A polêmica sobre o comediante Léo Lins no Japão.

banner-japao-em-2-minutos

Por esses dias (mês de Agosto de 2013) passando pelo Facebook, me deparei com uma postagem da página Brasileiros no Japão de maneira indignada com um vídeo totalmente tendencioso, mostrando as tragédias antes do vídeo do stand-up que estava incluso. O vídeo foi removido pelo próprio Facebook por “violar seus termos de uso”.
Na postagem dizia: “NÃO QUEREMOS O LÉO LINS NO JAPÃO” -Eu inclusive estava pensando em fazer um vídeo resposta em defesa dele desde que eu li a postagem, mas preferi fazer o comentário via texto. Comentário este que o próprio Léo Lins leu no Programa Agora é Tarde no bloco da Mesa Vermelha que você vê no vídeo do Japão em 2 Minutos.

O talentoso comediante Léo Lins, famoso por seus shows de stand up (bons – senão não teria fãs) e também membro do programa Agora é Tarde da Bandeirantes, no ano de 2011, ele havia feito um stand up comentando de forma jocosa as ocorrências do terremoto de 2011 do Japão e está disponível em seu canal do YouTube.

(Vídeo que inclusive me fez rir muito).
O stand up é conhecido por fazer-se piadas de cara limpa; o comediante e o público presente comentando um texto que o próprio comediante escreveu.
Este é o vídeo do stand-up que ele fez aproveitando as notícias recentes da época e que é citado no vídeo tendencioso com mixagens de imagens da tragédia na página do Facebook:

Ele estava vindo aqui ao Japão junto com mais alguns comediantes em turnê e devido a esta polêmica gerada pela página (que não é pequena), passou a receber ameaças; O que é um absurdo!
Humorista sendo levado à sério?
Ah, véy! O que tem que ser levado a sério como a política é levado na brincadeira?

As ameaças, segundo ele, foi encaminhada às autoridades daqui do Japão.
Em meio a tantos comentários o massacrando e devida toda essa polêmica, consequentemente ele não virá mais fazer os shows por aqui por ter o seu visto cancelado (provavelmente) influenciado pela polêmica que gerou até abaixos assinados entregues no consulado.
Ele não se pronunciou oficialmente, mas já foi confirmado que haverá um substituto.

Ao invés de gravar um vídeo para o YouTube, Léo Lins resolveu responder esta notícia na Mesa Vermelha e de forma bem humorística; que você pode ver aqui a partir de  6:37 min.
http://youtu.be/_tWR2kUHXcA?t=6m37s

Danilo Gentili chamou os “militantes” do movimento contra o humorista de escravos antes dos comentários do Léo Lins. (Com o contexto de que nós vivemos, sim, é engraçado e eu RI!). Agora vão querer grilar com o Danilo também por causa desta P-I-A-D-A –PIADA?!

Vão LAVAR LOUÇA!

Breno Nakano, é o nosso correspondente internacional gordo que mora nos alpes nipônicos. O Breno além de trabalhar de graça para o S&H, também bate ponto em seu pequeno blog pessoal, o Pandatômico, onde dizem que também não recebe salário. Breno mora em Nagano-Ken, no Japão, e luta quase que todos os dias para que a banha de sua barriga atrapalhe ele caminhar.