algum tempo de pesquisa, encontrei alguns lugares que diziam que esse era um texto sufi, mas nao tenho como confirmar isso.

    Att.

  • IRR não discordo de você, mas eu acho que nesse texto específico ficou muito marcada essa idéia de estratificação e, assim como Jung, à boca pequena tudo acaba perdendo seu significado e sendo sumariamente simplificado. Assim uma exposição desses níveis dessa forma simplória pode acarretar numa interpretação chula do real significado do conceito.

  • DD,

    O “Kiabo Azul” postou um texto bem legal no comentário desse texto no SdM, segue:

    Buda estava sentado embaixo de uma árvore falando aos seus discípulos. Um homem se aproximou e deu-lhe um tapa no rosto.
    Buda esfregou o local e perguntou ao homem:
    – E agora? O que vai querer dizer?
    O homem ficou um tanto confuso, porque ele próprio não esperava que, depois de dar um tapa no rosto de alguém, essa pessoa perguntasse: “E agora?” Ele não passara por essa experiência antes. Ele insultava as pessoas e elas ficavam com raiva e reagiam. Ou, se fossem covardes, sorriam, tentando suborná-lo. Mas Buda não era num uma coisa nem outra; ele não ficara com raiva nem ofendido, nem tampouco fora covarde. Apenas fora sincero e perguntara: “E agora?” Não houve reação da sua parte.

    Os discípulos de Buda ficaram com raiva, reagiram. O discípulo mais próximo, Ananda, disse:
    – Isso foi demais: não podemos tolerar. Buda, guarde os seus ensinamentos para o senhor e nós vamos mostrar a este homem que ele não pode fazer o que fez. Ele tem de ser punido por isso. Ou então todo mundo vai começar a fazer dessas coisas.
    – Fique quieto – interveio Buda – Ele não me ofendeu, mas você está me ofendendo. Ele é novo, um estranho. E pode ter ouvido alguma coisa sobre mim de alguém, pode ter formado uma idéia, uma noção a meu respeito. Ele não bateu em mim; ele bateu nessa noção, nessa idéia a meu respeito; porque ele não me conhece, como ele pode me ofender? As pessoas devem ter falado alguma coisa a meu respeito, que “aquele homem é um ateu, um homem perigoso, que tira as pessoas do bom caminho, um revolucionário, um corruptor”. Ele deve ter ouvido algo sobre mim e formou um conceito, uma idéia. Ele bateu nessa idéia.
    Se vocês refletirem profundamente, continuou Buda, ele bateu na própria mente. Eu não faço parte dela, e vejo que este pobre homem tem alguma coisa a dizer, porque essa é uma maneira de dizer alguma coisa: ofender é uma maneira de dizer alguma coisa. Há momentos em que você sente que a linguagem é insuficiente: no amor profundo, na raiva extrema, no ódio, na oração.

    Há momentos de grande intensidade em que a linguagem é impotente; então você precisa fazer alguma coisa. Quando vocês estão apaixonados e beijam ou abraçam a pessoa amada, o que estão fazendo? Estão dizendo algo. Quando vocês estão com raiva, uma raiva intensa, vocês batem na pessoa, cospem nela, estão dizendo algo. Eu entendo esse homem. Ele deve ter mais alguma coisa a dizer; por isso pergunto: “E agora?”

    O homem ficou ainda mais confuso! E buda disse aos seus discípulos:
    – Estou mais ofendido com vocês porque vocês me conhecem, viveram anos comigo e ainda reagem.
    Atordoado, confuso, o homem voltou para casa. Naquela noite não conseguiu dormir.

    Na manhã seguinte, o homem voltou lá e atirou-se aos pés de Buda. De novo, Buda lhe perguntou:
    – E agora? Esse seu gesto também é uma maneira de dizer alguma coisa que não pode ser dita com a linguagem. Voltando-se para os discípulos, Buda falou:
    – Olhe, Ananda, este homem aqui de novo. Ele está dizendo alguma coisa. Este homem é uma pessoa de emoções profundas.
    O homem olhou para Buda e disse:
    – Perdoe-me pelo que fiz ontem.
    – Perdoar? – exclamou Buda. – Mas eu não sou o mesmo homem a quem você fez aquilo. O Ganges continua correndo, nunca é o mesmo Ganges de novo. Todo homem é um rio. O homem em quem você bateu não está mais aqui: eu apenas me pareço com ele, mas não sou mais o mesmo; aconteceu muita coisa nestas vinte e quatro horas! O rio correu bastante. Portanto, não posso perdoar você porque não tenho rancor contra você.
    E você também é outro, continuou Buda. Posso ver que você não é o mesmo homem que veio aqui ontem, porque aquele homem estava com raiva; ele estava indignado. Ele me bateu e você está inclinado aos meus pés, tocando os meus pés; como pode ser o mesmo homem? Você não é o mesmo homem; portanto, vamos esquecer tudo. Essas duas pessoas: o homem que bateu e o homem em quem ele bateu não estão mais aqui. Venha cá. Vamos conversar.

  • Saul Benjamim

    Créu nelis… =] a música do créu já previa todos esses níveis >:D

    Brincadeiras a parte, mto bom o post…
    Já dizia o colega:

    “Sem a luz da Sabedoria, cultuamos a ignorância”.

    valeu!!

  • Luiz Felipe

    Eu realmente me seguro às vezes para não fazer comentários nos seus posts, mas desta vez foi inevitável.

    Esta é uma belíssima ascenção depois de fingir uma grave queda. Digno de um grande professor.

    Obrigado mais uma vez.

  • Nicolas

    Sobre o post antigo da futura “ENTA”:
    Já ouvi falar que o Lula não sai de lá do Planalto tão cedo.
    Disseram nos bastidores dos corredores de Brasília: “Ele demorou muito tempo pra entrar, e não vai sair de lá fácil assim…”

    Não se pode afirmar nada disso ainda, pois, teorica e oficialmente, ainda estamos vivendo numa Democracia.

    Pessoalmente, como eu já sabia disso, estou esperando a “3ª reeleição”, para ver por qual rumo seguirá o nosso país. Eu temo, sinceramente, pelo pior.

    No Rio é incrível como o povo não conseguiu reconhecer um político que saia do padrão atual – geralmente, corruptos – para ser o novo Prefeito.
    O eleito está com o seguinte slogan “choque da ordem”, para justificar os atos no início de mandato. Mas, “choque da ordem”? que diabos é esse nome tão antagônico: choque e ordem na mesma expressão!
    Deixo claro que não sou contra colocar a casa em ordem. Mas como é descrito…

    Sobre os Níveis:

    A evulução não acontece atoa. Ela somente pode ser dada com o conhecimento real do Universo que nos cerca.
    Ainda existem homens(das cavernas) que utilizam ternos, mas agem da mesma forma como se vivessem na selva.

    A real condição humana é um reflexo de como o conhecimento adquirido ao longo da era é utilizado…o avião, indealizado pelo iniciado Santos Dumont não tinha fins de guerra, e nem a bomba atômina. Se todos pregassem coisas boas, as vibrações seriam outras. Mas sempre distorcem os acontecimentos, manipulando-os da forma que querem.
    E o que podemos fazer? Começar por nós. modificando nossa forma de pensar e agir. Observando e crescendo a cada dia com nossas reações e a dos outros. Aprendenco com as adversidades.

    No mais, paz amor e harmonia para todos! Shalom!

  • Vinícius Rauber

    Quem nao cometeu nenhum pecado, que atire a primeira pedra.

    Falta teoria em ciência política pra fazer a crítica a politica nacional.

    Falta metodologia pra fazer um experimento.

  • Gabriel

    E Jesus, a 2000 anos (+-), já pregava sobre o Amor. Levar um tapa na cara e dar a outra face, amar ao próximo como a si mesmo…

    Infelizmente os níveis 4 lotaram as igrejas e criaram essa monstruosidade eclesiástica que vemos aí fora, e deixaram todo o ensino do mestre de lado. Amor? que nada, queremos é dinheiro!

    Mas Marcelo, vc acha que é possível ser “inteiramente” puro em cada nível, isto é, o cara é nível 4 e não tem nada do nível 2, 3? Acho que há uma transição aí, uma mescla doida… exemplo: a pessoa é uma “erudita”, mas se pisar no calo dela… vira o bicho!

  • Ramon Ramos

    Parabéns Del Debbio,
    Muito reflexivo o post, eu ainda não li o post da Dilma, não tive tempo :/ e pensei porque você estaria escrevendo sobre isso ehehehe. A muito e muito tempo atráz um amigo me contou uma história que aconteceu com um amigo dele que foi trabalhar em outro país da Europa (Suíça se não me engano). Ele pegava carona todo dia com um amigo e eles chegavam bem cedo na empresa, pois eles moravam perto do local, o estacionamento estava sempre vazio, mas ele sempre parava o carro na vaga mais longe possível da entrada da empresa.
    A principio ele achava que a vaga era marcada ou coisa parecida, mas com o passar do tempo ele percebeu que não era esse o caso. Depois de algumas semanas com uma certa vergonha ele perguntou ao colega de trabalho porque ele parava tão longe se o estacionamento estava sempre vazio e ele respondeu: – Eu paro na vaga mais longe para as pessoas que cheguem atrasadas possam percorrer um menor caminho até a empresa, assim elas ganham pelo menos alguns minutos ao chegar. Eu confesso que até ele dar essa resposta jamais pensaria nisso com a cabeça de “Brasileiro” que possuía e a partir desse dia eu passei a ver as coisas de outro modo e esse texto faz exatamente isso com as pessoas espero que elas aproveitem isso para melhorar como ser humano.

    Abração.

  • Thiago

    Oi Marcelo

    sempre achei seus posts tao manipuladores quanto o que voce mais critica na catolica ou qualquer outra denominacao religiosa.

    E para nao achar a mesma coisa deste (7 niveis foi otimo – parece ate cavaleiros do zodiaco com outra roupagem – provavelmente os cavaleiros foram baseados neste conto – ou nao? – vixi – rsrsrs), gostaria de saber se essa frase do seu post faz parte da experiencia ou se é sua opiniao mesmo:

    “agora imagine este debate ao vivo em alguma dessas cidades do interior do Nordeste que vivem do bolsa-esmola e veneram o Lula-four-fingers? acho que teriam colocado fogo na minha casa!!!”

    Não entendi bem: voce esta testando nossas reacoes ao evidenciar como qualidade/defeito de lula o fato dele ter 4 dedos? O que voce quis dizer com isso?

    Voce, como um grande erudito, deve conhecer bem a realidade do Nordeste e provavelmente ja entrou nas casas das pessoas de la e tentou pelo menos superficialmente vivenciar o cotidiano deles – realmente é ridiculo a esmola dada para eles né? pq nao ensinar a pescar????? pq dar o peixe ja pronto????? algo tao obvio ne?????

    Parabens pelo post… Vamos esperar que os humanos tirem a venda o mais rapido possivel e alcancem o maior nivel possivel…

    Abracao

  • José Lúcio

    [i]Sempre lembrando que isso ocorreu na internet, com leitores criados com toddynho e bolacha maria… gerando este poço de agressividade contra quem pensa diferente deles… agora imagine este debate ao vivo em alguma dessas cidades do interior do Nordeste que vivem do bolsa-esmola e veneram o Lula-four-fingers? acho que teriam colocado fogo na minha casa!!![/i]

    Admiro muito seus posts, leio a coluna desde o começo e te acho uma das mentes mais brilhantes (se não a mais) no cenário de rpg nacional. Mas esse comentário foi muito preconceituoso da sua parte DD. Pegou mal. Pegou mal mesmo.

  • Haroldo

    Seguido a piada do amigo acima……Nem o créu conseguiu chegar ao Nível 7….

    Muito bom esse texto.
    Eu fiquei no grupo dos que deixaram pra lá (mas eu nunca comento msm).

  • Bom começo dizendo que me senti envolvido com a experiência e gostaria de entender um pouco mais sobre os níveis evolutivos dos seres humanos, onde eu poço conhecer melhor o assunto?

  • Mariana Silveira

    Um enorme aprendizado…
    Quando me apresentaram este site me disseram que mudaria minha vida…
    E de fato, minha perspectiva é outra e no exato momento em que eu necessitava ver os fatos de uma forma diferente para que assim pudesse saber o que fazer.

    Um abraço

  • João Abilio

    Ótima experiência, muito bom o texto. Parabéns pela dedicação.

    Quanto ao PT, acho que não precisamos mais falar nada. Eu realmente não entendo como pessoas “cultas” que existem no partido, são tão fanáticas a ponto de não perceberem todos os esquemas e falcatruas deste partido e ainda culpam a mídia e a chamada “dereita”.

  • Claudio

    Só não gostei de “adicionar” ao texto a idéia de reencarnação.O texto pode existir plenamente despreendido dessa idéia, de todo modo, creio ser valoroso para a evolução do homem a vivência de outras vidas (situações) nessa mesma e a observação das demais.

    Alguns, como eu, podem não ter postado por não saber a verdade dos fatos. E sabendo que algo poderia ser aprendido, deu dois passos ao lado e acompanhou a viagem que chegou até aqui.

    Talvez um nível 3,2 ^^

    Abraços

  • thibas

    galera…alguém consegue “desaprender” alguma coisa? alguém consegue “desaprender” a ler, a andar?
    a evolução vem com o aprendizado…não existe involução…
    qdo alguém reage à um fato de uma maneira incomum, que parece não condizer com o esperado, não significa que a pessoa involuiu…significa que a pessoa nunca foi o que se pensou dela, que vc não a conhecia como vc achava que conhecia…ela apenas não tinha demonstrado antes quem ela era…

    mas apenas ter o conhecimento não é suficiente pra evoluir…saber que nos tornamos pessoas melhores com a amizade, responsabilidade, respeito, paciencia, prudência, etc, não é suficiente….é necessário SER o conhecimento que já possuí…quem é, é…não importa a situação e nem o meio em que está…
    quem é respeitoso com uma pessoa mas não com outra, não é respeitoso…

    não basta apenas reconhecer uma verdade…
    seja a verdade que já reconhece…

  • thibas

    markones,

    existe uma grande diferença entre ser bom e ser “bonzinho”…passar a mão na cabeça dos outros não é ser bom, é ser bonzinho…
    a bondade anda junto com a sabedoria e a compreensão…desculpa se parecer ofensivo, não é minha intenção, mas parece que é isso que está faltando…ajudar não é dar tudo o que o outro pede, e sim o que ele precisa…às vezes um sonoro “Não!” é necessário e a melhor ajuda que vc pode dar…

    desistir de ajudar os outros é desistir de vc mesmo…mas acredito que vc sabe disso…vc vai estar se colocando na posição de ser compreendido, não de compreender…

    “[…]Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
    Consolar, que ser consolado;
    compreender, que ser compreendido;
    amar, que ser amado.
    Pois, é dando que se recebe,
    é perdoando que se é perdoado,
    e é morrendo que se vive para a vida eterna.”

    sábias palavras…

    abraços

  • Muito bom Marcelo, parabéns mesmo! Adorei.

  • rabbony

    Parabens pelo post…

    Muito bom o texto. Ainda bem que elogiei o post passado por saber que a verdade sempre aparece…

  • GUSH

    bem…
    acho que muita gente foi como eu.
    já viu o texto publicado aqui e a fixa da dilma (mais que obvia pra um esquerdista durante a ditradura, o que torna a fixa “irrelevante” nesse momento histórico, mas foi bem usada) e não esperava falar nada pq não tem nada a acrescentar.
    mas como todo mundo tem algo a dizer eu vou falar…

    um:
    vc sitou sobre os niveis serem chackras e sitou sobre estar no máximo no 3, porém, acho difícil alguem estudante de ocultismo estar sem o quarto aberto.
    o que vc considera como um chackra aberto?
    o que vc considera como um nivel alcansado?
    e sim, sua opinião é importante, como a de qualquer um que “entende alguma coisa” e esteja disposto a comentar.

    dois:
    importante ressaltar que o numero indifere, o que importa é quão longe vc vai, seja em metros ou milhas.

    três:
    é mais que importante resaltar tb pros crias crusaders da vida que amor não é oferecer sua face, mas compreender motivos e oferecer ajuda. dois tapas de nada servem ao agressor, oferecer ajuda, ou contraìr, sempre pode ser útil.

    quarto:
    seria interessante se vc aceitasse desafios dos seus leitores, já que o nosso amigos kentaro passa desafios.

  • julia

    Obaaaaaaaaa!!!!!!!!!! Sou nível 3!
    Mentira! Eu li, tentei me classificar nos níveis e não consegui. Tentei classificar o favelado que vive de bolsa-família e não consegui. A explicação? Talvez eu seja muito burra e não sei fazer conta. Talvez seja aquilo que o Tarcizo Ferreira escreveu, de uma maneira muito mais bonita que eu vou escrever agora. Na minha opinião classificar as pessoas em níveis hierárquicos pode levar a uma inflação de ego das pessoas. Isso pode ser perigoso, até sob o ponto de vista político. Sabe, pessoas de nível 3 se acham melhores que as nível 1 e tentam dominá-las (Hitler = 3; arianos = 2; judeus = 1; só pra ser extrema). Em nosso cado, dessa maneira podem subestimar os que recebem bolsa-família e votam na Dilma. Sei lá, acho que o mais importante é compreender porque uma pessoa usa muletas. Uma pessoa que não questiona, que tem bolsa-famila e vota na Dilma pode ser assim porque não tem tempo nem cabeça pra questionar. Esta pessoa só quer sobreviver. Eu, sinceramente e felizmente, não sei o que é viver para sobreviver, pensar se vou comer amanhã, se terei um lugar pra dormir. Mas sei lá, acho mais importante compreender porque esta pessoa é assim e o que norteia a vida dela do que tentar classificar em nível 1 ou 10. E tentar entender até porque os jovens que tomam Toddynho são mal-educados e extremistas (sejam de direita ou de esquerda), mas não levantam a bunda do tapete (porque jogam Playstation) para questionar e mudar as coisas. É dominação do governo? É alienação da mídia, com seus BBBs? É alguma coisa que põem Toddynho?
    Bem, minha pergunta era sobre o final do post, quando vc diz: “agora imagine este debate ao vivo em alguma dessas cidades do interior do Nordeste que vivem do bolsa-esmola e veneram o Lula-four-fingers? acho que teriam colocado fogo na minha casa!”. Bem, eu iria perguntar se, mesmo depois do que todo aquele pessoal escreveu, vc ainda tem esta opinião. Segundo vc mesmo, vc está no nível 1, 2, talvez 3. Bem, Isto já responde minha questão e diz muito sobre vc e sobre o que vc escreve normalmente, quando ataca ateus, católicos e quem vota na Dilma. Pelo menos vc reconhece e, espero, tenta mudar o jeito que é.

  • Não gostei do texto, me pareceu muito superficial e o autor provavelmente se baseou naquela frase de Jesus “Se alguém lhe der um tapa, vire a outra face” (não lembro direito, afinal não leio a blíblia). Mas de qualquer forma esse texto me pareceu muito arcaico e talvez funcionasse em um passado distante mas hoje não funcionaria, os tempos são outros.
    E se esse teste é realmente verossímel, não teria qualquer valor científico.
    Se alguém levar um tapa de um desconhecido 99% irão reagir por se tratar de um instinto de defesa, ou seja, preservar sua vida em degradação de outra, ou talvez algumas pessoas verificassem a situação como ocorreu no nível 2 para ver se está à altura do inimigo para revidar ou fugir.
    Até nível 3 é aceitável, em diante não acho isso possível, e muito improvável.
    Texto medíocre não podendo ser usado como justificativa para estímulos de teses ”pré-conceitusas”, anarquistas, fascista et al. Afinal foram as mais levantadas no post anterior.
    Abraço, até o próximo.

  • Tamiris L Rendall

    Ahh … é MDD agente precisa parar e pensar mais , né? eu sou uma pessoa que nunca teve razão, em nenhuma discução… exatamente por que eu nunca soube me expressar muito bem quando eu me sinto acuada…. Em situações como essa, eu fico pensando … direita e esquerda, cima e baixo, n passam de uma roda só… invejo os que se absteram da discução, e não foram sentimentais demais pra tratar os “oponentes”, mal. Eu sou uma das pessoas que ofendeu-se com os petistas fanaticos… talvez tenha sido grossa, não sei. Só acho que esse posicionamento astral, não-estranhamente influencie Aries exatamente nesse ponto.Parabens pelo seu post, mais uma vez, uma jogada de mestre. Sem mais. Um grande abraço.

  • Pingback: Aquilo que você deveria ter lido hoje, mas não leu - 16/01/2009 « Tríade Nerd()

  • Lucas1

    Primeiro, tentei ler o texto inteiro mais não consegui. Ainda vou fazê-lo…
    Posso estar enganado mais ainda me parece que você tentou usar sua coluna como palquinho político, viu que fez caca, arrumou este texto e improvisou um papel de onisciente, de “estava tudo planejado”, já que várias perguntas feitas no outro tópico ficaram sem resposta… enfim, pra mim, parece que esse post foi uma maneira de concertar o que foi feito no outro e sair por cima na história, porque esse papo de níveis, de que era uma experiência e de que os fatos desconexos foram colocados propositalmente não colou(mas reconheço que foi bem feito, porque muita gente aí caiu)…

  • Anônimo

    hahahah que fdp esse Marcelo rs. Bem legal esse post. E a propósito eu dei muitaaaa risada mesmooooo tanto no de Jesus quanto no da Dilma, e agora ??? estou no nivel -1 rs ????? abçs meu caro e tudo de bom.

  • Emmanuel

    “É um medíocre enfatuado, cheio de erudição, que se julga o “Dono da Verdade”, que se acha muito “entendido” e que reclama de tudo e só sabe criticar.” (Nível 3)

    Lembrei na hora do nível 3 depois de ler o fim do seu texto.

  • Pseudo Intelectual

    Eu achei o texto muito simplista.
    As pessoas tendem a simplificar e rotular coisas quando não entendem muito bem algo. Principalmente os que aqui aplaudem sem fazer uma reflexão mais profunda.

    Penso que o que tenho aprendido de suas colunas invalida completamente o seu texto e supostamente o seu laboratório de gado.
    Segundo o seu texto, Yeshua histórico, aquele que não morreu na cruz, lutou contra a dominação romana e fugiu pra Europa com Maria Madalena era um mero nível 2 com lampejos de nível 3.

    Afinal, alguem que responde à dominação de outro povo com guerrilhas e chegou a dizimar toda uma legião de soldados romanos tem que estar entre esses níveis. Ou o mesmo Jesus que no templo de Jerusalem botou pra correr todos os mercadores, ou aquele mesmo que fazia críticas duras contra os fariseus.

    É.. Esse Jesus, esse “avatar” seria um mero nível 2, chegando a 3 em alguns momentos, se seguimos a lógica do seus textos. E isso gera uma polêmica interessante: o Avatar dessa era, segundo os moldes dos estudos herméticos, é um ser pouco desenvolvido. E ainda por cima o adoramos. Yeshua, a estrela matutina.

    Eu acho que leitores com um pouco de memória podem fazer essa associação baseado em suas colunas. Assim, creio que sua tentativa de explicação para a “bola fora” (em minha opinião, e desculpa a expressão) da coluna anterior está invalidada em detrimento de todos os seus outros textos.

    Além disso, questiono o mérito desses experimentos. O resultado é e foi evidente. Não acrescenta nada e apenas ilude aos conformados com essa explicação simplista.

    Saudações e espero que não leve a mal minha sincera opinião.

  • L.C.L.

    Esse conto é bem inteligente, coloca o leitor em um “cheque-mate intelectual”. Se o leitor não gostar do texto ou não estar de acordo com o mesmo e criticá-lo, ele estará reagindo como um homem do nível 1, ou seja, um homem menos evoluído e portanto não terá autoridade para criticar o texto. Também pode ser caracterizado como um homem de nível 3, já que “não passa de um medíocre enfatuado que sabe apenas argumentar e tudo criticar”. Atenção para a parte em que a capacidade de argumentação é considerada um defeito, convenientemente posto no texto para desqualificar qualquer tentativa de argumentação contra o próprio texto (é um inteligente método de auto-preservação). A “saída” mais óbvia para o leitor é aceitar a “verdade” do conto, admitindo assim estar em um estágio evolutivo superior à grande maioria acusada no texto (o que é conveniente para o leitor, nesse caso), mesmo que isso vá contra sua opinião sincera e original.

    O conto acusa “sexo, status social, riquezas e poder” como buscas inúteis realizadas por homens menos evoluídos. O poder é relativo e depende da situação. Sexo é importante e todos já sabem o porquê. E acho que todos sabem por que riquezas são importantes (principalmente numa sociedade em que precisamos de dinheiro para nos alimentar-mos e sobreviver-mos). O que chama atenção é a parte do status social, porque é exatamente por causa dele que a maioria dos leitores escolhe concordar com o texto. Ninguém deseja estar em um estágio evolutivo inferior (como o texto deixou claro, e com adjetivos), portanto a maioria concorda com o texto, para não serem comparados com homens de nível 1, 2 ou 3, que “não pensam” etc. Todos querem estar em um nível evolutivo superior, ou seja, querem um status social melhor, por isso não reagem ao texto de maneira crítica, mas somente aceitam ele como assim faria um homem acima do mundano nível 3. O irônico é que se você concordar com o texto por causa disso, estará buscando “status social”.

    O conto só analisa a reação dos homens e seus respectivos níveis evolutivos diante da situação de agressão “um contra um”. Ele não explora as possibilidades dos diferentes níveis de agressão, como tentativa de assassinato e estupro, por exemplo, porque assim seria complexo demais definir quais as reações dos homens nessas situações. E também, tais questões são irrelevantes para mostrar o sentido do texto, por isso são descartadas.

    O conto também não explora a possibilidades de tentar classificar figuras religiosas conhecidas, mesmo que muitas tenham grande possibilidade de estarem em níveis maiores, como Jesus e Buda. O texto não faz isso porque é vago na tentativa de definir o que cada nível significa fora do contexto da agressão. Se seguirmos somente o que o texto apresentou podemos dizer que Gandhi era um homem nível 7 devido a sua política de não-violência. Mesmo assim não faz muito sentido, já que mesmo Gandhi sendo alguém que conseguiu feitos com a não-violência, ele morreu assassinado (o que não deveria acontecer com um homem nível 7 pelo conto, já que eles são “imunes” a violência). E, por alguma razão estranha, que me chamou atenção, homens no nível 6 parecem ser bem ágeis.

    Del Debbio, você foi muito infeliz como um caçador de mitos. Primeiramente você desistiu de testar a funcionalidade do conto ao vivo porque “poderia acabar em confusão”, provando que as reações colocadas no conto são incorretas e, portanto, o conto não funciona na prática. Depois você fez um “experimento” utilizando sua coluna na Internet, chegando a nenhuma conclusão concreta sobre o assunto. Eu realmente não entendi o que você queria com isso.
    A idéia central do conto é o velho conceito de que ignorância e os defeitos nos homens são a causa de todo o mal que a humanidade sofre. E a única maneira de acabar com esse mal é eliminando nossos defeitos morais, visando uma perfeição espiritual. A idéia de não recorrer a violência diante de agressões, perdoar seu inimigo, ajudar os “necessitados espirituais”, e uma gigantesca gama de outras mensagens filosóficas e religiosas existem a muito tempo (antes até que Jesus desse a outra face). O conto diz “Compreendes, agora, que não será necessário mais do que uma única vida como um ser humano, neste Planeta Terra, para que aprendas tudo e que possas transmitir esse conhecimento a todos os seres humanos, nos próximos milênios vindouros? É só uma questão de tempo, não concordas filho meu?”. Milhares de anos já se passaram e tais idéias e conceitos permanecem, assim como as guerras. O conto é legal pela sua mensagem de paz e entendimento entre os humanos, mas falha em tentar explicar o porquê das guerras como uma simples “questão de nível evolutivo”.

  • Polilo

    Excelente!

    Não tenho palavras para expressar minha admiração por você!

    Parabéns!

    Abraços

  • Estou procurando referências a interpretações sobre o Eclesiástes/Cohelet.
    O chute mais fácil seria que se refere aos 12 signos, mas não acho referência a isso em lugar algum. Há algum estudo sério sobre o Cohelet que se possa encontrar por aí? Ou algum daqueles “não podemos encontrar por aí”?

  • Breno

    isso eu já havia concluído 🙂

  • Sem palavras. Um dos melhores posts que já li, parabéns pelo trabalho!

  • HuahUAHuHAUA… Agora quem vai te xingar sou eu! Hahaha… XD Criminoso! Delinqüente! 171! kkkkkkkkkkk… Brincadeira! Relax. XD

    Mto bom!!! Mto bom!!! Eu não percebi a relação entre os dois posts, só notei algo quando vi esse UpDate aki no S&H. Fiquei contente com minha resposta, espero que vc tbm tenha ficado satisfeito.

    Valeu!!! Até a próxima!!!

  • Robson Andrade

    Muito boa, oh Mestre das Pegadinhas, dessa vez não colocou a foto do Sérgio Mallandro pq a ficha da D. Dilma é verdadeira…rs…rs… Íncrivel como existe a manipulação e nos ofendemos qdo alguém tenta tirar uma das mtas vendas que temos nos nossos olhos. Obrigado por mais uma lição.

  • Robson Andrade

    Esqueci de reclamar… Quando voltaremos a estudar História?

  • Um texto muito interessante!

    Sabiam que existe uma outra forma de classificação do ser humano, usada por físicos (a maioria teóricos), mas que classificam não cada indivíduo, mas uma civilização inteira?

    Conheci essa forma de classficação no Livro “Mundos Paralelos – Uma jornada através da criação, das dimensões superiores e do futuro do cosmo”, do físico teórico Michio Kaku, editora Rocco – Ciência Atual. É da autoria de Nikolai Kardashev, em 1960.

    Essa classificação toma como base os níveis de consumo de energia e das leis da termodinâmica da civilização em análise. Basicamente, existem 3 níveis, e conforme a civilização consegue consumir e controlar a energia das estrelas que alimentam seus sistemas (solar, por exemplo).

    É muito interessante quando relacionamos com esse texto, pois fala da maior das energias, a do Amor. Se o homem puder controlar e consumir todo o potencial dessa grande energia, ele poderia evoluir não somente a si mesmo, mas toda uma civilização.

    O livro ainda trata de outros assuntos que envolvem escapar do universo em colapso para outro. Recomendo a quem se interessou pela evolução humana.

  • Luciano Alvim

    Todo mundo querendo ganhar esse torneiozinho de blogs hein.
    Vencer é o de menos.
    Parabéns pelo sucesso, com ou sem prêmio.

  • Neto

    Excelente texto, mt bom, parabéns.
    O que não faz sentido é que todo esse amor e evolução humana tenha partido de uma simples explosão.

  • IRR

    Marcelo, que isso tem a ver com os chakras eu já tinha lido no seu outro blog. Mas eu tenho uma pergunta e nao sei se você pode responder. Aquelas iniciações, de Reiki, ChiKung, etc, que ensina a controlar os chakras, yin e yang, através da reenergização e tudo mais. Para nos deixar equilibrado energeticamente, pode então fazer o nosso nível de consciência aumentar?

  • Olha, eu li a matéria de Dilma, mas não me veio vontade nenhuma de comentar.
    Agora, pensando bem, vi dois lados na questão:

    – Foi uma ótima experiência , gostei disso, e inclusive já esperava por um resuldado assim.Parabéns pela iniciativa!
    – Acho que é diferente manter uma opinião sobre uma coisa e acusar alguem de algo. No caso, você acusou! Então, seguindo essa lógica , seu argumento está errado.

    Sabe, não sou petista, na verdade acompanho politica só pra não ser enganado, por que não gosto desse mar de lama e falsidade. Para mim, a democracia nesses moldes é apenas para calar a boca do povo.

    Acho que você devia dar um direito de resposta para a acusada ou algum representante, se tiver interesse da parte deles.
    Ficaria mais justo e seria bem mais estratégico.

    Vote Nulo..hahahahaha

  • Eduardo

    Vivendo e aprendendo né? O texto eu já tinha lido no seu blog (antes de ser .com.br). O experimento foi bem legal e os resultados melhores ainda, não lembro se cheguei a comentar no post da Dilma… Caminhemos à uma luz maior…
    Obrigado, um forte abraço e P.P.!!!

  • Betu

    Divertido.

    Ainda bem que você manteve o bom senso, escrever sobre o que você domina e entende.

    De mais a mais politica também e meio como futebol… Mexe com um monte de emoções e o pessoal perde a linha muitas vezes. Mexe com o que cada um acredita e vê.

    Abraços.

  • Vitor Vitali

    Ai ai ai, cara.
    Quanto mais o tempo passa, mais aprendo que ainda falta muito para se aprender.
    Felicidades para você, Tio. Brigado pelo que você vem fazendo pela gente.

  • André

    Post incrível. Parabéns!

  • DK

    O único comentário possível é “Parabéns”! Belo experimento (sem ironia).

  • Yuri

    hehehe adorei! assim como adorei quando brincou com a imagem de jesus no acelerador de partículas! e como sempre, adorei as respostas afiadas!

    Além disso, Belíssimo post! eu tenho andado bem atrasado nas leituras por conta de alguns percalços no meu caminho e acabei deixando alguma parte dos meus estudos de lado por uns tempos… bom e me diverti lendo pelo menos metade dos comentários da última coluna que meu irmão insistiu pra eu ler… e, bom, acabei me omitindo também, mais por falta de conhecimento sobre o assunto que por qualquer outra coisa…

    Como sempre (mais uma vez) só tenho a elogiar o seu trabalho tanto aqui quanto no blog que pretendo devorar durante essa semana!

    Fico no aguardo da próxima!
    Paz!

  • Yuri

    … e hmmm sei lá em que nível eu estou… auto-avaliação é sempre meio difícil, mas com certeza ainda tenho um looooongo caminho a percorrer!

  • Ulisses

    E os que simplesmente colocam “primeiro?”? se enquadram em qual nivel? -1?
    Falando sério agora, não respondi, porque costumo ler os comentários antes, e lá ja tava rolando um flamewar que não valia a pena entrar e já tinha sido falado que era falso.
    Agora, gostaria de saber qual o seu nivel baseado nas suas respostas naquele dia? Você poderia dizer.

    Ps. Sou o cara que no post da China (caso se lembre) falou que você não ia citar nada após as olimpiadas, acho que estou certo.

    Att.

  • Nando

    Ótimo post MDD !

    Continue assim… Sou um grande fã seu !

    Analisei os niveis colocados no post e creio q vc esteja no nível 5 ? to certo ?

    Abraço

  • muito bom…aentretanto fico a pensar se houverma pessoas que como eu buscaram uma localização nos níveis e se pereberam em vários, dados momentos e circunstâncias…oscilando entre os níveis sem uma penitude ..nquietosa, pois bem, mas é válido o post e todo esse complicar oscilatório uma vez que atina a vontae de buscar a tão “utópica homeostase”. espero que conclua a minha busca!! ^^

    valeu “TIO MARCELO”

  • Rodrigo

    [ 8 nivel , Update do 10 desconhecido ]
    Nivel Alternativo (8 nivel): ” Olhando aquela cena ” Dou um tapa , naquelas 3 pessoas , apesar da imensa vontade de nao fazer isto.” E respondo o universo vive de confritos , para quebrar a monotonia,estou apenas abastecendo este lago do caos (efeito borboleta). – Os tres me olhao e saem correndo atras de min – Volta aqui Ks ( sigra do alfabeto grego ). – Eu corro como uma gacela (cantico dos canticos , biblia), porque nao gosto de apanhar ( nivel 2 ) de tres pessoas , dinovo (huahahaha). Psicologia reversa reversa (mascara) .

  • AdB

    Voce está de parabens. É a primeira vez q/ me manifesto, mas já faz algum tempo q/ acompanho suas elucidações. Desde garoto sou dos porques e obviamente venho procurando respostas, e com as suas lições tenho complementado e diremido minhas dúvidas. Qto ao caso Dilma e PT assino em baixo; porem gostaria de saber sua opinião sobre a URNA ELETRONICA usada em nosso país, para mim é a melhor maneira pra se fraldar eleições. Um abraço fraterno.

  • Yuri Accioly

    Wow! Adorei o texto, posso imprimir e distriibuir para familiares?

  • FA

    Muito boa a reflexão

    creio q eu seja o nível 3
    mas sei admirar um bewlo trabalho

  • Murior

    “Futebol é muito gado”

    Estes garotos e seus livros de bruxaria…

  • felipedecoy

    Cara, eu postei duas vezes naquela coluna, e só fui sacar que estava rolando alguma coisa através dos comentários da galera. Esse experimento e esse novo post com certeza deixa a gente analisar bem o nível da galera que andou comentando aqui, e até mesmo dá pra ter uma idéia do seu nível também (pelo menos na minha opinião). No mais, acompanho a coluna desde o primeiro post seu, e por mais que não concorde com algumas de suas opiniões políticas, não vou deixar de ler sua coluna que pra mim é a melhor da internet.
    P.S: não dá pra responder um comentáriozinho meu?

  • thiago

    excelente post!

    o homem evolui cada dia mais e isso é fato..
    tanto em amor, inteligência, carisma, estudo, como em violência, raiva, depressão..

    basta saber a propria escolha!

    abraços!

  • Lucas Amaro

    Parabéns pelo trabalho, tio!

    Eu li esse texto quando o acid postou no Saindo da Matrix e achei genial! Desde entao eu venho prestando atenção nos “níveis” das pessoas com quem convivio (inclusive meu próprio).

    Mas acho que nunca conseguiria fazer a relação dos 7 níveis com as reações dos teus posts do LHC e da Dilma!

    Uma coisa interessante aconteceu comigo no post do LHC. Mesmo após ler os comments, eu nao consegui ver absolutamente nada de agressivo na “pegadinha do malandro”. E até agora nao compreendo como tanta gente conseguiu se ofender com aquilo!

    E lembrando que volta e meia aparece “o rosto de Jesus num azulejo”, “nossa senhora da torrada”, “batata com cara de jesus” e por aí vai…

    Já no da dilma, eu percebi que tinha algo errado, pois – diferente dos outros posts – eram duas notícias sem uma relação clara e sem a articulação entre elas. Percebi isso pois a coisa que mais me impressiona nos teus posts é a contextualização que tu sempre faz, nunca deixando nada a esmo.

    No mais, só tenho de agradecer por ter sido atraído para esta coluna, que me fez (e me faz) mudar totalmente vários paradigmas.

  • Gustavo Dourado

    olá tio DD!

    Bela coluna, como sempre, não deixa a desejar…..
    Li a coluna com a ficha da nossa presidenta, não comentei pois li rapidamente sem ater a alguns detalhes, mas após feita a revelação gostaria de saber o que é real na ficha dela, apesar de estar na internet o arquivo poderia ser modificado para varias formas de utilização, mas com sabemos, quem esta no poder, na policitca especificamente sempre tem algo a esconder, quer dizer, muita, mas muita poeira debaixo do tapete, julgo eu que todos tem algo a esconder, uns mais outros menos, mas tem algo, este foi outro motivo pelo qual não quis comentar tambem.
    Já que colocaste a ficha da nossa presidenta seria legal que o senhor colocasse o que é verdade e tambem coloca-se a ficha dos candidatos a presidencia do nosso pequeno pais, pelo menos nos sedentarios vamos ficar sabendo por onde estamos andando, ou votando.
    Uma dúvida, existe algum meio de repressão usado hoje em dia? Sobre o teto da igreja tal ter desabado, algum comentário’?

    grato.

  • Gabriel

    Achei legalsinho a msg, filtrando ela e tirando o util dessa msg e descartando o falso.Como Jesus falou, se alguem ti der um tapa, de a outra face tb, acho que esse seria o “nivel 8”, esse nao apenas sabia do amor mais era o amor, ngm morreria em meu lugar como ele fez!! E acredito tb que ao homem foi dado morre apenas uma vez e depois disso esperar o juizo final, acho que Deus nunka faria eu passa por esse mundo de sofrimento dinovo Ele anseia um lugar bom agradavel para todos nos!!

  • Jorge

    “Praticamente todos os políticos do PT estão envolvidos em algum esquema de roubalheira”

    Hummmm… Marcelo, uma pessoa como você, faz uma afirmação tão partidária e superficial como está?

    Um pouco simplicista demais, não? “Praticamente todos?” Deves ser um profundo conhecedor de todos os políticos do PT, então.

    PS: não, não sou petista. nem tucano. apenas achei que essa frase não combina em NADA com seu estilo. Abraço, parabéns pelas colunas.

  • ezshooter

    Hmmm…a estratégia é “vamos deixar o comentário Aguardando Moderação porque assim ele vê que o comentário está lá mas mais ninguém o lê. Vai que ele nem percebe…”? Ainda me recuso a achar que seja coisa do Del Debbio, mas novamente: coisa feia, S&H.

    @MDD – Não entendi o comentário. TODOS os comentários de TODAS as colunas de todos os editores passam por moderação, para evitar spammers, palavrões, xingamentos ao trabalho do SH e qualquer coisa que os moderadores considerem destrutivo. Isso a Baunilha e o Dunquian já deixaram bem claro diversas vezes. ocorre que em muitos posts meus são gerados 300, 400 comentários em um espaço de tempo muito curto e os moderadores tem de ler cada um dos comments antes de aprovar, o que pode demorar (em alguns casos) 3 a 4 dias, dependendo dos outros posts do SH. Às vezes tem gente que acha que foi cortado pq queria ver o comentário postado na hora, mas isso não ocorre sempre. Tenha paciência que seu comentário aparece.

  • Diego Queiroz

    Só não concordo com o teor “donos da verdade”.

  • Andrea

    Adorei o texto…
    Acho q estou no nivel 3… as vezes coloco um pezinho no 4.. mas amei o sexto nivel.. e qdo chegou no 7 então!!!

    Pois é, mas sobre o post da Dilma.. faz um tempo q qdo vejo assuntos deste tipo eu nem leio.. eu vi a foto dela.. a ficha e pensei.. nem vou ler isto.. só quero ler o que me interessa.. Politica é muito complicado de discutir.. e se eu lesse algo que me deixasse com raiva eu ia acabar ficando brava e não tenho mais paciencia pra isto.. pq não muda.. por mais q se discuta, religião, politica e futebol a coisa não muda..

    Que nivel seria este Marcelo? O nivel q nem lê.. pq não ta a fim de se incomodar?? hehehe

  • TH13

    @MDD:Tenha paciência que seu comentário aparece.

    Às vezes não, né?

  • Del Debbio, se a nossa resposta afiram em que nível estamos, então estou muito convencido de que estou no nível 4 ou 5. Minha resposta não questionou a conduta da Dilma (até pq, julgar uma pessoa hoje por algo que ela cometeu a 30 anos atrás eu acho uma perda de tempo), mas sim o fato da velha chamada “o eleitor precisa pensar melhor antes de votar”.

    O presidente tem um grande poder no governo, mas quem aprova as propostas são os deputados e senadores. Vamos aos problemas que existem e pq o país não vai pra frente:
    Ex. 1:
    Serra se candidatou a senador uma ocasião. ganhou a eleição, ficou uns 3 meses no poder e pediu pra sair, dando lugar ao suplente. Um ilustre empresário que os eleitores nunca ouviram falar. Apesar dos eleitores terem votado no Serra, não foi ele quem cumpriu o mandato.

    Ex. 2:
    Suponhamos que exista apenas 1 candidato a deputado honesto em cada UF do país. Supinhamos que 100% dos eleitores votem apenas nesse deputado honesto. Significa que teremos apenas esse deputado honesto representando cada UF correto? ERRADO!! Mesmo que apenas 1 deputado tenha recebido 100% dos votos, teremos outros 24 deputados que foram eleitos através do voto de legenda.

    É claro que o eleitor tem sua parcela de culpa, mas não totalmente. Precisamos mudar nossas leis ou vamos continuar com a corrupção no pais, independente de termos o Maluf ou Jesus Cristo na presidência.

    Já que vc gosta de política, história e verdades, pq não escreve algo sobre isso?

  • Rodrigo

    Se somos parte do “todo” que está em “tudo”
    e tudo que É, sempre foi e sempre vai ser…
    para que evoluir ? nós já nao Somos ?

    pode indicar alguma literatura ?
    Valeu

  • Renato

    Teria sido melhor ter ido assistir o filme do Pelé.

    Brincadeira… Foi uma leitura bastante interessante e reflexiva.

    Meu dia está completo.

  • muito bom cara 🙂

    continua assim o/

  • Mauricio

    Certamente estou nos níveis mais baixos (áries com ascendente em áries)…Mas já não consigo mais ver novelas, filmes e qualquer coisa que tenha cenas de agressões físicas e psicológicas…na verdade nem os jornais consigo encarar. Não consigo entender mais o ser humano como predador. Assim, o experimento do mestre da parábola me obrigam a classifica-lo em níveis perto do meu…como sou macaco velho não me iludo com as pessoas, principalmente da política, espero delas exatamente o que espero de pessoas do nível 1, ou seja, oportunistas orgulhosos e cheios de vontade de poder…
    Você é um grande Mestre, sabe o que está fazendo, e continuo aqui lendo seus posts e aprendendo, devagar, aos trancos e barrancos, rsrsrsrsrsrsr
    Putz, esse meu comentário foi típico do nível 3 (analisar e não apresentar alternativa! Mas podes crer, isso já foi uma evolução, pois se eu tivesse lido o post da Dilma a alguns anos atrás, teria apedrejado você na hora, não pela Dilma ou PT mas pela luta contra a Ditadura que tmbm me envolvi no final da década de 70 e inicio da 80)

    TFA

  • ezshooter

    Caro MDD, eu raramente comento e, quando comento, o faço destinado ao autor do post. Nesse caso não me importo com a publicação, pois me importa a troca de idéias com o autor do post. O meu segundo comentário em seu artigo da Dilma foi removido sem qualquer razão. Quando fui dar um puxão de orelha na moderação neste post, vários outros comentários posteriores ao meu foram liberados, o que me leva a crer que o time S&H – e como eu disse antes, não creio que seja você – não é muito chegado em críticas, a menos que elas sejam idiotas e que, por isso mesmo, desmereçam a si próprias.
    A rabugice acima foi uma provocação para testar a reação da moderação. 🙂

  • Paulo Craici

    Curti a experiência DD
    fico feliz em não ter reagido “niv.1” no meu comentário auehaehuhe deve ter gente meio invergonhada por ai..
    fico feliz tb de entender o pq de ter usado material sem fonte segura. (falo do curriculo em si ‘a montagem’)

    Abraços

  • Manzi

    Eu tinha lido o texto sobre os níveis, ate tive pensando bastante nele. Porém não consegui fazer a relação com o post passado. Parece que eu tenho que aprender mto ainda.

  • nível 4.

    Já é alguma coisa pelo menos…

  • Fico feliz em saber isso tudo e reconhecer que ainda me encontro no nivel 3! Muita teoria e pouca pratica…

    Muito obrigado mais uma vez, Marcelo. Como sempre o conteudo chega a minha pessoa na hora certa.

    Pax em todos os quadrantes! 🙂

  • Kubuaki

    Mudou minha vida quanto vc cobra nas suas palestras ??
    dá pra tirar uma grana boa ?

  • Edson Santos

    O mais engraçado é que as pessoas acham que esse ultimo post anula o anterior a Dilma não é santa e nós somos meros buscadores, isso sim é uma verdade, pare e pense… o que aprendi hoje???

  • IndoMitus

    Jah tinha lido esse mesmmo texto no Saindo da Matrix e nao tinha dado mta bola, seu experimento mostrou no entanto o valor dele.

  • Dan

    eu ainda acho q o combate estimula a virilidade e a criatividade… isso pra nao dizer q o combate poderia ser uma manifestaçao mais complexa de Amor.
    fights sao sempre bem vindos, pelo menos no meu ponto de vista orgulhoso e soberbo, tipico de alguem no nivel 1 nas segundas feiras, 2 nos demais dias uteis e 3 nos finais de semana. ;-]

  • Eu mesmo

    Marcelo soh uma perguntinhazinha…

    Vc (epistemologicamente falando) seria um relativista ou um perspectivista? ou qual?

  • Junior

    Parabens MDD
    Alem de ser um bom post
    aprendi muito com o mesmo
    Obrigado

  • andromeda

    to na duvida.. sinceramente,por mais ridiculo que pareça minha reaçao seria chorar e sair correndo. Este tipo de reaçao se enquadraria a que nível?

    abraçao tio! obrigado!

  • David Fernandes

    Aprendi muito com estas duas últimas postagens… valeu Marcelo!!

  • Vinícius Silva

    acho que vou terminar essa existência te devendo no fim das contas… rs

    Primeiro, seus posts me fizeram pensar, e eu evitei me tonar algo que alguns poderiam chamar de fanático, outros, de maluco, mas, de qualquer forma, algo que não seria nem saudável. Da parte social, da parte mental.

    Mais uma vez, eu conheci uma parte de mim que merecia uma crítica. Não, não chinguei, não tive uma reação agressiva. Mas ainda sim não gostei da minha reação.

    Marcelo, vlw mesmo por ter feito isso.
    Um puxão de orelha é sempre bem válido.

    Obrigado!

  • PeX

    Marcelo você é mesmo muito esperto. ^^

    No post de Jesus e o LHC eu caí que nem um patinho, mas minha reação foi rir da minha tolice (ri alto, no trabalho XD), logo eu já estava preparado para testes, e ainda mais que já tinha lido este texto num outro blog.

    Até o próximo post.

  • Diogo

    @Murior
    ““Futebol é muito gado”

    Estes garotos e seus livros de bruxaria…”

    acho que o que o Tio MDD quis dizer com isso é que se ele postasse um texto controverso sobre futebol (que é um assunto muito mais próximo da população do que política) os argumentos e os ânimos estariam muito mais exaltados porque os futibolistas sentiriram como se fosse um ataque pessoal, nao uma controvérsia sobre o time ou o esporte.

    pelo menos, é o que eu percebo quando as pessoas discutem sobre futebol.

  • Kleber

    Um tempo atrás vi no ótimo saindodamatrix.com.br a entrevista com Robert Happ. Acredito que já deva conhecer o vídeo: http://video.google.com/videoplay?docid=1762327500733359104&hl=pt-BR … De qualquer forma fica a dica, pois tem muito aver sobre os níveis que citou.

    Abraço e parabens pela coluna.

  • Chico

    Pelo visto o “teste” continua…

  • Sepultado

    pra fechar o topico so faltou classificar os usuarios que comentaram pelos niveis
    nao apareceu ninguem dizendo que politica e democracia sao ilusoes ?

    MDD, esta chegando a epoca do Pessach, contagem de Omer…
    voce pode me dizer em que dia do calendario cristao a contagem se inicia?
    alias, a contagem esta muito relacionada com estes niveis do topico, nao?

    acho que descobri o motivo de existirem 7 niveis mesmo na cabbalah(como eu havia te perguntado no seu blog): existem 6 sefirots que formam 3 duplas, constituindo, assim, um so nivel p cada par..e somando-os as 4 sefiroths unitarias, resultam 7 niveis.. certo? =)

    @MDD – certo.

  • Marcelo

    não dei muita bola para o post da Dilma mas adorei seu experimento que vôcê fez
    abraços…
    sou leitor de sua coluna a pouco tempomas desde já sou fâ dela parabens cara!!!!

  • Narete

    Perfeito!!! Muito grata.

  • Lucas

    Parabéns, ótimo post este dos 7 níveis, um dos mais interessantes q já

    Agora uma pergunta Marcelo:

    Depois que li o post da Dilma não tive reação principalmente pq não conheço mto da história dela, apenas fechei a página e dexei para lá.

    A que nível isso corresponde?

  • Lilia

    É engraçado ver os comentários das pessoas se desculpando e se justificando depois de ter atacado tão ferozmente.
    Nivel 1 ou 0.5 ?
    Quando é que vc volta a postar perguntas e respostas? Sempre tinha uma explicação mais detalhada.
    Mas o importante é que vc está certíssimo.Continue.
    Abração

  • Tudo bem.Você me convenceu a ser menos agressivo quanto à política.

    Maaaaas ( depois de ter assistido ao Zeitgeist e a The Corporation ) não acho NADA ERRADO assaltar bancos, por exemplo. Principalmente sob uma ditadura que também foi ILEGAL.

    o que é ilegal? o que é direito? o que é lei? o que é JUSTO e ÉTICO?

    Meu princípios se baseiam muito mais em justiça e ética do que em “leis” institucionalizadas para defender privilégios de uma minoria…

    mas isso é tão subjetivo 🙁 que no fim do dia acredito que não temos outra opção 🙁

  • Diogo

    @Evandro ML

    porque ser menos agressivo só quanto a política?
    ser menos agressivo no transito, na fila do banco, no escritorio tanto com chefes quanto com subordinados, só tem a melhorar a vida.

  • Flávio Cruz

    Fernão Capelo Gaivota?

  • Vinicius S.

    Olá Marcelo,

    Realmente estou entre aqueles que tiveram vontade e acabaram por não postar. Já havia lido esse texto a algum tempo no Saindo da Matrix e havia percebido não só no último post quanto em vários dos anteriores – de fato, desde o início da coluna e por todos os dias de nossa vida, o que muito me entristece – como reagimos mal quando ameaçados, desmonstramos nossas fraquezas com violência e oposição.
    Não pretendia deixar um comentário por esse post também mas gostaria de compartilhar com os demais leitores duas perspectivas que tenho, para com aqueles que consideraram essa coluna uma banalidade, peço que reanalizem o seu cotidiano e por quantas vezes não reagimos por impulso, causando tanto mal desnecessário e nos tornando mais ásperos muitas vezes, não como resposta de uma coação física e muitas vezes ainda sem nem mesmo sermos contrariados, apenas por egoísmo e aí temos o problema do “sexo, status social, riquezas e poder”.
    Quanto a todos que nos auto intitula-mos em algum nível, eu também o fiz quando li, deve-mos sempre lembrar que por mais distante que seja o ponto que alcancemos na trajetória das virtudes, muito dificil não termos uma reação primária e instintiva em algumas áreas de nossa vida, é tudo questão de consciência, que no geral nos falta.

    Abraços a todos.

  • Paulinho Jr.

    Olha tio marcelo, a algum tempo eu venho acompanhado o seus textos aqui no sedentário. Já li todos e aprendi muito mesmo, sou muito grato por tudo o que apredi contigo. Sou viciado em informação, mas quando olhei aquele texto dei uma passada de olho nele concordei com tudo; pois não é de se duvidar de nada do que esse povo é capaz de fazer. Mas não me manifestei pq não me interessava muito o assunto, e eu respeito a opinião de todos (mesmo que ache que a pessoa esteja totalmente enganada), fazer o que né, sair batendo no povo pra aceitar o que eu acho não é muito inteligente.
    Um grande abraço tio Marcelo Del Debbio, e obrigado por me ensinar todas essas coisas!

  • Luke

    lindo. ^^

  • AL_Zarco

    Tinha lido o conto em outro lugar, não me recordo no momento. Mas lendo os comentários podemos detectar que muitos não tiveram como entender a analogia de “homem evoluido”. Como MDD postou anteriormente, cada chacra do corpo tem determinadas características e estas são descritas neste conto.
    Aqueles que se classificam em níveis entre, por exemplo, 1 e 2 ou chegando ao 3 está na verdade abrindo os seus chacras, ou está com os seus chacras mais inferiores controlados.
    Não está o conto segregando qualquer pessoa, mas mostrando como pode seguir o seu caminho na senda evolutiva. É um ensinamento.
    Todos podemos chegar no nível sete, a velocidade de subida destes níveis depende de cada um.
    Uma vida na Terra que o texto se refere não é uma encarnação, mas, um período determinado por cada um de nós.
    A colocação de que Jesus era um mero nível dois quado se refere à alguma atitude dele, pode ser muito bem explicada pelo fato de que para se ouvir uma determinada estação de rádio, o aparelho tem que estar sintonizado nesta rádio.
    Outra coisa interessante de notar nos comentários é que aqueles que me parecem ligados a alguma entidade mais espiritualista/ocultista consegue interpretar melhor este conto.
    Não sei se meus comentários serviram para exclarecer ou se é apenas mais um, mesmo assim um grande abraço aos leitores.
    Al Zarco

  • Pedro

    eaew tio.

    eu acho q eu fui uma das pessoas nao acreditou 100% no que vc escreveu. porque sempre quis procurar outras fontes xD

    achei interessante o texto xD

  • Ruan Pablo

    Parabéns estou vindo
    pela primeira vez aqui, e esse
    texto conseguiu me prender
    o que raramente acontece
    muito bom mesmo!

  • Namasté

    Fiquei feliz de ter seguido o conselho e lido a penúltima coluna antes dessa, meu comentário está lá. Mas não sei se meu pensar é certo, porém, creio que não somos de um outro nível, apenas estamos.

    O ser humando é um ser tão complexo, fisica e espiritualmente, que não acredito que sejamos um ser imutável. Adquirimos sim um crescimento, e o fato de acumularmos conhecimento é uma prova disso, e devemos sempre olhar para nós mesmos e buscar fazer o que é certo, mas o que nos dá uma “vantagem” para com as outras pessoas não é o fato de sermos superiores ou não, mas o fato de entendermos como devemos agir e quando para que possamos trazer crescimento para nós e para os que estão em volta.

    Independente de religião, ordem política ou filosofia de pensamento, seja um pensamento cético ou crível, sabemos que um todo é melhor que uma parcela, sendo assim, no conto que foi apresentado, poderia ser o mesmo homem em suas fases de crescimento, porém o qual levava o tapa, mas o seu ambiente também ia melhorando, pois o discípulo também ia crescendo e fazendo parte do todo.

    No demais, aguardo ansioso pelo próximo post.

    PS: alguns criticaram veemente o pessoal que defendeu cegamente uma posição contrária a do Marcelo no post passado, porém não enxergam que eles próprios estavam tendo o mesmo tipo de atitude, e foi graças ao comentário de todos em conjunto que pudemos traçar um paralelo com o este post vivenciar a realidade mostrada.

  • Bela

    Putz cara!!!
    adoro! e como sempre adorei inclusive tua fantástica idéia do teste via net com a galera “minino de prédio” como se diz por aqui.
    Incrível!
    aguardando anciosa o próximo post!
    Bjo
    Bela

  • glau

    MDD… cada vez vc se supera mais. Interessante utilizar a identidade politica/social como forma de “agressão” das massas criticas.
    Muitas vezes, em nossas vidas, levamos tapas na cara sem aviso ou razão clara e alguns “tapas” doem mais que outros.. e a partir dai, se esboçam as reações em diversos niveis de acordo com um estimulo particular.
    Algumas pessoas não admitem serem tocadas sem razão, outras serem blasfemadas, outras serem rejeitadas, outras serem incompreendidas… Tudo como reação do individuo ofendivel…

    Essa semana, realmete colocou os sentimentos a flor da pele, e graças a D’us eu pude aprender muito, tanto pela observação instantanea, quanto pela reflexão apos ler os 2 textos

    Só posso agradecer a oportunidade… VALEU DD!!

  • FAS_

    Leia Operação Cavalo de Tróia
    Editora: Mercúrio

  • Não me lembro se já postei nesta sua coluna do sedentário, mas antes de tudo gostaria de lhe agradecer. Agradecer pois em muito tempo não havia lido textos de tal nível em um blog (e sim, tive acesso de riso com o Jesus no LHC e com o dossiê da tia Dilma, principalmente pelos comentários).
    Minha curiosidade sobre temas religiosos (e afins) voltou mais forte do que nunca e está sendo extremamente eficaz no meu trabalho (se tiver curiosidade meu blog conta algumas “sagas” de sala de aula – dou aulas de Geografia para ensino Médio, Fundamental, etc). Apesar da Geografia não ser a ciência mais fácil de se trabalhar com estes temas (o campo da História, Sociologia e Filosofia, são mais fáceis na minha opinião), gostaria de te pedir permissão para utilizar este texto em minhas aulas para/com meus alunos e colegas de trabalho.
    Assim como já percebi (e você deixou bem claro) que seu objetivo é fazer com que pelo menos no tempo de leitura a pessoa pense, tenho o mesmo pensamento e comportamento quanto as minhas aulas. As pessoas têm preguiça de pensar, é natural da nossa espécie quando “achamos” que estamos em condições ideais, e isto gera… o que vemos todos os dias.
    Fazer com que estas pessoas ao menos te xinguem e contestem significa algo bom, acredite. Significa que a mudança assusta, que o diferente é estranho e neste momento é decisão delas tal como botar a mão no fogo.
    Se meu conselho for útil a você, continue sendo polêmico, mostrando um lado da moeda que nossa maioria foi privada de conhecer.
    Quero continuar lendo seus textos com a cara de “Caraca!! Eu sabia que o que dizia não era babaquice!” – que é o que esta grande maioria responde a respeito de qualquer crítica construtiva.
    Mais uma vez, parabéns pela coluna e obrigado pelos seus textos!
    -E sim…irei roubar este post para o meu blog… (moar moar moar)

  • Azul84

    Eis algo que eu nunca esperei encontrar (nem mesmo na internet!): um discurso espiritualista com um embasamento positivista.
    O tal “verdadeiro Místico” (se você estiver disposto a explicar o que diabos o autor do texto queria dizer com isso, eu agradeceria) parece viver sob a crença de que à humanidade pode ser atribuído o segundo preceito decartiano (“[…] de diviser chacune des difficultés que j’examinerais, en autant de parcelles qu’il se pourroit, et qu’il seroit requis pour les mieux résoudre”). Creio que você vá concordar comigo que o comportamento humano e suas motivações não são coisas simples a ponto de poderem ser divididos em um punhado de categorias absolutas que desvendem a personalidade de todos. Fingir que o são, não passa de uma redução digna do positivismo racionalista do século XIX – para o qual a única forma de lidar com as ciências humanas é através da quantificação e da extrema simplificação. Até onde eu entendo, nada diferencia a infinita sabedoria das viagens astrais do Senhor Doutor “Mestre da Arte Real” M.D. e o determinismo do tipo criminale de Cesare Lombroso ou de qualquer outro dos absurdos avanços do positivismo sobre as ciências humanas.

    Ps.: Tirando os poderes de super-esquiva, não entendi exatamente a diferença entre o terceiro e o sexto homem. Ambos são motivados pela idéia natural de que surgir do nada e esbofetear outros é algo ruim e que o amor – a sensualidade espiritualizada – é algo bom; o sexto só usou um argumento melhor para sustentar esse juízo. Como não creio que a idéia do texto era de dizer que diferença entre o “medíocre enfatuado” e “um dos níveis mais elevados a que pode chegar o Ser Humano em sua senda evolutiva, ainda na Matéria, no Planeta Terra” seja de mera retórica, eu peço pro del Debbio explicar qual o degrau que eu deveria ver entre os dois.

    Pps.: Ali em cima diz que o post tem “318 Protestos” enquanto embaixo tem, no máximo, uns vinte. É um bug no site ou tem algum modo de “trocar de página” que eu não estou achando?

  • nilson

    No filme clube da luta tem o tal do experimento de sair agredindo estranhos. Acho que ele mostra o que acontece na vida real: poucas pessoas reagem violentamente, na maioria das vezes acontecem empurrões, xingamentos e golpes não violentos. Talvez seja difícil revidar contra alguém que ataca com determinação e parece, por isso mesmo, muito forte.
    Por isso este experimento não faz sentido… É muito fácil xingar alguém que postou algo pela internet (o que ela vai fazer, apagar os comentários?)
    Achei que esta história de níveis de humanos estivesse sendo colocada aqui para mostrar que não faz nenhum sentido… Muitos que ficam falando de amor aos outros, unidade cósmica de todos humanos e outras conversas fiadas, dependendo da situação se revelam o que poderíamos definir de nível zero.

  • então marcelo a um tempo acompanho a sua coluna, vi o caso da dilma e fui um dos que não disse nada por achar que já ia ter mil pessoas fazendo isso…

    na verdade ainda pensei algumas vezes antes de escrever agora, mas eu discordei muito do seu sistema de classificação que coloca as pessoas que compartilham da mesma ideia de você em um grau superior de conciência humana.

    Acho que a própria dilma hoje repensa sobre o que fez… é normal, com a idade e a experiencia ficamos menos impetuosos e mais reflexivos… sou jovem tenho 24 anos e não sou a favor da luta armada em momento nenhum da história brasileira, mas reconheço que se não fosse um pouco da radicalidade e força de vontade desses jovens loucos puxando o cabo de guerra um pouquinho pra lá, talvez não chegássemos ao ponto de democracia que vivemos hoje, que para mim ainda está longe do ideal….
    Tenho serias duvidas se a pacificidade dessa juventude de hoje que não assalta, assiste a tv sem ter vontade de quebra-lá e só se preocupa com a realização imediata de seus anseios materiais seja uma geração que leve a terra pra um lugar legal
    Pelo menos aquela galera que cometeu alguns equivocos na execução de seu mundo melhor tinham ideiaís um pouco mais nobres do que esses de nossa sociedade do espetáculo
    abraços

  • Nai

    Muito bom, faz vc ver q a vida é sempre um aprendizado!!! Parabens pela otima colocação!!!

  • thiago Machado

    Ai Kra este post foi um dos melhores q eu ja li
    Parabens
    Mandou muito \o

    E acabou de ganhar um fã \o/

  • MAGNIFICO!! SIMPLESMENTE MAGNIFICO!

  • Gregory

    Cara, brilhante.

  • Lorival Ferreira

    Saudações! Por coincidência, sou um estudioso simultaneamente de filosofia não discurando das escolas de pensamento esotérico e também da Ciência Política.
    A NOÇÃO de que existem sete tipos humanos, considerando seu desenvolvimento interior, conheci-a lendo a escola esotéria de Gourdjieff e Ouspensk, não sei se este conto tem origem nas obras desta escola de pensamento, mas parece que sim. COMO ocorre com todas as tradições, provenientes de um estado mental incomum, aconteceu, como se constata neste conto, uma simplificação da idéia inicial. OCORRE que os homens nº. 1, 2, e três, são homens comuns e eles não se escoram em muletas coisa nenhuma. NELES prodominam as funções automáticas da psique humana, o homem número 4, é alguém já consciente das possibilidades de estados mentais normalmente desconhecidos pelas pessoas comuns e se dedica com exclusividade a atingir as funções superiores. OS HOMENS número 5 teriam logrado por em funcionamento o Centro de Consciência de si mesmo, que nós pensamos que temos mas não temos; o homem nº 6 é aquale em que já funiona o Centro de Consciência Objetiva sendo que o nº. 7 já conseguiu a integração perfeita entre todas as funções que atualmente temos e estas duas superiores que não temos.
    OS COMENTÁRIOS sobre Dilma Rousseff podem servir para ilustrar o modo de pensar do homem máquina, ele é binário, maniqueista, o Universo é dividido em apenas dois campos, a inserção num dos dois campos impossibilita entender o outro, o autor dos comentários por exemplo, cologou o PT num campo, ele não conseguirá entender nada diferente, pois sempre que estudar o assunto, certamente encontrará argumentos verdadeiros que fundamentam sua tese, mas não conseguirá ver os argumentos verdadeiros do outro campo achando que os outros é que são “evangélicos fanáticos”.
    Abraço a todos.
    Lorival Ferreira – 23/02/2009.

  • Cassio M. Conti

    Se fosse pra me classificar nos niveis apresentados, eu diria que, baseado na linha de pensamento dos niveis, estaria entre o nivel 4 e 5… Pois tenho uma curiosidade e sede insaciaveis de conhecimento e sinto que é meu dever ajudar aos outros quando posso… Quanto ao tapa, eu tentaria defendê-lo e perguntaria qual a razao dessa ação.

  • nao_importa

    incrivel…

  • don

    existem textos novos ou velhos que nos fazem mudar de uma forma brusca, a maneira como vemos as pessoas, o ambiente e o universo, sem duvida nenhuma esse foi um desses textos.

  • que pena não poder participar dessa experiencia…soube sobre o blog a uma semana por intermedio de um amigo…não sou um surfista da net…mas gostei dessa experiencia e vejo q vou aprender muito aqui…..fora a parte de teorias de conspirações essa parte do blog tem muitas coisas de meu interesse….
    gostaria de fazer uma pergunta para o tio…oq vc acha de 2012?

  • ^^

    veeeeeei
    dei pala!
    c tivece lido a alguns meses atras tinha ficado com inveja
    mi identifiquei com a viajem q o texto quer provocar
    consegui me enchergar passando por uns niveis(pelo menos uns tres)
    d uns mese pra ca tenho pensado muito em coisas q giram em torno disso,tentando sintir dó do animal q eu comia a carne no almoço
    tava sempre procurando alguma coisa a mais tentando nunca acreditar numa coisa absoluta
    e umas semanas atras aí eu fiz uma coisa q eu nuca tinha feito (q é meio idiota) mais eu vou terminar d falar so para nao ser um dos q deixarao pra la
    eu odeio pernilango fraga…
    e sempre mato todos sem nem pensar (formiga era raro d eu matar muito meso,animais maiores nao consigo me lembrar d mais nenhum q eu mato pensando ou sem pensar (a nao ser baratas ou coisas do tipi q minha mae da uns ateques cabulosos c eu nao matar pq ela tem horror)tinha a carne do almoço tambem mais tem um tempo q eu nao como mais
    mais voltanu
    eu odeio mosquito
    daqueles q t acordam a noite inteira,fica sumbino na orelha
    simplismente despresava sua existencia
    ate q uns dias atra eu acirdei(numa noite d sumbidos na orelha)
    e encontrei meu inimigo mortal sobrevuando minha cama
    nao pensei
    deu um tapa
    mais ele caiu no chao e nao morreu (ia voar,era uma questao d tempo)ai quando eu tava cara a cara com ele, ia matar eu simplismente nao consegui!
    fiquei d cara
    eu fiquei uns 20 segundos conversando com o mosquito, mandei ele ir embora i tals
    q iiiiiiissso
    eu sempre matava os mosquitos!!!!!!
    fiquei muito feliz d ver q tem pessoas no mundo tamanhamente evoluidas ^^
    creceu bastante minhas esperanças
    parabens! ^^
    muito foda

    P.S.: nivel 7 com certesa eu nao to pq eu dei um tapa no pernilongo^^

  • ^^

    essas respostas soa otimas esperiencias d reaçoes !!!

  • Smedlley

    Interessante…

  • buck

    não entendi o “lula-quatro-dedos”.
    um abraço,
    t-buck

  • Lucas Ragazoni

    uma m#$#%¨@ !

    hauahahahah to brincando!
    acho que passei pro nível 4. não tive coragem nem de xingar!

    Mas falando sério! Parabéns pelo trabalho, é uma pena que isso não chega ao conhecimento nem de 1/1000000 da população mundial, mas tenho certeza que assim como eu, quem lê esse texto tem uma reação muito frutiva!
    obrigado!

  • Rilder

    Extraordinário velho! Parabéns!

  • Esses níveis sem dúvida existem!!!

    Ótimo artigo!

    Parabéns!!!

  • Bruno

    “A consciência. A consciência é a última fase de evolução do sistema orgânico e, conseguentemente, o que é nele mais inacabado e frágil. É do consciente que provém ua multidão de enganos que fazem com que um animal, um homem, pereça mais cedo do que seria necessário, “a despeito do destino”, como dizia Homero. Se o laço dos instintos, este laço conservador, não fosse de tal modo mais poderoso so que a consiência, se não desempenhasse, no conjunto, um papel de regulador, a humanidade pereceria fatalmente sob o peso dos seus juízos absurdos , das suas divagações, da sua frivolidade, da sua credulidade, numa palavra de seu consciente: ou há muito tempo teria deixado de existir sem ele! Enquanto uma função não está madura, enquanto não atingiu o seu perfeito desenvolvimento, é perigosa para o organismo: é uma grande sorte que ela seja bem tiranizada! Assim a consciência é tiranizada e em grande parte pelo orgulho que se tem dela. Pensa-se que este orgulho forma o “núcleo” do ser humano; que é o seu elemento duradouro, eterno, supremo, primordial! Considera-se que a consciência é uma constante! Nega-se o seu vrescimento, a sua intermitência! É considerada como “a unidade do organismo”! Sobrestima-se, desconhece-se ridiculamente, aquilo que teve a consequência eminentimente útil de realizar o seu desenvolvimento com muita rapidez. Julgando possuir a consciência, os homens pouco se esforçaram por o adquirir; e hoje ainda estão assim! Trata-se ainda de uma tarefa inteiramente atual; o olho humano começa apenas a percebê-la. É uma tarefa que só se dão conta os que não compreenderam que até aqui o homem só incorporou os erros, e que toda a nossa consiência se relaciona com ele”
    . NIETZSCHE,Friedrich Wilhelm; A Gaia Ciência; pag 34; Editora RIDEEL.

  • Pingback: Joellio Frederico()

  • Li, achei interessante mas confesso que não sou adepto de críticas feitas com palavras, escritas ou faladas… prefiro as críticas motivadas e baseadas em retorno positivo.

    Ou seja, interessante o experimento, mas ao invés de criticar o “caxorro morto do PT”, crie um post relevando as suas “teorias” e “conceitos” para melhorar o que tem sido feito, ou mudar tudo…

    Ser um crítico é fácil, difícil é ser um idealizador…

  • Su Carvalho

    O texto não fala sobre os niveis seis ou sete.
    CURIOSIDADE.

  • Suellen

    O texto não fala sobre os niveis seis ou sete.
    CURIOSIDADE! (66

  • Pingback: Os Níveis do Ser Humano | Divagações()

  • Diane

    e enquanto todos nao chegam ao nivel 7, devemos continuar lutando pelo que é justo! aliás, acho que só chegaremos ao nivel 7 quando vivermos em um mundo igualitario socialmente, até lá vamos nos aprimorando.

  • Pingback: Kriativus()

  • Lucas

    Cara, foi um bom teste, embora eu raramente abra nem li sobre dilma, nem abri na veredade, achei que política não era uma coisa para se tomar parte e entro aqui pra ler sobre esoterismo. Acho que como a rosacruz ensina, o titio deveria ser apolítico aqui no blog, já que você trata de misticismo (embora em alguns momentos tb descorde da esmola e em outros concorde).

  • Pingback: Os Níveis do Ser Humano « This is: RockinRolla!!!()

  • Maurício

    Li e creio eu que estou no nível 5 *-*
    Me senti atraído pelo testo por causa da “teoria da conspiracao” do link hehe
    Eu consegui abrir minha mente e a perceber que o mundo é extraordinário a partir do momento que comecei a seguir o David Icke, com ele aprendi a ver o mundo de outra maneira ‘-‘

  • Bárbara.

    Olá.
    Eu venho acompanhando a coluna do MDD há algum tempo.
    Vários outros posts despertaram minha curiosidade, mas nenhum outro provocou o mesmo impacto como esse. Cara, isto está mais pra um tratado filosófico exemplificado através de um alegoria cujo estudo sério permite um mergulho profundo nas águas escuras e misteriosas em que a nossa humilde civilização se encontra do que um mero artigo de um blog de entretenimento. Del Debbio, ganhou uma fã ! Esse artigo, sem dúvida, foi crucial pra minha decisão.
    Um amigo meu que me indicou sua coluna. Temos vários interesses em comum e ele, por ser fanzaço seu, elogiou-o à beça. ( Eu preciso me lembrar de agradecê-lo urgentemente XD)
    E eu, por ser supercuriosa, vim verificar sua autenticidade. E vc me surpreendeu :D:D
    Fazia um bom tempo que eu vinha procurando coisas desse nível pra ler. Nos últimos dias, passei por algumas transformações. A minha consciência está tentando se libertar (das muletas) e procurando atingir outros níveis mais complexos para poder desenvolver-se plenamente e como tem de ser.E eu já não posso mais contê-la … sobretudo não quero mais contê-la.
    Sim, eu sofri uma catarse XD.
    Essa mudança já estava em andamento, lenta, mas contínua. Houve um fato marcante há bem pouco tempo que foi catalisor. Agora, o fluxo de pensamentos que me ocorrem é incontrolável . Eu sentia um … chamado.
    Exposto dessa forma parece algo sobrenatural, mas não há nada disso. Eu descobri o papel que tenho de cumprir nessa vida, basicamente é só isso!
    É como se uma missão houvesse sido incubida a cada um de nós e todos juntos, sem exceções, formássemos uma complexa hierarquia estruturada através de níveis. Tudo isso explicado e exemplificado magnificamente bem pelo colunista Marcelo Del Debbio, meu fã.
    No fundo, eu acho que só estava procurando algo em que pudesse me firmar e que ratificasse o que eu já sabia sentir.
    Esse artigo foi crucial na minha decisão. Agora, mais do que nunca, sinto-me livre para desenvolver plenamente tudo o que me foi capacitado.
    Talvez assim, tudo isso faço um sentido e eu fique feliz, enfim, por ter nascido.

    Obrigada!

    Continue ajudando pessoas como eu a ajudar outras pessoas, também.
    Parabéns, cara!

  • Pingback: Juliana Benfatti()

  • Pingback: Maria Fernanda()

  • Marcelo! O.O

    Nossa essa deve ter sido a melhor lição q vc já me passou, tava precisando mesmo aprender justo isso…

    vô dar mais umas lidas no texto!! kem é o autor??

  • Arthur

    O texto é muito legal, bem explicado e simples, mas achei que a conclusão de que tudo e todos são na verdade um só, apesar de ser verdade, meio frustrante. Viver parece inútil em uma sociedade como essa. Eu não tenho coragem para sair do meu trabalho, ou parar de estudar para sair pelo mundo ensinando as pessoas o quão estúpidas elas são. Até porque elas são tão estúpidas que não tenho fé suficiente que entenderiam alguma coisa do que tem escrito nesse texto. Penso que passamos da hora de sair da merda e seguir o caminho da verdade, penso que algo catastrófico teria que acontecer para as pessoas perceberem quanto tempo perdem em trabalhos, ao invés da familia, em projetos, ao invés dos filhos, amigos, pai, mãe, si próprio. Não consigo entender, como poderiamos mudar o mundo, como faziam antigamente, como você disse “Por muito menos o Collor foi expulso da presidência.”. hoje em dia todos querem “viver” tranquilamete em suas casas pensando somente nelas mesmas e talvez em suas familias. Sonegando os problemas da sociedade. Até mesmo estudantes, que acredito eu, deveriam ser os que protestam e brigam pelos direitos da sociedade com mais frequência, estão apenas pensando em se formar para trabalhar, e perder a vida inteira nisso. Por que as pessoas não se revoltam mais com as coisas absurdas que acontecem? Mesmo que esse texto esteja certo, machucar outra pessoa é estúpido, mas acontece que existem pessoas nos niveis 1, 2 e 3 que não sabem disso, e que vão machucar outras pessoas. Posso dar uma lista imensa dessas pessoas, Serial killers, assassinos em massa, estupradores, ladrões de carro, invasores de casas, batedores de carteira, sequestradores, pedófilos, cafetões, tumultuadores, pornógrafos, viciados em drogas, traficantes, indigentes e todas as malditas gangues de rua. O que fazer em relação a isso? Amá-los? Prendê-los? Talvez, matá-los? Quem sabe tentar ensinar o que esse texto prega?
    Se predessemos lotariamos as prisões e só estariamos empurrando o problema com a barriga, se matassemos estariamos indo contra o que acreditamos, e como eu ja mencionei, parece estúpida a idéia de que algum desses imbecis seriam capazes de apreder a lição. Mesmo que um em mil se salve, e os 999 restantes? ai esses sim, matamos huahaua
    Não sei se é criancisse minha, mas acho que talvez, a violência possa ser usada para o bem. Acho que num mundo violento, a violencia é o único jeito de se sobreviver. Enquanto espalhar amor, só nos mataria, talvez depois de um tempo o miserável que nos matou, apredesse a lição e passasse a amar os outros, mas quantos terão que morrer para que todos os miseráveis aprendam a lição? O que leva a outra questão do texto, acho que se eu entendi o texto, nesse caso da violência, teriamos que recorrer ao amor, e não a violência. Amar o meu assassino, enquanto ele mata a mim, e a outros, para só depois, TALVEZ, entender que o melhor é amar. Não me parece muito justo, ou esperto, mas é a verdade. E o pior de tudo é que só temos uma vida e mesmo assim, devemos dá-la em nome do amor, para alguem que talvez não tenha a menor chance admitir a superioridade do amor, como um psicopata da vida.

    É revoltante, frustrante e estúpido viver em uma sociedade assim. Talvez devessemos viver todos estúpidamente e idolatrarmos a ignorância, vivendo em nossos mundinhos de fantasia, onde papai compra ovo de chocolate pra nós na pascoa, ou presentes no natal, em nosso aniversário ganharemos uma bicicleta, enquanto o resto do mundo se fode. SE FODE eu disse. e daí? Ignorância é uma benção!

    hauhaa bem não sei se to falando merda, mas em geral o que eu queria dizer é o seguinte!
    Lindo texto cara, é uma obra muito interessante, que vale a pena ser lida e re-lida(sim já tinha lido uma vez a algum tempo)! Pretendo mostrá-lo a muitas outras pessoas e discutir com elas essas ideias idiotas que surgem na cabeça desse troglodita que escreve. Talvez elas me tornem menos estúpido.
    Obrigado Tio!

  • Douglas

    Não esperava que fosse tão bom assim, parabéns. E sinceramente as vezes estou no nível -(menos) 7 kkkkk,,, so de ficar me encarando já pergunto com agressividade: “Que foi mano, perdeu o CU na minha cara caraio” .. Muito bom mesmo esse post.

  • Fabio Martins Vieira

    Comecei a maratona de ler todos os posts desta coluna em ordem cronológica. É a primeira vez que faço um comentário, já que todo mundo já fez as perguntas adequadas às dúvidas que eu poderia ter.
    O texto me provocou um misto de sensações intensas. Por um momento queria que todo o mundo pudesse lê-lo e sentir a mesma coisa que eu, por mais bobo que isso possa parecer.
    Parabéns pela iniciativa e por todos os outros posts incríveis que eu li antes deste. Sinto que deveria tê-lo elogiado e parabenizado antes.
    Fico feliz por saber que ainda tenho muitos outros posts para ler pela frente.
    Abraço!